Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 02/02/2020 (Domingo) às 20:30 Sportsbet.io
Futebol Americano

NFL: Super Bowl LIV - San Francisco 49ers x Kansas City Chiefs - 02/02

Odd: 1,83
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 30/01/2020 às 17:14

A 100° temporada da NFL chega ao seu final com o Super Bowl LIV entre San Francisco 49ers e Kansas City Chiefs. A partida terá início às 20:30 no domingo e transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN. 

Local do evento: Miami Gardens – Flórida 

As equipes não se enfrentaram durante a temporada regular e o último confronto entre as duas foi na temporada 2018/19, com os Chiefs vencendo em casa por 38x27 como favoritos de 6 pontos no handicap. O total, definido em 53 naquela partida, terminou em over. 

O Hard Rock Stadium, estádio dos Miami Dolphins, será o palco da grande decisão. É esperado que a temperatura seja em torno de 15° na hora do jogo, com umidade do ar na casa de 77% e céu ensolarado, sem previsão de chuva. 

Os 49ers (Seed #1 da NFC) chegam ao Super Bowl após terem ganho 13 jogos na temporada regular, terminando com a melhor campanha da NFC devido aos critérios de desempate. No caminho até o Super Bowl, o time derrotou os Minnesota Vikings no Divisional Round por 27x10 e os Green Bay Packers no Conference Championship por 37x20. As derrotas da equipe na temporada regular vieram contra: Seattle Seahawks na semana 10, Baltimore Ravens na semana 13 e Atlanta Falcons na semana 15. A equipe é 5 vezes campeã do Super Bowl, com o último título sendo em 1994 no Super Bowl XXIX, a última vez que o time participou da grande final do futebol americano foi no Super Bowl XLVII em 2013, onde o time acabou derrotado pelos Baltimore Ravens por 34x31. 

Jimmy Garoppolo não teve muito trabalho nos dois jogos dos 49ers nos playoffs, mas foi capaz de conduzir bem o ataque do time na temporada, com 27 passes para touchdown e rating de 102.0.  Garoppolo realiza muitos passes curtos e sai bem quando não é muito pressionado, mas o quarterback teve um alto número de interceptações na temporada regular e lançou uma contra os Vikings no Divisional Round. Garoppolo tem várias opções para trabalhar no jogo aéreo, com um bom conjunto de wide receivers em: Deebo Samuel, Emmanuel Sanders e Kendrick Bourne e opções de passes curtos nos running backs: Tevin Coleman, Raheem Mostert e Matt Breida, o principal alvo do quarterback porém, é o tigh end George Kittle, que fez 85 recepções na temporada, passando das mil jardas e anotando 5 touchdowns. A linha ofensiva teve alguns problemas na proteção ao quarterback, tanto na temporada regular, quanto nos dois jogos anteriores dos playoffs, Laken Tomlinson e Mike McGlinchey são ótimos abrindo espaços para o jogo terrestre, mas vulneráveis na proteção ao passe, enquanto que o center Ben Garland é um ponto fraco da OL de San Francisco. O destaque da linha é o lefty tackle Joe Staley, veterano e que sofreu com lesões durante a temporada, mas que ainda foi bastante sólido quando esteve em campo. 

O head coach Kyle Shanahan é quem chama as jogadas no ataque dos 49ers e faz muito uso do jogo terrestre. A equipe correu 498 vezes durante a temporada e o jogo terrestre foi importantíssimo nas duas vitórias do time nos playoffs, especialmente na partida do Conference Championship contra os Packers, onde Raheem Mostert correu para 220 jardas e anotou 4 touchdowns. Mosterd se tornou o principal corredor do time durante a temporada regular e se consolidou como RB #1 nos playoffs, mas Tevin Coleman e Matt Breida também são opções no jogo terrestre, com Coleman tendo tido uma boa atuação contra os Vikings no Divisional Round e com Breida tendo terminado a temporada com média de 5,1yds por tentativa de corrida. Shanahan também pode envolver o wide receiver Deebo Samuel no jogo terrestre, algo que ele já fez nessa pós-temporada e o fulback Kyle Juszczyk é uma opção em descidas curtas. 

A defesa teve alguns problemas na contenção ao jogo terrestre durante a temporada regular, mas esteve muito bem no quesito nos dois primeiros jogos dos playoffs, com o linebacker Dre Greenlaw mostrando mais consistência e DeForest Buckner e Jimmie Ward se mantendo fortes parando corridas. A principal qualidade da defesa comandada pelo coordenador defensivo Robert Saleh é conter o jogo aéreo, o time tem um forte pass-rush, com uma linha defensiva que conta com: Arik Armstead, Nick Bosa, DeForest Buckner e Dee Ford, todos ameaças aos quarterbacks adversários, enquanto que a secundária teve grandes atuações do cornerback Richard Sherman e performances consistentes de: Emmanuel Moseley, K'Waun Williams e Jimmie Ward. A equipe permitiu que os quarterbacks adversários completassem apenas 61,3% de seus passes para uma média de 5,9yds na temporada regular, números que subiram para: 76,5% e 7,3yds nos playoffs, no entanto, foram 9 sacks e 3 interceptações na pós-temporada, o que fez com que os adversários ainda produzissem pouco no jogo aéreo. 

