Guia da Fase de Grupos da Copa Libertadores da América 2019 - Grupo C







 

 

Após três fases eliminatórias, a Copa Libertadores da América tem o inicio de sua fase de grupos.
 

Será a 60º edição do torneio, que vem com diversas alterações, sendo a principal a final em jogo único, que será disputado em Santiago do Chile, em 23 de novembro.

Outra padronização interessante, se mantida, são as datas dos jogos. Antes tínhamos a primeira rodada desmembrada em diversas semanas, alguns times jogavam três rodadas e outros tinham atuado uma, agora todos jogam na mesma semana.

Apesar das alterações buscarem a organização da UEFA na Champions League, a Conmebol segue pecando, como em casos de escalações irregulares, que já derrubou o Barcelona/EQU na fase de grupos e multou outros muitos times, inclusive oito brasileiros, envolvidos na competição da Conmebol.

Buscar a melhoria do torneio, apagar as bagunças de 2018 e sobretudo melhorar o nível da competição, sem perder a identidade, são coisas bem complicadas para a Confederação Sul-Americana.


Mas apesar de todos esses desafios, a competição segue com seu charme e promete muito.

O regulamento segue o mesmo, são trinta e duas equipes divididas em oito grupos de quatro times.

Os dois primeiros se classificam para as Oitavas de Final, com os confrontos sendo definidos por sorteio, posteriormente.

Os terceiros colocados vão para Copa Sul-Americana.

 

Com o paraguaio Olimpia e o argentino Godoy Cruz como favoritos, o Grupo C ainda tem o tradicional Sporting Cristal do Peru e vê o Concepción do Chile como azarão.


Grupo C

Godoy Cruz

 

Em péssima fase neste ínicio de 2019, o Godoy Cruz acumula cinco derrotas e apenas uma vitória nos sete jogos que fez durante a temporada.
Em sua quarta libertadores, o time trouxe muitos jogadores e isso explica o começo ruim em 2019.

Tem como destaques o zagueiro Cardona, o volante Juan Andrada e o centroavante Santiago García, que passou pelo Athletico Paranaense sem deixar saudades.

Lucas Bernardi retorna ao comando do time, que perdeu seu treinador Diego Dabove para o Argentino Juniors e o substituto Marcelo Gomez ficou pouco tempo.
Bernardi chegou de última hora e terá muito trabalho para reencontrar os bons resultados.

Entra como a segunda força do grupo, mas pode sucumbir para os outros rivais.


Melhor campanha: Oitavas ( 2017)

 

Olímpia
 

A campanha em 2019 é ótima do Olimpia, com sete vitórias e apenas um empate, contra o rival Cerro Porteño.
Dominante em seu país, foi campeão do Apertura e Clausura em 2018, o Rey de Copas quer voltar a brilhar na Copa Libertadores.

O Decano vem como grande favorito e manteve suas peças, como o atacante Camacho, o meia Mendieta, que passou pelo Palmeiras e o veterano Roque Santa Cruz.
Treinado pelo argentino Daniel Garnero, o Olimpia deve passar com tranquilidade para as Oitavas.


Melhor campanha: 3 títulos ( 1979, 1990 e 2002)
 

Universidad Concepción

Ainda sem marcar em jogos oficiais em 2019, o Concepción chega sob muitas dúvidas para a Libertadores. Foram duas derrotas e um empate no Campeonato Chileno, até aqui.


Vice-campeão chileno na temporada passada, quando fez uma grande campanha, o time chega a sua terceira Libertadores.
Perdeu jogadores importantes na campanha da temporada passada e trouxe muitos reforços.

 

Os destaques são goleiro Muñoz, o volante Alejandro Camargo e o craque Hugo Droguett.

Treinado por Francisco Bozan, que foca em uma defesa forte, mas que vem enfrentando problemas com seu ataque.

Melhor campanha: Fase de Grupos ( 2004)

Sporting Cristal

O Sporting Cristal venceu suas três partidas no Peruano até aqui e não sofreu gols, mas em um amistoso de pré-temporada foi batido facilmente pelo Emelec por 3x0.

Perdeu um de seus destaques em 2018, o uruguaio Gabriel Costa, mas trouxe bons reforços como o atacante uruguaio Palacios e o meia Pato Arce.

Com a mesma base, o time tem como destaque o jovem Fernando Pacheco, de 19 anos e uma das principais promessas peruanas e o atacante Manuel Herrera, autor de 43 gols na temporada passada.

Campeão nacional na temporada passada, o time teve grande mudança com a saída do chileno Mário Salas, que fez um excelente trabalho, mas foi seduzido com a proposta do Colo-Colo e voltou ao seu país.

 

O substituto Alexis Mendoza durou pouco no cargo e o argentino Claudio Vivas retornou ao clube, por onde passou em 2013.
Com essa mudança, o Sporting Cristal chega abaixo dos favoritos e deve ficar com a vaga na Copa Sul-Americana.

Melhor campanha: Vice-campeão ( 1997)



Agradecimentos: Sudaca Brasil


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
Sportingbet

Bônus

R$120

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar


Outros Artigos