NFL Preview: NFC South


2017-09-09

Atlanta Falcons

Campanha em 2016/17 – (1° na NFC South)

Com um ataque explosivo e tendo o MVP da Liga na temporada, os Falcons fizeram uma temporada excelente no último ano, sendo parados apenas pelos New England Patriots no Super Bowl em uma das maiores viradas da história do esporte. 

Quem Saiu: Patrick DiMarco (FB, Bills), Aldrick Robinson (WR, 49ers), Paul Worrilow (OLB, Lions), Eric Weems (WR, Titans), Tom Compton (T, Bears) e Philip Wheeler (OLB, Cardinals).

Quem Chegou: Ty Sambrailo (OT, Broncos), Jack Crawford (DE, Cowboys), Dontari Poe (DT, Chiefs), Andre Roberts (WR, Lions), Austin Pasztor (T, Browns) e Hugh Thornton (G, Colts).

Draft: Takkarist McKinley (DE, round 1), Duke Riley (round 3), Sean Harlow (OG, round 4), Damontae Kazee (DB, round 5), Brian Hill, (RB, round 5) e Eric Saubert (TE, round 5).

Análise 

O ataque quase não teve perdas na offseason e a unidade que sagrou Matt Ryan como MVP na última temporada ainda deverá ser capaz de entregar uma produção de elite. A linha ofensiva é ótima, Julio Jones é um dos melhores wide receivers da liga e Taylor Gabriel também se apresentou como um alvo confiável na última temporada. O jogo terrestre também é bastante eficiente e Devonta Freeman e Tevin Coleman combinaram para 19 touchdowns e média de 4,6yds por carregada em 2016.

A defesa no entanto, foi abaixo da média, mas a equipe terá o retorno do cornerback Desmond Trufant, que perdeu jogos na reta final da última temporada e o time trouxe Dontari Poe para o interior da linha na esperança de que o jogador possa auxiliar o setor na contenção ao jogo terrestre, quesito que foi uma das maiores dificuldades do time no último ano. O pass-rush também foi fraco na última temporada, apesar de Vic Beasley Jr. ter terminado com 15,5 sacks, para tentar reforçar o time e melhorar a pressão sobre os quarterbacks, a equipe selecionou o defensive end Takkarist McKinley na 1° rodada do último draft. 

O special team é forte e Matt Bryant e Matt Bosher são uma das melhores duplas de kicker/punter da liga. Um dos retornadores mais eficientes da última temporada, Andre Roberts deixou os Lions e agora reforça os Falcons, fortalecendo ainda mais o time de especialistas de Atlanta. 

Total de Vitórias Estipulado: 9,5

A defesa não foi bem no último ano, mas é composta por jogadores jovens que já vinham mostrando alguma melhora na reta final. O ataque ainda deve ser fortíssimo e o excelente special team auxilia a equipe a vencer jogo. Eu não vejo motivos para os Falcons não serem tão fortes quanto no último ano e mesmo com uma tabela mais complicada eu vejo esse time superando as 9 vitórias. 

Aposta:  Over 9,5 @1.86 na Bet365

Carolina Panthers

Campanha em 2016/17 – 6-10 W/L (4° na NFC South)

Vice-campeões em 2015/16, os Panthers entraram na última temporada com bastante expectativas mas foram uma das maiores decepções do último ano. Enfraquecida, a defesa não conseguiu mais sustentar o time e as fragilidades do ataque ficaram expostas com o time vencendo apenas seis jogos durante a temporada. 

Quem Saiu: Mike Remmers (RT, Vikings), A.J. Klein (ILB, Saints), Ted Ginn Jr. (WR, Saints), Mike Tolbert (FB, Bills), Joe Webb (QB, Bills), Tre Boston (FS, Chargers), Leonard Johnson (CB, Bills), Corey Brown (WR, Bills), Andy Lee (P, Cardinals) e Kony Ealy (DE, Patriots).

Quem Chegou: Matt Kalil (LT, Vikings), Captain Munnerlyn (CB, Vikings), Russell Shepard (WR, Buccaneers), Mike Adams (SS, Titans), Julius Peppers (DE, Packers) e Charles Johnson (WR, Vikings).

Draft: Christian McCaffrey (RB, round 1), Curtis Samuel (WR, round 2), Taylor Moton (OT, round 2), Daeshon Hall (DE, round 3), Corn Elder (DB, round 5), Alex Armah (FB, round 6) e Harrison Butker (K, round 7).

Análise 


Após ter ganho o MVP em 2015, Cam Newton teve um ano decepcionante em 2016, postando rating de 75.8, com 19 touchdowns e 14 interceptações. Newton ganha um novo alvo no novato Curtis Samuel e o time espera que Kelvin Benjamin também se apresente melhor, após ter feito uma fraca temporada. O jogo terrestre também foi problemático na última temporada e a equipe usou sua escolha de primeira rodada para selecionar o running back Christian McCaffrey, que é apontado como um grande talento na posição e que deve dividir as carregadas com o veterano Jonathan Stewart. 

