MLB: 10 Previsões Ousadas Para a Temporada 2018 do Baseball Americano







Artigos de previsões ousadas são bastante comuns na mídia esportiva americana e assim como ocorreu na última temporada da NFL, o tipster Gustavo Zambrano traz a sua versão de previsões ousadas para a temporada 2018 do Baseball Americano. 

1) Kyle Gibson será o Cy Young da Liga Americana!

Em 2015 nesse mesmo site, eu previ que Rick Porcello seria eleito o Cy Young da AL, Porcelo teve uma de suas piores temporadas da carreira para em seguida vencer o prêmio em 2016, dessa vez eu espero não estar adiantado. 

Kyle Gibson tem 30 anos de idade, 5 anos de experiência na liga e sempre foi um arremessador medíocre, até o ponto em que já não era mais tão medíocre. Nesse ponto, poucos ainda se interessavam por Gibson e seus dois últimos meses na última temporada passaram despercebidos. 

Gibson foi terrível até o mês de julho, postando ERA superior a 6.00 em três dos quatro primeiros meses da temporada, com isso o pitcher acabou rebaixado para a Triple-A. O arremessador voltou em agosto postando ERA 3.90 que foi seguida por um ERA 3.28 ao longo de seis começos em setembro. Sua melhora não foi simples regressão positiva e fruto do acaso, ajustes podem ser percebidos entre sua primeira passagem e seu retorno no final da temporada. Gibson passou a utilizar um curveball que era quase inexistente em seu repertório e o novo pitch fez com que ele fosse mais eficiente contra rebatedores canhotos, aumentando também a sua taxa de swings forçados no vazio. Seu controle também melhorou e Gibson diminuiu sua taxa de walks cedidos pela metade. No spring training desse ano, Gibson mostrou que os ajustes foram reais, mantendo o uso do curveball, conseguindo uma boa taxa de strikeouts e tendo um ERA condizente com o apresentado nos últimos meses da temporada passada. 

Gibson certamente não é o arremessador mais talentoso da AL, mesmo em sua nova versão, mas o pitcher atuará em frente a uma defesa projetada para ser um das melhores da liga nessa temporada e em uma divisão fraca, onde apenas os Indians são ameaças reais no bastão, dois fatores que devem contribuir para que o arremessador tenha performances acima de suas projeções e poste um ERA baixo. Fora isso, rebatedores costumam levar um tempo para entenderem os ajustes feitos por arremessadores veteranos, especialmente quando eles são tão drásticos, vide as performances de C.C. Sabathia e Rich Hill em suas novas versões apresentadas nos últimos anos. Fazendo uma forte e inesperada temporada, Gibson pode entrar na briga pelo Cy Young na AL.  

2) Os Chicago Cubs vencerão mais de cem jogos e conquistarão a World Series!

Campões em 2016, os Cubs chegaram até a final da Liga Nacional no último ano e ainda assim a temporada pode ser considerada como decepcionante. Em comparação com 2016, a rotação caiu bastante de qualidade e o time sofreu com o bullpen durante boa parte do ano. 

Os Cubs buscaram corrigir as deficiências durante a offseason e reforçaram a rotação com Yu Darvish e Tyler Chatwood, enquanto que no bullpen, Steve Cishek e Brandon Morrow são as novidades. O próprio ataque deve ter um ano melhor, com Jason Heyward e Addison Russell sendo esperados para sofrerem alguma melhora e com Kyle Schwarber tendo transformado seu corpo durante a offseason, se sentindo mais confortável no bastão e sendo um bom candidato a uma temporada forte após ter tido um BABIP .244 no último ano. 

O time ainda é considerado um dos favoritos para essa temporada, mas tem sido deixado um pouco de lado nas discussões, o que eu acho injusto. Vejo os Cubs como a equipe mais talentosa da Liga Nacional e pronta para um ano forte com menos problemas do que na última temporada. Em uma divisão que ainda é fraca, eles podem ultrapassar a marca de cem vitórias e após isso, avançarem até a World Series, onde eu espero que conquistem o 2° título em três anos. 

3) Os Colorado Rockies ficarão em último na divisão West da Liga Nacional!

Os Rockies se classificaram através do Wild-Card na última temporada mas caíram nos playoffs em jogo único frente aos rivais Arizona Diamondbacks. O time manteve a mesma base da última temporada e se concentrou em reforçar o bullpen, que teve grande queda de qualidade na reta final da campanha no ano passado. 

E vejo os Rockies como uma equipe que teve um pouco de sorte na construção do recorde no ano passado e não gosto de muitas coisas nesse elenco. Não vejo por qual motivo eles trouxeram Carlos González de volta no outfield e ataque o carece de mais potência no bastão, devendo ainda ser abaixo da média e com números inflados apenas pelo efeito Coors Field. A montagem do bullpen foi feita de forma equivocada na minha visão, mas isso será abordado mais para frente nesse artigo. É claro que após venceram 87 jogos no ano passado, os Rockies precisam piorar bastante para serem o lanterna de divisão nessa temporada, mas eu vejo a divisão fortalecida e prevejo uma grande queda de qualidade nessa equipe, no que me parece bastante possível que eles tenham uma temporada decepcionante. 

4) Os Oakland Athletics irão para os playoffs!

Os A’ venceram 75 jogos no ano passado e amargaram a última colocação da divisão West na Liga Americana. A equipe não fez grandes adições nessa offseason, mas no final da última temporada, o time já vinha contando com boas performances de jogadores jovens como: Matt Chapman e Matt Olson e o ataque no geral foi produtivo. 

Defesa e bullpen eram os grandes problemas na última temporada, mas vejo ambos os setores se saindo melhor nesse ano, com a equipe tendo encontrado em Blake Treinen um closer confiável e tendo em: Santiago Casilla, Yusmeiro Petit e Chris Hatcher um grupo talentoso de releivers. Matt Chapman é um defensor de elite na 3B, o que melhora o infield como um todo e Dustin Fowler também tem potencial de ser um bom defensor no campo externo. 

A rotação possui jovens jogadores como: Sean Manaea, Daniel Mengden e Andrew Triggs, e especialmente Manaea pode dar um grande passo à frente nessa temporada se conseguir ficar saudável. A divisão tem um Los Angeles Angels fortalecido e os atuais campões Houston Astros, mas Mariners e Rangers são fracos e eu posso ver os A’s fazendo o suficiente para levarem uma das vagas de Wild Card, sendo uma das surpresas dessa temporada. 

5) Wilmer Flores assumirá a 1B dos New York Mets!

Flores tem funcionado como um rebatedor de platton nos últimos anos, sendo bastante produtivo contra canhotos mas tendo problemas contra arremessadores destros. No entanto, o jogador evoluiu na última temporada, postando linha de: 262/306/459 (AVG/OBP/SLG) em 233 passagens no bastão contra RHPs. Flores começa o ano como um jogador utilitário no campo interno e principal reserva de Adrian Gonzales na 1B, o problema para os Mets é que Gonzalez tem estado em enorme declínio na carreira e é pouco provável que tenha uma temporada muito produtiva. Vejo os Mets se cansando de Gonzalez em algum ponto e abrindo a vaga na 1B para que Flores possa assumir a posição e continuar sua evolução. Flores já é o melhor 1B no elenco, os Mets apenas ainda não sabem disso. 

6) Os Minnesota Twins vencerão a divisão Central na Liga Americana!

Os Indians venceram 102 jogos no último ano e são um enorme favorito para repetirem o título de divisão pelo 3° ano consecutivo, mas eu gosto mais de outro time na divisão Central. Os Twins chegaram até o Wild-Card na última temporada e foram uma surpresa na liga, agora a equipe concentrou esforços para montar uma rotação forte, trazendo Jake Odorizzi e Lance Lynn para os pontos #2 e #3, completando um grupo que tem o talentoso Jose Berrios, o veterano Ervin Santana e Kyle Gibson, que como dito na 1° previsão desse artigo, eu espero que seja uma grande surpresa. A defesa é excelente e o ataque tende a continuar produtivo, com o time obtendo uma vitória com a não suspensão de Miguel Sanó nessa offseason. O bullpen parece ser o único problema dessa equipe, mas acredito que os Twins encontrarão formas de contornar. Com os Twins em ascensão e prevendo uma queda de produção dos Indians, eu gosto de Minnesota para vencer a divisão Central. 

7) Cole Hamels terá um ERA 7+ e será retirado da rotação dos Rangers!

Hamels foi um dos arremessadores mais sortudos da última temporada, postando BABIP .251 e mesmo assim o seu ERA foi o pior desde a temporada 2009 quando ainda era membro dos Phillies. O arremessador apresentou queda de velocidade e grande declínio em seu controle, vendo seus strikeouts diminuírem e os walks subirem. Um ERA 7+ é certamente bastante pessimista, mas eu vejo Hamels tendo início bem ruim de temporada, piorando ainda mais os seus números periféricos ao menos tempo em que sofrerá uma regressão após uma temporada de sorte. Não me parece impossível que Hamels comece mal a ponto de sua vaga na rotação ficar insustentável, ele tem 2362.1 entradas arremessadas na carreira e o fim pode estar próximo. 

8) Wade Davis terá mais blown saves do que saves!

Um dos motivos pelos quais eu espero que os Rockies sejam uma decepção nessa temporada é que eu não gosto dos ajustes deles no bullpen. Davis teve 32 saves e apenas um blown save na última temporada e baseado nesses números pode ser considerado uma aposta bastante segura, tanto que recebeu um grande contrato nos Rockies. O problema é que exceto pelos saves, o jogador já não parecia tão dominante pelos Cubs no último ano, sendo esse um dos motivos que fizeram o time de Chicago não oferecer um contrato para ele nessa offseason. Davis terminou com média de 4.30 walks cedidos a cada 9 IP e um BABIP .262 que é suscetível a regressão. O arremessador também sofreu bem mais home runs do que o normal, o que deve piorar no Coors Field e sua velocidade teve queda pelo 4° consecutivo. Esse me parece o ano onde Davis já não será um closer confiável e com a regressão esperada aliada a um campo hostil para arremessadores, o jogador pode ser um dos grandes fracassos desse ano. Minha previsão de que ele terá mais blown saves do que saves é porque eu não acho que os Rockies serão tão pacientes com ele quando as coisas começarem a dar errado e eu espero que as coisas deem errado muito cedo.  

9) Luiz Gohara será o destaque da rotação dos Atlanta Braves!

Aos poucos o Brasil vai colocando jogadores na Major League Baseball, mesmo com o esporte ainda sendo pouco popular no país e com as condições de treino aqui não sendo as ideais. Gohara pode ser o melhor prospect Brasileiro e deve ter impacto imediato na rotação dos Braves assim que se recuperar de lesão. O canhoto de 21 anos arremessa a 97mph, velocidade rara para um pitcher LHP e combina sua bola com um slider bastante acima da média. Em 5 partidas na Major League, Gohara gravou um ERA 4.91, mas seus números periféricos foram bem mais impressionantes e o jogador teve uma relação K/BB 3.88, com seu alto ERA sendo causado por um BABIP .366 e LOB% 61,8% taxas que tendem a regredir positivamente. Em uma rotação cheia de veteranos projetados para serem no máximo medianos, Gohora poderá se tornar o ace caso seus problemas com lesões não atrapalhem seu desempenho. 

10) Os Los Angeles Dodgers não irão para os playoffs!

Favoritos na divisão West da Liga Nacional e saindo de uma temporada de 104 vitórias, os Ddogers ainda são bastante talentosos e mantiveram a base da última temporada. Porém, eu acredito que eles terão problemas na rotação esse ano e o time tem menos profundidade do que nas últimas temporadas. Kershaw e Wood podem perder tempo na DL em algum momento e Rich Hill eventualmente já não será tão eficiente, entrando nessa temporada com 38 anos completados. Matt Kemp ocupando espaço no campo externo em alguns jogos irá piorar o time defensivamente e entre os rebatedores, Justin Turner quebrou o pulso esquerdo e está fora por tempo indeterminado o que enfraquece um pouco o ataque. Acho que os Dodgers serão a grande decepção da liga nessa temporada, algo semelhante ao que os Blue Jays foram no ano passado e vejo eles ficando dos playoffs, mesmo em uma divisão que não possui grandes concorrentes. 




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
10Bet

Bônus

R$300

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar