NFL Previews 2019: NFC East - Dallas Cowboys





04/09/2019

Dallas Cowboys 

Campanha em 2018/19 – 10-6 W/L (1° colocado da NFC East)

Os Cowboys começaram mal a última temporada, mas venceram sete de seus últimos jogos, arrancando para o título da NFC East e consequente classificação aos playoffs. Nos playoffs, o time eliminou os Seattle Seahawks no Wild Card, mas acabou derrotado pelos Los Angeles Rams no Divisional Series por 30x22. 

Quem Saiu: Cole Beasley (WR, Bills), Geoff Swaim (TE, Jaguars), Damien Wilson (LB, Chiefs), Allen Hurns (WR, Dolphins), Caraun Reid (DT, Colts), Datone Jones (DT, Jaguars), Marcus Martin (G, Seahawks), Rod Smith (RB, Giants), Terrance Williams (WR), David Irving (DT), L.P. Ladouceur (LB), Marqueston Huff (FS) e Daniel Ross (DT).

Quem Chegou: Robert Quinn (DE. Dolphins), Randall Cobb (WR, Packers), Christian Covington (DT, Texans), Alfred Morris (RB, 49ers), George Iloka (S, Vikings) e Kerry Hyder (DT, Lions),

Draft: Trysten Hill (DT, Round 2), Connor McGovern (G, Round 3), Tony Pollard (RB, Round 4), Michael Jackson (DB, Round 5), Joe Jackson (DE, Round 5), Donovan Wilson (DB, Round 6), Mike Weber (RB, Round 7) e Jalen Jelks (DE, Round 7).

Os Cowboys não foram muito ativos na free agency, sendo a 2° equipe que menos gastou dinheiro em reforços. A franquia perdeu alguns nomes importantes no ataque, como: Cole Beasley e Geoff Swaim e os reforços significativos foram de jogadores veteranos que já não estão no melhor momento de suas carreiras, como: Robert Quinn, Randall Cobb, Alfred Morris e George Iloka. 

Análise 

Dak Prescott se recuperou de uma temporada fraca em 2018 e fez um bom trabalho cuidando da bola no ano passado, lançando apenas 8 interceptações, o ataque dos Cowboys porém, sofreu no início da temporada e só foi melhorar após a chegada do wide receiver Amari Cooper, trocado pela 1° escolha do draft desse ano. Com Cooper, os Cowboys tiveram um ataque aéreo mediano, enquanto que mantiveram um forte jogo terrestre. Não apenas a falta de alvos consistentes foi um problema para Prescott na última temporada, como também uma grande piora de sua linha ofensiva limitou a produção do quarterback, Prescott foi sackado 56 no ano passado. O retorno do center Travis Frederick pode melhorar um pouco a OL, jogando onde Joe Looney foi péssimo na última temporada e Tyron Smith e Zack Martin ainda são sólidos, mas os Cowboys não fizeram esforços significativos para melhorar o setor. No jogo aéreo, Prescott terá que lidar com a perda de Cole Beasley, seu alvo favorito, Michael Gallup é uma ameaça em profundidade e Amari Cooper é um bom wide receiver #1. O tigh end Jason Witten retornará da aposentadoria, ocupando a vaga que era de Geoff Swaim, agora nos Jaguars. Witten porém, já vinha sendo um alvo consistente antes de se aposentar e após um ano parado, é pouco provável que produza de maneira semelhante a Swaim no ano passado. O jogo terrestre dos Cowboys ainda foi fortíssimo no último ano, mesmo com Rod Smith se saindo muito mal nas 44 carregadas que recebeu, Smith não está mais com a equipe, mas os Cowboys devem ter problemas no quesito, já que Ezekiel Elliott, que somou 1,434 jardas em 304 carregadas na última temporada e também foi um dos alvos preferidos de Prescott, entrou em greve por um contrato melhor e não tem previsão de retorno. Darius Jackson, que teve poucas carregadas na última temporada, deve começar o ano como titular, com: Tony Pollard, escolha de 4° round da equipe no último draft e o veterano Alfred Morris sendo opções no jogo terrestre. 

A defesa foi a 6° com menos pontos sofridos em média por jogo na última temporada, apenas 20,3. O front-seve é forte e o time conseguiu exercer pressão sobre os quarterbacks de forma consistente na última temporada, ao mesmo tempo em que foi muito bem contendo o jogo terrestre, com oponentes tendo média de apenas 3,8yds por tentativa de corrida contra os Cowboys. Robert Quinn reforça a linha defensiva, que teve o defensive end Randy Gregory suspenso por tempo indefino, enquanto que DeMarcus Lawrence é o grande nome da DL dos Cowboys e conseguiu 10,5 sacks na última temporada. O corpo de linebackers é uma das grandes forçar defensivas da equipe, com Sean Lee, Jaylon Smith e Leighton Vander Esch, que está saindo de uma excelente temporada de calouro, tendo liderado o time em tackles com 140. A secundária é a maior preocupação da defesa dos Cowboys, Byron Jones foi convertido de safety a cornerback e vem de uma excelente temporada, com 14 passes desviados e Xavier Woods é um safety sólido, mas Jeff Heath é péssimo na cobertura e Chidobe Awuzie e Anthony Brown foram bastante alvejados no último ano, com os quarterbacks adversários tendo um bom grau de sucesso quando buscaram passes quando eles estavam na cobertura. 

O special team fez um trabalho ruim nos retornos na última temporada, com médias baixas nos retornos e permitindo média de 26,5yds para os oponentes em retornos de kickoffs. Tavon Austin se mantém como retornador de punts da equipe e o time deve utilizar o novato Tony Pollard como retornador de kickoffs. O kicker Brett Maher foi um pouco inconsistente nos chutes na última temporada, mas mostrou um bom alcance, indo 6-7 em chutes para mais de 50yds. O punter Chris Jones não possui um grande alcance mas ao menos mostrou boa precisão na última temporada, com apenas 2 touchbacks e 17 chutes que colocaram os oponentes na linha de 20yds ou menos de seus próprios campos. 

Total de Vitórias Estipulado: 8,5

O total de vitórias é o mesmo aberto pelos oddmakers na última temporada, que foi superado por 1,5 vitórias no último ano. Em parte, os Cowboys tiveram sorte na campanha do ano passado e uma esperada regressão já deve diminuir o número de vitórias deles, enquanto que a equipe não buscou corrigir seus problemas no grupo de recebedores, linha ofensiva e secundária e começará a temporada sem Ezekiel Elliott, coração do ataque da equipe e que decidiu entrar em greve. O front-seve é muito bom e deve manter a defesa acima da média, mas eu não vejo o setor no geral tendo uma performance tão boa quanto na última temporada e o ataque sem Elliott terá problemas nos jogo terrestre. Não acho que os Cowboys serão competitivos e nem que vencerão muitos jogos esse ano e o under de vitórias deles me parece uma escolha fácil. 

Aposta: Under 8,5 @2.00 na Bet365


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias