NFL Previews 2019: NFC West - Los Angeles Rams





06/09/2019

Los Angeles Rams

Campanha em 2018/19 – 13-3 W/L (3° na AFC North)

Com um ataque incrível e uma defesa que gerou muitos turnovers, os Rams tiveram o melhor recorde geral da liga ao lado dos New Orleans Saints, com ambos indo 13-3 W/L. A equipe superou Cowboys e o próprio New Orleans Saints no caminho até o Super Bowl, mas o forte ataque parou em frente a um experiente time dos New England Patriots e o time foi derrotado por 13x3 em um melancólico Super Bowl.  

Quem Saiu: Rodger Saffold (G, Titans), LaMarcus Joyner (FS, Raiders), Mark Barron (LB, Steelers), Ndamukong Suh (DE, Buccaneers), C.J. Anderson (RB, Lions), Blake Bortles (QB, Jaguars), Ethan Westbrooks (DT, Raiders), Ramik Wilson (LB, Jaguars), J.J. Dielman (C, Patriots), Matt Longacre (LB, Cardinals), John Sullivan (C), Dominique Easley (DT), Sam Shields (CB), Garrett Sickels (LB), Henry Krieger-Coble (TE) e Carlos Thompson (LB) e Sean Mannion (QB, Vikings).

Quem Chegou: Eric Weddle (FS, Ravens) e Clay Matthews (LB, Packers).

Draft: Darrell Henderson (RB, Round 3), David Long (CB, Round 3), Bobby Evans (OT, Round 3), Greg Gaines (DL, Round 4), David Edwards (OT, Round 5), Nick Scott (S, Round 7) e Dakota Allen (LB, Round 7).

A equipe fez poucos investimentos na offseason, trazendo os veteranos Eric Weddle e Clay Matthews para a defesa, mas perdendo peças importantes na linha ofensiva como Rodger Saffold e John Sullivan. O time só tinha escolhas de draft à partir do 3° round e utilizou sua 1° escolha no running back Darrell Henderson após a saída de C.J. Anderson e com Todd Gurley II tendo sofrido com lesões na reta final da última temporada. 
 
Análise 

Jared Goff teve outra excelente temporada sob o comando do head coach Sean McVay e os Rams anotaram média de 32,9 pontos por jogo no último ano, 2° melhor marca da liga. Goff lançou para um total de 4,688 jardas, com 32 touchdowns, 12 interceptações e rating de 101.1, mas foi bastante mal na disputa do Super Bowl. O grupo de recebedores é bastante forte e vários jogadores apareceram como opções viáveis de passe na última temporada, com o trio de wide receivers formado por: Robert Woods, Brandin Cooks e Cooper Kupp combinando para 51 recepções para 20yds ou mais e 17 touchdowns. A linha ofensiva fez um ótimo trabalho protegendo Goff na última temporada, mas é possível que o setor piore esse ano Brian Allen e Joseph Noteboom se juntam a: Andrew Whitworth, Rob Havenstein e Austin Blythe no setor após as saídas de: Rodger Saffold e John Sullivan. Todd Gurley II quando saudável, é um dos melhores running backs da liga e ainda produziu muito bem na última temporada, além de Gurley, a equipe tem o novato Darrell Henderson e Malcolm Brown como opções no jogo terrestre. 

A defesa no ano passado se apoiou em forçar turnovers, já que a equipe foi abaixo da média contra o passe e contra o jogo terrestre. O time permitiu que os quarterbacks adversários completassem 65,1% de suas tentativas de passe para uma média de 7,7yds por tentativa e os Rams tiveram uma das piores defesas da história da liga contra o jogo terrestre, cedendo média de 122,3 jardas terrestres por jogo e 5,1yds por tentativa de corrida adversária. Aqib Talib atuou em apenas oito jogos no último ano, o que enfraqueceu a secundária, enquanto que Marcus Peters teve uma péssima temporada, deixando Nickell Robey-Coleman como o único ponto sólido no grupo de linebackers do time, o safety John Johnson III é bastante sólido na cobertura, tendo desviado 11 passes na última temporada e agora formará dupla com Eric Weddle, veterano mas que ainda foi produtivo pelos Ravens nos últimos anos. O pass-rush é bastante dependente da produção de Aaron Donald, que somou 20,5 sacks no último ano, com Cory Littleton, Dante Fowler Jr. e Clay Matthews sendo as outras opções para pressionar os quarterbacks, Michael Brockers e Sebastian Joseph-Day formam a linha defensiva ao lado de Donald e o time ainda deve sofrer para conter o jogo terrestre.

O special team produziu bem nos retornos no último ano e JoJo Natson segue encarregado da função, retornando kickoffs e punts. Greg Zuerlein sofreu com lesões na última temporada, mas quando esteve em campo ainda foi um kicker confiável, enquanto que Johnny Hekker é um dos melhores punters da NFL e por quatro vezes foi utilizado como passador em chamadas de fake punt, completando 2 passes na temporada regular. 

Total de Vitórias Estipulado: 10,5

Das equipes que foram bem na última temporada e ainda são consideradas fortes candidatas ao Super Bowl, os Rams me parecem os mais prováveis a cair de qualidade. Goff funciona no sistema Sean McVay, mas ele não é tão talentoso quanto os números fazem parecer, o que ficou evidente no último Super Bowl e o ataque dificilmente terá números tão fortes quanto na última temporada, enquanto que a defesa tem tudo para ser um desastre, com a unidade tendo piorado muito de 2017/18 para 2018/19 e o front-seven, com exceção de Aaron Donald é bastante fraco, enquanto que a secundária já teve problemas no último ano. A divisão não é muito forte, já que eu espero que os Seahawks também caiam de produção e os Cardinals são uma equipe em reconstrução, mas não vejo os Rams vencendo 11 jogos de forma alguma esse ano. 

Aposta: Under 10,5 @1.68 na Bet365


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Ganhar
Sportingbet

Bônus

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar



Outras Notícias