Saiba mais sobre o Masters 1000 de Indian Wells - O 5 Grand Slam do Tênis







Indian Wells Masters 1000 - O 5 Grand Slam

 

 

Fala galera! Tudo bem com vocês? Nessa quinta feira, dia 7 de Março de 2019 começa o Masters 1000 de Indian Wells no deserto da California. É o primeiro Masters da temporada e é disputado em quadras duras. Vamos ver alguns fatos importantes pra quem quer se aventurar nas apostas do torneio?

 

Na minha última previsão, errei feio no Rio Open (Leia aqui). Os que indiquei como favoritos absolutos perderam todos na Primeira Rodada! Mas são ossos do ofício, e gostaria de me desculpar por uma previsão tão furada. Sigo sempre tentando aprender com os erros e a melhorar, então espero que gostem dessa minha análise e que ela seja melhor dessa vez!

 

 

Últimos campeões e finalistas

 

 

Condições

 

Com clima quente e seco,quadras duras mas lentas, e muito vento, o torneio se caracteriza pelas condições que oscilam. Fique de olho em quem vem sacando bem pois, apesar das quadras serem historicamente lentas (como você pode conferir aqui), ainda são no piso duro e o saque também evita os problemas de se jogar com vento (o que tira muita precisão dos golpes e aumenta o fator sorte).

 

Peculiaridade do torneio:

 

Junto do ATP 1000 de Miami, Indian Wells é chamado de o “Quinto” Grand Slam. Isso ocorre porque a chave é composta por 96 jogadores. Destes, 32 saem adiantados, uma rodada à frente, por serem cabeças de chave devido ao melhor ranking. Aquele que vier desde o início, tem que ganhar 7 jogos para ser campeão, o mesmo número de um Grand Slam! (Pelo menos as partidas são disputadas em melhor de 3 sets)

 

Quem se dá bem:

 

Jogadores que possuem bons saques como: Federer, Djokovic, Raonic, Isner, Kevin Anderson, Kyrgios, dentre outros, devem ganhar pontos em suas análises.

 

 

E o outro lado…

 

Aqueles que possuem saques mais instáveis, como o argentino Diego Schwartzman, que confirma apenas 73,2% de seus saques (menor entre os top50) deverão ter uma semana complicada. A lista dos que podem ter problemas incluem o instável Fognini, uma presença inesperada do Húngaro Fucsovics, Goffin (mais pela fase ruim, o rank considera as últimas 52 semanas), Seppi, surpreendemente Basilashivili e também Ebden.

 

 

Oportunidades onde ninguém vê:

 

Os jogadores que estavam na gira de saibro apresentam historicamente dificuldade de adaptação às condições rápidas em qualquer torneio. Isso é bem conhecido pelo mercado, e as odds costumam estar de acordo. Porém, Indian Wells é um torneio peculiar, e as quadras não são tão rápidas quanto podemos imaginar. Pode ser uma boa ideia apostar nos jogadores que estão vindo da gira Sul Americana do saibro (Rio Open, São Paulo…) pois o mercado pode exagerar esse fator. Nestes incluímos Djere, Auger Aliassieme, Guido Pella, entre outros.

 

Cuidado de sempre com os favoritos

 

Em geral, é dificil prever quando um favorito irá perder, mas eles perdem mais do que acreditamos. Com as condições específicas de Indian Wells e com os favoritos saindo avançados na chave, os vencedores “azarões” da primeira fase podem chegar com ritmo de jogo e surpreender. Não sugiro sair fazendo múltiplas ao acaso em favoritos, é mais arriscado do que parece.

 

Boas apostas!

É isso ai pessoal, talvez alguns esperassem que eu fosse falar do favoritismo de Djokovic, de como eu acho que Federer irá no torneio, mas é bem fácil achar essas informações em quaisquer portais de tênis. Foquei em uma análise mais técnica de condições do torneio e espero que elas possam ser úteis para vocês fazerem apostas lucrativas em Indian Wells! Um abraço do Oreia!


 


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Sportingbet

Bônus

R$120

Ganhar


Outros Artigos