NFL Previews 2019: AFC West - Denver Broncos





03/09/2019

Denver Broncos

Campanha em 2018/19 – 6-10 W/L (3° na AFC West)

Os Broncos tiveram alguns pontos positivos na última temporada, como o surgimento da dupla de running backs Phillip Lindsay e Royce Freeman, além do excelente ano de novato de linebacker Bradley Chubb, mas Case Keenum falhou como quarterback do time e a equipe perdeu seus últimos quatro jogos da temporada, terminando com uma campanha de 6-10 W/L e ficando fora dos playoffs pelo 3° consecutivo. O fraco desempenho da equipe, fez com que o head coach Vance Joseph e toda a sua comissão técnica, o fossem demitidos. 

Quem Saiu: Case Keenum (QB, Redskins), Matt Paradis (C, Panthers), Billy Turner (G, Packers), Bradley Roby (CB, Texans), Shaquil Barrett (LB, Buccaneers), Jared Veldheer (RT, Patriots), Matt LaCosse (TE, Patriots), Max Garcia (G, Cardinals), Tramaine Brock (CB, Cardinals), Shane Ray (LB, Ravens), Brandon Marshall (LB, Raiders), Darian Stewart (FS, Buccaneers), Jamar Taylor (CB, Seahawks), Jordan Taylor (WR, Vikings), Domata Peko (DT), Andre Holmes (WR), Dekoda Watson (LB), Su'a Cravens (S), Orson Charles (FB), Gino Gradkowski (C), Craig Mager (CB), Chaz Green (T), Deiontrez Mount (LB), Jake Brendel (C), Jimmy Williams (WR), Jerrol Garcia-Williams (LB), Brian Parker (TE), Don Barclay (RT), Nick Williams (WR), Andreas Knappe (T) e Shamarko Thomas (SS).

Quem Chegou: Joe Flacco (QB, Ravens), Ja'Wuan James (RT, Dolphins), Kareem Jackson (SS, Texans), Bryce Callahan (CB, Bears) e DeShawn Williams (DT, Colts). Duke Dawson (CB, Patriots) e Dekoda Watson (LB, 49ers).

Draft: Noah Fant (TE, Round 1), Dalton Risner (G, Round 2), Drew Lock (QB, Round 2), Dre’Mont Jones (DT, Round 3), Justin Hollins (LB, Round 5) e Juwann Winfree (WR, Round 6).

John Elway desistiu de Case Keenum como quarterback do time, trocando ele para os Redskins e acertando uma troca pelo experiente Joe Flacco dos Baltimore Ravens, que será o novo titular da equipe. Os Broncos também buscaram fortalecer a secundária na free agency, com as contratações de: Kareem Jackson e Bryce Callahan, enquanto que Ja'Wuan James foi a principal adição da equipe para uma linha ofensiva que já vinha de uma temporada decente. No draft, além de outro nome para a linha ofensiva e um quarterback para ser desenvolvido no futuro, Elway selecionou o tigh end Noah Fant com sua escolha de 1° rodada, esperando que o jogador possa ter um impacto imediato no ataque. 
 
Análise 

O ataque não foi um desastre completo na última temporada em grande parte pelo desempenho do trio de running backs do time, Phillip Lindsay, Royce Freeman e Devontae Booker, com a equipe tendo média de 119,2 jardas terrestres por jogo e 4,9yds por tentativa de corrida, com destaque para Lindsay, jogador não draftado que somou 1,037 jardas terrestres, com média de 5,4yds por carregada e 9 touchdowns. Case Keenum porém, produziu pouco como quarterback da equipe, cometendo turnovers em excesso e tendo dificuldade para trabalhar com um grupo de recebedores pouco talento e em um playbook limitado. Keenum não está mais na equipe e Joe Flacco será o novo titular do time, Flacco teve vários anos ruins com os Ravens após ter ganho o Super Bowl em 2013 e exceto pela chegada do novato Noah Fant, o grupo de recebedores não recebeu reforços significativos, com o veterano Emmanuel Sanders sendo o principal nome entre os recebedores do time, mas vindo de uma grava lesão sofrida na reta final da última temporada. A linha ofensiva fez um bom trabalho na última temporada, mas o setor passou por algumas reformulações, o time perdeu o ótimo center Matt Paradis, que será substituído por um menos eficiente Connor McGovern, enquanto que o Ja'Wuan James assume o lado direito, representado alguma melhora na posição de RT. O ataque terá um novo coordenador ofensivo, Rich Scangarello, ex-treinador de quarterbacks do San Francisco 49ers.

