NFL Previews 2019: AFC South - Tennessee Titans


03/09/2019

Tennessee Titans 

Campanha em 2018/19 – 9-7 W/L (3° na AFC South)

Os Titans terminaram com uma campanha positiva, mas não conseguiram repetir a classificação aos playoffs do ano anterior. Marcus Mariota se lesionou na semana 16 e ficou de fora do jogo decisivo contra os rivais de divisão Indianapolis Colts na semana 17, com os Titans sendo derrotados por 33x17, ficando na 3° colocação da divisão.  

Quem Saiu: Josh Kline (G, Vikings), Luke Stocker (TE, Falcons), Quinton Spain (G, Bills), Taywan Taylor (WR, Browns), Blaine Gabbert (QB, Buccaneers), Will Compton (LB, Saints), John Cyprien (SS, Eagles), Brynden Trawick (SS, Ravens), Darius Kilgo (DT, Lions), Roger Lewis (WR, Colts), Derrick Morgan (DE), Bennie Logan (DT), Nate Palmer (LB), Ryan Hewitt (FB), Kendrick Lewis (FS), Austin Pasztor (T), Tyler Marz (T), Mike Jordan (CB), Deontae Skinner (LB), Michael Campanaro (WR) e Akeem Hunt (RB),

Quem Chegou: Rodger Saffold (G, Rams), Adam Humphries (WR, Buccaneers), Cameron Wake (DE, Dolphins), Ryan Tannehill (QB, Doolphins), Brent Urban (DT, Ravens), Jordan Williams (DT, Giants) e Reggie Gilbert (DE, Packers).

Draft: Jeffery Simmons (DT, Round 1), A.J. Brown (WR, Round 2), Nate Davis (OL, Round 3), Amani Hooker (S, Round 4), D’Andre Walker (LB, Round 5) e David Long Jr. (LB, Round 6).

Os Titans gastaram dinheiro na free agency e trouxeram reforços para os setores mais problemáticos do time no ano passado, como a linha ofensiva, o grupo de recebedores e o pass-rush. O time também acertou uma troca pelo quarterback Ryan Tannehill, que será backup de Marcus Mariota, que constantemente se lesiona. No draft, a equipe selecionou Jeffery Simmons no 1° round, mas o jogador não estará disponível para essa temporada por conta de uma lesão. Na 2° rodada, o time selecionou A.J. Brown, para dar mais opções de alvos para Mariota. 
 
Análise 

Marcus Mariota foi razoável quando esteve em campo, mas sofreu atrás de uma linha ofensiva que piorou bastante em relação a temporada 2017/18 e o ataque dos Titans como um todo, produziu pouco na última temporada, com média de apenas 19,4 pontos por jogo. Mariota terá um novo coordenador ofensivo esse ano, já que Matt LaFleur se tornou head coach dos Packers, o que fez com que a equipe promovesse Arthur Smith, ex-técnico de tigh ends da equipe, para o cargo.  A linha ofensiva ganhou o reforço de Rodger Saffold, que vem de boa temporada pelos Rams, o que deve fortalecer o interior da OL, enquanto que Jack Conklin e Dennis Kelly são tackles competentes. É esperado que a linha ofensiva seja melhor do que no ano passado, quando o setor permitiu um total de 47 sacks sobre os quarterbacks da equipe. O grupo de recebedores foi um problema para o time no ano passado e agora Mariota terá novos alvos para trabalhar, com Adam Humphries e o novato A.J. Brown se juntando a Corey Davis e Delanie Walker como opções, além do running back Dion Lewis também ser um bom recebedor. O jogo terrestre fluiu melhor na reta final da última temporada após Derrick Henry ter começado mal o ano, Henry ainda terminou com números fortes, com 1,059 jardas e média de 4,9yds por tentativa, Dion Lewis é um bom complemento a Henry e Marcus Mariota é móvel e bastante efetivo correndo, tornando o jogo terrestre dos Titans uma arma considerável do ataque. No passado, o time tinha várias jogadas desenhadas para que wide receivers surpreendessem correndo com a bola e isso deve se manter mesmo com a mudança de coordenador ofensivo, já que Corey Davis em especial, é rápido e foi bastante efetivo quando utilizado no jogo terrestre no ano passado. A equipe também tem um novo quarterback de backup caso Mariota se lesione e perca jogos novamente, Ryan Tannehill também sofreu com lesões em seu tempo com os Dolphins, mas se mostrou um quarterback capaz por muitas vezes e é um upgrade significativo em relação a Blaine Gabbert, reserva do time no ano passado. 

O ataque foi decepcionante na última temporada, mas a defesa se saiu muito bem, mesmo com o pass-rush apenas mediano e com o setor tendo forçado poucos turnovers. Brent Urban, Jurrell Casey e DaQuan Jones formam uma forte linha defensiva e a equipe deve continuar eficiente na contenção ao jogo terrestre, enquanto que: Malcolm Butler, Logan Ryan, Adoree' Jackson, Kevin Byard e Kenny Vaccaro formam uma excelente secundária, ainda que Butler não tenha se saído tão bem em seu 1° ano com os Titans. Pressionar os quarterbacks poderá ser o grande problema da defesa dos Titans nessa temporada, Wesley Woodyard e Harold Landry combinaram para apenas 9 sacks no último ano e Cameron Wake, principal reforço defensivo do time, tem 37 anos e parece em declínio. 

No special team, Darius Jennings foi um dos melhores retornadores de kickoffs da liga na última temporada e deve se manter na função, com média de 31,7yds por retorno, tendo anotado 1 touchdown. Adoree' Jackson também teve bons números retornando punts e deve dividir a função com o recém chegado Adam Humphries, que também é efetivo nos retornos. A equipe foi bem retornando chutes na última temporada, mas foi péssima contendo retornos, com o time tendo cedido médias de: 27,8yds por tentativa de retorno de kickoff para os adversários e 9,0yds por tentativa de retorno de punt, o que precisa ser corrigido. O punter Brett Kern é um dos melhores da liga em sua função e teve 39 punts que colocaram os adversários na linha de 20yds ou menos de seus próprios campos na última temporada, além de média de 47,1yds por punt. Já o kicker Ryan Succop, tem um bom alcance, indo 3-4 em chutes para mais de 50yds no último ano, mas é impreciso e errou chutes de curta distância, além de 3 tentativas de extra-point.


Total de Vitórias Estipulado: 8,5

Os Titans devem melhorar em relação a última temporada. Apesar de essa ser um opinião impopular, eu prefiro Ryan Tannehill a Marcus Mariota, mas mesmo com Mariota, esse time tende a evoluir após ter tido muitos problemas na temporada passada, que ainda terminou com a equipe tendo uma campanha sólida de 9-7 W/L. Uma linha ofensiva melhor e um grupo de recebedores mais completo, além de um jogo terrestre mais constante, devem ajudar Mariota a melhorar os péssimos números do ataque em 2018 e se ele voltar a se lesionar, Tannehill é um backup competente que deve manter o ataque funcionando, diferente de Blaine Gabbert no ano passado. O front-seven é decente, especialmente a linha defensiva e a secundária deve continuar acima da média, com o safety Kevin Byard sendo um dos melhores jogadores de sua posição. Em outra divisão, talvez os Titans fossem uma equipe 8-8 W/L, mas eu não gosto dos Texans e dos Colts entrando nessa temporada e vejo os Titans batalhando com os Jaguars pelo título da divisão. 

Aposta: Over 8,5 @2.30 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
Sportingbet

Bônus

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar



Outras Notícias