Guia do Campeonato Paulista 2018







Considerado pela maioria dos “entendedores de futebol” como o mais difícil campeonato estadual do Brasil, o Paulistão vem em sua 117º edição e, após uma “repaginada” já iniciada em 2017, é composto por dezesseis equipes divididas em quatro grupos com os 4 grandes do estado como cabeças de chave.



Sempre muito disputado, o Campeonato Paulista é uma boa chance de lucros para o apostador brasileiro, visto que, assim como em algumas competições nacionais, é possível achar muitas apostas de valor na competição. Isso porque, apesar do interesse crescente dos Bookmakers no mercado brasileiro, ainda é possível encontrar muitas odds desajustadas em competições menores.

Dessa forma, nós do Aposta10 daremos a vocês um panorama de como cada clube vem preparado para o Paulistão desse ano. Assim, com mais informações, o apostador estará a frente ou pelo menos brigando de igual para igual com as casas de aposta.

Recomendamos que sempre antes de fazer sua aposta, principalmente no início do campeonato, você dê uma lida novamente no guia e tenha mais clareza naquilo que está fazendo. Aproveitem!!!

Grupo A:

Corinthians



O atual campeão brasileiro e maior campeão do Paulistão, o Corinthians  é um dos principais favoritos para o torneio. Contudo, assim como muitos clubes a equipe vive um problema de desmonte da equipe na pré-temporada.
O técnico Fábio Carille vive o desafio de substituir peças que foram muito importantes ano passado, pois do  time titular, saíram o zagueiro Pablo (retorna de empréstimo ao Bordeaux da França), o lateral Guilherme Arana (negociado com o Sevilla da Espanha) e o atacante Jô.

Apesar disso, o clube já fechou a contratação de quatro reforços. Entre eles, estão o zagueiro Henrique, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba e o volante Renê Júnior, ambos do Bahia, e o atacante Júnior Dutra, do Avaí. Também retornaram de empréstimo jogadores que tiveram destaque em 2017, como o volante Jean, que estava no Vasco, e o atacante Lucca, que estava na Ponte Preta. Contudo, para Carille ainda falta alguém para substituir Jô e por enquanto o Corinthians vai jogando sem essa peça no ataque.

Do Corinthians sempre se espera muito, a meu ver a equipe vai demorar de três a cinco rodadas para engrenar, assim como no ano passado, sendo uma equipe que, principalmente no começo, vai tender muito ao under mas que lá pelo meio da competição pode surpreender com algumas goleadas. Muita cautela ao apostar em jogos do Corinthians.



Bragantino

Tentando se reeguer após dois anos do rebaixamento para  a Serie A2 do Paulistão ( ano em que também foi rebaixado na série B) , o clube tradicional que costumava incomodar muito as grandes equipes, esse ano vem com orçamento baixíssimo e sem muitos destaques. O  reforços de destaque da equipe para essa temporada é o o volante Patrick Mota, vindo do Botafogo-PB.

Em jogos da pré-temporada o Bragantino não mostrou muita força, tendo, por exemplo, empatado com o Juventus (time da série A2) por 1-1 na preparação para o Paulistão.



Ituano

A única equipe do interior bicampeã do estadual, o Ituano se inspira no campeonato de 2014, em que foi campeão e contrata reforços daquela equipe: o goleiro Vágner, Leo, Marcelinho e Claudinho voltam a equipe para disputar novamente a competição.

Na preparação para a temporada a equipe ainda não mostrou muita força, tendo perdido na última partida por 3-1 para o XV de Piracicaba (equipe da série A2).

Apesar de não parecer está bem reforçado, o Ituano é uma equipe tradicional no Paulistão, vem de um titulo na última edição do Campeonato do Interior, e tem uma torcida muito grande em Itu, que garante um grande favoritismo em jogos em casa.



Linense

Ano passado a equipe se classificou junto com o São Paulo para a segunda fase do Campeonato Paulista, tendo sido eliminado pelo mesmo São Paulo nas Quartas de Final.

A equipe vem ainda montando o time para o Campeonato Paulista, trazendo dois reforços para o ataque como destaque; Wilson, atacante campeão brasileiro pelo Corinthians em 2005 , O jogador de 32 anos atuou as últimas seis temporadas no futebol japonês e Juninho.

O Linense ainda vem se montando para a competição, dessa forma podemos esperar uma equipe ainda sem um padrão no início, tendo que aguardar pelo menos os dois primeiros jogos para vermos como jogará.