Richie James Jr. produziu alguns bons retornos nas duas partidas dos playoffs e teve números sólidos em retornos na temporada regular, enquanto que o special team dos 49ers é sólido na cobertura dos chutes, tendo permitido médias de: 21,8yds em retornos de kickoffs para os adversários e 5,7yds em retornos de punt. O kicker Robbie Gould teve uma mau início de temporada e perdeu alguns jogos por conta de lesão, mas tem sido mais consistente desde que retornou e é um perfeito 5/5 em tentativas de field goal nos playoffs. O punter novato Mitch Wishnowsky, tem boa precisão em seus chutes, mas um baixo alcance, tendo terminando a temporada com média de 43,8yds viajadas por punt. 

Os Chiefs (Seed #2 da AFC) tiveram alguns problemas durante a temporada, perdendo 4 jogos entre as semanas 05 e 10, mas a equipe se recuperou vencendo suas últimas seis partidas e um total de 12 jogos na temporada regular, campanha boa o suficiente para garantir a seed #2 da AFC e consequentemente, folga na primeira rodada do playoffs. O time foi surpreendido pelos Texans no início da partida de Divisional Round, chegando a ficar atrás no placar por 24 pontos, mas conseguindo uma histórica virada e superando o time de Houston por 51x31 no placar final, após isso, os Chiefs venceram os Titans na final da AFC. As derrotas da equipe na temporada regular vieram contra: Colts, Texans, Packers e Titans. Esta será a 1° aparição dos Chiefs no Super Bowl desde a unificação da liga, o time venceu o AFL–NFL Super Bowl em 1969 e possui três títulos da AFL na era pré Super Bowl.

A equipe da prioridade ao jogo aéreo no ataque, passando a bola em 66% dos snaps e muitas vezes alinhando na formação shotgun. O quarterback Patrick Mahomes, vem de ótimas atuações nos playoffs e teve números sólidos na temporada regular, completando 65,9% de seus passes para uma média de 8,3yds por tentativa, com 26 touchdowns, 5 interceptações e rating de 105.3. Mahomes é bem protegido por sua linha ofensiva, que tem nos tackles: Eric Fisher e Mitchell Schwartz seus principais pontos, o quarterback sofreu sacks em apenas 4,2% dos snaps de passe na temporada, 4° melhor marca da liga. Os Chiefs contam com um forte grupo de recebedores, com o tigh end Travis Kelce sendo a principal opção de passe. Kelce liderou a equipe, com 97 recepções para um total de 1,229 jardas e 5 touchdowns na temporada e realizou mais 13 recepções nos playoffs. Os wide receivers Tyreek Hill e Sammy Watkins também são bastante acionados por Mahomes, com Hill sendo um alvo valioso em passes em profundidade devido a sua velocidade. Mecole Hardman no slot e Demarcus Robinson são outras opções de passe no jogo aéreo dos Chiefs e Mahomes também pode trabalhar em passes curtos com os running backs: Damien Williams e LeSean McCoy. 

O jogo terrestre tem um papel menor no ataque do head coach Andy Reid e os Chiefs tiveram dificuldades para correr nos dois jogos dos playoffs, mas Damien Williams teve algumas fortes performances na temporada e LeSean McCoy, que não apareceu nos playoffs, pode ser utilizado como complemento a Williams. A equipe também tem algumas jogadas desenhadas para que wide receivers corram com a bola e: Tyreek Hill, Sammy Watkins e Mecole Hardman podem ser acionados no jogo terrestre. Patrick Mahomes é móvel e também pode produzir com as pernas, tendo 106 jardas terrestres nos dois últimos jogos pelos playoffs. A equipe produziu média de apenas 98,1 jardas terrestres por jogo na temporada, mas com 4,2yds em média por tentativa de corrida. 

A defesa tem problemas para conter o jogo terrestre, tendo permitido média de 4,9yds por tentativa de corrida dos adversários durante a temporada regular, mas o setor esteve bem parando corridas no Conference Championship contra os Titans e a defesa como um todo, evoluiu ao longo da temporada. O pass-rush é forte e o time somou 45 sacks durante a temporada regular e mais 8 nos playoffs, com: Chris Jones, Frank Clark e Tyrann Mathieu sendo as maiores ameaças aos quarterbacks adversários. Apesar do corpo de linebackers do time ser fraco na cobertura de passes e do cornerback Bashaud Breeland ter oscilado bastante de produção ao longo da temporada, o time se sai bem na contenção ao jogo aéreo, forçando turnovers com frequência e limitando os quarterbacks adversários a um rating médio de apenas 80.8. O safety Tyrann Mathieu, com 12 passes desviados e 4 interceptações e cornerback Charvarius Ward, que permitiu que apenas 47,2% dos passes lançados em sua direção fossem completados durante a temporada, são os destaques da secundária da equipe. 

