NFL Previews 2019: NFC North - Minnessota Vikings





07/09/2019

Minnesota Vikings 

Campanha em 2018/19 – 8-7-1 W/L (2° na NFC North)

Após terem chegado até o Conference Championship na temporada anterior, com Case Keenum como quarterback, os Vikings esperavam outra boa campanha após darem um enorme contrato para Kirk Cousins assumir o posto de quarterback do time, no entanto, o time regrediu e apesar da campanha positiva, acabou fora dos playoffs. 

Quem Saiu: Sheldon Richardson (DT, Browns), Nick Easton (G, Saints), Latavius Murray (RB, Saints), Mike Remmers (RT, Giants), Trevor Siemian (QB, Jets), Tom Compton (G, Jets), Andrew Sendejo (SS, Eagles), Andrew Sendejo (FS, Cowboys), Marcus Sherels (CB, Saints), Aldrick Robinson (WR, Panthers), Cedrick Lang (T, Patriots), Danny Isidora (G, Dolphins), Jordan Taylor (WR), Josh Doctson (WR), Laquon Treadwell (WR), Kevin McDermott (LS), Tom Johnson (DT), Bene Benwikere (CB), Matt Wile (P), Josiah Price (TE) e Derron Smith (SS).

Quem Chegou: Josh Kline (G, Titans), Shamar Stephen (DT, Seahawks), Britton Colquitt (P, Browns), Sean Mannion (QB, Rams), Dakota Dozier (LT, Jets), Mark Fields (CB, Chiefs) e Kaare Vedvik (K, Ravens).

Draft: Garrett Bradbury (C, Round 1), Irv Smith Jr. (TE, Round 2), Alexander Mattison (RB, Round 3), Dru Samia (G, Round 4), Cameron Smith (LB, Round 5), Armon Watts (DT, Round 6), Marcus Epps (DB, Round 6), Olisaemeka Udoh (T, Round 6), Kris Boyd (CB, Round 7), Dillon Mitchell (WR, Round 7), Olabisi Johnson (WR, Round 7) e Austin Cutting (LS, Round 7).

A maior parte dos recursos da equipe na free agente foram utilizados para renovar com jogadores que já faziam parte da equipe. Os Vikings perderam o defensive tackle Sheldon Richardson e algumas peças da linha ofensiva, mas reforçaram a OL com Josh Kline e com o novato Garrett Bradbury, escolha de 1° round do time no último draft. Como substituto de Richardson, o time trouxe o defensive tackle Shamar Stephen, ex-Seahawks. 
 
Análise 

Kirk Cousins falhou em jogos importantes na última temporada, mas em geral, o quarterback esteve bem me seu 1° ano com os Vikings, lançando para 30 touchdowns, com 10 interceptações e rating de 99.7. A linha ofensiva trouxe problemas ao quarterback, que foi bastante pressionado, no entanto, Cousins sofreu apenas 40 sacks. A OL foi reformulada, Josh Kline e do center novato Garrett Bradbury, Pat Elflein agora atuará como left guard, enquanto que os tackles: Riley Reiff e Brian O'Neill se mantem como titulares. Cousins tem um bom grupo de recebedores para trabalhar, com o tigh end experiente Kyle Rudolph e a dupla de wide receivers: Adam Thielen e Stefon Diggs, os dois combinaram para 115 recepções e 18 touchdowns na última temporada, sendo de longo os alvos mais utilizados por Cousins. O running back Dalvin Cook também trabalha bem no jogo aéreo, enquanto que Chad Beebe atuará no slot. O jogo terrestre sofreu mais com a linha ofensiva no último ano do que o jogo aéreo, a equipe teve média de apenas 93,3 jardas terrestres por jogo e 4,2yds por carregada, Dalvin Cook se mantém como o principal running back do time, enquanto que Alexander Mattison, escolha de 3° round no último draft, é a outra opção no jogo terrestre. 

A defesa ainda atuou em alto nível, ainda que não tenha sido uma das cinco que menos sofreram pontos em média por partida. O time conseguiu 50 sacks e limitou os quarterbacks adversários a um rating médio de 83.3. A equipe também se saiu bem contendo o jogo terrestre, cedendo média de apenas 4,1yds por tentativa de corrida adversária. A equipe perdeu o defensive tackle Sheldon Richardson na free agency, substituindo ele por Shamar Stephen, enquanto que a base restante da defesa retorna para mais um ano. Danielle Hunter e Everson Griffen são constantes ameaças aos quarterbacks adversários e juntos, somaram 20 sacks na temporada passada, enquanto que os linebackers Eric Kendricks e Anthony Barr se saem bem na cobertura e o safety Harrison Smith é um dos melhores da liga em sua posição. Os cornerbacks são um problema, Trae Waynes foi apenas mediano na última temporada e Xavier Rhodes é talentoso mas vem de um ano ruim.

Ameer Abdullah deve continuar retornando chutes e teve sucesso retornando kickoffs no ano passado, enquanto que o special team fez um trabalho decente na cobertura dos chutes. O klicker Dan Bailey foi mantido, mas vem de uma temporada ruim, tendo errado 7 tentativas de field goal. A equipe terá um novo punter, Britton Colquitt, veterano ex-browns. 

Total de Vitórias Estipulado: 9,5

Os Vikings devem ressurgir como uma das forças da NFC, o time deveria ter ganho mais jogos no ano passado e Kirk Cousins, apesar de criticado, esteve bem no geral e o jogo terrestre deve ser mais produtivo nessa temporada com as mudanças na linha ofensiva, desafogando o quarterback. A secundária é preocupante, mas o front-seven é fortíssimo e um bom pass-rush deve mascarar alguns defeitos da unidade. Ainda vejo os Vikings como uma equipe forte e acredito que eles são uma boa aposta para superar esse total de vitórias de 9,5. 

Aposta: Over 9,5 @2.25 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Ganhar
Sportingbet

Bônus

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar



Outras Notícias