Como apostar na Copa do Mundo da Rússia 2018. Guia do Grupo F.







Formação do Grupo F



Partidas do Grupo F

 

Análise das Seleções



ALEMANHA

Alemanha é a atual campeã mundial e já conquistou quatro títulos de Copas do Mundo, 1954, 1974, 1990 e 2014. Não precisa ser especialista para apontar a Alemanha como forte candidato ao título mundial na Rússia e ser o primeiro do grupo F. Para se classificar nas eliminatórias venceu o Grupo C com a melhor campanha, dez vitórias em dez jogos. Na Eurocopa de 2016 perdeu a semifinal para um rival direto nessa copa do mundo, a França. A rede de TV alemã "Sport1" fez uma projeção de quais jogadores devem ser convocados pelo técnico Joachim Löw para disputa da Copa do Mundo de 2018, tomando como base as chances de cada atleta após os títulos recentes da Copa das Confederações e da Euro sub-21, além de suas performances nos clubes pelo qual atuam. Segundo a emissora, o time titular do Mundial deve ser: Neuer, Kimmich, Boateng, Hummels e Hector; Khedira, Kroos e Özil; Draxler, Thomas Müller e Mario Gomez. Os reservas na "equipe B" ficariam esses: ter Stegen, Höwedes, Rüdiger, Mustafi e Plattenhardt; Rudy, Gündogan e Goretzka; Marco Reus, Sané e Timo Werner. Para completar os 23 nomes da Copa, o terceiro goleiro seria Leno. Os torcedores votaram e elegeram o lateral-direito Joshua Kimmich o melhor jogador da seleção alemã em 2017 - foram mais de 52 mil votos computados no site oficial da DBF (Federação Alemã). O atleta do Bayern de Munique teve 45,3% dos votos, seguido por Julian Draxler, segundo colocado com 37,8%, e o goleiro ter Stegen, terceiro com 4,7%. O atacante Timo Werner acabou em quarto, recebendo 4,4%. Quem mais venceu a eleição anual foi Mesut Özil, que ficou em primeiro cinco vezes e é o atual bicampeão. Bastian Schweinsteiger e Toni Kroos foram eleitos uma vez cada, assim como Kimmich. O Técnico da Alemanha é Joachim Löw. Iniciou sua carreira em 1978 no clube de futebol do SC Freiburg na posição de meia. Também defendeu a Seleção alemã sub-21 por quatro vezes. Começou na seleção alemã como assistente a convite de Jürgen Klinsmann. Em 2006, logo após a Copa do Mundo, com a saída de Klinsmann, acabou assumindo o comando da equipe, onde classificou o país para a Eurocopa de 2008. A copa do mundo no Brasil foi o primeiro título de Löw como treinador da seleção. Uma tarefa muito difícil será escolher o melhor jogador da Alemanha. Meu destaque vai para Mesüt Ozil, disputou 88 partidas e anotou 21 gols pela seleção.


 


SUÉCIA

A Suécia que participou de onze Mundiais. A melhor colocação da seleção da Suécia foi o vice-campeonato na copa de 1958. Outra boa colocação foi o terceiro lugar na Copa de 1994. Sua última participação em Copas do Mundo foi em 2006. Para entrar na copa do mundo na Rússia, a Suécia teve que eliminar dois times candidatos ao título mundial. Na chave de grupos superou a Holanda conquistando o segundo lugar do grupo A. Na repescagem eliminou a tetra campeã mundial Itália com uma vitória em casa por 1-0 e empate fora por 0-0. Alguns jogadores se destacam na seleção sueca, o caso dos experientes atacantes Marcus Berg (Al Ain) e Toivonen (Toulouse). Mesclam a ele os jovens jogadores promissores Victor Lindelof (Manchester United), Ludwig Augustinsson (Weder Bremen) e John Guidetti (Alavés). A grande expectativa da Seleção sueca está em torno da convocação do atacante Zlatan Ibrahimovic. Ibra havia anunciado sua aposentadoria após uma séria contusão. Apesar de recuperado da contusão não está 100% em forma. Ainda assim não é descartado seu retorno e seria um reforço para a seleção sueca. O melhor jogador sueco na ausência de Ibra passou a ser Emil Forsberg. Revelado pelo pequeno GIF Sundsvall, o talentoso meia despontou para o futebol europeu em 2013. Em 2015, o RB Leipzig, time em rápida ascensão no futebol alemão, resolveu apostar no jovem talento sueco e pagou 3,7 milhões de euros (R$ 14,15 milhões, na cotação atual) por seu futebol. Hoje Forsberg é o principal jogador do clube, atual vice-campeão de Bundesliga e disputando sua primeira Champions League na história. Fosberg é avaliado em 22 milhões de euros (R$ 84,16 milhões) pelo site Transfermarkt e vem sendo seguido há meses pelos grandes clubes da Europa. O treinador do Suécia e Jan Anderson. Ex-jogador de pouco destaque, iniciou sua carreira de treinador no modesto Alets, de seu país, em 1988. Foi em 2010, porém, que se destacou como técnico. Neste ano, ele foi contratado pelo IFK Norrköping, um dos mais importantes times da Suécia e dono de treze títulos nacionais, mas que não ganhava a liga sueca desde 1989. Sob o comando de Andersson, porém, o Norrköping voltou a ser temido e faturou o Campeonato Sueco em 2015, deixando os favoritos IFK Gotemburgo e AIK para trás e virando um herói na cidade de 137 mil habitantes. Em 2016 assumiu a seleção sueca substituindo a Erik Hamrén.


 


MÉXICO

Sua primeira participação na Copa do Mundo foi na copa do Uruguai em 1930 e, desde então, esteve presente em outras quatorze copas. Esta é sua sétima participação consecutiva. A melhor colocação do México foi nas quartas-de-final das Copas de 1970 e 1986, sendo que ambas foram disputadas em solo mexicano. As Eliminatórias da Concacaf foram um passeio para os mexicanos. Os comandados de Juan Carlos Osorio terminaram na primeira colocação, com cinco pontos de vantagem sobre a Costa Rica, e só foram perder uma partida na última rodada, quando a classificação já estava assegurada. Em 2017, a equipe disputou ainda a Copa das Confederações, e apesar de ter feito uma boa campanha na primeira fase, teve que se contentar com a quarta colocação depois de perder para Alemanha e Portugal. O time é alvo de críticas por parte da imprensa e torcedores locais por não se sair bem quando enfrenta adversários de primeiro nível. Com um plantel bastante experimentado, possui jogadores que individualmente atravessam bons momentos em seus clubes. Atletas como Guillermo Ochoa, Andrés Guardado, Héctor Moreno, Héctor Herrera e Chicharito Hernández devem jogar na Rússia o último mundial de suas carreiras. Sob o comando do colombiano Juan Carlos Osório (ex-São Paulo) assumiu a equipe mexicana em outubro de 2015. Ainda que o atacante Chicharito não venha atravessando um grande momento no West Ham, ele é sem dúvida o jogador mais importante do México. Ídolo nacional, Chicharito ultrapassou grandes barreiras na Europa e se consolidou com a camisa mexicana. Irreverente e com muita estrela, ele é a grande esperança de gols do técnico Osório.


 


CORÉIA DO SUL

A Coréia do Sul estreou em Copas do Mundo na Suíça em 1954. Depois de um longo intervalo de tempo voltou aos Mundiais somente em 1986 no México e de lá para cá participou de todas as Copas do Mundo. Sua melhor colocação foi uma semifinal em 2002. O segundo lugar conquistado no Grupo 1 das Eliminatórias Asiáticas, com 50% de aproveitamento (4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas, 11 gols a favor e 10 contra), no final, não foi muito animador para a seleção sul-coreana que chegará à Copa do Mundo como um dos “figurantes”. O técnico do Coreia do Sul é Shin Tae-Yong, treinador que geralmente usa o desenho tático do 4-2-3-1 com um meio-campo forte na marcação e jogando no contra ataque em velocidade. Heung-Min Son é o grande nome dessa seleção. O atacante do Tottenham vive sua terceira temporada na Premier League. Son participou de 62 jogos e anotou 20 gols pela seleção coreana.


Possíveis cruzamentos nas fases seguintes e até onde podem avançar.

A equipe alemã é uma das fortes candidatas ao título mundial. Naturalmente também deve terminar em primeiro do grupo F. A emoção vai ficar por conta da segunda vaga. México e Suécia aparecem com chances iguais para a disputa. A equipe da Coreia corre por fora com poucas chances nessa disputa. A primeira colocada do grupo F cruza com o segundo colocado do Grupo E. O segundo colocado do grupo F cruza com o primeiro colocado do grupo E. Se der a “lógica” nos resultados, Alemanha enfrenta a Suíça e Suécia ou México enfrenta o Brasil.

Odss de artilharia do grupo E e da Copa:


Odds do grupo:


Odds para terminar em último do grupo e chegar a final:

 


Odds para a fase a eliminar:


Odds para a previsão do grupo:


Analisando as odds acima podemos considerar boas apostas:

Coreia para terminar em último no grupo @ 1.831º Alemanha e 2º Suécia @ 3.25.




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar