Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 30/09/2021 (Quinta-Feira) às 20:07 Pari Match
Beisebol

Palpite: New York Yankees (Corey Kluber) x Toronto Blue Jays (Robbie Ray) - MLB - 29/09

Odd: 1,97
Stake: 5/10

Status: Perdida

Publicado em 30/09/2021 às 12:14

Em disputa direta por uma das vagas do Wild Card da Liga Americana, New York Yankees e Toronto Blue Jays, rivais na divisão East da AL, se enfrentam no Rogers Centre na noite desta quinta-feira.

 Vs 

Local do evento: Toronto - Ontário

Rivais de divisão, as equipes já se enfrentaram 18 vezes nessa temporada e os Blue Jays venceram 11 das 18 partidas. Os totais ficaram em: 6-11-1 O/U. 

O Rogers Centre é um over park, com total base de 9, que pode variar dependendo do matchup e/ou das condições climáticas. O estádio possui um teto retrátil, que deve permanecer fechado nessa partida por conta da baixa temperatura em Toronto, anulando assim, o efeito da direção e intensidade dos ventos sobre o total. 

Marvin Hudson (13-17 O/U) será o umpire do home plate. Hudson tem chamado strikes em 63,9% dos arremessos nessa temporada, com relação SO/Walks de 2.74. Seus jogos tiveram média de 8,8 corridas. 

Os Yankees (90-68 W/L) foram derrotados pelos Blue Jays ontem por 6x5, resultado que colocou fim a sequência de sete vitórias consecutivas da equipe. O time é o 2° colocado na divisão East da Liga Americana, 8,0 jogos atrás dos líderes Tampa Bay Rays. Os Yankees lideram a classificação pelo Wild Card da Liga Americana no momento. Após essa partida, o time retorna ao Bronx, recebendo os rivais Tampa Bay Rays em sua última série da temporada regular. 

Corey Kluber (RHP, 5-3 W/L e ERA 3.82) será o starter dos Yankees. Duas vezes eleito Cy Young da Liga Americana, Kluber, de 35 anos, ainda tem sido um arremessador efetivo, mas não mais dominante. O arremessador perdeu parte da temporada por lesão, retornando no final do mês de agosto e vem com ERA 4.50 no mês de setembro. Kluber ainda tem utilizado uma combinação de cutter e sinker em mais de 50% de seus arremessos, com um changeup e um slider como arremessos de apoio. Seu cutter e seu changeup ainda estão gerando bons resultados, mas seu sinker tem sido facilmente rebatido nessa temporada. O arremessador não tem sofrido muitos home runs, mas tem apresentado uma grande piora em seu controle, passando de uma média de 2.06 walks cedidos a cada 9.0 na carreira, para 3.82 nessa temporada. Kluber já enfrentou os Blue Jays três vezes e não teve boas performances, com ERA 4.91 em 11.0 IP, somando 14 K e 8 BB. O arremessador tem apresentado uma grande divisão de desempenho home/away nessa temporada, com ERA 2.75 em 8 partidas no Yankee Stadium e 5.00 em 7 partidas fora, mas que provavelmente se deu pela curta amostragem, já que suas estatísticas periféricas, não apontam uma grande diferença de performance nos dois casos. Outra divisão de desempenho que tem acompanhado Kluber é contra rebatedores e nesse caso, inversa e apoiada por seus periféricos, ainda que não fique claro o que tem gerado ela, o arremessador limitou rebatedores canhotos a uma linha de apenas: 205/275/231 (AVG/OBP/SLG) até o momento, mas sofreu contra destros, que estão rebatendo: 265/362/469 (AVG/OBP/SLG) e foram responsáveis por todos os 8 home runs permitidos por Kluber nessa temporada.

Apesar da derrota no jogo de ontem, o ataque segue produzindo bem, com o time possuindo média de 6,4 corridas por jogo e linha de: 277/339/485 (AVG/OBP/SLG) nas últimas sete partidas. Gleyber Torres, que ainda mantém números gerais fracos na temporada, subiu de produção nas últimas semanas e conseguiu 3 hits na partida de ontem, vindo com linha de: 341/420/477 (AVG//OBP/SLG) nas últimas 12 partidas. Gio Urshela também vive uma boa fase e Joey Gallo, que não produziu bem em suas primeiras partidas pelos Yankees, voltou a ser um rebatedor acima da média. Aaron Judge e Giancarlo Stanton seguem sendo os grandes destaques entre os rebatedores dos Yankees, somando juntos, 72 home runs na temporada, enquanto Luke Voit, que perdeu boa parte da temporada por lesão, tem sido efetivo desde o seu retorno, com 11 home runs e linha de: 239/328/437 (AVG/OBP/SLG) em 241 passagens no bastão nessa temporada.

