NFL Preview: NFC West


2017-09-09

Arizona Cardinals

Campanha em 2016/17 – 7-8 W/L (2° na NFC West)

Com uma linha ofensiva que não conseguia proteger Carson Palmer tornando o ataque dos Cardinals ineficiente, a equipe foi uma grande decepção na última temporada, terminando com recorde negativo e fora dos playoffs, mesmo em uma divisão fraquíssima. 

Quem Saiu: Calais Campbell (DE, Jaguars), Tony Jefferson (SS, Ravens), Marcus Cooper (CB, Bears), D.J. Swearinger (SS, Redskins), Earl Watford (RT, Jaguars), Kevin Minter (ILB, Bengals), Alex Okafor (DE, Saints), Darren Fells (TE, Lions), Chandler Catanzaro (K, Jets), Taylor Boggs (G, Bears) e Sio Moore (OLB, Texans).

Quem Chegou: Antoine Bethea (SS, 49ers), Phil Dawson (K, 49ers), Jarvis Jones (OLB, Steelers), Tramon Williams (CB, Browns), Philip Wheeler (OLB, Falcons), Alex Boone (G, Cardinals), Blaine Gabbert (QB, 49ers), Josh Bynes (OLB, Lions), Tony Bergstrom (C, Texans), Jumal Rolle (CB, Ravens), Andy Lee (P, Panthers) e Gerald Christian (TE, Bills).

Draft: Haason Reddick (ILB, round 1), Budda Baker (S, round 2), Chad Williams (WR, round 3), Dorian Johnson (G, round 4), Will Holden (OT, round 5), T.J. Logan (RB, round 5) e Rudy Ford (S, round 6).

Análise 

Carson Palmer sofreu com sua linha ofensiva na última temporada e o time não parece ter feito muito para ajudar o quarterback. Os dois tackles retornam, mas agora com os jogadores invertendo a posição. Calouro do último ano, D.J. Humphries agora ficará com a proteção do lado cego, enquanto que Jared Veldheer assume o lado direito da linha. David Johnson é um runnning back capaz de produções excelentes, mas pode voltar a ter dificuldades com a linha ofensiva abrindo poucos espaços, enquanto que o corpo de recebedores ainda tem em Larry Fitzgerald seu principal jogador, com o wide receiver entrando em sua 14° temporada e podendo estar à beira de um declínio na carreira. 

Tyrann Mathieu deve se apresentar melhor após uma temporada bastante fraca em 2016, onde o safety estava retornando de uma cirurgia complicada no joelho. Mathieu é o principal nome de um setor que parece ter sido enfraquecido após as saídas de: Calais Campbell e Tony Jefferson. Depois de terem sido constantemente uma das melhores defesas da liga contra o jogo terrestre, os Cardinals podem já não ser tão fortes no quesito, mas a secundaria ainda possuindo bons nomes, deve ser capaz de manter eficiente na contenção ao jogo aéreo. 

Setor problemático no ano passado, os Cardinals passaram por uma reformulação no special team, assinando o kicker veterano Phil Dawson e o punter segundanista Matt Wile. Kerwynn Williams assume os retornos depois de Brittan Golden e John Brown não terem produzido muito no último ano. 

Total de Vitórias Estipulado: 8,5

Eu não gosto dessa equipe e vejo o ataque sendo ainda mais desastroso do que no último ano, com Carson Palmer envelhecido e atuando atrás de uma linha ofensiva pouco talentosa. O corpo de wide receivers também não me parece muito bom e David Johnson terá que levar sozinho o ataque novamente. A defesa ainda deverá ser efetiva contra o passe, mas eu não espero mais uma produção de elite na contenção ao jogo terrestre. Mesmo em uma divisão fraca, os Cardinals deve ser uma grande decepção nessa temporada. 

Aposta: Under 8,5 wins @2.05 na Bet365

Los Angeles Rams

Campanha em 2016/17 – 4-12 W/L (3° na NFC West)

 Em temporada que começou com um blow out sofrido frente aos 49ers por 28x0, os Rams venceram apenas quatro jogos, com o ataque comandado pelo novato Jared Goff produzindo muito pouco e com a equipe tendo visto grande queda de no segundo ano de Todd Gurley. 

