5 fatos mais rápidos da história das Copas


28/06/2018

Por Kelvin Wieth

 

Pela terceira rodada do grupo F, o mexicano Gallardo recebeu o cartão amarelo mais rápido da história das Copas, após cometer falta em Toivonen, da Suécia, aos 13 segundos. O acontecimento levanta curiosidades: qual foi o cartão vermelho mais rápido das Copas? E o gol mais rápido? E o hat-trick? Veja a seguir cinco recordes pra Barry Allen nenhum botar defeito!

1. Cartão amarelo mais rápido

Além de Gallardo, já mencionado, outros apressadinhos já receberam advertências extremamente rápidas. Na campanha que culminou com título da Itália em 1982, o volante Gianpiero Marini recebeu amarelo por não respeitar a distância da barreira até a bola, em cobrança de falta para a Polônia, com menos de 1 minuto. Em 1994, na Copa dos EUA, o russo Sergei Gorlukovich achou que estava jogando vôlei e realizou um excelente bloqueio para evitar um contra-ataque da Suécia. O árbitro percebeu que estava em um campo de futebol, e mostrou o amarelo com convicção, também próximo do minuto inicial.

2. Cartão vermelho mais rápido

Temos outro recordista na Copa de 2018: logo na primeira rodada do grupo H, Carlos Sánchez, da Colômbia, recebeu o segundo vermelho mais rápido das Copas. Aos 3 minutos, o volante meteu a mão na bola para evitar o gol do Japão. O juíz marcou pênalti e mandou o colombiano para o chuveiro. O topo da lista fica para o defensor uruguaio José Batista, em partida contra a Escócia na Copa de 1986, na fase de grupos. Com apenas 56 segundos de jogo, cometeu falta duríssima no meia Gordon Strachan e foi expulso, gerando muitas reclamações dos uruguaios.

3. Gol mais rápido

Na disputa pelo terceiro lugar da Copa de 2002, enfrentando a Coreia do Sul, o turco Hakan Sukur precisou de apenas 10.8 segundos para abrir o placar e colocar seu nome na história, com o gol mais rápido em Copas. A partida terminara em vitória da Turquia por 3 a 2.

4. Gol contra mais rápido

Na Copa 2014, o lateral bósnio Kolasinac marcou o gol contra mais rápido das Copas, aos 2 minutos, em partida contra a Argentina, ainda na fase de grupos. O antigo recorde pertencia ao ídolo corinthiano Carlos Gamarra, paraguaio, que marcou contra o próprio patrimônio aos 3 minutos, contra a Inglaterra, na primeira fase da Copa de 2006. Ainda em 2014, Marcelo entrou para o top 5 da lista ao marcar o primeiro gol daquela copa, aos 10 minutos, porém a favor da Croácia. A partida terminou com vitória do Brasil por 3 a 1 - e também rendeu bons memes com o lateral.

5. Hat-trick mais rápido

Na primeira rodada da fase de grupos da Copa de 1982, enfrentando El Salvador, o húngaro Lászlo Kiss saiu do banco e entrou para a história: 458 segundos separaram seu primeiro e terceiro gol, numa partida que terminou em humilhantes 10 a 1 a favor da Hungria. Apesar do massivo resultado, os húngaros acabaram sendo eliminados ainda na primeira fase, perdendo para Bélgica e Argentina.




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar



Outras Notícias