Os Broncos ainda apresentaram uma forte secundária e um pass-rush efetivo no último ano, mas a defesa teve problemas na contenção ao jogo terrestre, cedendo média de 4,5yds por tentativa de corrida dos adversários. Remanescente da conquista do último Super Bowl da equipe, o linebacker Brandon Marshall já vinha atuando tão bem e saiu na free agency, Josey Jewell e Todd Davis serão a dupla no interior do corpo de linebackers, enquanto que Bradley Chubb e Von Miller são as forças do setor e juntos foram responsáveis por 26,5 dos 44 sacks do time no ano passado. Derek Wolfe, Adam Gotsis e Shelby Harris formam uma boa linha defensiva e não foram responsáveis pelo desempenho ruim do time contra o jogo terrestre na última temporada. Chris Harris Jr. é um dos melhores cornerbacks da liga e agora fará dupla com Bryce Callahan, que nos Chicago Bears que tinham o agora head coach dos Broncos Vic Fangio como coordenador defensivo, atuava como cornerback de nickel. Kareem Jackson teve uma ótima temporada como cornerback pelos Texans no ano passado e nos Broncos atuará como safety, formando dupla com Justin Simmons, que é ruim na cobertura e ponto fraco da secundária da equipe. Novo Head Coach do time, Vic Fangio levou os Chicago Bears a terminarem com a melhor defesa da última temporada, com apenas 17,7 pontos sofridos em média por jogo, ele trabalhará ao lado de Ed Donatell, ex-técnico de linha defensiva dos Bears e que será o coordenador defensivo. 

Coordenador do special team, Tom McMahon foi o único membro da comissão técnica mantido para essa temporada. O special team dos Broncos porém, não teve muito sucesso na última temporada, com a equipe utilizando vários jogadores como retornadores, que produziram média geral de apenas 20,1yds por retorno de kickoff e 4,4yds por retorno de punt e com a cobertura dos chutes sendo ruim, especialmente nos punts, onde a equipe permitiu um touchdown através de retorno e média de 10,5yds por tentativa de retorno dos adversários. O kicker Brandon McManus foi perfeito em chutes até 50yds na última temporada e será novamente o kicker do time, mas o punter Colby Wadman, que retorna na função esse ano, mostrou muita imprecisão nos chutes e teve 7 touchbacks. 

Total de Vitórias Estipulado: 7,5

Eu não acho que Keenum era de fato o problema do ataque dos Broncos e sim o playbook e as chamadas do péssimo Vance Joseph e não acredito que um decadente Joe Flacco se saia muito melhor, especialmente porque os Broncos não possuem muito talento no corpo de recebedores para que Flacco trabalhe bem e o novo head coach do time, Vic Fangio, é um especialista em defesas, com o ataque devendo ficar a cargo do não comprovado coordenador ofensivo Rich Scangarello. O melhor caminho para os Broncos desse ano é se tornarem uma equipe de jogo terrestre e forte defesa, com Flacco sendo apenas um gerenciador de jogo. Fangio comandará um grupo talentoso de defensores e o jogo terrestre já foi efetivo no último ano, apesar de não esperar nada de Flacco, eu acho que os Broncos podem ser um time 8-8 W/L e até irem além disso se Fangio trouxer de fato grande melhora a defesa. Os Broncos não são um contender, mas nessa linha de 7,5 vitórias definida pelos oddmakers, eu vou ficar com o over. 

Aposta: Over 7,5 @2.20 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias