Como apostar no Paulistão Feminino 2018!







 



 

Neste Sábado, 24/03, começa o Paulistão Feminino 2018, o principal estadual do País, que conta com 8 equipes na Primeira Divisão Nacional, metade dos participantes.
 

Com 3 equipes a menos, XV de Piracicaba, Rio Branco e Botafogo/SP saíram da disputa, a competição continua no  mesmo formato.

 

Fórmula de Disputa:

Dois grupos, com as equipes jogando em ida e volta dentro deles, com os 4 primeiros de cada se classificando para segunda fase.

Na Segunda Fase, novamente as equipes são divididas em 2 grupos e jogam em ida e volta, as duas primeiras de cada grupos vão a semifinal.

E a partir dai formato simples de semifinal e final em ida e volta.




Corinthians e Santos são os favoritos a disputa do título e se enfrentam já na 1º fase, com a expectativa de dois grandes jogos.

As atuais campeãs do Rio Preto vem fragilizadas, pois com a diminuição de investimento, perderam muitas jogadoras.

O São José, destaque nos últimos anos, também vem com um elenco jovem e sem gastar muito.

Osasco Audax pode ser uma surpresa, apesar da base da parceira com o Corinthians, ter ficado no Pq. São Jorge, disputam a Libertadores nesse ano e podem surpreender, assim como a Ferroviária que sempre faz boas campanhas.


Este ano de 2018 pode ser encarado como transição, pois em 2019, os times para participarem da Copa Libertadores devem ter uma equipe feminina, isso deve colocar algumas equipes tradicionais que ficaram de fora neste campeonato ( como Palmeiras e São Paulo).


Grupo 1

Rio Preto
Atual Bi-campeã Paulista, o Rio Preto faz sua estréia apenas no dia 01/04 frente a Ponte Preta e com um time totalmente reformulado.
Quase todo elenco foi embora, fazendo o clube garimpar jogadoras pelo Brasil.

A diretora Dorotéia Oliveira sabe que será difícil competir com as equipes que disputam a Libertadores Masculina e serão obrigadas a ter equipes também no Feminino e devem oferecer salários mais atrativos.

Porém com uma boa categoria de base, a equipe espera ao menos mostrar um bom futebol e quem sabe lutar novamente pelo título.

Ponte Preta
A Ponte surpreendeu no Paulista do ano passado, alcançando as semifinais, e eliminando a Ferroviária.

Para este ano, a Macaca é uma incógnita pois poucas informações foram passadas, porém neste grupo deve se classificar para a segunda fase.

Embu das Artes
Ano passado, a equipe entrou em um grupo complicado, e terminou na 5º colocação, porém com a decisão o XV de Piracicaba de fechar seu departamento de futebol feminino, a equipe conseguiu a classificação ao Brasileiro da Série A2.
Com isso a equipe se reforçou e tem como meta passar de fase neste grupo.

Ferroviária
Com muita tradição no futebol feminino, as guerreiras grenás querem buscar mais um título paulista, que não vem desde de 2013.
No ano passado a equipe ficou nas Quartas do Brasileirão e na segunda fase do Paulista, após ser surpreendida pela Ponte Preta.
Acredito que a equipe lute pela liderança nesse grupo, se classificando com tranquilidade.

Osasco Audax
Com o fim da parceria com o Corinthians, o Audax tem uma jovem base que fez um bom Campeonato Brasileiro, reforçada pelas zagueiras Antônia e a argentina Augustina e espera fazer uma boa campanha.

A equipe disputa a Libertadores também neste ano, além do Brasileirão.
Outra equipe que entra como favorita a uma das vagas e deve se classificar lutando pela liderança.

Francana
As feiticeiras são outra incógnitas nesse grupo, apesar da experiência em Paulistão, a equipe fez uma temporada de 2017 ruim, com apenas duas vitórias.
Pela falta de informação é a equipe que larga atrás no grupo.