Grupo B:



São Paulo

Após uma temporada a ser esquecida ano passado, o São Paulo há poucos dias do início do Campeonato Paulista vê dois de seus principais jogadores deixarem o clube. Isso porque o meia Hernanes teve de voltar a seu clube Hebei China Fortune e o atacante Lucas Pratto foi vendido ao River Plate.

Contudo, a equipe também vem com reforço de peso após a contratação de Diego Souza, que veio a peso de ouro do Sport Recife. Além deles integram a equipe comandada por Dorival Júnior: Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros, Shaylon, Lucas Fernandes e Marcos Guilherme; Brenner e Cueva.

O São Paulo persiste no mesmo erro do ano passado, monta uma equipe fraca sem muita consistência, contrata um grande jogador, mas não reforça a equipe como um todo. Acredito que o São Paulo não vá longe na competição e, assim, como ano passado, tenha algumas  dificuldades para ganhar dos pequenos. O São Paulo a meu ver é um time para over nesta competição.



Ponte Preta

Após péssima campanha no Brasileirão do ano passado e o consequente rebaixamento, a Ponte Preta tem  no Paulistão uma chance de testar o time que vai brigar pelo acesso  em 2018.

Para isso a equipe conta com excelente técnico Eduardo Baptista, que já fez grandes mudanças na equipe que foi rebaixada ano passado. Os reforços foram: Vinícius Silvestre (ex-Palmeiras), os zagueiros Renan Fonseca (ex-Botafogo) e Wesley Matos (ex-Vila Nova), os volantes Marciel (ex-Corinthians) e Ronaldo (ex-Sport), o meia Tiago Real (ex-Coritiba e o atacante Silvinho (ex-Criciúma). Contudo, vi retrocesso na Ponte Preta em manter o goleiro Aranha no gol, particularmente nunca gostei do atleta e ele foi protagonista de algumas falhas cruciais na ponte temporada passada.

A ponte Preta apesar do contexto é hoje a quinta força do Campeonato Paulista, sendo assim esperamos uma equipe que dê trabalho para os quatro grandes e faça o dever de casa contra os “pequenos”. Minha opinião é que, assim como a maioria das equipes comandadas por Eduardo Baptista, a Ponte tenha uma tendência pelo over, principalmente no início, onde a equipe ainda está se entrosando.



Santo André

Pelo segundo ano consecutivo na Série A1 do Paulistão após a ascenção em 2016, o Santo André fez uma campanha mediana ano passado ficando com 11º lugar.

Pela quinta vez o técnico Sergio Soares comanda o “Ramalhão” e ao que tudo indica a equipe vem mais focada esse ano, realizou diversos jogos-treinos com time das divisões inferiores de São Paulo e, além disso, foi ao mercado e contratou bem. Confira alguns dos reforços do Santo-André: Neneca (Goleiro, Botafogo); Zé Carlos (Goleiro, Concórdia); Domingos (Zagueiro, Al-Kharaitiyat-CAT); Douglas Marques (Zagueiro, CSA); Suéliton (Zagueiro, Vitória de Guimarães-POR); Halisson (Zagueiro, São Bento); Foguete (Lateral-Direito, São Paulo); Jonathan Bocão (Lateral Direito, ABC); Lorran (Lateral Esquerdo, Vasco); Adriano (Volante, CRB); Davi Lopes (Volante, Linense); Flávio (Volante, Vitória); João Lucas (Meia, Noroeste); Aloísio (Meia, Brasil de Pelotas); Joãozinho (Atacante, Figueirense); Lincom (Atacante, Brasil de Pelotas); Hugo Cabral (Atacante, América Mineiro).

Por estar em um grupo mais difícil e pelo trabalho que já acompanhei de Sérgio Soares, na época de  técnico do Ceará, acredito que o Santo André vai ser um time mais para under, mas claro isso no plano das conjecturas, ainda é preciso ver a equipe jogando para saber se esta hipótese se confirmará.



São Caetano

Após quatro anos fora da elite do futebol paulista, o tradicional São Caetano volta a disputar o Paulistão e tenta reeguer a história do clube.

