Guia para apostar nos Brasileiros Feminino A1 e A2 2018








                                                                                                                                                                                        
 

Nesta Quarta, temos o pontapé inicial no Brasileirão A1 e na fase de grupos do Brasileirão A2, após a fase preliminar.

32 equipes em campo pelos próximos meses, acompanhe, procure informações e prestigie, pois o interesse cresceu muito, mas os campeonatos profissionais continuam escassos.
 

Brasileiro Feminino A1 

Regulamento:
 

As 16 equipes foram divididas em 2 grupos de 8.

Jogam todas contra todas em turno e returno, com as 4 primeiras se classificando para as Quartas de Final.
A partir daí, mata-mata.

As últimas colocadas de cada grupo são rebaixadas.
 


Grupo 01


 

 Corinthians/SP ,vem forte para competição, pois faz um excelente Campeonato Paulista e irá mandar seus jogos na Arena Corinthians, com apoio da torcida.
O elenco é forte e tem diversas jogadores convocadas, fora que a base foi campeã da Copa Libertadores 2017, ainda em parceria com o Audax.

 Ferroviária/SP , faz um bom Campeonato Paulista também e deve brigar por uma das 4 vagas as Quartas de Final, as Guerreiras Grenás tem muita tradição e um bom elenco.
Ano passado pararam nas Quartas de Final para o Corinthians.

Iranduba/AM ,é uma das equipes mais estruturadas do Futebol Feminino e apresentou um público recorde nas semifinais do Brasileiro A1 2017 frente ao Santos, a equipe tem um apoio muito forte vindo das arquibancadas e está em campanha para sediar a Copa Libertadores da América Feminina.
As amazonense são favoritas a uma das vagas para as Quartas e para brigar pelo título.

Kinderman/SC, dominante em Santa Catarina a equipe conta com jogadores que costumam estar em convocações da Seleção Brasileira, como a goleira Bárbara e a meia Rafaela Andrade.
Ano passado a equipe parou nas Quartas de Final, e deve novamente lutar por uma vaga entre as 4.

Pinheirense/PA, a equipe faz sua estréia no Mangueirão e vem animada após o título da A2 ano passado e foram vice-campeãs Paraense, perdendo a final nos pênaltis para o Esmac.
A equipe é uma incógnita, mas acredito que deva ficar no bloco fora de risco de rebaixamento, mas também com dificuldades para se classificar.

São Francisco/BA, ano passado ficou próximo ao rebaixamento, sendo salva apenas pela eficiência pior do Grêmio/RS.
Acredito que a equipe deva brigar contra o rebaixamento, sendo a principal candidata neste ínicio.
 

São José/SP, vem reformulada após ficar fora das Quartas no Brasileiro/2017 e faz uma campanha boa no Paulista até aqui, empatando com o Santos e dificultando a vida do Corinthians.
Acredito que a equipe deva brigar pela classificação, porém acho difícil entrar na briga pelo título.

Sport/PE, ficou próximo a classificação as Quartas em 2017 e deve novamente brigar por uma vaga.
Campeã Pernambucana, a equipe começou a preparação em janeiro e disputou diversos amistosos.
O elenco tem diversas caras novas para essa temporada.


Favoritas:
Corinthians/SP, Iranduba/AM e Kinderman/SC

Brigam por Classificação:
São José/SP, Ferroviária/SP e Sport/PE

Incógnita:
Pinheirense/AP

Rebaixamento:
São Francisco/BA



Grupo 02

Audax/SP, após o fim da parceria com o Corinthians, a equipe não se encontrou ainda.
No Paulista até aqui foram 2 empates e 1 derrota e mesmo com alguns reforços ainda não respondeu.
A equipe larga como incógnita neste ínicio de competição.

Flamengo/RJ, começou a preparação em Janeiro e são as atuais Campeãs Cariocas.
Eliminadas nas Quartas em 2017, pelo Rio Preto que elas venceram em 2016 na final do Brasileirão A1, as rubro-negras querem retomar o título.
Pela estrutura, parceria com a Marinha e tradição, o Flamengo entra como favorito a uma das 4 vagas no grupo.

Foz de Cataratas-Coritiba/PR, tentando melhorar a campanha de 2017, quando ficou próxima das Quartas, o Foz tem a parceria com o Coritiba para ajudar na estrutura.
Reforços chegaram e a equipe deve brigar por uma das vagas no G4.

Ponte Preta/SP, fez uma campanha razoável na temporada passada, sem riscos de rebaixamento, mas também não brigou por vaga no G4.
No Paulista a campanha ainda é timida, mas as derrotas foram para duas equipes que disputam a Série A1 Nacional, Rio Preto e Ferroviária.
Não vejo a Ponte brigando por uma das vagas e deve se preocupar contra o rebaixamento, pois ano passado foi mais tranquilo devido a péssima campanha do Vitória/BA. Coloco a equipe como uma incógnita neste ínicio.

Portuguesa/SP, vice da Série A2 em 2017, a Lusinha faz um começo de ano complicado no Paulistão, tendo vencido apenas um jogo.
Mas o foco para muitos era a preparação no torneio Nacional, mas pelo desempenho até aqui, a Lusa começa como candidata ao rebaixamento.

Rio Preto/SP, com problemas de verbas, o Jacaré apostou em diversas jovens e faz um bom ínicio de Paulistão até aqui.
Semifinalista na edição anterior e vice na de 2016, o Rio Preto deve novamente lutar para chegar as Quartas.

Santos/SP, atual campeã, as Sereias começaram o Campeonato Paulista com um empate e derrota, porém já se recuperaram.
Comandadas por Emily Lima, a equipe é favorita ao 1º lugar no Grupo.

Vitória de Tabocas/PE, as penambucanas escaparam do rebaixamento ano passado, graças as campanhas ruins de Grêmio e São Francisco, mas para essa temporada o novo treinador, Leandro Silva foi apresentado a 10 dias na equipe e pode demorar para implementar sua filosofia.
Coloco as pernambucanas como candidatas ao rebaixamento.


Favoritos
Flamengo/RJ e Santos/SP

Brigam pela Classificação

Foz de Cataratas-Coritiba/PR e Rio Preto/SP

Incógnita
Audax/SP e Ponte Preta/SP

Rebaixamento
Portuguesa/SP e Vitória de Tabocas/PE

1º Rodada



Brasileirão A2



A segunda edição do Brasileirão A2 começou com uma fase preliminar, onde 26 equipes jogaram em partida única para 13 vagas na Fase grupos.

3 equipes já estavam classificadas: Grêmio/RS e Vitória/BA, que caíram em 2017 da A1 e Embu das Artes, representante do Estado com melhor ranking na CBF.

Fase Preliminar

Os destaques nessa fase, foram o Minas Icesp/DF e São Gonçalo/RN que aplicaram goleadas sonoras.
O Sampaio que conseguiu uma virada espetacular sobre o Comercial/MS após sair perdendo por 4x0.

Naútico e Inter/RS fizeram um grande jogo e foi definido nos penaltis a classificação das Coloradas.

Regulamento

16 equipes divididas em 2 grupos de 8 times.
Todas jogam contra todas em turno único, as duas primeiras passam as semifinais.
As vencedoras das semifinais conseguem o acesso.

 



 

América/MG, as Coelhas ficaram próxima a vaga nas semifinais na temporada passada.
A equipe passou com tranquilidade na fase preliminar, com uma vitória por 5x2.
Bi-campeãs mineiras, as coelhas chegam para brigar pela classificação.


Duque de Caxias/RJ, as cariocas surpreenderam e eliminaram o Caucaia/CE na fase preliminar, nos pênaltis e vem para disputar seu sexto Brasileiro, único clube na A2 que conseguiu tal façanha.
Mas apesar da experiência não vejo a equipe com força para se classificar em um grupo com equipes bem preparadas. Coloco a equipe como figurante neste ínicio.

Embu das Artes/SP, a vaga caiu no colo da equipe com o fim das atividades do XV de Piracicaba, e faz uma campanha fraca até aqui no Estadual, sendo goleado duas vezes fora de casa e com uma vitória simples sobre o Audax em casa.
Vejo a equipe de SP como figurante neste campeonato.
 

Grêmio/RS, a campanha na A1 ano passado foi muito fraca e a equipe se despediu com apenas uma vitória. No Gaúcho fez grande campanha, mas perdeu o jogo final para o Internacional e deixou o título nos penaltis.
A equipe gaúcha assumiu integralmente a administração do futebol feminino e alugou o estádio Antônio Vieira Ramos em Gravataí, para preparar o time.
Acredito que o Tricolor tenha um desempenho melhor e possa brigar pela classificação.


Internacional/RS, campeã gaúcha as meninas coloradas sofreram para se classificar na seletiva, perdendo muitos gols e passando nos pênaltis.
A equipe tem jogadoras com passagens pela Seleção Brasileira e deve lutar pela classificação.
 

Minas Brasília/DF, após golear por 10x0 na fase preliminar, a equipe do Distrito Federal tem diversos destaques nas seleções de Base, como Victória, camisa 10 do Sub-20 e a zagueira Andressa Karoline de 18 anos.
A equipe vem forte na briga pelo acesso.

Napoli/SC, vice-campeã Catarinense, as meninas do Napoli passaram pelo Jaó/GO na fase preliminar. A equipe não deve brigar pela classificação em um grupo complicado, mas pode fazer bons jogos.

Vila Nova/ES, as capixabas foram a única equipe que venceu fora de casa, durante o tempo normal, na fase preliminar.
O treinador Luciano Tadino, disse que iria trabalhar a posse de bola após a classificação.
Vejo o Vila Nova como figurante neste grupo.

Brigam pela Classificação
América/MG, Grêmio/RS, Internacional/RS, Minas Brasília/DF

Figurante
Duque de Caxias/RJ, Embu das Artes, Napoli/SC e Vila Nova/ES

 

 

3B da Amazônia/AM, a equipe entra forte, para honrar a tradição amazonense no futebol feminino.
No Estadual, a equipe bateu de frente com o forte Iranduba e empatou os dois jogos finais, já na seletiva passou sem problemas pelo Gurupi.
A equipe tem jogadoras com passagens pela Seleção e trouxe o treinador Leandro Silva, ex-XV de Piracicaba e 5 atletas do clube paulista que se licenciou do futebol feminino.
Favorita a uma das vagas no Grupo.

Botafogo/PB, lanterna Série A2 ano passado, as Belas do Belo se classificaram nos penaltis frente ao São Raimundo/RR, as campeãs paraibanas entram sem grandes ambições e acredito que não briguem pela classificação.

Esmac/PA,a equipe Paraense passou com goleada sobre a fase preliminar e vem com o título do Estadual sobre o Pinheirense da A1.
Pela tradição das paraenses no futebol feminino, é bom ficar de olho na equipe, que deve brigar por classificação.

Lusaca/BA, atuais campeãs baianas, a Lusaca fechou uma parceria com o Cajazeiras, que deixa a equipe mais forte.
Na fase preliminar, a equipe passou com dificuldades e com um placar magro, a equipe pode surpreender, mas não a coloco como favorita nesta primeira parte.

Sampaio Correâ/MA, a classificação do Sampaio foi espetacular, pois a equipe virou a 1º etapa perdendo por 4x0 e conseguiu uma virada memorável.
Atual campeã maranhense, a equipe não entra como uma das cotadas a classificação.

São Gonçalo/CE, atual campeã Cearense, o São Gonçalo aplicou a maior goleada da fase preliminar, 11x0 sobre o União/RN.
Considero que a equipe tenha força para lutar pela classificação, pois é um estado com equipes fortes no futebol feminino.

Vitória/BA, após a péssima campanha na Série A1 ano passado, as Leoas tentam se recuperar.
No Baiano, a queda foi na semifinal. A equipe se preparou bem para o campeonato, mas coloco primeiramente no pote dos figurantes e quem sabe não surpreenda.

Tiradente/PI, semifinalista ano passado, o Tiradentes ficou próximo ao acesso na A2, vencendo o primeiro jogo.
A equipe passou tranquilamente pela fase preliminar e são as atuais campeãs piauienses.
Acredito que brigue pela classificação.
 

Brigam pela Classificação
3B da Amazônia, Esmac/PA, São Gonçalo/CE e Tirandentes/PI

Figurante:
Botafogo/PB, Lusaca/BA, Sampaio Correâ e Vitória/BA

1º Rodada 




 

Todos os jogos você encontra na Bet365.

Conheça e se cadastre por aqui.
 




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar