Final de Semana de Clássicos nos Estaduais - 03 e 04 de março 2018


02/03/2018

                                                                                                                       
                                                                                                                                                                                                                                                por Fernando Pereira

 


 

O grande clássico mineiro tem rivalidade até nos números, com cada um considerando um número de jogos, mas nos dois a vantagem é do Galo sobre a Raposa.

O jogo será no Independência as 11h, mando do Atlético/MG e com isso predomínio de sua torcida dentro de mais 22 mil espectadores esperados ,lotação máxima do estádio em duelos como esse.
O Cruzeiro adquiriu cerca de 1800 ingressos para sua torcida.

Dentro de campo o Galo vem em momento de ascensão com  Thiago Larghi, que entrou as pressas após a demissão de Oswaldo de Oliveira e a dificuldade de achar um nome.
Com sua entrada o futebol, e os resultados, melhoraram.
A equipe está na terceira colocação com 12 pontos, 10 a menos que o rival.

O Cruzeiro estreou pela Copa Libertadores no meio de semana com derrota, 4x2 para o Racing de Lautaro Martinez, a primeira derrota na temporada.
A equipe lidera com tranquilidade o Mineiro e com mais 2 pontos garante a primeira colocação geral, porém uma derrota para o rival pode gerar turbulências.

Na história foram muitos clássicos, nas contas do Galo mais de 500 e na do Cruzeiro quase 500.

E separamos um jogo inesquecível para cada lado.

Pelo lado dos mandantes a recente Copa do Brasil de 2014, frente a um Cruzeiro que confirmava o Bi-campeonato Brasileiro com facilidade.

O Galo Louco, treinado por Levir Culpi que conseguiu viradas sensacionais frente a Corinthians e Flamengo em um Mineirão que pulsava e bateu o rival em dois jogos, 2x0 no Independência e 1x0 no Mineirão.



A Raposa teve um ano duro em 2011, eliminação inesperada na Copa Libertadores para o Once Caldas, após começar o ano com um ótimo futebol, fazia um dos piores Brasileiros da sua história e flertava com o rebaixamento.
E para piorar a última rodada reservava um clássico frente ao maior rival, que com uma vitória colocaria a equipe celeste na Série B. Mas foi um dia de lavar a alma, 6x1 inesquecível em um ano esquecível.                                                                                                                                                                                                                                 






 


No Pacaembú, Santos x Corinthians colocam mais de 80 anos de rivalidade em campo.

A Torcida Santista já tinha comprado 34 mil ingressos até Sexta e deve colocar quase 40 mil pessoas em um jogo com torcida única, uma atmosfera e tanto para o time da Baixada.


O Santos vem de derrota frente ao Real Garcilaso tem que ser digerida, e o grande desfalque do Peixe é Gabigol.

Pelo lado do Timão que empatou com o Millionarios, as coisas ficaram mais tranquilas com a vitória sobre o Palmeiras e o time de Fábio Carille deve vir com força máxima.
 

Este jogo vale pouco para ambas equipes, mesmo que o Corinthians ainda sofra uma pressão em seu grupo de Ituano e Bragantino, as vitórias frente a São Paulo e Palmeiras deixam as coisas mais calmas.

O Santos inicia um trabalho com Jair Ventura e o jogo ruim no Peru deixou muitas dúvidas sobre a real dimensão do time, que depende muito das grandes defesas de Vanderlei. Porém no Paulista as coisas estão bem encaminhadas para classificação.

Em matéria de jogos inesquecíveis todo torcedor do Peixe tem em mente a final de 2002 e as pedaladas de Robinho que mandaram para escanteio a fila de 18 anos.
Classificado no sufoco entre os 8, o Santos brilhou no mata-mata com uma geração espetacular com Diego, Robinho, Renato e Alex comandados por Émerson Leão.


 

Para o Corinthians a Semifinal da Libertadores de 2012 é especial, bater o Santos de Neymar e Ganso e chegar a sua primeira final de Libertadores.
Ao eliminar os atuais campeões o Timão se credenciou e se libertou no inesquecível, para seus torcedores, 04 de Julho de 2012.




O jogo de amanhã não vale tanto mas uma derrota pode colocar questionamentos sobre a real força do Santos e uma vitória empolgar sua torcida que irá comparecer em peso no Pacaembú.
Para o Corinthians uma derrota coloca novamente o questionamento na falta de um centroavante e a vitória mostra, ao menos para torcida e imprensa, que o esquema de Carille está no caminho certo.
 




Flamengo e Botafogo tem sido sinônimo de polêmica no Estadual, com o chororô e as acusações de favorecimento ao rubro-nego pelos alvinegros.

Na semifinal da Taça Guanabara o Flamengo venceu por 3x1 e Vinicius Jr irritou os Botafoguenses com sua comemoração.
 

O Flamengo passeou na Taça Guanabara, porém vem de uma goleada para o Fluminense e de um empate amargo com o River Plate, pela Libertadores.
Um terceiro tropeço pode causas questionamentos na equipe de Paulo César Carpegiani, que dessa vez não irá preservar ninguém.

O Botafogo vem com novo treinador, Alberto Valentim, que tem 100% de aproveitamento nos seus dois primeiros jogos e agora enfrenta um teste complicado frente ao maior rival.

O Flamengo já está nas semifinais do Campeonato, porém o Fogão precisa se classificar para a fase final da Taça Rio ou alcançar uma boa pontuação para se garantir nas semis.

 

Em matéria de jogos inesquecíveis, temos ao lado do Flamengo a grande final de 1992 do Brasileirão, onde o maestro Júnior comandou os garotos que implodiram o favorito com um 3x0 no Maracanã lotado.



Os Botafoguenses vinham machucados com as seguidas derrotas para o rival pelo Carioca, e em 2010 deram o troco vencendo a final da Taça Rio sobre o Flamengo de Adriano e Vágner Love, que tinha acabado de vencer o Brasileirão/09 e com direito a cavadinha do Loco.
 


 

O clássico vale muito para ambos os lados, independente de classificação, neste sábado no Nílton Santos.
O Botafogo tenta se afirmar com Valentim e o Flamengo precisa jogar mais e apagar a impressão frente ao River Plate.




Pelo Cearense, Rogério Ceni tem seu segundo clássico Clássico Rei, após vencer o 1º turno do Estadual.
Na partida do primeiro turno o Vovô venceu por 2x0.

O ano de 2017 foi bom para ambos, o Fortaleza finalmente voltou a Série B para comemorar seu centenário e o Ceará retornou a Série A do Brasileiro.

Pelo momento o Vovô tem um time mais consolidado, mas com os gols de Gustagol, o Fortaleza quer bater o rival.



 

No primeiro turno, Copa Cidade de Natal, o ABC foi campeão porém o rival atropelou com 3x0 no clássico.




O ano de 2017 não foi bom em nível nacional para ambos, pois o ABC foi rebaixado para Série C e o América não conseguiu subir na Série D.

Este ano o ABC tem mostrado um melhor futebol, porém no clássico as coisas mudam, como se viu no primeiro turno.


Uma rodada daquelas, para deixar o dia seguinte mais saboroso ou mais triste.



Todos jogos você encontra na Betmotion.
 

Conheça a casa e se cadastre por aqui.





 




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar



Outras Notícias