Quem Saiu: E.J. Gaines (CB, Bills), Greg Robinson (OT, Lions), William Hayes (DE, Dolphins), Kenny Britt (WR, Browns), Lance Kendricks (TE, Packers), Case Keenum (QB, Vikings), T.J. McDonald (SS, Dolphins), Cam Thomas (DT, Chiefs), Brian Quick (WR, Redskins), Benny Cunningham (RB, Bears) e Tim Barnes (C, 49ers).

Quem Chegou: Derek Carrier (TE, Redskins), Sammy Watkins (WR, Bills), Robert Woods (WR, Bills), Andrew Whitworth (LT, Bengals), Kayvon Webster (CB, Broncos), Connor Barwin (OLB, Eagles), Lance Dunbar (RB, Cowboys), Dan Orlovsky (QB, Lions), John Sullivan (C, Redskins), Nickell Robey-Coleman (CB, Rams), Tyrunn Walker (DT, Lions), Aaron Murray (QB, Eagles).

Draft: Gerald Everett (TE, round 2), Cooper Kupp (WR, round 3), John Johnson (S, round 3), Josh Reynolds (WR, round 4), Samson Ebukam (OLB, round 4), Tanzel Smart (DT, round 6), Sam Rogers (FB, round 6) e Ejuan Price (OLB, round 7).

Análise 

Os Rams tiveram dois quarterbacks titulares no ano passado, mudando de Case Keenum para o novato e 1° escolha do draft de 2016 Jared Goff no meio da temporada. Atrás de uma linha ofensiva terrível e não demonstrando estar preparado para a liga, Goff porém foi pouquíssimo produtivo, terminando com rating de 63.6. A linha ofensiva que permitiu um total de 49 sacks no último ano foi reformulada, e apesar de não terem trazido grandes nomes, o time pode esperar uma produção melhor do setor. Uma melhor produção de Todd Gurley também é essencial se os Rams quiserem ter um ataque mais efetivo esse ano, já que Gurley teve média de apenas 3,2yds por carregada na última temporada, depois de ter brilhado como um novato em 2015. O corpo de recebedores ganhou as adições de: Sammy Watkins e Robert Woods, que podem ajudar Goff a ter exibições melhores em seu segundo ano. 

A defesa tem bons nomes no front-seven, mas a secundaria foi ruim na última temporada e agora o time espera uma melhor produção contra o passe alterando do sistema 4-3 para o 3-4 e deslocando os linebackers para auxiliarem no pass-rush, deixando uma secundaria que agora tem Lamarcus Joyner como safety e o reforço de Kayvon Webster como cornerback, um pouco sobrecarregada. Aaron Donald ainda é destaque do setor, mas o defensive-end pode sofrer um pouco com a mudança de sistema. 

Greg Zuerlein vem de uma temporada eficiente e se mantém como kicker do time, enquanto que Johnny Hekker é um dos melhores punters da liga, tornando o time de especialistas dos Rams em uma unidade acima da média. Tavon Austin e Pharoh Cooper também são bons retornadores e o special team dos Rams foi um dos melhores contendo retornos na última temporada. 

Total de Vitórias Estipulado: 5,5 

Os Rams certamente não possuem um conjunto muito grande de talentos e muitos já decretaram Jared Goff como um bust, no entanto, eles ainda venceram 4 jogos no último ano e eu posso ver eles melhorando até a marca de 6 nessa temporada. O time ainda deve ser ruim, mas a marca de 6 vitórias me parece bastante plausível e se Todd Gurley retorna ao seu melhor, eles poderiam se esgueirar até uma temporada de 50% de aproveitamento em uma divisão fraca. 

Aposta: Over 5,5 wins @1.83 na Bet365

San Francisco 49ers

Campanha em 2016/17 – 2-14 W/L (4° na NFC West)
 
Com a equipe em reconstrução, os 49ers venceram apenas dois jogos na última temporada, sendo ambas vitórias contra os rivais de divisão Los Angeles Rams. Colin Kaepernick começou a temporada no banco e através de seus protestos trouxe atenção indesejada para um time que já tinha muitos problemas em campo. 

Quem Saiu: Vance McDonald (TE, Steelers), Torrey Smith (WR, Eagles), Antoine Bethea (SS, Cardinals), Phil Dawson (K, Cardinals), Jeremy Zuttah (C, Ravens), Michael Wilhoite (ILB, Seahawks), Shaun Draughn (RB, Giants), Tramaine Brock (CB, Seahawks), Blaine Gabbert (QB, Cardinals), Gerald Hodges (OLB, Bills), Nick Bellore (ILB, Lions), Quinton Patton (WR, Jets), Quinton Dial (DT, Packers), Thaddeus Lewis (QB, Ravens), Rod Streater (WR, Bills), Andrew Tiller (G, Chiefs), Marcus Cromartie (CB, Bills) e Ahmad Brooks (OLB, Packers).

Quem Chegou: Laken Tomlinson (G, Lions), Jeremy Zuttah (C, Ravens), Pierre Garcon (WR, Redskins), Malcolm Smith (OLB, Raiders), Kyle Juszczyk (FB, Ravens), Earl Mitchell (DT, Dolphins), Brian Hoyer (QB, Bears), Elvis Dumervil (OLB, Ravens), Marquise Goodwin (WR, Bills), Dekoda Watson (OLB, Broncos), Matt Barkley (QB, Bears), Aldrick Robinson (WR, Falcons), Robbie Gould (K, Giants), Sen'Derrick Marks (DT, Jaguars), Tim Hightower (RB, Saints), Logan Paulsen (TE, Bears), Leger Douzable (DT, 49ers), Tim Barnes (C, Rams) e Asa Jackson (CB, Broncos).

Draft: Solomon Thomas (DE, round 1), Reuben Foster (OLB, round 1), Ahkello Witherspoon (CB, round 3), C.J. Beathard (QB, round 3), Joe Williams (RB, round 4), George Kittle (TE, round 5), Trent Taylor (WR, round 5), D.J. Jones (DT, round 6), Pita Taumoepenu (DE, round 6) e Adrian Colbert (CB, round 7).

Análise 

Os 49ers entram nessa temporada com um elenco completamente reestruturado e o ataque foi bastante modificado em relação ao último ano. Brian Hoyer agora assume o posto de quarterback do time, com o jogador tendo ido bem na temporada passada precisando substituir Jay Cutler nos Bears. Para auxiliar Hoyer, o time trouxe o veterano wide receiver Pierre Garçon e Marquise Goodwin para serem os principais alvos do quarterback, além do novato tigh end George Kittle. Carlos Hyde é um dos poucos remanescentes deste ataque, tendo tido uma boa temporada no ano passado, mesmo com a equipe tendo vencido apenas dois jogos. 

Na defesa a equipe irá mesclar veteranos conhecidos como: NaVorro Bowman, Elvis Dumervil e Eric Reid, com os novatos: Solomon Thomas e Reuben Foster, escolhas de primeira rodada no último draft. O time foi terrível na contenção ao jogo terrestre na última temporada e é esperado que evolua no quesito, no entanto, essa defesa ainda deve ser abaixo da média, já que os veteranos não vivem seus melhores momentos na carreira e os novatos ainda devem precisar de ajustes nos seus jogos.

No time de especialistas o veterano Phil Dawson deixou a equipe para assinar com os Cardinals e os 49ers o substituíram por outro veterano, Robbie Gould, que foi decente após ter sido contratado pelos Giants no meio da última temporada. Bradley Pinion retorna como punter e vem de uma boa temporada. Os retornos ainda devem ser um problema, com Raheem Mostert não tendo se mostrado um bom retornador na última temporada, mas ao menos o time tende a ser bom na contenção aos retornos adversários. 

Total de Vitórias Estipulado: 4,5

Os 49ers estão se montando para o futuro, mas esse ainda é um time bastante ruim no presente. Os veteranos Brian Hoyer e Pierre Garçon devem trazer uma produção melhor no ataque, mas eu não vejo essa defesa sendo muito eficiente esse ano, já que seus veteranos não vivem a melhor fase de suas carreiras e apesar das escolhas que devem promover uma melhora no front-seven, a secundaria ainda me parece bastante fraca. 4,5 é um número alto ainda para esse time, que não deve conseguir cinco vitórias nessa temporada. 

Aposta: Under 4,5 wins @2.25 na Bet365

Seattle Seahawks

Campanha em 2016/17 – 10-5 W/L (1° na NFC West)

Os Seahawks venceram a fraca divisão na última temporada, mesmo com o time tendo mostrado alguns problemas no ataque. Nos playoffs, a equipe avançou do wild card round vencendo os Lions facilmente por 26x6, mas caiu frente aos Falcons na rodada divisional, perdendo por 36x20 para o time que viria a sofrer uma virada histórica no Super Bowl. 

Quem Saiu: Kevin Pierre-Louis (LB, Chiefs), Marshawn Lynch (RB, Raiders), Cassius Marsh (DE, Patriots), Jermaine Kearse (WR, Jets), Tramaine Brock (CB, Vikings), Steven Hauschka (K, Bills), Damontre Moore (DE, Broncos), Tony McDaniel (DT, Saints), John Jenkins (DE, Bears), Brandon Williams (TE, colts), Jeron Johnson (SS, Jaguars), Bradley Sowell (LT, Bears), Steven Terrell (CB, Chiefs), Terrence Magee (RT, Browns) e Tavaris Barnes (DE, Buccaneers).

Quem Chegou: Matt Tobin (T, Eagles), D.J. Alexander (LB, Chiefs), Sheldon Richardson (DE, Jets), Justin Coleman (CB, Patriots), Luke Joeckel (G, Jaguars), Eddie Lacy (RB, Packers), Bradley McDougald (FB, Buccaneers), Michael Wilhoite (ILB, 49ers), Tramaine Brock (CB, 49ers), Oday Aboushi (T, Texans), Austin Davis (QB, Broncos), Terence Garvin (ILB, Redskins), Marcus Smith (DE, Eagles) e Dion Jordan (DE, Dolphins).

Draft: Malik McDowell (DT, Round 2), Ethan Pocic (OL, round 2), Shaquill Griffin (CB, round 3), Delano Hill (S, round 3), Nazair Jones (DT, round 3), Amara Darboh (WR, round 3), Tedric Thompson (S, round 4), Mike Tyson (S, round 6), Justin Senior (OL, round 6), David Moore (WR, round 7) e Christopher Carson (RB, round 7).

Análise 

Russell Wilson teve muitos problemas com a linha ofensiva, sofrendo 41 sacks na última temporada e tendo sua produção prejudicada por causa disso. O time buscou reformular a OL, mas sem grandes nomes, o setor ainda não passa confiança. Wilson no entanto, é capaz de produzir mais mesmo que tenha uma linha deficiente, desde que ela não seja tão ruim quanto a do último ano. Doug Baldwin e Jimmy Graham se mantém como os principal alvos do quarterback e Tyler Lockett é uma opção de velocidade em jogadas longas. No jogo terrestre, Eddie Lacy se junta a Thomas Rawls e C.J. Prosise, com os três jogadores sendo boas opções para carregadas. 

A defesa mantém o mesmo núcleo das últimas temporadas e com o retorno de um agora saúdavel Earl Thomas, o time deve permanecer tendo uma das defesas mais efetivas da NFL. O pass-rush é forte, com Michael Bennett e Cliff Avril gerando muita pressão sobre os quarterbacks e time ainda trouxe o talentoso Sheldon Richardson para se juntar ao interior da linha defensiva. 

Um dos melhores special team dos últimos anos, os Seahawks ainda continuam acima da média nos retornos e na posição de punter, mas a saída de Stephen Hauschka pode trazer problemas nos chutes para a equipe, já que seu substituto, Blair Walsh, tem saído de uma temporada terrível pelos Vikings. 

Total de Vitórias Estipulado: 10,5


Com Thomas saudável, a defesa ainda deverá ser bastante forte e eu vejo uma evolução no ataque, com o jogo terrestre provavelmente sendo bem mais consistente do que no último ano e com Russell Wilson sofrendo menos com sua linha ofensiva. Os Seahawks serão um contender nessa temporada na minha opinião e em um divisão fraca, devem superar a marca de 10 vitórias. 

Aposta:  Over 10,5 wins @1.74 na Bet365
 


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$400

Ganhar
Bumbet

Bônus

R$150

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$500

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
10Bet

Bônus

R$300

Ganhar



  • Futebol Americano

    De Olho na NFL: Semana 01
  • Futebol Americano

    NFL - Confira os previews da NFL 2017
  • Futebol Americano

    NFL Preview: AFC East
  • Futebol Americano

    NFL Preview: AFC West