A equipe teve grandes problemas na secundaria no último ano, mas fez esforços para melhorar o setor e a chegada de Mike Adams e Captain Munnerlyn, junto com uma recuperação de Kurt Coleman e a evolução de James Bradberry, podem tornar a secundária do time em um setor acima da média novamente. O front-seven é forte o pass-rush do time foi bastante efetivo mesmo quando Luke Kuechly ficou ausente em algumas partidas da última temporada. 

Graham Gano não é um kicker confiável e o time promoverá uma disputa entre ele o novato Harrison Butker nas primeiras partidas. Após perderem Andy Lee na offseason, Michael Palardy deve ser o novo punter. Os retornos não funcionaram bem na última temporada e o time deve utilizar Fozzy Whittaker e o novato Christian McCaffrey na função esse ano. 

Total de Vitórias Estipulado: 9,5

A defesa ainda deve ser bastante forte e com o ataque se recuperando um pouco, os Panthers podem ter uma temporada melhor em 2017, no entanto, 9,5 vitórias me parece uma marca um pouco alta para arriscar em um over, já que mesmo com melhora esperada, eu não espero grandes produções do ataque dos Panthers, com Cam Newton provavelmente jamais retornando ao seu nível de MVP e com escassez de talento na linha ofensiva e no corpo de recebedores. Minha escolha é pelo under de vitórias dessa equipe. 

Aposta: Under 9,5 @1.66 na Bet365

New Orleans Saints

Campanha em 2016/17 – 7-9 W/L (3° na NFC South)

A defesa continuou sendo um setor problemático para o time de New Orleans, limitando a produção de um time que ainda possuía um ataque acima da média e deixando os Saints com apenas a 3° colocação da divisão no último ano. 
 
Quem Saiu: Brandin Cooks (WR, Patriots), Jahri Evans (G, Packers), B.W. Webb (CB, Bears), Kasim Edebali (OLB, Broncos), Tim Hightower (RB, 49ers), Tim Lelito (G, Titans), Tony Hills (LT, Lions) e Sam Barrington (ILB, Bills).

Quem Chegou: Jon Dorenbos (LS, Eagles), Larry Warford (G, Broncos), A.J. Klein (ILB, Panthers), Ted Ginn Jr. (WR, Panthers), Adrian Peterson (RB, vikings), Manti Te'o (ILB, Chargers), Alex Okafor (DE, Cardinals), Tony McDaniel (DT, Seahawks), Bryan Braman (OLB, Eagles), Thomas Gafford (LS, Broncos), Clay Harbor (TE, Lions), Chase Daniel (QB, Eagles), Rafael Bush (FS, Lions), Zach Line (FB, Vikings), John Hughes (DE, Buccaneers), Ryan Nassib (QB, Giants), Josh LeRibeus (C, Eagles) e Orlando Franklin (G, Chargers).

Draft: Marshon Lattimore (CB, round 1), Ryan Ramczyk (OT, round 1), Marcus Williams (S, round 2), Alvin Kamara (RB, round 3), Alex Anzalone (LB, round 3), Trey Hendrickson (DE, round 3) e Al-Quadin Muhammad (DE, round 6).

Análise 

Aos 38 anos, Drew Bress está saindo de outra excelente temporada e não parece que entrará em declínio tão cedo. Brees é protegido por uma bola linha ofensiva e apesar de ter perdido Brandin Cooks, que agora é jogador dos Patriots, o QB deverá trabalhar bem com Michael Thomas, que foi surpreendente em sua temporada de calouro e com Ted Ginn Jr. em passes profundos. O ataque terrestre já havia sido eficiente no último ano e a equipe se reforçou com o lendário running back Adrian Peterson, que retorna de lesão e que apoiado por uma boa linha ofensiva, pode voltar jogando o seu melhor. Mesmo se Peterson não render o esperado, o time ainda deve ser bom correndo com a bola, já que Mark Ingram foi eficiente quando utilizado na última temporada. 

Setor problemático do time há várias temporadas, a defesa espera melhorar com a adição do novato Marshon Lattimore na secundaria e com Manti Te'o e A.J. Klein como linebackers. Alex Okafor traz um pouco mais de pressão no lado direito e junto com o excelente Cameron Jordan, pode promover também um aumento de produção no deficiente pass-rush da equipe. 

Os Saints foram uma das piores equipes retornando chutes na última temporada e para corrigir isso o time assinou com Ted Ginn Jr., eficiente retornador. Wil Lutz foi bem em sua temporada de calouro e retorna como kicker da equipe, assim como o veterano Thomas Morstead, que perdeu um pouco de precisão nos punts na última temporada, mas que ainda tem grande alcance em seus chutes. 

Total de Vitórias Estipulado: 8,5

Ainda que a defesa dos Saints continue sendo abaixo da média, uma leve melhora no setor já deve ser o suficiente para elevar o status dessa equipe nessa temporada. O time perdeu alguns jogos próximos na última temporada que poderiam se converter em vitórias esse ano e o ataque ainda deve figurar entre os melhores da liga, especialmente se Peterson puder voltar ao seus melhores dias. Com duas equipes que eu considero superestimadas na divisão, os Saints podem perfeitamente ultrapassar a marca de 8 vitórias. 

Aposta: Over 8,5 @2.30 na Bet365

Tampa Bay Buccaneers

Campanha em 2016/17 – 9-7 W/L (2° na NFC South)

Apesar de não terem feito os playoffs, os Buccaneers foram uma das surpresas da última temporada, vencendo seis dos seus últimos oito jogos, mostrando especialmente evolução na defesa durante a reta final. 

 Quem Saiu: Mike Glennon (QB, Bears), Russell Shepard (WR, Panthers), Akeem Spence (DT, Lions), Bradley McDougald (FS, Seahawks), Alterraun Verner (CB, Dolphins), John Hughes (DE, Saints) e J.J. Wilcox (S, Steelers).

Quem Chegou: DeSean Jackson (WR, Redskins), Chris Baker (DT, Redskins), J.J. Wilcox (FS, Cowboys), T.J. Ward (SS, Broncos), Ryan Fitzpatrick (QB, Jets), Nick Folk (K, Jets), Garrison Sanborn (LS, Bills), Justin Trattou (DE, Vikings), Robert McClain (CB, Chargers), Will Clarke (DE, Bengals) e Tavaris Barnes (DE, Seahawks).

Draft: O.J. Howard (TE, round 1), Justin Evans (S, round 2), Chris Godwin (WR, round 3), Kendell Beckwith (LB, round 3), Jeremy McNichols, (RB, round 5) e Stevie Tu’kolovatu (DT, round 7). 

Análise 

Jameis Winston cresceu de produção ao longo da última temporada, mas ainda terminou como um quarterback abaixo da média, postando rating de 86.1. Os Buccaneers se preocuparam em fornecer mais alvos para o quarterback, que já tinha um excelente wide receiver em Mike Evans e um tigh end promissor em Cameron Brate. DeSean Jackson chega para ser um alvo perigoso em velocidade e o promissor tigh end novato O.J. Howard atuará junto com Brate em formações de dois tigh ends. O jogo terrestre no entanto, não inspira confiança. Jacquizz Rodgers vem de uma boa temporada, mas nunca foi um running back consistente, enquanto que Doug Martin tem sofrido com seguidos problemas de lesão. 

A defesa foi bem contra o passe, mas tinha problemas para conter o jogo terrestre na última temporada, por isso o time assinou com Chris Baker na offseason, com o ex-jogador dos Redskins sendo forte no quesito. Kwon Alexander é um excelente linebacker e saudável, Gerald McCoy ainda deve ser um defensor acima da média. Na secundaria, Brent Grimes é o destaque, tendo desviado 24 passes na última temporada. 

A equipe assumiu o erro em ter draftado Roberto Aguayo no 2° round do draft de 2015 e cortou o jogador após apenas uma temporada, assinando com o veterano e eficiente Nick Folk para a posição de kicker. Bryan Anger foi um dos punters mais precisos da última temporada e retorna para a função, enquanto que nos retornos o time deve utilizar o novato Justin Evans, com a equipe tendo tido fraco desempenho no quesito durante a última temporada. 

Total de Vitórias Estipulado: 8,5

A defesa foi bem no último ano e tem jogadores talentosos, mas envelhecida e sem grandes adições com exceção de Baker, eu posso ver o setor regredindo um pouco nessa temporada. Jameis Winston tem talento bruto, mas não mostrou consistência em seus primeiros anos e eu não vejo ele dando um grande passo à frente, mesmo que tenha um grupo decente de recebedores, ao ponto em que a ineficiência do jogo terrestre ainda deverá ser um problema para este ataque. Os Buccaneers são tidos como uma possível surpresa para essa temporada após terem tido um ótimo final de temporada regular no último ano, mas eu acredito que esse time é superestimado e não vejo eles chegando em 9 vitórias esse ano. 

Aposta:  Under 8,5 @1.83 na Bet365
 


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$400

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
10Bet

Bônus

R$300

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

U$500

Ganhar



  • Futebol Americano

    Jogos e Cotações da Rodada 35 do Brasileirão
  • Futebol Americano

    De Olho na NFL: Semana 06
  • Futebol Americano

    De Olho na NFL: Semana 03
  • Futebol Americano

    De Olho na NFL: Semana 02