Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 05/10/2021 (Terça-Feira) às 21:00 Bet365
Beisebol

Palpite: AL Wild Card - New York Yankees (Gerrit Cole) x Boston Red Sox (Nathan Eovaldi) - MLB Playoffs - 05/10

Odd: 2,05
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 05/10/2021 às 10:52

Em uma das maiores rivalidades dos esportes americanos, New York Yankees e Boston Red Sox se enfrentam no Fenway Park na noite da terça-feira em um confronto de vida ou morte pelo Wild Card da Liga Americana. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN. 

 Vs 

Local do evento: Boston – Massachusetts

Rivais de divisão, as equipes se enfrentaram 19 vezes na temporada regular e os Red Sox venceram 10 dos 19 confrontos. 13 das 19 partidas, terminaram em under. A última vez que os rivais se enfrentaram nos playoffs foi na temporada de 2018 e os Red Sox superaram os Yankees no Divisional Series por 3x1.

O Fenway Park é um over park, com total base de 9,5, que pode variar dependendo do matchup e/ou das condições climáticas. Apesar do lendário Green Monster, localizado no campo esquerdo, rebatedores destros costumam ter vantagem nesse campo. A expectativa é de que os ventos soprem a 7mph em direção ao home plate, com temperatura de 15°C e umidade do ar em 88% no horário da partida. Céu nublado, mas sem previsão de chuva durante o jogo.  

Vencendo 7 de suas últimas 10 partidas na temporada regular, os Yankees (Seed #5 da Liga Americana) obtiveram a classificação para o jogo único do Wild Card. A equipe terminou com a 3° melhor campanha da divisão East da Liga Americana, atrás dos Red Sox, adversários nesse Wild Card por conta dos critérios de desempate.

Gerrit Cole (RHP, 16-8 W/L e ERA 3.23) será o starter dos Yankees. Um dos arremessadores mais dominantes da liga nos últimos anos, Cole ainda teve grandes atuações nessa temporada, mas não conseguiu terminar a temporada regular com um ERA inferior a 3.00 como nos três anos anteriores. Com uma das melhores combinações de bola rápida e slider da liga, Cole manteve média de 12.06 strikeouts a cada 9.0 IP, aliada a um bom controle, cedendo apenas 2.03 walks em média a cada 9.0 IP, mas 30,5% das bolas que entraram em jogo contra ele se tornaram hits, maior marca desde a temporada de 2016, quando ainda estava nos Pittsburgh Pirates. Setembro foi o seu pior mês na temporada, com cole postando um ERA 5.13 em seis começos, mas sua velocidade não caiu e suas taxas de strikeouts e walks se mantiveram estáveis no último mês, com o ERA elevado vindo de um alto BABIP e baixo LOB, métricas que normalmente são construídas por sorte e azar eque portanto, não são bons indicativos de piora. Cole enfrentou os Red Sox quatro vezes nessa temporada e não teve um bom desempenho contra Boston, com ERA 4.91 em 22.0 IP. 

Apesar de terem ganho reforços no período de trocas, os Yankees não terminaram a temporada regular entre os dez melhores ataques. A equipe produziu média de 4,3 corridas por jogo, com linha de: 237/322/407 (AVG/OBP/SLG) na temporada regular. Joey Gallo, um dos reforços da equipe em agosto, não se saiu tão bem nos Yankees quanto pelos Rangers no início da temporada, enquanto: Rougned Odor, Gleyber Torres, Brett Gardner e Gio Urshela, foram rebatedores abaixo da média nessa temporada, ainda que tenham sido produtivos em alguns momentos. O time terá desfalques importantes para a disputa deste Wild Card, com: Luke Voit e DJ LeMahieu na lista de inativos. Anthony Rizzo manteve um bom nível desde que foi trocado para a equipe e Aaron Judge e Giancarlo Stanton, que somaram juntos, 74 hom runs na temporada, foram os grandes destaques entre os rebatedores dos Yankees nessa temporada.

Enquanto o ataque nem sempre entregou grandes performances, o bullpen se apresentou em um nível de elite e foi fundamental para a boa campanha dos Yankees, que terminaram com ERA conjunto de 3.50 na unidade. Luis Severino, que passou a maior parte da temporada lesionado, retornou em setembro e não cedeu corridas em 6.0 IP como reliever, estando disponível para essa partida, enquanto: Clay Holmes,Michael King, Chad Green, Wandy Peralta, Lucas Luetge, Jonathan Loaisiga, Joely Rodriguez e o closer Aroldis Chapman, formam um talentoso núcleo de relievers e todos foram sólidos quando acionados no último mês. Chapman teve alguns momentos ruins na temporada, mas converteu 30 de 34 oportunidades de save, sustentando média de 15.50 strikeouts a cada 9.0. Green, Loaisiga e Luetge foram os relievers mais acionados pelo manager Aaron Boone nessa temporada e Clay Holmes se tornou um membro importante do bullpen desde que chegou ao time através de uma troca com os Pittsburgh Pirates.

Mesmo com as adições de Joey Gallo e Anthony Rizzo, bons defensores em suas posições, a defesa foi um problema para os Yankees esse ano, com a equipe cometendo erros em excesso e conseguindo poucas double plays. Gio Urshela e Gleyber Torres formam uma dupla de defensores abaixo da média nas posições de shortstop e segunda base, enquanto Brett Gardner vem em declínio como defensor no campo central. Aaron Judge não apenas é o principal rebatedor da equipe, como também foi o grande destaque defensivo do time esse ano, somando 11 corridas salvas pela métrica de DRS. Um outro problema defensivo da equipe é o catcher Gary Sanchez, que melhorou nos bloqueios em relação aos últimos anos, mas que permitiu 50 roubos de base na temporada regular e que segue mal em enquadramento de arremessos, com impacto negativo no quesito.  

Os Red Sox (Seed #4 da Liga Americana) lideraram a divisão East nos primeiros meses da temporada, mas caíram de produção ao longo do ano, sendo ultrapassados pelos Tampa Bay Rays e terminando 8,0 jogos atrás de Tampa na classificação, com o time agora precisando de uma vitória sobre os rivais New York Yankees para avançar ao Divisional Series dos playoffs. A equipe terminou a temporada regular varrendo os Washington Nationals em uma série de três jogos, mas antes disso, vinha de cinco derrotas em seis jogos, incluindo uma varrida sofrida contra os Yankees na última série entre esses times na temporada. Os Red Sox tiveram a 5° tabela mais difícil da temporada regular. 

Nathan Eovaldi (RHP, 11-9 W/L e ERA 3.75) será o starter dos Red Sox. Eovaldi já havia se saído bem na temporada reduzida do ano passado e teve outro bom ano na rotação dos Red Sox. O arremessador havia tido problemas com home runs nos últimos anos, mas cedeu apenas 0.74 home runs em média a cada 9.0 IP nessa temporada, enquanto manteve uma boa média de 9.63 strikeouts a cada 9.0 IP, aliada a um controle de elite, cedendo walks para apenass 4,6% dos rebatedores enfrentados. O arremessador possui um conjunto de três bolas rápidas em seu repertório de arremessos, utilizando um slider e um curveball como arremessos de apoio. Desde de que passou a fazer mais uso do curveball, Eovaldi tem apresentado uma divisão de desempenho inversa contra rebatedores e limitou canhotos a uma linha de: 241/280/375 (AVG/OBP/SLG) esse ano, enquanto destros rebateram: 263/305/424 (AVG/OBP/SLG) contra ele. Eovaldi também possui uma divisão de desempenho home/away e se saiu melhor no Fenway Park, com ERA 3.47 em 19 partidas em casa, em comparação com 4.21 em 13 jogos fora. O arremessador enfrentou os Yankees seis vezes na temporada regular e foi consistente, com ERA 3.71 em 34.0 IP, porém, Eovaldi foi nocauteado por New York no confronto mais recente, cedendo 7 corridas em apenas 2.2 IP em uma partida no dia 24 de setembro.

O ataque foi parte fundamental da boa campanha dos Red Sox, com a equipe terminando a temporada regular com a 5° maior média de corridas por jogo, 5,1, com linha de: 261/328/449 (AVG/OBP/SLG). Kyle Schwarber reforçou o time durante a temporada, trazendo mais um bastão de potência para um lineup que já contava com: Rafael Devers e J.D. Martinez, enquanto Xander Bogaerts teve outra temporada fora, com 23 home runs e linha de: 295/370/493 (AVG/OBP/SLG). Hunter Renfroe, Enrique Hernandez e Alex Verdugo acabaram aparecendo como surpresas, todos mantendo números gerais acima da média no bastão, com Henfroe terminando a temporada com 31 home runs. Bobby Dalbec teve problemas com strikeouts no início da temporada, mas se tornou um ponto forte do lineup durante a campanha e rebateu 15 de seus 25 home runs, após a pausa para o All-Star Game, ficando entre os rebatedores mais produtivos do time na segunda metade da temporada. Entre os titulares, o único ponto de baixa produção no bastão é o catcher Christian Vazquez, que teve apenas 6 home runs e linha de: 258/308/352 (AVG/OBP/SLG) em 498 passagens no bastão esse ano.

O bullpen foi efetivo no início da temporada, mas se tornou um problema para a equipe na reta final e os Red Sox terminaram a temporada regular com ERA conjunto de 4.00 na unidade. Garrett Richards, Hansel Robles, Hansel Robles, Adam Ottavino, Martin Perez e Garrett Whitlock, foram os relievers mais utilizados pelo manager Alex Cora no mês de setembro, mas apenas Robles e Brasier se saíram bem no último mês, com Robles se tornando o closer no lugar de Matt Barnes, que teve 6 blown saves no ano, assim como Ottavino, que fez uma péssima segunda metade de temporada. Whitlock sofreu com lesões na reta final da temporada, mas ainda foi o reliever de maior destaque do time esse ano, com ERA 1.96 em 73.1 IP, enquanto Hirokazu Sawamura, que também passou um período lesionado, estará disponível para essa partida e teve ERA 3.06 em 53.0 IP em sua 1° temporada na MLB.

A equipe é a 2° que mais cometeu erros nessa temporada e a defesa foi um grande problema para os Red Sox. No campo externo, apenas Hunter Renfroe tem jogado defesa acima da média, enquanto Kyle Schwarber ainda tem problemas como defensor no campo esquerdo e Alex Verdugo é menos eficiente quando movido para o campo central. Já no campo interno, Rafael Devers, Xander Bogaerts, Enrique Hernandez e Bobby Dalbec, somam juntos, -25 corridas salvas pela métrica de DRS. Até mesmo Christian Vazquez, defensor sólido durante a maior parte de sua carreira, não se saiu tão bem defensivamente esse ano. Vazquez melhorou no controle dos corredores em base na reta final da temporada e ainda é um bom bloqueador, mas piorou bastante em enquadramento de arremessos, gerando impacto negativo no quesito.

Linha Projetada: Red Sox 1.99/Yankees 2.01
Total Projetado: 6,5

 Onde está o valor?

Os Yankees possuem uma grande vantagem no bullpen e Cole, mesmo com os maus resultados em setembro, é um pouco superior a Eovaldi no monte, mas o arremessador dos Red Sox costuma se sair melhor em casa, o que equilibra a produção esperada no monte, enquanto tenho Boston como um ataque melhor nesse momento, com o time tendo mantido produção estável no bastão durante a temporada, enquanto os Yankees oscilaram e não foram tão fortes no ataque quanto o esperado. É uma partida bastante nivelada, assim como a odd indica, mas minha projeção mostra valor na odd atual dos Red Sox e prefiro apoia-los como underdogs nesse confronto decisivo. 

Aposta: Boston Red Sox ML @2.05 na Bet365


Apostar na Bet365 Bet365



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 200 bônus

9.4 (nossa avaliação)

A bet365 é uma das maiores casas de apostas do mundo. Tem mais de 22 milhões de clientes e a maior cobertura de eventos. A empresa atua no Brasil por décadas e é reconhecida mundialmente.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Ganha

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

02/11 (Ter) às 21:09

Palpite: World Series - Atlanta Braves (Max Fried) x Houston Astros (Luis Garcia) - Game #6 - MLB - 02/11

Palpite para o jogo #6 da World Series entre Atlanta Braves e Houston Astros, com início às 21:09 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: Over e Under | Odd 2.06

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

31/10 (Dom) às 21:15

Palpite: World Series - Houston Astros (Framber Valdez) x Atlanta Braves (Tucker Davidson) - Game #5 - MLB - 31/10

Palpite para o jogo #5 da World Series entre Houston Astros e Atlanta Braves, com início às 21:15 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: Over e Under | Odd 1.90

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

30/10 (Sáb) às 21:09

Palpite: World Series - Houston Astros (Zack Greinke) x Atlanta Braves (Jesse Chavez) - Game #4 - MLB - 30/10

Palpite para o jogo #4 da World Series entre Houston Astros e Atlanta Braves, com início às 21:09 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: 1 x 2 | Odd 1.95

LEIA A DICA APOSTA