A equipe optou por manter 50% do elenco que garantiu o acesso, o que mostra que a equipe vem entrosada. Além disso fez alguns reforços, com vários jogadores de clubes da elite brasileira, o s destaques são: Luiz Daniel (vindo do São Bernardo) e Helton Leite (Botafogo-RJ); o lateral-direito Pedro Costa (Sampaio Corrêa); os zagueiros Domingues(Juventude) e Max(Joinville); os meio-campistas Vinicius Kiss(Paraná), Chiquinho (Oita Trinita-Japão), Diego Rosa (Atlético Goianiense) e Marino; e os atacantes Niltinho (Atlético Goianiense) e Rafael Costa(Ceará).

Uma equipe a ser vista de perto, eu acredito que nesse momento o São Caetano vai fazer de tudo para seguir na Série A1, com boas contratações não coloco a equipe como underdog, mas também não vejo ela indo tão longe.

Grupo C:



Palmeiras

O Palmeiras vem renovado em 2017 após uma temporada apagada em  2017, com Lucas Lima como seu principal reforço, a equipe ainda conta com as contratações de Marcos Rocha, Emerson Santos e Diogo Barbosa, além da reintegração de Arthur, que estava emprestado ao Londrina onde se destacou na última temporada pela Série B.

Além de reforços na equipe, o clube conta também  com técnico novo, o conceituado e disputado Roger Machado, conhecido por montar equipes mais defensivas ( a famosa “retranca”). O técnico enfrenta o desafio de substituir o zagueiro Mina que foi vendido ao Barcelona esse ano.

Totalmente focado na Libertadores esse ano,  o Palmeiras é a meu ver a melhor equipe da competição, contudo a falta de motivação do clube na competição exige cautela do apostador. No mais, esperamos um Palmeiras favorito em todos os jogos, inclusive contra os três grandes rivais São Paulo, Santos e Corinthians.



Novorizontino

Há dois anos na disputa da série A1, o Novorizontino tem se consolidado na competição, tendo se classicado para a segunda fase ano passado, perdendo para o Palmeiras nas Quartas de Final.

O Novorizontino é um dos times do interior que mais tem investido em reforços, não só na equipe como no banco, isso porque o time é comandado pelo técnico Doriva, conhecido por treinar equipes da Primeira Divisão do Brasileirão como Ponte-Preta.  Nesse Paulistão a equipe busca manter o ritmo de evolução que o time já apresentou ano passado, para isso conta com vários reforços. Os destaques do clube são:os meio-campistas Jean Patrick e Adilson Goiano, ambos com passagem pela Ponte-Preta, Fábio Ferreira que, entre outros, já defendeu o Corinthians, o volante Everton, que já atuou pelo Cruzeiro, e Valdeir; Além desses Jonanthan Lima, Éder e a grande surpresa da janela, o Atacante Magno Alves, ídolo no Ceará.

Uma equipe forte e bem montada com um técnico de alto nível, é bom ficar de olho no Novorizontino, a meu ver a equipe favorita, dentre os clubes do interior, para incomodar os quatro gigantes de São Paulo.



São Bento

Depois de um grande ano em 2017, em que garantiu acesso a Série B do Brasileirão, o time do São Bento vem no seu terceiro ano consecutivo no Paulistão tentar garantir dessa vez um acesso a segunda fase da competição.

O São Bento vem se preparando com tudo para o Campeonato Paulista, sendo um dos times que mais fez jogos-treino até aqui. Contudo, o técnico Paulo Roberto Santos ainda não tem definido seu time titular, testando várias formações nos jogos-treino. Confira os  reforços do São Bento: Henal (G, Cuiabá); Cleber Alves (G, Barretos); Luizão (Z, Água Santa); Douglas Assis (Z, Boa Esporte); João Gabriel (Z, Alebrijes-MEX); Régis Souza (LD, Bahia); Gerley (LE, Botafogo); Rodrigo Thiesen (V, Botafogo); Celsinho (M, Londrina); Diogo Oliveira (M, Paysandu); Léo Itaperuna (A, Aarau-SUI); Elias (A, Cuiabá); Lúcio Flávio (A, Fortaleza).

Se mantida a forma do time que disputou a Série C, teremos aqui um time  com bastante tendência para o under, principalmente nos jogos como mandante.



Ferroviária

Na competição há dois anos, a equipe que subiu me 2015 aos poucos tenta engrenar no Paulistao. Ano passado “se salvou” por pouco do rebaixamento e mesmo com um time bastante limitado deu trabalho para alguns grandes como  Santos e Corinthians.

Com orçamento limitado, a equipe vem sem muitos reforços de destaque para a competição, nos jogos da pré-temporada mostrou que  vem mais ofensivo esse ano, venceu por 3-1 o Inter de Limeira numa das últimas partidas de preparação para o Campeonato Paulista.

O Ferroviária é um time bastante limitado do qual não esperamos muito, provavelmente vai lutar contra o rebaixamento, apostas contra a equipe podem se mostrar de valor.

Grupo D:



Santos

Com um time totalmente desmontado, o Santos ainda não mostrou para o que veio. Após a contratação do técnico Jair Ventura, a equipe não fez nenhum grande reforço e, além disso, viu seu ataque desagregado com a ida de Lucas Lima para o Palmeiras, e Ricardo Oliveira indo para o Atlético-MG; além disso corre risco de perder Copete, cotado para o Atlético-MG .

A Falta de opções no setor ofensivo, o desmonte da equipe e uma crise interna não dão muitas esperanças e valor a equipe da vila esta temporada. Contudo, a equipe acertou em cheio ao contratar um técnico que sabe gerir clubes com baixo orçamento, vide Botafogo 2016.

Assim, ainda não temos muito que esperar do Santos por enquanto, se continuar com esse cenário, certamente será um time para under, , bem ao estilo de Jair ventura. e não tão favorito como nas últimas edições



Botafogo-SP

O time de Ribeirão Preto conhecido pela torcida como “Pantera” é um dos times pequenos que geralmente incomoda os grandes. Na competição do ano passado se classificou para a segunda fase, sendo eliminado pelo Corinthians nas Quartas de final.

Para esse ano o time se preparou bem e vem reforçado, com 11 reforços para o Paulistão se destacam Peri que estava no Paysandu, Diones que vem do Boa Esporte,  Naylhor no Figueirense e Danielzinho, um dos destaques na boa campanha realizada pelo Oeste, que quase culminou com o acesso à elite.

O Botafogo-SP ao que tudo indica vem com três atacantes (Bruno Rocha, Bruno Moraes e Wesley) no esquema do técnico Léo Condé, o que mostra um time mais aberto, sendo muito favorável ao mercado de over e ambas marcam.



Mirassol

O time comandado por Moisés Egert chega ao Paulistão, ao que tudo indica, com um time muito desentrosado, com dificuldades em definir a equipe, que há poucos dias do início da competição ainda não está totalmente montada.

Até Dezembro a equipe contava com os seguintes reforços: Ygor Vinhas (G, São Caetano); Edimar (Z, Fortaleza); Wellington (Z); Edson Silva (Z, Londrina); Wellington Reis (V, Fortaleza); Willian Simões (LE, Cuiabá); Léo Baiano (V, Boa Esporte); Rodolfo (CRB); Zé Roberto (A, Santos); Alison (A, Atlético-GO). Além desses, nos últimos dias se intregaram ao clube o atacante Dalberto, que estava no ABC-RN, o lateral-esquerdo Marlon Farias, ex-Brasil de Pelotas-RS, o atacante André Luís, que estava fora do Brasil, atuando no Siam Navy, da Tailândia e o lateral-direito Bruno Oliveira, que ano passado teve uma boa passagem pelo Bragantino. Últimas notícias indicam que Gustavo Xuxa se juntará ao time.

Sem muitos reforços de peso e com um time ainda em processo de formação, acredito que o Mirassol esse ano será um adversário mais fácil de ser batido além de uma tendência para o over, assim como no Paulista do ano passado e na última edição do Campeonato do Interior.



RB Brasil

O Jovem time do Red Bull Brasil chega a sua quarta participação no Campeonato Paulista com seu tradicional time formado por jogadores jovens e em geral da base do clube.

Com pouquíssimos reforços, a equipe do Red Bull, em geral, se firma no entrosamento de sua equipe que é formada ao longo do ano por jogadores, em sua maioria, vindo do próprio clube. Contudo, esse ano a equipe tem um reforço de destaque, o atacante Éder Luis, ex-São Paulo e Vasco, integra a equipe que vai em busca da classificação para a segunda fase da competição. Além dele, o clube contratou o zagueiro Ewerton Páscoa do Guarani.

O Red Bull é sempre uma equipe para over no Paulistão, essa tendência se manteve nos últimos três anos no Paulistão e no Campeonato Paulista do Interior e acredito que permanecerá esse ano, visto que a característica de jogadores mais jovens e inexperientes se manteve (e sabemos que times mais jovens, principalmente no Brasil, tendem ao over).  

 

Artigo de João Paulo




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$300

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar