Guia da Fase de Grupos da Copa Libertadores da América 2019 - Grupo D







 

 

Após três fases eliminatórias, a Copa Libertadores da América tem o inicio de sua fase de grupos.
 

Será a 60º edição do torneio, que vem com diversas alterações, sendo a principal a final em jogo único, que será disputado em Santiago do Chile, em 23 de novembro.

Outra padronização interessante, se mantida, são as datas dos jogos. Antes tínhamos a primeira rodada desmembrada em diversas semanas, alguns times jogavam três rodadas e outros tinham atuado uma, agora todos jogam na mesma semana.

Apesar das alterações buscarem a organização da UEFA na Champions League, a Conmebol segue pecando, como em casos de escalações irregulares, que já derrubou o Barcelona/EQU na fase de grupos e multou outros muitos times, inclusive oito brasileiros, envolvidos na competição da Conmebol.

Buscar a melhoria do torneio, apagar as bagunças de 2018 e sobretudo melhorar o nível da competição, sem perder a identidade, são coisas bem complicadas para a Confederação Sul-Americana.


Mas apesar de todos esses desafios, a competição segue com seu charme e promete muito.

O regulamento segue o mesmo, são trinta e duas equipes divididas em oito grupos de quatro times.

Os dois primeiros se classificam para as Oitavas de Final, com os confrontos sendo definidos por sorteio, posteriormente.

Os terceiros colocados vão para Copa Sul-Americana.

 

Grupo D
 

O Flamengo quer acabar com a sequência de péssimas campanhas na Libertadores e com um investimento pesado, é bem favorito nesse grupo.
LDU e Peñarol lutam pela segunda vaga e impulsionado pela altitude, o San José pode tirar pontos dos concorrentes e quem sabe conseguir a terceira colocação.


 

Flamengo

 

Imagem relacionada

Com seguidas temporadas com grande investimento e sem retorno, o Flamengo apostou ainda mais alto em 2019.
Trouxe Gabriel, o Gabigol, artilheiro do Brasileirão em 2018 e Arrascaeta, destaque no título do Cruzeiro na Copa do Brasil.

Além deles, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Bruno Henrique,  se juntaram a ótimos nomes, como Vitinho, Diego, Cuellar e Diego Alves.

 

Sob o comando de Abel Braga, campeão em 2006 da Libertadores pelo Inter, o Mengão espera voltar a fase mata-mata da competição, após seguidas eliminações na fase de grupo, foram quatro vezes desde de 2011.
 

O ano não começou muito bem para o rubro-negro, resultados fracos no Carioca, queda na semifinal da Taça Guanabara para o Fluminense, tragédia em seu CT, com jogadores da base e uma fase conturbada na política, com o novo presidente Landim.

Com um time caro e forte, uma eliminação em um grupo tão acessível, causaria grandes danos e uma crise enorme na Gávea, portanto é  hora do Mengão voltar a ser protagonista.

Melhor campanha: 1 título ( 1981)

LDU

 

Resultado de imagem para LDU escudo

Campeã equatoriana em 2018, a LDU tem tradição na última década no futebol sul-americano, sobretudo com a geração que venceu a Copa Libertadores, Recopa-Sul-Americana e Copa Sul-Americana.

Treinado por Pablo Repetto desde de 2017, vice-campeão com o Independiente Del Valle em 2016, está invicto em 2019, com três vitórias e um empate no equatoriano.

Tem como nomes principais, o volante Orejuela, que estava no Fluminense e o atacante Anangonó.

 

Deve lutar por uma vaga nas Oitavas de Final.
 

Melhor campanha: 1 título ( 2008)
 

Peñarol

 

Resultado de imagem para penarol escudo

Campeão uruguaio com uma arrancada surpreendente em 2018, o Peñarol tenta voltar a fase de mata-mata da Copa Libertadores, após seguidos insucessos.

Os carboneros não conseguem mostrar força fora do Uruguai e tentam quebrar isso.
Treinador por Diego López, começou a temporada com três vitórias seguidas no campeonato nacional.

Tem nomes experientes no elenco, como o atacante Viatri, o meia Estoyanoff e Cristián “Cebolla” Rodríguez.

Deve lutar pela segunda vaga no grupo.

Melhor campanha: 5 títulos ( 1960,1961, 1966,1982 e 1987)

 

San José/BOL

Resultado de imagem para san josé bolivia escudo



Em sua sétima participação na Libertadores, os bolivianos seguem apostando na altitude de Oruro para conseguir bons resultados.

Já fez dez jogos pelo Campeonato Boliviano, venceu três, empatou seis e perdeu um.
É treinado pelo argentino Néstor Clausen e foi campeão do Clausura boliviano em 2018.


Tem como destaque o veterano Carlos Saucedo, com 39 anos, e outros jogadores importantes são: Ronald Eguino, Rodrigo Ramallo, o capitão Mario Ovando e o brasileiro Marcelo Gomes.

 

A chance do San José conquistar algo é na altitude, portanto os jogos em Oruro são decisivos.


Melhor Campanha: Oitavas (1996)
 

 

 


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Sportingbet

Bônus

R$120

Ganhar


Outros Artigos