Atlético-PR, Paraná e Chape: como voltam as equipes no Brasileirão







Após uma intensa e marcante Copa do Mundo, onde a França sagrou-se bicampeã, é hora de voltar à boa e velha rotina do Campeonato Brasileiro! A pausa de cerca de um mês serviu para as equipes irem ao mercado e jogarem amistosos visando um melhor condicionamento na retomada do campeonato.

Confira a seguir as mudanças que ocorreram nas equipes de Atlético Paranaense, Paraná e Chapecoense durante este período.

Atlético Parananese

O Furacão aproveitou a parada da Copa para mudar muitas coisas, começando pelo comando técnico. Fernando Diniz foi demitido, e Tiago Nunes, técnico campeão pela base do clube, foi promovido. Além disso, dois jogadores chegam ao clube paranaense: Marcelo Cirino (26, extrema, retornando de empréstimo) e Bruno Nazário (23, meia-atacante do Hoffenheim-ALE, formado na base do Figuereinse e com passagens Cruzeiro e Guarani-SP). Para compensar as chegadas, cinco nomes foram dispensados: Ribamar, Pavez, Ederson, Gustavo Cascardo e Caio.

As mudanças, principalmente de treinador, agradaram muito a torcida atleticana, que há muito pressionava a diretoria para que issso acontecesse. Isto tende a deixar o clima um pouco mais ameno, ainda que o clube esteja na zona de rebaixamento e precise urgentemente de resultados positivos.

Apenas um jogo-treino foi disputado durante o período, contra o Paraná, no CT do Atlético, que terminou empatado em 1 a 1. A partida serviu para ambos os técnicos testarem muitas coisas novas em suas equipes. 

O atacante Pablo, em entrevista à rádio Transamérica, comentou sobre a derrota e eliminação para o Cruzeiro na Copa do Brasil, e também sobre a mudança de treinadores:

A gente queria passar de fase, fizemos um jogo de igual para igual, tomamos um gol de contra-ataque, que nos custou a vaga, e pagamos o preço. Faltou criar um pouquinho. Temos que se recuperar, focar no Brasileiro. Pela estrutura que o time tem e pelo tamanho que é o Atlético-PR, não pode ficar nessa situação.

O Fernando (Diniz) deixou um legado aqui, fez algo diferente, mas agora passou. Temos que focar no tabalho do Tiago (nunes), e estarmos bem concentrados.

No retorno do Brasileirão, o Furacão recebe o Internacional. A partida acontece nesta quinta-feria (19), às 19h (de Brasília).

Paraná

O Paraná pouco mudou seu plantel após a Copa do Mundo. Entretanto, algumas peças podem fazer falta ao técnico Rogério Micale. Entre as saídas estão Matheus Pereira, Luan Viana, Alemão, Neris e Diego Gonçalves. Chegam ao clube Nadson (28, meia-atacante emprestado pela Chapecoense) e Rodolfo (26, extrema, com passagens por Boa Esporte, CRB e Bragantino, e pelo futebol árabe).

Um amistoso foi disputado, contra o River Plante do Uruguai, vencido por 2 a 0. A partida foi considerada bastante tranquila, num autêntico estilo amistoso.

Micale aproveitou a Copa do Mundo também para acompanhar o desempenho das seleções menores, buscando inspiração em seu trabalho com o Paraná.

O que a Copa do Mundo nos trouxe é ver uma Costa Rica nos dando um trabalho imenso, uma Austrália saindo sem derrota (nota: na Copa, a Austrália perdeu duas partidas e empatou uma). Se você vem com um bom planejamento de jogo, uma boa padronização, consegue neutralizar grandes equipes e acho que isso é que é um desafio para gente. A gente não tem o poder financeiro das outras, mas porque não bolar uma estratégia que nos dê uma possibilidade e uma oportunidade de ter sucesso na Série A? É isso que vamos trabalhar, disse o técnico.

Na retomada do Brasileirão, o Paraná enfrenta a equipe do Vitória, na Bahia. A partida acontece nesta quarta-feira (18), às 21h (de Brasília).

Chapecoense

Na Chapecoense, mudanças importantes ocorreram no elenco. Um dos destaques da equipe, o atacante Arthur Caike foi para o futebol egípcio (Pyramids FC, mesma equipe do ex-palmeirense Keno). Além de Arthur, o lateral-direito Apodi foi jogar no futebol árabe, e o meia Nadson foi emprestado ao Paraná. Três meias chegam ao clube catarinense: Augustín Doffo (23, ex-Vélez e Villareal), Yann Rolim (23, ex-Barra-SC, com passagens por Alemanha, Dinamarca e Portugal) e Jean Roberto (24, ex-Pelotas).

O principal reforço da Chape para o ano é Jandrei! O goleiro esteve com venda quase certa para a Sampdoria-ITA (por cerca de 2,5 milhões de euros), mas acabou desistindo no último dia, e segue no Verdão.

A Chape realizou apenas um amistoso, contra o San Lorenzo-ARG, e venceu por 2 a 1. Como sempre, as equipes realizaram muitas mudanças, e o treinador Gilson Kleina pôde testar diferentes jogadores no segundo tempo:

Se não competir e não for de uma forma agressiva, você não consegue demonstrar o futebol. Acho que, pelas mudanças, o time teve um padrão de jogo, conseguiu igualar e foi bem. Claro que temos alguns ajustes para fazer. Entendo que tivemos a movimentação do Canteros, Luiz e Marcio, mas pecamos na hora de tentar retomar e equilibrar na marcação. Por mais que alguns jogaram pouco, o importante é todos verem o elenco da Chape.

O primeiro confronto da Chapecoense neste reinício de Brasileirão é contra o Bahia, nesta quinta-feira, às 19:30h, na Arena Condá.




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar


Outros Artigos