O special team, comandado pelo coordenador Dave Toub, é um setor forte nos Chiefs. Novato, Mecole Hardman produziu muito bem nos retornos durante a temporada, com médias de: 26,1yds em retornos de kickoffs e 9,3yds em retornos de punt, tendo anotado um touchdown através de um retorno de kickoff. A cobertura também funciona bem e a equipe permitiu médias de apenas: 19,6yds em retornos de kickoffs e 4,4yds em retornos de punt para os adversários. Harrison Butker é um kicker confiável e tem bom alcance em seus chutes, tendo convertido 89,5% de suas tentativas de field goal na temporada, indo 3-6 em chutes para mais de 50 jardas. O punter Dustin Colquitt, possui boa precisão e teve apenas 3 touchbacks, mas o alcance de Colquitt é baixo, com média de 44,3yds viajadas por chute. 

Lesões

San Francisco 49ers

Tevin Coleman (RB, Questionável), Kentavius Streett (DL, Inativo), Jullian Taylor (DT, Out for season), D.J. Jones (DL, Inativo), Marquise Goodwin (WR, Inativo), Damontre Moore (DL, Inativo), Ronald Blair III (OL, Inativo), Jalen Hurd (WR, Inativo), Trent Taylor (WR, Inativo), Garrett Celek (TE, Inativo) e Jerick McKinnon (RB, Inativo). 

Kansas City Chiefs 

Morris Claiborne (CB, Questionável), Andrew Wylie (OL, Questionável), Juan Thornhill (S, Out for season), Spencer Ware (RB, Inativo), Darrel Williams (RB, Inativo), Breeland Speaks (LB, Inativo), Chad Henne (QB, Inativo) e Marcus Kemp (WR, Inativo).

A Linha

Linha Projetada: Kansas Chiefs -1,5
Total Projetado: 48

Recordes: 49ers 11-6-1 ATS e 9-8-1 O/U, Chiefs 13-5 ATS e 10-8 O/U. 

A linha foi aberta em Chiefs -1 e ganhou um gancho na maior parte dos sportbooks desde a abertura, indo para Chiefs -1,5. 65% das apostas, vieram no handicap dos Chiefs nessa decisão. 

O total foi aberto em 53,5 e subiu para 54,5. 79% das apostas, vieram no over de pontos da partida. 

Onde está o valor?

Minha projeção é idêntica a linha aberta pelos oddmakers para esse Super Bowl e escolher um vencedor foi bastante difícil, mas olhando para os times além dos recordes de vitórias e tendo atenção ao retrospecto das equipes, minha sensação é de que os Chiefs foram evoluindo ao longo da temporada, enquanto que os 49ers tiveram alguns problemas que acabaram mascarados pelas vitórias. 

Os ataques são igualmente fortes, ainda que de maneiras diferentes, mas eu não penso que a defesa dos 49ers seja tão superior à dos Chiefs como tem sido alardeado. Kansas tem problemas contra o jogo terrestre, mas o pass-rush se tornou muito forte ao longo da temporada e a secundária faz um trabalho sólido e equiparável a de San Francisco. As duas equipes são capazes de pressionar os quarterbacks com frequência, mas Jimmy Garoppolo teve dificuldades quando enfrentou pressão e foi propicio a turnovers, algo que não ocorreu com Patrick Mahomes e acredito que os Chiefs sejam mais propícios a vencer a batalha dos turnovers, o que será de grande importância em um jogo que tende a ser bastante disputado. 

Outro quesito onde os Chiefs levam vantagem é nos retornos, ainda que isso seja normalmente negligenciado na maioria das análises. Kansas é melhor retornando e também é superior na cobertura dos chutes, com o time tendo grandes chances de ter posições melhores do que os 49ers no campo com frequência. 

Os 49ers são uma grande equipe, com um jogo terrestre dominante e uma forte defesa, mas não acho que eles sejam time melhor do que os Chiefs, que na minha opinião, merecem o favoritismo nesse jogo. 

Palpite: Kansas City Chiefs -1,5 @1.83 na Sportsbet.io

Promoção Aposte com o Zambrano: sua aposta com risco zero no Super Bowl LIV


Apostar na Sportsbet.io Sportsbet.io



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betmotion

Bônus

R$150

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Outras Dicas

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

02/02 (Dom) às 20:30

NFL: Super Bowl LIV - San Francisco 49ers x Kansas City Chiefs - 02/02 - Outros Mercados

Dicas de Aposta para os mercados alternativos do Super Bowl LIV, grande decisão do Futebol Americano, com início às 20:30 no domingo.

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Over e Under | Odd 301.00

LEIA MAIS

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

19/01 (Dom) às 20:40

NFL Playoffs: NFC Conference Championship - Green Bay Packers x San Francisco 49ers - 19/01

Valendo uma vaga no Super Bowl, Green Bay Packers e San Francisco 49ers se enfrentam no Levi's Stadium, pelo Conference Championship da NFC.

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.94

LEIA MAIS

Ganha

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

19/01 (Dom) às 17:05

NFL: Tennessee Titans @ Kansas City Chiefs - 19/01

Decisão da AFC em que o Chiefs recebe no Arrowhead Stadium o Tennessee Titans para decidir quem irá ao Super Bowl defendendo a American Conference

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.99

LEIA MAIS