 

Grupo 2

Santos

Vice-Campeã nos últimos dois anos, as Sereias da Vila vem sob o comando de Emily Lima, com passagem pela Seleção Brasileira, substituindo Caio Couto, que ficou no cargo por quase 3 anos e conquistou o Brasileiro do ano passado, demitido por WhattsApp pela nova diretoria.
As meninas da Vila inclusive tem a disputa da Copa Libertadores este ano.

Para este ano além da troca do comando, a equipe perdeu a argentina Sole James para o futebol Chinês.
Outras baixas foram a lateral Katiuscia, para o rival Corinthians, e a goleira Dani Neuhas, emprestada para o Benfica/POR.

Muito tradicional, o Peixe deve se classificar, lutando pela liderança com Corinthians e São José.

Corinthians

Após encerrar a parceria com o Audax, que rendeu a Copa Libertadores, o Corinthians foca em seu time próprio.

O treinador Arthur Elias foi mantido e tem bons reforços, como as atacantes Adriana, artilheira do Rio Preto, Kamilla, ex-Iranduba, as zagueiras Gislaine, ex-São José, e Giovana, ex-Kindermann, além de Katiuscia, ex-Santos.
A principal baixa é a centroavante Byanca Brasil, outra atacante, Gabi Nunes, lesionou o joelho e precisou ser operada.

A equipe é forte e tem um grupo complicado nesta primeira fase.

 

São José

Líder do ranking da CBF, o São José veio de uma temporada fraca, ficando ainda na primeira fase do Brasileiro e em 3º na segunda fase do Paulista.

O treinador Cléber Arildo assume pela 1º vez uma equipe feminina e com ajuda da coordenadora Renata Love, quer retormar os bons tempos, a equipe é recordista de títulos Paulistas com 3 taças.
Porém com investimentos menores nesses últimos anos, a equipe tem dificuldade para bater de frente com as principais equipes.

A esperança são as garotas promovidas do Sub-20.

Taubaté
Novamente em um grupo forte, as meninas do Taubaté esperam fazer uma campanha melhor do que em 2017.
Treinadas por Arismar Júnior e foram bem nos amistosos de preparação, porém em um grupo com 4 times da elite, é muito difícil que surpreenda.

Portuguesa
Vice-Campeãs da Série A2 do Brasileiro em 2017, as Leoas da Lusa chegaram a elite nacional e querem ao menos repertir a classificação a segunda fase no Paulista neste ano.
Neste grupo a equipe pode brigar com o São José pela terceira colocação.

Juventus
Com um elenco jovem, o time da Mooca tenta fazer um Paulistão melhor.
Comandadas por Wellington Souza, a equipe iniciou os trabalhos no dia 30/01 e chegam motivadas.
Dificilmente a equipe deve surpreender os favoritos e brigar pelas vagas, porém a expectativa é agregar experiência as jovens.


Centro Olímpico

Após chegar as semifinais em 2016, o Centro Olímpico fez uma campanha ruim em 2017 e foi a lanterna do grupo com apenas uma vitória.
O foco do clube é trabalhar com jovens e moldar novos talentos, por isso é uma incógnita sua participação.


Favoritas em cada Grupo

O Grupo 1 conta com o favoritismo do Audax, que vem com uma boa base e com jogadoras que disputaram e venceram a Libertadores.

A Ferroviária é a segunda força do grupo e o Rio Preto é uma incógnita pois a equipe mudou muito e não sabemos o que esperar, pois sua base foi totalmente desmontada.

Ponte Preta por estar na elite e ter feito um bom Paulistão em 2017 surge como candidata a vaga.

Embu das Artes aparece com um jovem time que ainda irá disputar a Série A2 e pode entrar nessa briga.

Já a Francana é uma incógnita total e parece ser a mais fraca.

No Grupo 2, Santos e Corinthians devem duelar pela liderança sem grandes problemas, enquanto São José e Portuguesa também devem se classificar.

Dificil acreditar em uma zebra com os outros jovens times.


Todas campeãs de 2004 para cá.


 
Gols da final de 2017 entre Rio Preto e Santos.                                                                                                                                                                            

Todos os jogos você encontra na Bet365.
 

Conheça e se cadastre por aqui.




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
10Bet

Bônus

R$300

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar


Outros Artigos