Como retornam os times paulistas para o Brasileirão 2018 após a Copa do Mundo









Após pouco mais de um mês de folga pela Copa do Mundo, as equipes paulistas retornam a suas atividades e seus campeonatos.

Muitas mudanças, jogadores negociados e reforços.

Vamos ver como cada um retorna.




As mudanças no Timão começaram antes da parada da Copa, com a saída do treinador Fábio Carille, o desempenho alvinegro desmoronou e uma equipe que lutava pelas primeiras colocações ficou no 10º lugar.
Osmar Loss, o substituto, conquistou apenas uma vitória em sete jogos e passou a atuar com desconfiança, porém pegou uma equipe com muitos problemas de contusão.

Com eternos problemas financeiros, o Corinthians perdeu peças importantes para o restante da temporada, o zagueiro Balbuena, o lateral Sidcley e o volante Maycon.
Alguns reservas também foram embora, caso de Kazim, além do preparador de goleiros Mauri Lima.

Rodriguinho é um dos nomes importantes que está ventilado em negociações.

Mesmo com todos esses problemas, a equipe foi relativamente bem nos amistosos, mostrando a mesma filosofia de sempre e alguns reforços que chegaram, como o atacante Jonathas e o lateral-esquerdo Danilo Avelar.

O Corinthians está envolvido em outras duas competições além do Brasileirão, a Copa do Brasil e a Copa Libertadores.

Na copa nacional, o Timão está nas Quartas de Final e enfrenta a Chapecoense, enquanto no torneio continental, começa a fase de mata-mata contra o Colo-Colo do Chile.

Expectativa:

O torcedor demonstra preocupação com a temporada da equipe, a saída de Fábio Carille derrubou um modo de jogo que durante um ano e meio rendeu três títulos, inclusive o Brasileiro do ano passado e a luta pelo bicampeonato é praticamente descartada.
As contusões mostraram que sem sua base, o Corinthians sofre muito e tem poucas peças de reposição, além da saída de jogadores chaves, como o zagueiro Balbuena, que era um líder e uma referência técnica, o lateral Sidcley deve ser bem substituido por Danilo Avelar e para vaga de Maycon tem o retorno de Renê Junior, que era o titular.

Osmar Loss teve tempo para preparar a equipe, mas nos jogos treinos alguns problemas de sempre apareceram, como a falta de criatividade do meio-campo, com os meios e atacantes distantes e a dificuldade em criação.
O sistema de jogo tenta ser parecido com o do ano passado, no papel, porém a posição de centroavante é a que mais preocupa.

Hoje o Corinthians tem mais preocupações com a parte inferior da tabela do que com uma arrancada ao título, portanto fazer um campeonato seguro e tentar beliscar algo nos mata-matas que ainda disputa deve ser a prioridade no Parque São Jorge, que vive momentos de turbulência.


O retorno é na quarta contra o Botafogo, na Arena Corinthians.
  

 

 



Em 6º lugar no Brasileirão, o Verdão quer arrancar para o título nesta volta de campeonato.

O principal reforço foi a volta de Gustavo Scarpa, que conseguiu a liberação do Fluminense pela justiça.
O zagueiro Nico Freire chegou do Zwolle/HOL.

A principal baixa é a saída do atacante Keno, um dos principais jogadores da equipe no ano.

Além da disputa do Brasileiro, o Palmeiras tem as Quartas de Final da Copa do Brasil e as Oitavas de Final da Copa Libertadores pela frente.

Expectativa:

Time com maior poder de investimento do Brasil, o Palmeiras foca na manutenção da base e do trabalho de Roger Machado.
A equipe é muito forte e mostrou um bom futebol em muitos momentos, o problema foram as oscilações durante o campeonato que fizeram perder pontos valiosos.

Na Libertadores o Palmeiras mostrou seu melhor e quer mostrar isso também no Brasileiro, onde tem uma boa distância para o líder Flamengo, mas que pode ser tirada.
Os amistosos desta parada foram proveitosos para dar ritmo, mas não devem se iludir com os resultados frente a times mais fracos.

A briga do Palmeiras é pelo título e deve terminar no mínimo entre as quatro melhores equipes do campeoanto.

O retorno é na quinta-feira, em clássico contra o Santos.

 

 

 


O Peixe está próximo a zona de rebaixamento e o treinador Jair Ventura enfrentava muitas críticas dentro do clube e da torcida, que pedia sua demissão.
A equipe não perdeu jogadores durante esse período e trouxe o costa-riquenho Bryan Ruíz, que disputou a Copa do Mundo da Rússia e vem para resolver o problema da falta de meias na equipe.

Outro estrangeiro que jogou no mundial está próximo de acerto, o uruguaio Carlos Sánchez.

Durante a pausa do campeonato, o Santos fez dois amistosos no México e voltou sem vitórias e sem gols marcados, mas tem pontos positivos como o volante Pituca e o retorno de Bruno Henrique, peça muito importante no elenco e que pouco jogou nesta temporada.
A equipe criou muito nos amistosos mas desperdiçou as chances, ponto que precisa ser melhorado.

Além do Brasileirão, o Peixe tem as Quartas de Final da Copa do Brasil e as Oitavas de Final da Copa Libertadores.

Expectativa:

Pelo atual momento do clube a primeira coisa é se manter longe da zona de rebaixamento e retomar um bom caminho para buscar algo nos torneios de mata-mata.
Mesmo com um jogo a menos no campeonato nacional, a pontuação e as atuações não estavam boas, até por isso a pressão era imensa sobre Jair.

A volta de Bruno Henrique é muito importante para a equipe, que tem a volta de um de seus melhores jogadores e conta com a retomada de futebol de Rodrygo, após acertar sua negociação com o Real Madrid.
Com a chegada de Bryan Ruiz a equipe pode acabar com os problemas da ligação entre meio e ataque e ganhar mais equilibrio ofensivo.

A colocação hoje no campeonato é o 15º lugar e a volta é nesta quinta-feira frente ao Palmeiras no Pacaembú.

 

 



Terceiro colocado no Brasileirão, o São Paulo faz uma campanha bem melhor do que o esperado no ínicio do Brasileirão.

O trabalho de Diego Aguirre deu liga, colocando uma equipe com mais vontade e com um esquema tático bem coeso.
O Tricolor perdeu apenas uma partida no campeonato e viu o Morumbi se transformar em caldeirão.

Cueva e Petros foram as baixas dessa janela de transferência, enquanto chegaram o equatoriano Rojas, que já treina como titular, e o lateral Bruno Peres.

Além do Brasileiro, o São Paulo tem apenas a disputa da Copa Sul-Americana e isso é visto como trunfo para equipe, que se precisar pode focar apenas no campeonato nacional.

Expectativa:

Classificação direta para próxima Libertadores é o principal foco para o São Paulo.
As atuações de Diego Souza e sobretudo Nenê animaram o torcedor que já acredita na volta dos dias de glória ao Morumbi.

Um jogador que caiu como uma luva no esquema tricolor foi Everton, que foi peça-chave nesse crescimento e boa participação no Brasileirão.
O atacante Rojas é visto como alguém para fazer a função de Marcos Guilherme, que saiu antes da parada para Copa.

Na quarta o encontro contra o líder Flamengo fora de casa pode deixar o São Paulo próximo a liderança, portanto mesmo que não se fale, o jogo pode ser chave para o embalo do São Paulo.
Uma vitória, ou até mesmo um empate, pode mudar o disco e quem sabe o sétimo título possa se tornar palpável.

 

 




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar


Outros Artigos