Guia da Fase de Grupos da Copa Libertadores 2019 - Grupo E







 

Após três fases eliminatórias, a Copa Libertadores da América tem o inicio de sua fase de grupos.
 

Será a 60º edição do torneio, que vem com diversas alterações, sendo a principal a final em jogo único, que será disputado em Santiago do Chile, em 23 de novembro.

Outra padronização interessante, se mantida, são as datas dos jogos. Antes tínhamos a primeira rodada desmembrada em diversas semanas, alguns times jogavam três rodadas e outros tinham atuado uma, agora todos jogam na mesma semana.

Apesar das alterações buscarem a organização da UEFA na Champions League, a Conmebol segue pecando, como em casos de escalações irregulares, que já derrubou o Barcelona/EQU na fase de grupos e multou outros muitos times, inclusive oito brasileiros, envolvidos na competição da Conmebol.

Buscar a melhoria do torneio, apagar as bagunças de 2018 e sobretudo melhorar o nível da competição, sem perder a identidade, são coisas bem complicadas para a Confederação Sul-Americana.


Mas apesar de todos esses desafios, a competição segue com seu charme e promete muito.

O regulamento segue o mesmo, são trinta e duas equipes divididas em oito grupos de quatro times.

Os dois primeiros se classificam para as Oitavas de Final, com os confrontos sendo definidos por sorteio, posteriormente.

Os terceiros colocados vão para Copa Sul-Americana.

 

Grupo E
 

Mesmo chegando das fases preliminares, o Atlético Mineiro é o principal favorito nesse grupo.
Com um futebol ofensivo, o Galo  tem duas equipes tradicionais como rivais, Cerro Porteño e o Nacional/URU.
O Zamora/VEN é o azarão e pode desequilibrar a classificação dos favoritos.

Atlético Mineiro

Resultado de imagem para Atlético Mineiro

Treinado por Levir Culpi, que assumiu a equipe no fim do Brasileiro 2018 e garantiu a vaga na competição com alguns bons resultados e uma pequena melhora.
O time mostrou um lado bem ofensivo no inicio da temporada, mas sempre sofrendo muitos gols.
A linha de frente tem ótimos jogadores, como Chará, Luan, as chegadas de Elias, Cazares e Ricardo Oliveira, artilheiro da Libertadores em suas primeiras fases.
O grupo é acessível,  mas Cerro e Nacional são equipes tradicionais e não podem ser desprezados.
A defesa tem bons nomes, como o zagueiro Igor Rabelo, que chegou do Botafogo, o capitão de 2012, Réver, Leonardo Silva e o lateral-esquerdo Fábio Santos, mas a falta de proteção no meio-campo a deixa sobrecarregada.

Melhor campanha:  1 título ( 2012)

Cerro Porteño

 Resultado de imagem para CErro Porteno escudo

A eterna busca por um título da Libertadores segue no Cerro. A equipe se fortaleceu com a construção de seu estádio, La Nueva Olla, porém a queda nas fases decisivas sempre deixa a torcida receosa.
2018 não foi a melhor do Cerro, a equipe chegou as Oitavas da Copa Libertadores, caindo para o Palmeiras, mas viu o Olímpia levar o Apertura e o Clausura.
Treinado pelo espanhol  Fernando Jubero, que assumiu a equipe no meio do ano passado, o Cerro alterou bastante o elenco.
O defensor Marcos Cáceres e o atacante Jorge Benítez são destaques do time.
Em nove jogos na temporada, o Cerro venceu cinco, empatou dois e perdeu outros dois no campeonato nacional.

Melhor campanha: Semifinais ( 1973, 1978, 1993, 1998, 1999 e 2011)

Nacional/URU

Resultado de imagem para Nacional Uruguai escudo

Sem levantar a taça desde de 1988, o Nacional não consegue uma campanha de destaque a um bom tempo, mas tem um bom histórico de atrapalhar brasileiros, eliminado o Palmeiras em 2009 e o Corinthians em 2016.
A queda de produção na reta final em 2018, quando viu o Peñarol vencer o torneio Clausura e levar a taça do torneio, após o Bolso levar dois títulos, o Apertura e o Intermedio.
Em três jogos oficiais no Campeonato Uruguaio, o Nacional não venceu nenhum jogo, acumula dois empates e uma goleada por 4x1 sofrida para o Wanderers.
Treinado por Eduardo Domínguez, o Nacional tem jogadores interessantes, como Alvaro Pereira e o artilheiro Bergessio.
O Nacional luta por uma das vagas na próxima fase.

Melhor campanha: 3 títulos ( 1971, 1980 e 1988)

Zamora/VEN

Resultado de imagem para Zamora Venezuela escudo

Campeão Venezuelano em 2018, o Zamora fez seis jogos na temporada, pelo campeonato nacional, foram duas vitórias, dois empates e duas derrotas.
Os venezuelanos tem pouca tradição na competição e vem com um elenco jovem, que vem fazendo sucesso nas seleções de base venezuelana.
Na defesa tem destaques como o jovem Kevin de La Hoz e o veterano uruguaio e capitão do time, Ignacio González.
Não vejo a equipe nas oitavas e nem se classificando para a Copa Sul-Americana, vem como azarão  aqui.


Melhor campanha: Primeira Fase


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
Sportingbet

Bônus

R$120

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar


Outros Artigos