Dicas de Apostas para as Seleções Asiáticas na Copa do Mundo 2018


13/06/2018


                                                                                                                     por Fernando Pereira

A Ásia coloca 5 representas na Copa, a Austrália é da Oceania mas joga pela AFC, e busca uma nova campanha de destaque.

Entre os representantes, nenhum tem o rótulo de potencial zebra, sendo Austrália e Japão, com os grupos mais acessíveis para passar.

Mas nos últimos anos, muitos jogadores asiáticos tem quebrado barreiras e se tornado destaque na Europa, casos de Kagawa, Son, Nagamoto e Honda.


ARÁBIA SAUDITA



Para chegar a Copa, os Sauditas passaram por um ciclo bem conturbado, trocando de treinador por 4 vezes, sendo que Bert van Marwijk, responsável pela volta ao Mundial após duas edições fora, não acertou sua renovação de contrato.

Juan Antonio Pizzi assume a equipe, após uma passagem meteórica de Edgardo Bauza, e tem uma missão bem complicada.
No Grupo A , ao lado de Rússia, Uruguai e Egito é a seleção candidata a pior campanha, porém tem a honra de fazer o jogo de abertura frente aos anfitriões, a primeira seleção asiática a jogar.

Os destaques são raros e o meia Farad al-Muwallad, de 23 anos, é o principal, um dos três que atuam no exterior, inclusive essa concentração de jogadores no futebol local, atrapalha o desenvolvimente da seleção.

Vistos como azarões no grupo, a Bet365 paga apenasR$1,40 caso a equipe fique em último lugar de seu grupo.
Se você acha que o ataque saudita não vá funcionar, paga R$2.20 para menos de 1.5 gols.


O golaço de Owairan em 1994, na estréia dos Saudistas em Mundiais:


AUSTRÁLIA



Não foi fácil, mas a Austrália chega a sua quarta Copa consecutiva, a terceira após se filiar a AFC.

No Grupo C, os "Socceros" vem com mudança no comando técnico, Bert van Marwijk, entrou após Ange Postecoglu, que estava na Copa de 2014 pedir demissão ao fim das eliminatórias.
O treinador foi vice-campeão com a Holanda em 2010, eliminando o Brasil no caminho, e preza por um jogo pragmático.

Um futebol bem diferente da última Copa, onde a equipe atacava muito e mesmo perdendo os 3 jogos, mostrou bons momentos.

O jogador mais conhecido é o veterano Tim Cahil, que participou de todo esse ciclo de Copas, mas com 38 anos, tem sido opção no banco.

Em um grupo onde a França é favorita, a briga é contra Dinamarca e Peru, mas os australianos estão um passo atrás dos rivais, para repetir a grande campanha de 2006.

Falando em classificação, a Bet365 paga R$5,00, para a Austrália passar desta primeira fase.

Se acha que o veterano Tim Cahil seja o artilheiro da equipe, a cotação é de R$9,00.
 

O jogo frente a Croácia em 2006:

CORÉIA DO SUL



O ciclo Sul-Coreano para Copa 2018 foi conturbado, com troca de treinador nas últimas rodadas da Eliminatória e risco de ir para a repescagem.

No fim conseguiram a 9º participação seguida, empolgou em alguns amistosos no ano passado, como nas vitórias frente a Colômbia e a goleada sobre o Japão, mas não foi bem nos últimos.
O comando fica por conta do ex-treinador de base, Shin Tae-yong, que substituiu o alemão Uli Stielike, demitido quando faltam duas rodadas para o fim das eliminatórias.

As esperanças são depositadas em Son Heung-min, destaque no Tottenham, e que é o principal definidor de uma equipe muito ofensiva.

Nas casas de apostas e para os especialistas, a Coréia do Sul é favorita a lanterna do grupo, mas o foco principal é fazer jogos duros, pois os adversários são bem complicados, Alemanha, México e Suécia.
Mesmo sendo, teoricamente, a equipe mais fraca do grupo, não vejo os sul-coreanos sendo goleados, mesmo pela Alemanha, e prometem jogos abertos e com gols.

Bet365 , oferece um bom valor para Son, ser o artilheiro sul-coreano.


Para terminar em último do grupo, a cotação é de 1.72 .

O bom momento até aqui da Coréia do Sul, foi o amistoso frente a Colômbia, em novembro do ano passado.



IRÃ



O Irã foi a primeira seleção a chegar na Rússia, fora os anfitriões é claro, e a terceira a garantir vaga na Copa do Mundo 2018.

O "Time do Povo", como é conhecida a seleção iraniana, passou tranquilamente pelas eliminatórias, com uma campanha invicta na fase final, mesmo em um grupo com Coréia do Sul, China e Síria.
Treinado por Carlos Queiroz, que classificou a equipe para seu segundo mundial consecutivo, o Irã preza pela força defensiva.

O treinador já estava na Copa passada, onde endureceu o jogo frente a Argentina, com Messi marcando no final e faz um trabalho de 7 anos, anunciando sua aposentadoria após a Copa.

No Grupo B com duas grandes favoritas, Espanha e Portugal, e uma seleção forte da África, Marrocos, o Irã surge como candidato a lanterna, mas deve criar muitas dificuldades, principalmente pelo histórico de seu treinador.
 

O Irã tem uma equipe extremamente defensiva, o perfil de seu técnico é assim, portanto seu ataque também sofre muito e uma aposta interessante na Bet365 é o Under 1.5 gols para o Irã, pagando 2.20.

O grande momento do Irã em Copas, foi o encontro com os EUA em 1998, na Copa da França:

Japão 



O Japão chega em meio a uma desastrada preparação.

A federação trocou o treinador Vahid Halihodizc em abril, colocando o treinador do Sub20, Akira Nishino.
O novo comandante só conseguiu vencer em seu último teste, um amistoso frente ao Paraguai, por 4x2.

Experiência a equipe tem de sobra, com nomes como Kagawa, Honda e Nagamoto, porém as expectativas são pequenas.

No Grupo H, com Colômbia, Polônia e Senegal, os japoneses surgem como azarões e é bem dificil que consigam repetir 2002 ou 2010, quando alcançaram as Oitavas.

Na Bet365, a cotação é de R$2,50 para cada real investido, para os japoneses terminarem em último do grupo.

Outra aposta que gosto é o Under 2,00 pontos para o Japão, pagando 3,00 na Bet365.

A vitória sobre a Dinamarca em 2010:

 




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar



Outras Notícias