Guia da Fase de Grupos da Copa Libertadores da América 2019 - Grupo F







 

Após três fases eliminatórias, a Copa Libertadores da América tem o inicio de sua fase de grupos.
 

Será a 60º edição do torneio, que vem com diversas alterações, sendo a principal a final em jogo único, que será disputado em Santiago do Chile, em 23 de novembro.

Outra padronização interessante, se mantida, são as datas dos jogos. Antes tínhamos a primeira rodada desmembrada em diversas semanas, alguns times jogavam três rodadas e outros tinham atuado uma, agora todos jogam na mesma semana.

Apesar das alterações buscarem a organização da UEFA na Champions League, a Conmebol segue pecando, como em casos de escalações irregulares, que já derrubou o Barcelona/EQU na fase de grupos e multou outros muitos times, inclusive oito brasileiros, envolvidos na competição da Conmebol.

Buscar a melhoria do torneio, apagar as bagunças de 2018 e sobretudo melhorar o nível da competição, sem perder a identidade, são coisas bem complicadas para a Confederação Sul-Americana.


Mas apesar de todos esses desafios, a competição segue com seu charme e promete muito.

O regulamento segue o mesmo, são trinta e duas equipes divididas em oito grupos de quatro times.

Os dois primeiros se classificam para as Oitavas de Final, com os confrontos sendo definidos por sorteio, posteriormente.

Os terceiros colocados vão para Copa Sul-Americana.

 

Grupo F

O Palmeiras é o grande favorito no grupo, com um elenco caro e com um treinador vencedor, o Verdão deve alcançar a primeira colocação do grupo.
Em má-fase, o San Lorenzo deve lugar com o Junior Barranquilla pela segunda vaga e o Melgar irá desequilibrar a pontuação com suas atuações na altitude.

Junior Barranquilla

 

Imagem relacionada

Vice-campeão da Copa Sul-Americana, com uma sequência incrível de pênaltis perdidos, o Junior quer uma campanha de destaque na Libertadores.
Campeão do torneio finalización, soma dez jogos no ano. Venceu a Supercopa da Colômbia, batendo o Tolima nos pênaltis, e perdeu sua única partida na temporada no jogo de ida.
No campeonato nacional soma cinco vitórias e três empates.
 O treinador é Luiz Fernando Suárez, treinador que foi a Copa do Mundo com Equador, 2006, e Honduras, 2014.
Os destaques da equipe são Téo Gutiérrez, o lateral Murillo e o meia Matiás Fernández.
Apesar de costumar naufragar na Libertadores, o Junior é um bom time e surge para lutar por uma das vagas nas Oitavas.

Melhor campanha: Semifinais ( 1994)

Palmeiras

Resultado de imagem para Palmeiras escudo

 

O time mais rico das Américas vai em busca de sua obsessão, a Copa Libertadores. Para isso manteve a base que venceu o Brasileirão 2018, renovando com Dudu e Bruno Henrique, além de seguir com Borja, Lucas Lima, Gustavo Scarpa e Felipe Mello.
O principal reforço foi a chegada de Ricardo Goulart, que promete elevar ainda mais o patamar de Felipão, que busca repetir o feito de 20 anos atrás.
Até aqui o time não faz um começo de ano de encher os olhos, disputando apenas o Estadual, perdeu para o Corinthians e empatou com o Santos, nos seus principais testes.
Os centroavantes, Deyverson e Borja, são


Melhor campanha: 1 título ( 1999)


Melgar

Resultado de imagem para melgar escudo

Finalmente o Melgar tem vitórias no mata-mata para contar. Apesar de ter sido na fase preliminar, os peruanos bateram a forte Universidad Chile e o tradicional Caracas, esse com um gol nos acréscimos.
Entrou em um grupo complicado, mas já vem no lucro, pois era o time menos cotado entre esses.
Treinado por Jorge Pautasso, o Dominó acredita na força da altitude, para surpreender e quem sabe conseguir uma vaga ao menos na Copa Sul-Americana.
Além da grande campanha nesse início de Libertadores, o time disputou dois jogos pelo Campeonato Peruano, com um empate e uma derrota.
Chega como o azarão do grupo e tem como destaque o argentino Bernardo Cuesta e o meia Alexis Arias.
 

Melhor campanha: fase de grupos


San Lorenzo

Resultado de imagem para san lorenzo escudo

Sem vencer desde de outubro de 2018, o San Lorenzo vive péssimo momento na Argentina. São treze jogos nesse período, com  oito empates e cinco derrotas.
Treinado por Jorge Almirón, o time tem jogadores com história como Blandi, Botta e Colloccini e o goleiro Torrico.
A Libertadores é a chance da equipe renascer e entra como uma das favoritas a vaga, apesar do futebol apresentado até aqui.

Melhor campanha: 1 título ( 2014)


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

free bet

Ganhar


Outros Artigos