Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 09/01/2021 (Sábado) às 18:40 Dafabet
Futebol Americano

Palpite: NFC Wild Card Round - Los Angeles Rams x Seattle Seahawks - Playoffs NFL - 09/01

Odd: 1,97
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 09/01/2021 às 09:13

Rivais na NFC West, Los Angeles Rams e Seattle Seahawks se enfrentam em partida decisiva dos playoffs no Lumen Field. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN e também acompanhamento com dicas de aposta em live no canal do Aposta10 no Youtube

 Vs 

Local do evento: Seattle – Washington

Rivais de divisão, as equipes se enfrentaram duas vezes nessa temporada, com cada equipe vencendo e cobrindo o handicap em um dos jogos. As duas partidas terminaram em under. 

No Lumen Field, a temperatura será de 7°C, com umidade do ar em 62%. Céu parcialmente nublado, mas sem previsão de chuva durante a partida. 

Os Rams (Seed #6) venceram apenas uma de suas últimas três partidas na temporada, mas conseguiram a classificação aos playoffs através de uma das vagas do Wild-Card. Finalista na temporada 2018/19, a equipe ficou de fora da pós-temporada no último ano e fará seu retorno nos playoffs. O único Super Bowl conquistado pela equipe foi em 2000, quando time ainda estava em Saint Louis. 

Apesar da boa campanha da equipe comandada pelo head coach Sean McVay, o ataque não foi tão produtivo durante a temporada, com o time terminando com média de apenas 23,3pts por jogo, 10° pior marca da liga. Com uma lesão no polegar, o quarterback Jared Goff não atuou na última partida da equipe na temporada regular e segue questionável para esse jogo. Se não puder atuar, Goff deverá ser substituído novamente por John Wolford, que apesar de ter conduzido o time a vitória na partida contra os Cardinals, não teve grande exibição, completando apenas 57,9% de seus passes para uma média baixa de 6,1yds por tentativa e lançando uma interceptação. A linha ofensiva foi sólida durante a temporada, permitindo sacks em apenas 4,1% dos dropbacks e o setor contará com reforço para essa partida, com o left tackle Andrew Whitworth retornando ao time após ter perdido algumas partidas por conta de uma lesão no joelho, Whitworth é o principal destaque da OL e não permitiu sacks ao longo de 600 snaps nessa temporada. O ataque aéreo dos Rams é muito concentrado na dupla de wide receivers: Cooper Kupp e Robert Woods, que juntos, sendo as opções em 42% dos passes da equipe, ambos tiveram boa produção nessa temporada e combinaram para: 182 recepções, 1,910 jardas e 9 touchdowns, enquanto o tigh end Tyler Higbee foi menos acionado do que no último ano, mas agarrou 73,3% dos passes lançados em sua direção. Apesar de pouco eficaz na maior parte do tempo, o ataque de Los Angeles ao menos mostrou boa disciplina, sendo o 2° menos faltoso da liga. 

O jogo terrestre também não fluiu tão bem nessa temporada, Cam Akers, Darrell Henderson Jr. e Malcolm Brown dividiram as carregadas, com Akers ficando com a maior carga, mas mesmo com a linha ofensiva sendo eficiente na abertura de espaços para a corrida, nenhum deles teve grandes exibições, com Henderson ficando com a melhor média de jardas por carregada entre os três, 4,5yds. McVay frequentemente também envolve o wide receiver Robert Woods no jogo terrestre e as tentativas de Woods resultaram em boas corridas na maioria das vezes, com o wide receiver anotando 2 touchdowns terrestres e somando 155 jardas ao longo de 24 tentativas de corrida. 

Comandada pelo coordenador defensivo Brandon Staley, a defesa é o que tornou os Rams competitivos nessa temporada, com o time sofrendo apenas 18,5pts em média por partida, melhor marca da liga. Com Aaron Donald como principal destaque, os Rams tiveram um dos melhores pass-rushs da ligam somando 53 sacks na temporada regular, 13,5 de Donald, com Leonard Floyd também aparecendo bem e contribuindo com 10,5 sacks. Com Sebastian Joseph-Day, Michael Brockers e Aaron Donald formando uma das melhores linhas defensivas da liga, o front-seven também foi muito eficiente na contenção ao jogo terrestre, limitando os adversários a uma média de 3,8yds por tentativa de corrida, 3° melhor marca da liga. Devido ao forte pass-rush e a grande atuações dos cornerbacks Jalen Ramsey e Darious Williams, a defesa também teve desempenho de elite na contenção ao passe, limitando os quarterbacks adversários a um rating médio de 80.4, 2° marca mais baixa da liga. Williams desviou 14 passes e conseguiu 4 interceptações como cornerback de slot, enquanto Ramsey permitiu recepções em apenas 50% dos passes lançados em sua direção na cobertura, com quarterbacks possuindo rating de 68.6 quando desafiam o cornerback dos Rams. A boa disciplina do ataque, também esteve presente na defesa, que foi a 4° menos faltosa da liga na temporada regular. 

O special team não se saiu bem nessa temporada, sendo um dos pontos fracos da equipe. Nsimba Webster produz pouco nos retornos e o time tem dificuldades na cobertura dos chutes, com a equipe tendo permitido um touchdown através de um retorno de kickoff na temporada e cedendo médias de: 28,3yds para os adversários em retornos de kickoffs e 12,9yds em retornos de punt. A equipe utilizou três kickers diferentes nessa temporada e Matt Gay acabou se consolidando na posição, acertando 14 de 16 tentativas de field goal. O punter Johnny Hekker ainda foi o ponto forte do special team dos Rams, com bom alcance e precisão de elite em seus chutes, conseguindo 28 punts que colocaram o adversário na linha de 20 jardas ou menos de seu próprio campo. 

Vencendo seis de suas últimas sete partidas, os Seahawks (Seed #3) conquistaram a NFC West e farão sua 3° aparição consecutiva nos playoffs, com direito a atuarem em casa nesse Wild Card Round. A equipe conquistou o Super Bowl em 2014, alcançando a pós-temporada por oito vezes na última década. 

Russell Wilson despontou como favorito ao prêmio de MVP nas primeiras semanas da temporada, mas apesar de ter mantido um alto nível, teve algumas partidas ruins no restante da campanha, incluindo os dois jogos contra os Los Angeles Rams, adversários da equipe nesse Wild Card Round. Wilson é um dos quarterbacks mais precisos da liga, mas os passes em profundidade não funcionaram tão bem nos últimos jogos, de ele ter sofrido com drops de seus recebedores. A produção esperada do ataque aéreo dos Seahawks porém, ainda é acima da média, com Wilson tendo completado 68,8% de suas tentativas de passe, terminando a temporada regular com rating de 105.1. A linha ofensiva permanece sendo o principal problema do ataque dos Seahawks, com Wilson sendo pressionado em 26,3% dos dropbacks, tendo sofrido 47 sacks durante a temporada. O guard Mike Iupati e o left tackle Duane Brown são sólidos na proteção, mas: Ethan Pocic, Damien Lewis e Brandon Shell são pontos fracos na OL. DK Metcalf e Tyler Lockett formam uma das duplas mais talentosas de wide receivers da NFL e foram alvos em 46% dos passes de Wilson nessa temporada, somando juntos: 183 recepções, 2,357 jardas e 20 touchdowns. Wilson varia bastante seus passes entre os outros alvos, fazendo uso do wide receivers David Moore, do running back Chris Carson e dos tigh ends: Will Dissly, Greg Olsen e Jacob Hollister, desses, Moore se destacou como uma boa opção de passe, agarrando 74,5% dos passes lançados em sua direção para uma média de 11,9yds, com 6 touchdowns. 

Os Seahawks tiveram dificuldades no jogo terrestre nas partidas em que Chris Carson ficou ausente por conta de lesão, mas com seu running back principal, o ataque produziu bem, com Carson obtendo média de 4,8yds por carregada, enquanto Russell Wilson muitas vezes produz com as pernas fugindo de sacks e somou 531 jardas terrestres em 83 tentativas de corrida na temporada. Carlos Hyde e DeeJay Dallas também são opções para dividirem a carga de carregadas com Carson, mas ambos foram pouco produtivos quando utilizados na temporada regular. 

A defesa foi um problema para o time no início da temporada, mas melhorou na reta final. Frequentemente utilizado em formações de blitz, o safety Jamal Adams liderou o time em sacks e foi um dos destaques do setor, enquanto o front-seven com nomes como: Poona Ford, Jarran Reed, K.J. Wright e Bobby Wagner, é bastante sólido na contenção ao jogo terrestre, limitando os adversários a uma média de apenas 3,9yds por tentativa de corrida. A secundária sofreu em muitos momentos com exibições inconsistentes dos cornerbacks Shaquill Griffin e Tre Flowers, mas o linebacker Bobby Wagner ainda se destaca ajudando na cobertura, enquanto o safety Quandre Diggs foi um ponto forte na secundária, com 10 passes desviados e 5 interceptações. 

O special team é sólido na cobertura dos chutes e permitiu poucos retornos explosivos para os adversários na temporada, mas a equipe não foi muito produtiva em seus próprios retornos, com D.J. Reed Jr. e David Moore como retornadores principais. O kicker Jason Myers foi destaque em sua posição nessa temporada e converteu todas as suas 24 tentativas de field goal. O punter Michael Dickson também teve um grande ano, com média de 49,6yds viajadas por punt e somando 32 chutes que colocaram o adversário na linha de 20 jardas ou menos de seu próprio campo. 

Lesões

Los Angeles Rams

Travin Howard (LB, Inativo), Terrell Burgess (S, Out for season), Darrell Henderson (RB, Inativo), Kai Forbath (K, Inativo), Taylor Rapp (S, Out), Jared Goff (QB, Questionável) e Micah Kiser (LB, Questionável). 

Seattle Seahawks

Delano Hill (S, Out), Bruce Irvin (LB, Out for season), Marquise Blair (S, Out for season), Phillip Dorsett I (WR, Inativo), Darrell Taylor (DE, Out), Josh Gordon (WR, Out for season), Neiko Thorpe (CB, Inativo), Jamarco Jones (T, Inativo), Travis Homer (RB, Inativo), Phil Haynes (G, Inativo), Jarran Reed (DT, Questionável), Bo Scarbrough (RB, Inativo), Stephen Sullivan (WR, Inativo), Quinton Dunbar (CB, Inativo), Jayson Stanley (CB, Inativo), Bryan Mone (DT, Questionável) e DeeJay Dallas (RB, Questionável).

A Linha

Linha Projetada: Seattle Seahawks -4
Total Projetado: 46

Recordes: Rams 9-7 ATS e 4-12 O/U, Seahawks 8-8 ATS e 7-9 O/U. 

A linha foi aberta em Seahawks -5, mas caiu durante toda a semana, chegando a -3 no dia da partida. 76% das apostas vieram no handicap dos Seahawks. 

O total foi aberto em 42,5, subiu para 43 e depois retornou ao número de abertura. 62% das apostas vieram no under. 

Onde está o valor?

É um confronto difícil entre adversários de divisão e que mostraram problemas em alguns aspectos na temporada. Minha projeção mostra os Seahawks favoritos por 4pts e a possível ausência de Jared Goff faz com que os apostadores se inclinem a uma aposta em Seattle nessa partida. Wolford fez uma partida ruim contra os Cardinals e a possível ausência de Goff certamente influência um pouco na linha e nas probabilidades, mas com base nos confrontos anteriores entre Rams e Seahawks nessa temporada, vejo um jogo bastante disputado e gosto do handicap dos Rams como underdogs, mesmo que minha projeção não mostre o valor matemático puro. 

O ataque dos Rams é apenas mediano, com ou sem Goff, mas a defesa é de elite e atormentou Russell Wilson no pocket nos dois confrontos entre os times na temporada regular, com Wilson sofrendo um total de 11 sacks em dois jogos contra os Rams. A defesa dos Seahawks mostrou alguma melhoria na reta final da temporada, mas como um todo, ainda é bastante instável e se os Rams puderem diminuir a produção do ataque de Seattle, então deverá ser uma partida bastante disputada e decidida nos detalhes e nesse caso, prefiro escolher o underdog na linha, mesmo fora de casa e com possível ausência de seu quarterback. 

Palpite: Los Angeles Rams +3 @1.97 na Dafabet


Apostar na Dafabet Dafabet

🎁 Promoções Ativas Dafabet



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 600 bônus

9.2 (nossa avaliação)

Listada várias vezes como top-25 sites de apostas do mundo, a dafabet patrocina equipe famosas como Aston Villa, Sunderland entre outros. No Brasil Santos e América-MG são patrocinados pela empresa.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Dica em aberto

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

19/09 (Dom) às 14:00

Palpite: Cincinnati Bengals x Chicago Bears - NFL - 19/09

Palpite para a partida entre Cincinnati Bengals e Chicago Bears, válida pela semana 02 de jogos da NFL, com início às 14:00.

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.87

LEIA A DICA APOSTA

Dica em aberto

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

19/09 (Dom) às 14:00

Palpite: Houston Texans x Cleveland Browns - NFL - 19/09

Palpite para a partida entre Houston Texans e Cleveland Browns, válida pela semana 02 de jogos da NFL, com início às 14:00.

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.91

LEIA A DICA APOSTA

Dica em aberto

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

19/09 (Dom) às 14:00

Palpite: Denver Broncos x Jacksonville Jaguars - NFL - 19/09

Palpite para a partida entre Denver Broncos e Jacksonville Jaguars, válida pela semana 02 de jogos da NFL, com início às 14:00.

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.85

LEIA A DICA APOSTA