O bullpen voltou a ter produção de elite no último mês, mas a unidade acabou responsável pela derrota no jogo de ontem, com Clay Holmes cedendo uma corrida na 8° entrada. Holmes, porém, sustenta ERA abaixo de 2.00 desde que chegou ao time através de uma troca com os Pittsburgh Pirates. O closer Aroldis Chapman, voltou a ter boas atuações, após passar por um período ruim entre junho e julho, enquanto: Chad Green, Michael King, Wandy Peralta e Lucas Luetge, formam um núcleo de relievers confiáveis. Jonathan Loaisiga, que havia ficado fora das últimas semanas por conta de um problema no ombro, retornou de lesão e arremessou 1.0 IP sem permitir hits e corridas no jogo de ontem.

A defesa melhorou ao longo da temporada, especialmente após as chegadas de Anthony Rizzo e Joey Gallo, mas o time já cometeu 98 erros, 4° pior marca da liga e ainda tem enfrentado probleams em algumas posições, com Gio Urshela e Gleyber Torres formando uma dupla fraca de shorstop e segunda base. Aaron Judge, excelente defensor no campo direito, foi movido para o campo central, onde é menos efetivo, mas Giancarlo Stanton também tem jogado boa defesa quando escalado fora do ponto de DH. O catcher Gary Sanchez, segue sendo um defensor abaixo da média em sua posição, Sanchez melhorou como bloqueador, mas tem dificuldades no controle dos corredores em base e ainda tem gerado impacto negativo através de enquadramento de arremessos.

Após serem derrotados por 7x2 na partida de abertura dessa série, os Blue Jays (88-70 W/L) se recuperaram e superaram os Yankees ontem por 6x5. A equipe é a 4° colocada na divisão East da Liga Americana, 2,0 jogos atrás dos adversários dessa série na classificação. O time ainda luta por classificação aos playoffs, 1,0 jogo atrás da zona de classificação pelo Wild Card. Após essa partida, a equipe permanece em Toronto, recebendo os Baltimore Orioles em sua última série da temporada regular.

Robbie Ray (LHP, 13-6 W/L e ERA 2.68) será o starter dos Blue Jays. Em sua 8° temporada na liga, Ray apresentou grande evolução em alguns quesitos e tem feito a melhor temporada de sua carreira. O arremessador ainda trabalha com uma combinação de bola rápida e slider, mas seus arremessos ganharam velocidade, se tornando mais efetivos. A grande melhora de Ray, porém, veio no controle, com o arremessador passando de uma média de 3.94 walks cedidos a cada 9.0 IP na carreira, para apenas 2.39 a cada 9.0 IP nessa temporada. Ray ainda permite contato forte com frequência, sofrendo com home runs, mas mantém média de 11.68 strikeouts a cada 9.0 IP, o que aliado ao agora bom controle, garante sua eficiência. Parte de seu excelente ERA vem de um BABIP .276 e principalmente de um LOB 89,6%, métricas atreladas a sorte e não a habilidade real. O arremessador ainda tem dominado rebatedores canhotos, que estão com linha de apenas: 186/228/349 (AVG/OBP/SLG) contra ele, enquanto destros estão rebatendo: 216/274/398 (AVG/OBP/SLG). Ray já enfrentou os Yankees duas vezes nessa temporada e não teve boas performances, com ERA 5.59 em 9.2 IP, somando 8 K e 5 BB.

Um dos melhores ataques da liga nessa temporada, os Bue Jays, apesar de terem anotado 6 corridas na partida de ontem, não vivem um bom momento no bastão, com média de apenas 3,3 corridas por jogo e linha de: 223/279/412 (AVG/OBP/SLG) nas últimas sete partidas. Bo Bichette teve home runs na partida de ontem e Marcus Semien rebateu seu 44° home run da temporada, enquanto Vladimir Guerrero Jr. ainda é o grande destaque da equipe, com 46 home runs e linha de: 313/403/597 (AVG/OBP/SLG) em 680 passagens no bastão. George Springer, porém, não se saiu bem nas últimas semanas e os catchers: Danny Jansen, Alejandro Kirk e Reese McGuire, que se revezam na escalação, também estão produzindo pouco.

O bullpen herdou a vitória na partida de ontem, com Adam Cimber arremessando 1.1 IP, enquanto o closer Jordan Romano conseguiu seu 22° save da temporada, mas Tim Mayza, acionado na 7° entrada, cedeu duas corridas. Cimber, Romano e Mayza, junto a Trevor Richards e Nate Pearson, formam um bom núcleo de relievers, mas o bullpen carece de profundidade e sustenta ERA conjunto de 4.04 na temporada.

A defesa tem sido bastante sólida nessa temporada, especialmente quando Santiago Espinal é escalado na terceira base, com Espinal somando 7 corridas salvas pela métrica de DRS. Teoscar Hernandez é um defensor decente no campo externo e Bo Bichette e Vladimir Guerrero Jr. evoluíram como defensores em suas posições no campo interno, enquanto Marcus Semien na segunda base e Lourdes Gurriel Jr. no campo esquerdo, são os destaques defensivos da equipe, somando juntos, 15 corridas salvas pela métrica de DRS nessa temporada. Danny Jansen, Reese McGuire e Alejandro Kirk se revezam na função de catcher, com McGuire sendo o defensor mais efetivo entre os três, enquanto Kirk é o mais problemático, gerando impacto negativo em enquadramento de arremessos e tendo dificuldades no controle dos corredores em base.

Linha Projetada: Yankees 1.95/Blue Jays 2.05
Total Projetado: 9

 Onde está o valor?

Ray é superior a atual versão de Corey Kluber e por isso os Blue Jays são favoritos, mas o ataque dos Yankees esteve melhor recentemente e o bullpen de New York é superior, por isso projetei os Yankees favoritos, discordando dos oddmakers, porém, prefiro me concentrar no total nessa partida. Kluber já teve atuações ruins contra os Blue Jays nessa temporada e de alguma forma, tem apresentado uma divisão inversa de desempenho, se saindo pior contra rebatedores destros do que contra canhotos, o que torna o matchup contra o lineup de Toronto bastante complicado, já que rebatedores destros compõem quase que em totalidade a formação da equipe canadense. Ray por outro lado, tem feito a melhor temporada de sua carreira, mas apesar do ganho de velocidade e grande melhora em seu controle, seu baixo ERA é atrelado a algumas métricas insustentáveis, especialmente o LOB 89,6% e ele enfrentará um lineup quente e cheio de rebatedores destros. Os dois bullpens são bons e podem limitar corridas nas entradas finais, mas sinto que isso já foi precificado no total dos sportbooks, que em 8,5, é abaixo da minha projeção de 9, portando, gosto do over nesse jogo.

Aposta: Over 8,5 @1.97 na PariMatch




Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 1.000 Bônus

6.7 (nossa avaliação)

A Pari Match é uma casa de apostas relativamente nova aqui no Brasil, porém já tem anos de experiência em países como Ucrânia, Índia e outros 4 países.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Ganha

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

02/11 (Ter) às 21:09

Palpite: World Series - Atlanta Braves (Max Fried) x Houston Astros (Luis Garcia) - Game #6 - MLB - 02/11

Palpite para o jogo #6 da World Series entre Atlanta Braves e Houston Astros, com início às 21:09 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: Over e Under | Odd 2.06

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

31/10 (Dom) às 21:15

Palpite: World Series - Houston Astros (Framber Valdez) x Atlanta Braves (Tucker Davidson) - Game #5 - MLB - 31/10

Palpite para o jogo #5 da World Series entre Houston Astros e Atlanta Braves, com início às 21:15 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: Over e Under | Odd 1.90

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

30/10 (Sáb) às 21:09

Palpite: World Series - Houston Astros (Zack Greinke) x Atlanta Braves (Jesse Chavez) - Game #4 - MLB - 30/10

Palpite para o jogo #4 da World Series entre Houston Astros e Atlanta Braves, com início às 21:09 e transmissão ao vivo pela ESPN.

Mercado: 1 x 2 | Odd 1.95

LEIA A DICA APOSTA