NFL Previews 2019: AFC East - Buffalo Bills





29/07/2019

Buffalo Bills

Campanha em 2018/19 – 9-7 W/L (2° na AFC East)

Após terem ido aos playoffs na temporada 2017/18, os Bills deram uma passo atrás e venceram apenas seis jogos na última temporada, ficando na 3° colocação da divisão. A defesa ainda se saiu bem na maior parte do tempo, mas o ataque sentiu as dores do crescimento do novato Josh Allen, além de o time ter utilizado quatro quarterbacks que iniciaram ao menos um jogo na temporada. 

Quem Saiu: John Miller (G, Bengals), Charles Clay (TE, Cardinals), Taiwan Jones (RB, Texans), Maurice Alexander (LB, Seahawks), Deonte Thompson (WR, Jets), Logan Thomas (TE, Lions), Matt Darr (P, Jets), Ryan Groy (G, Saints), Jordan Mills (RY, Dolphins), Kyle Williams (DT), Chris Ivory (RB), Jake Fisher (TE) e Vontae Davis (CB).

Quem Chegou: Mitch Morse (C, Chiefs), Cole Beasley (WR, Cowboys), John Brown (WR, Ravens), Tyler Kroft (TE, Bengals), Spencer Long (C, Jets), Ty Nsekhe (RT, Redskins), Lee Smith (TE, Raiders), Jon Feliciano (G, Raiders), Andre Roberts (WR, Jets), T.J. Yeldon (RB, Jaguars), Kevin Johnson (CB, Texans), E.J. Gaines (CB, Browns), Quinton Spain (G, Titans), LaAdrian Waddle (RT, Patriots), Frank Gore (RB, Dolphins), Eli Harold (OLB, Lions), Jake Fisher (TE, Bengals) e Senorise Perry (RB, Dolphins),

Draft: Ed Oliver (DT, Round 1), Cody Ford (T, Round 2), Devin Singletary (RB, Round 3), Dawson Knox (TE, Round 3), Vosean Joseph (LB, Round 5), Jaquan Johnson (S, Round 6), Darryl Johnson (DE, Round 7) e Tommy Sweeney (TE, Round 7).

2018 foi um ano de transição para os Bills, que começaram com o quarterback novato Josh Allen na maioria dos jogos, a comissão técnica foi mantida e o GM Brandon Beane fez grandes investimentos na free agency, com os Bills sendo o 3° time que mais gastou no período, 180,6 milhões de dólares. A equipe se concentrou em trazer reforços para o ataque, especialmente na linha ofensiva, com as chegadas de: Mitch Morse, Spencer Long e de Cody Ford, draftado no 2° round. O time também reformulou seu grupo de recebedores, trazendo os wide receivers: Cole Beasley e John Brown, além do tigh end Tyler Kroft. Com a 9° escolha geral do último draft, a equipe selecionou o DT Ed Oliver. 

Análise 

Jogando atrás de uma linha ofensiva ruim e com pouco talento no grupo de recebedores, Josh Allen não teve as condições adequadas para ir bem em seu ano de calouro, mas de qualquer forma, também se mostrou pouco promissor, completando apenas 52,8% de seus passes, com rating de 67.9 e lançando 12 interceptações. O ataque foi reformulado e Allen agora terá novas armas para trabalhar, como wide receiver de slot Cole Beasley, o wide receveir Jonh Brown, que vem de um bom ano pelos Ravens e o tigh end Tyler Kroft, que sofreu com diversas lesões na carreira, mas se mostrou promissor quando esteve em campo. A linha ofensiva também tem reforços, com o time esperando que o setor agora formado por: Dion Dawkins, Quinton Spain, Mitch Morse, Spencer Long e Cody Ford possa se sair melhor do que no ano passado, quando os quarterbacks dos Bills foram sackados 41 vezes, mesmo com o time não fazendo muito uso do jogo aéreo. O jogo terrestre foi a força da equipe nas últimas temporadas mas LeSean McCoy parece em declínio e teve média de apenas 3,2yds por tentativa de corrida no ano passado, com o quarterback Josh Allen sendo o melhor corredor da equipe. A equipe utilizou uma seleção de 3° rodada no running back Devin Singletary no último draft e trouxe o veterano e ainda produtivo Frank Gore dos Colts para dividir carregadas com McCoy, o que deve tornar o jogo terrestre mais consistente para o time esse ano. 

A defesa foi péssima no início da última temporada, permitindo 78 pontos ao longo dos dois primeiros jogos, o setor porém, se recuperou ao longo do ano e terminou com números decentes. Os principais nomes foram mantidos, com destaque para o forte grupo de linebackers formado por: Lorenzo Alexander, Matt Milano e Tremaine Edmunds. A secundária também esteve bem, com o safety Jordan Poyer gerando turnovers e sendo acima da média na cobertura de passes e a linha defensiva terá o calouro Ed Oliver como novidade.  

Stephen Hauschka foi impreciso em chutes de média e longa distância na última temporada e terá que disputar posição com o novato Chase McLaughlin durante a pré-temporada, sendo no entanto, favorito para permanecer como kicker da equipe. Corey Bojorquez fez um trabalho decente como punter da equipe na última temporada e Marcus Murphy também funcionou bem como retornador de chutes, ambos devem retomar suas funções nessa temporada.

Total de Vitórias Estipulado: 6,5 

Os Bills gastaram muito dinheiro na offseason e montaram uma equipe decente na minha visão, mas o progresso deles depende de uma melhora de Josh Allen, que foi péssimo em seu ano de calouro. Ainda que Allen tivesse pouca ajuda de seus recebedores e de sua linha, suas exibições foram preocupantes e eu não acho que ele irá se tornar um quarterback sólido e o jogo terrestre também é uma preocupação, com LeSean McCoy em declínio. Se os Bills tivessem um outro quarterback, eu provavelmente o apontaria como uma força a se ter em consideração, mas com Allen, eu acredito que no máximo eles repitam as seis vitórias da última temporada, mesmo com um elenco melhor ao redor do quarterback. 

Aposta: Under 6,5 @2.30 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias