Renan Costa Renan Costa Data: 06/06/2018 (Quarta-Feira) às 21:00 188BET
Futebol

Brasileirão 2018: Corinthians x Santos

Odd: 1,94
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 06/06/2018 às 12:02

Estádio Arena Corinthians – São Paulo – BR

Quarta-feira às 21h00

CORINTHIANS X SANTOS

A partida é válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro e coloca frente a frente dois rivais em busca de reabilitação. O Corinthians perdeu para o Flamengo na última rodada e caiu para o oitavo lugar. Foi a terceira derrota da equipe em quatro partidas sob o comando do técnico Osmar Loss, substituto de Fábio Carille. Já o Santos conseguiu dar um respiro no Campeonato Brasileiro no último domingo, ao golear o Vitória por 5 a 2, na Vila Belmiro. A equipe ainda tenta se afastar da zona de rebaixamento e busca a primeira vitória contra um adversário da parte de cima da tabela. O Peixe é o 15º colocado, com nove pontos, mas tem um jogo a menos, a ser disputado após a Copa do Mundo. (GE)

Campanhas:

Confronto direto:

Jogos dos times:

Análise do confronto:

 Maracanã lotado, contra um Flamengo em boa fase, líder do Brasileirão. Ainda que o Corinthians seja o atual campeão do país, uma derrota nessas condições deve ser considerada normal.

No 1 a 0 sofrido neste domingo, porém, o que preocupou o torcedor corintiano foi justamente o fim de uma sensação que havia em um passado recente: o Timão, em jogos grandes, acostumou-se a crescer, jogar de igual para igual e arrancar vitórias improváveis.

Agora, a troca no comando, os desfalques e a fase de transição pela qual o clube passa fez muito torcedor acreditar que o Corinthians iria perder no Maracanã. E perdeu. De maneira incontestável.

Em seu quarto jogo à frente do Corinthians, é natural que o técnico Osmar Loss utilize muito do que seu antecessor, Fábio Carille, havia implantado no clube. O problema é que a régua de comparação é aquele Timão de 2017, que quase não perdia e era letal nas poucas chances que criava. A cada resultado negativo, a memória do torcedor não falha, e a pressão aumenta.

Até as substituições seguem um padrão. Com Carille, Gabriel costumava sair para a entrada de um jogador mais avançado. Neste domingo, na hora do desespero, foi Kazim quem entrou. Um centroavante que não atuava desde março. Sintomático...

Como, então, voltar a ser aquele time que brilha em jogos grandes e compete contra rivais mais fortes?

- Primeiro, ter força máxima à disposição: Cássio, Fagner, Ralf, Renê Júnior, Romero, Clayson, Jadson (que saiu no primeiro tempo)... Cada um faz falta à sua maneira. A reposição, principalmente na lateral direita, não está à altura;

- Depois, achar alternativas para desafogar Rodriguinho: bem marcado, o meia foi anulado contra o Flamengo, e o Timão perdeu;

- Por fim, voltar a ter eficiência em passes e finalizações. Contra o Fla, foram apenas três finalizações certas em 11 tentativas. E 26 passes errados, a maioria deles na transição para o ataque quando o Timão roubava a bola do rival.

Sem poder contar com Jadson, que se machucou na partida contra o Flamengo, o Corinthians voltará a jogar no 4-2-3-1, com Roger como referência no ataque. A equipe também pode ter o retorno de Romero, recuperado de um estiramento na coxa esquerda. O paraguaio participou do treino da última terça-feira, foi relacionado para o clássico, mas disputa posição com Mateus Vital.

Desfalques: Jadson (estiramento muscular na coxa direita); Cássio e Fagner (na seleção brasileira); Renê Junior, Clayson e Ralf (em transição do departamento médico para os trabalhos em campo). Pendurados: Romero e Paulo Roberto.

