Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 19/07/2021 (Segunda-Feira) às 22:40 Betfair
Beisebol

Palpite: Pittsburgh Pirates (Chase De Jong) x Arizona Diamondbacks (Caleb Smith) - MLB - 19/07

Odd: 1,91
Stake: 5/10

Status: Perdida

Publicado em 19/07/2021 às 16:52

Últimos colocados de suas divisões, Pittsburgh Pirates e Arizona Diamondbacks se enfrentam no Chase Field na noite desta segunda-feira. 

 Vs 

Local do evento: Phoenix - Arizona

Este será o 1° confronto entre as equipes desde a temporada de 2019, quando os times se enfrentaram sete vezes, com os Diamondbacks vencendo seis das sete partidas. Os totais ficaram em: 4-3 O/U. 

O Chase Field é um over park, com total base de 9, que pode variar dependendo do matchup e/ou das condições climáticas. Rebatedores canhotos possuem vantagem nesse campo. O estádio possui um teto retrátil, que deve permanecer fechado nessa partida por conta da alta temperatura em Phoenix, anulando assim, o efeito da direção e intensidade dos ventos sobre o total. 

Sam Holbrook (3-14 O/U) será o umpire do home plate. Holbrook tem sido um under umpire extremo nessa temporada, chamando strikes em 65,2% dos arremessos, com relação SO/Walks de 3.14. Seus jogos tiveram média de apenas 6,3 corridas. 

Os Pirates (36-57 W/L) foram derrotados pelos Mets ontem por 7x6, mas haviam vencido os dois primeiros jogos da série. A equipe é a última colocada na divisão Central da Liga Nacional, 19,0 jogos atrás dos líderes Milwaukee Brewers. 

Chase De Jong (RHP, 1-3 W/L e ERA 5.59) será o starter dos Pirates. Arremessador de 27 anos, De Jong passou a fazer parte da rotação dos Pirates no final de mês de maio, mas teve poucas boas exibições ao longo de seus 8 começos. O arremessador trabalha com um repertório de arremessos que inclui bola rápida, slider e curveball, mas sua bola rápida, a qual De Jong utiliza em mais de 50% dos arremessos, tem sido facilmente rebatida, gerando linha de: 304/375/658 (AVG/OBP/SLG), enquanto o arremessador apresenta controle abaixo da média, não consegue muitos strikeouts e permite muitos home runs, com média de 1.86 home runs sofridos a cada 9.0 IP. Em suas últimas quatro partidas, De Jong permitiu um total de 15 corridas, com 16 K e 8 BB no período. 

Um dos piores ataques da liga nessa temporada, os Pirates estão vivendo uma rara excelente fase no bastão, registrando média de 5,3 corridas por jogo e linha de: 304/375/494 (AVG/OBP/SLG) em suas últimas sete partidas. Contra arremessadores canhotos, no entanto, o time vem com média de apenas 3,5 corridas por jogo e linha de: 236/294/352 (AVG/OBP/SLG). Recentemente adicionados a equipe, Rodolfo Castro, Wilmer Difo e John Nogowski tiveram excelentes exibições nos últimos jogos, sendo alguns dos principais contribuintes para a melhora do time no bastão, enquanto Bryan Reynolds e Adam Frazier são os principais destaques da equipe, Reynolds com 17 home runs e Frazier com linha de: 326/391/456 (AVG/OBP/SLG) em 402 passagens no bastão. Reynolds e Frazier estão com bons números contra arremessadores canhotos, mas Gregory Polanco e Ben Gamel são bem menos eficientes no bastão nessa situação. 

O bullpen sustentou um bom ERA conjunto no início da temporada, mas logo a unidade se mostrou frágil e os Pirates agora possuem ERA 4.28 entre os relievers. O closer Richard Rodriguez, que soma 13 saves na temporada, finalmente tem passado por uma regressão e vem com ERA 6.43 no mês de julho, enquanto Duane Underwood Jr. tem sido o reliever mais utilizado da equipe, mas possui ERA 4.86 em 50.0 IP. Chris Stratton e David Bednar foram os pontos mais sólidos da unidade até o momento, com Stratton sustentando ERA 2.76 em 49.0 IP, enquanto Bednar vem com média de 10.95 strikeouts a cada 9.0 IP. 

A defesa tem problemas no campo externo, onde Bryan Reynolds e Gregory Polanco não são grandes defensores, mas o time tem cometido poucos erros e Ke'Bryan Hayes e Kevin Newman se destacaram como defensores no campo interno até o momento, somando juntos, 14 corridas salvas pela métrica de DRS. O catcher grande destaque defensivo do time, porém, é o catcher Jacob Stallings, que vem com 13 corridas salvas pela métrica de DRS, com grande impacto positivo em enquadramento de arremessos e com 0 passed balls em 61 partidas como titular. 

Após duas derrotas seguidas na série frente aos Chicago Cubs, os Diamondbacks (27-68 W/L) obtiveram uma vitória na rodada de ontem, superando os Cubs por 6x4. A equipe é a última colocada na divisão West da Liga Nacional, 32,5 jogos atrás dos líderes San Francisco Giants e o time possui o pior recorde geral da liga nessa temporada e também o pior diferencial de corridas, com aproveitamento de apenas 28,4% e diferencial de -154. Os Diamondbacks tiveram a tabela mais difícil da temporada até o momento. 

Caleb Smith (LHP, 2-6 W/L e ERA 4.54) será o starter dos Diamondbacks. Smith começou a temporada como opção no bullpen, onde postou um ERA 2.70 o que fez com que fosse promovido para a rotação. De volta ao posto de arremessador titular, porém, o arremessador rapidamente sofreu uma regressão e vem com ERA 5.88 em 9 partidas como starter. O pitcher possui: bola rápida, slider e changeup em seu repertório e sustenta uma boa média de 10.22 strikeouts a cada 9.0 IP, mas seu controle é deficiente, com Smith cedendo 4.67 walks em média a cada 9.0 IP e seu perfil de flyballer extremo, o torna muito propicio a ceder home runs, com média de 1.51 sofridos a cada 9.0 IP. O arremessador vem de duas péssimas exibições, tendo permitido 5 corridas em uma partida contra os Giants no último dia 04 e depois sendo nocauteado pelos Dodgers, com 9 corridas cedidas em apenas uma entrada. 

Desfalcados de: Ketel Marte, Carson Kelly e Asdrubal Cabrera, os Diamondbacks seguem produzindo pouco no bastão, com média de apenas 3,1 corridas por jogo e linha de: 216/313/348 (AVG/OBP/SLG) nas últimas sete partidas. Recém promovido da Triple-A, Andy Young tem 5 home runs em 53 PA, mas também sofreu strikeouts em 47,2% de suas passagens no bastão, enquanto: Nick Ahmed, Daulton Varsho e Pavin Smith, seguem fazendo uma temporada ruim e Kole Calhoun tem sido pouco produtivo desde que retornou de lesão. Josh Rojas e Christian Walker ao menos se saíram bem no bastão nas últimas semanas e o destaque da equipe tem sido Eduardo Escobar, que lidera o time com 21 home runs, 11 a mais do que Josh Rojas, 2° na equipe em home runs nessa temporada. 

O bullpen não tem sido exceção na campanha historicamente fraca que o time tem feito nessa temporada. A unidade vem com ERA conjunto de 5.62, com a equipe possuindo mais blown saves do que saves e sendo 11-24 W/L em jogos decididos pelos relievers. Joe Mantiply, Joakim Soria e Noe Ramirez foram bastante utilizados nas últimas semanas e tiveram boas atuações, mas movido para o bullpen, Matt Peacock cedeu um total de 13 corridas nas últimas 7 partidas em que foi acionado, enquanto Riley Smith e Brett De Geus também foram pontos deficientes da unidade recentemente.  

A defesa tem sido mais um dos setores deficientes dos Diamondbacks, ainda que a equipe possua bons defensores em algumas posições. Os principais problemas estão vindo do campo externo, onde: David Peralta e Pavin Smith, somam juntos, -12 corridas salvas pela métrica de DRS, mas o campo interno também tem problemas, especialmente na segunda base, onde Josh VanMeter tem -6 corridas salvas pela métrica de DRS na temporada. O catcher Daulton Varsho, tem se mantido na média em enquadramento de arremessos e controla bem os corredores em base, mas mostrou alguma dificuldade nos bloqueios em suas 15 partidas como titular até o momento. 

Linha Projetada: Diamondbacks 1.79/Pirates 2.27
Total Projetado: 11

Onde está o valor?

Sam Holbrook tem sido um under umpire extremo nessa temporada, o que faz com que apostas em over sejam escassas em jogos arbitrados por ele, mas aqui, o confronto favorece um jogo de alta pontuação, mesmo que Holbrook siga com uma zona de strike bastante larga. De Jong e Smith são, na melhor das hipóteses, apenas tapa buracos de rotação e ainda que ambos ataques sejam pouco efetivos, os Pirates ao menos vivem uma boa fase no bastão e os Diamondbacks, com um lineup que possui seis rebatedores canhotos em nove pontos, devem ser capazes de contribuírem com algumas corridas, enquanto ambos os bullpens são fracos, podendo adicionar corridas nas entradas finais. Devido ao ERA dos arremessadores, o over dessa partida pode parecer uma escolha obvia, mas também acredito que seja a escolha de valor. 

Aposta: Over 9,5 @1.91 na Betfair


Apostar na Betfair Betfair

🎁 Promoções Ativas Betfair



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


Bônus R$ 200

9.4 (nossa avaliação)

A Betfair é o site de apostas favorito dos traders e de muitos apostadores em todo Mundo. Boa navegação, facilidade para depósitos e saques e boas odds são suas principais características.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Dica em aberto

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

25/09 (Sáb) às 20:10

Palpite: Toronto Blue Jays (Robbie Ray) x Minnesota Twins (John Gant) - MLB - 25/09

Palpite para a partida entre Toronto Blue Jays e Minnesota Twins, válida pela temporada regular da MLB, com início às 20:10.

Mercado: 1 x 2 | Odd 1.55

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

24/09 (Sex) às 20:05

Palpite: Pittsburgh Pirates (Sam Howard) x Philadelphia Phillies (Kyle Gibson) - MLB - 24/09

Palpite para a partida entre Saint Louis Cardinals e Milwaukee Brewers, válida pela temporada regular da MLB, com início às 20:05.

Mercado: 1 x 2 | Odd 2.90

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

24/09 (Sex) às 21:10

Palpite: San Francisco Giants (Alex Wood) x Colorado Rockies (Peter Lambert) - MLB - 24/09

Palpite para a partida entre San Francisco Giants e Colorado Rockies, válida pela temporada regular da MLB, com início às 21:10.

Mercado: 1 x 2 | Odd 2.70

LEIA A DICA APOSTA