 O Santos tem três vitórias no Campeonato Brasileiro, todas em casa, todas contra equipes da zona de rebaixamento – o Ceará, último colocado, o Paraná, penúltimo, e o Vitória, 17º. O torcedor pode ver nisso o copo meio cheio ou meio vazio. A boa notícia é que o time vem sendo capaz de se impor contra adversários mais fracos; a má notícia é que o mesmo não acontece contra os demais oponentes.

A goleada de 5 a 2 sobre o Vitória, neste domingo, foi surpreendente por uma série de motivos: pela enorme tensão que envolvia o clube, alvo de protestos pesados durante a semana; pela baixa expectativa ofensiva de um time que não vencia há cinco jogos e não fazia gols há quatro; pelo visível desencaixe estrutural da equipe nas partidas recentes.

Mas o Santos foi muito bem, alavancado pelo rendimento fora do comum de Rodrygo, autor de três gols e dono de uma (linda) assistência para Gabigol fazer mais um – o outro foi de Renato, de cabeça. A apresentação do garoto deixa eclipsadas outras qualidades apresentadas pelo Santos: domínio territorial, agressividade, diversidade de jogadas (apostando bastante nos laterais), movimentação ofensiva, presença ativa dos volantes.

É assim que o Santos deve jogar – mas contra times piores que ele (caso do Vitória). O problema é que a maioria das equipes do campeonato ou é melhor do que o Santos, ou está em um patamar parecido. E aí será preciso fazer um exercício de humildade: reconhecer as limitações e deixar de lado o tal DNA ofensivo do qual clube e torcida, com toda a razão, tanto se orgulham. (GE)

O Santos deve ter a mesma escalação da goleada por 5 a 2 contra o Vitória, no último domingo. Os titulares treinaram apenas uma vez em campo antes do clássico. A novidade será Bruno Henrique, que volta a ficar à disposição, mas deve começar no banco de reservas.

Desfalques: Alison (lesão no joelho), Vitor Bueno e Arthur Gomes (entorse no tornozelo), Yuri Alberto (luxação no ombro), Vecchio (dores no joelho) e Daniel Guedes (conjuntivite). Pendurados: David Braz, Dodô e Alison. (GE)

Prováveis escalações:

Estatísticas do Encontro:


Clássico é clássico, assim diz o ditado. O Corinthians tem o favoritismo pelo mando de campo. Sua fase, no entanto, não é das melhores. Depois da saída do Técnico Carille o time perdeu a confiança. O Santos é uma equipe que também não passa por bons momentos, apesar de que apenas no Brasileirão sua campanha está ruim. Como visitante não venceu, mas tem uma equipe jovem e de jogadores qualificados que podem desequilibrar o jogo.  Os dois técnicos estão sob pressão e precisam do resultado. As odss das casas de apostas para gols Over 2,5 está @ 2.40. Para Under 2,5 @ 1.53. para ambas as equipes marcarem: sim @ 2.00 e para não @ 1.75. As casas de apostas estão trabalhando suas odss com o Placar de 1x0 ou 2x0 com Timão como favorito. Pelas circunstâncias  dos times considero o jogo muito equilibrado.

Odss Handicap Asiático, 1x2, Over/Under, ambas marcam:

Opção de combo:

Sugestão de aposta: Gols Under 2,25 @ 1.70; Empate no 1º tempo @ 1.95.

Dica de Aposta: Corinthians chance dupla e gols Under 2,5 @ 1.94 no 188bet.

Leia o artigo: MELHORE SEU PSICOLÓGICO NAS APOSTAS ESPORTIVAS.

Fontes: Footstats; Footystats;.

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Apostar na 188BET 188BET




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar



Outras Dicas

Dica em aberto

Fernando Pereira Fernando Pereira

16/10/2018

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Handicap Asiático | Odd 2.00

LEIA MAIS

Dica em aberto

Renan Costa Renan Costa

15/10/2018

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Handicap Asiático | Odd 2.10

LEIA MAIS

Halfpush (retorna metade, push metade)

João Paulo Araújo João Paulo Araújo

15/10/2018

Stake (confiança)

(5 de 10)

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.92

LEIA MAIS