NFL Previews 2019: NFC West - Seattle Seahawks





06/09/2019

Seattle Seahawks

Campanha em 2018/19 – 10-6 W/L (2° na NFC West)

Era esperado que 2018 fosse um ano de reconstrução para os Seahawks, mas Russell Wilson acabou tendo a melhor temporada de sua carreira e junto a um forte jogo terrestre, liderou a equipe a uma campanha positiva e vaga nos playoffs, mesmo apoiado por uma fraca defesa. Na pós-temporada, Seattle caiu logo Wild Card, perdendo para os Cowboys por 24x22 em um jogo bastante disputado. 

Quem Saiu: Earl Thomas (S, Ravens), Frank Clark (DE, Chiefs), Justin Coleman (CB, Lions), Shamar Stephen (DT, Vikings), J.R. Sweezy (G, Cardinals), Mike Davis (RB, Bears), Brett Hundley (QB, Cardinals), Maurice Alexander (LB, Bills), T.J. Green (S, Saints), Marcus Henry (C, saints), Kam Chancellor (S), Doug Baldwin (WR), Sebastian Janikowski (K), Dion Jordan (DE), Malik McDowell (DT), Emmanuel Beal (LB), Trevone Boykin (QB), Tre Madden (RB) e Nate Orchard (LB).

Quem Chegou: Jason Myers (k, Jets), Ezekiel Ansah (DE, Lions), Mike Iupati (G, Cardinals), Al Woods (DT, Colts), Nick Bellore (FB, Lions), Jacob Hollister (TE, Patriots), Cassius Marsh (LB, 49ers), Earl Mitchell (DT, 49ers), Geno Smith (QB, Chargers), Jamar Taylor (CB, Broncos) e Marcus Martin (G, Cowboys).

Draft: L.J. Collier (DE, Round 1), Marquise Blair (S, Round 2), DK Metcalf (WR, Round 2), Cody Barton (LB, Round 3), Gary Jennings Jr. (WR, Round 4), Phil Haynes (OL, Round 4), Ugochukwu Amadi (S, Round 4), Ben Burr-Kirven (LB, Round 5), Travis Homer (RB, Round 6), Demarcus Christmas (DT, Round 6) e John Ursua (WR, Round 7).

Os Seahawks ofereceram um grande contrato a Russell Wilson após a última temporada e não tiveram muito dinheiro para gastar na free agency. A defesa teve perdas importantes com as saídas de: Earl Thomas, Frank Clark e Justin Coleman, enquanto que o wide receiver Doug Baldwin se aposentou após sofrer com lesões na última temporada. Mike Iupati foi a principal contratação do time na free agency, com a equipe buscando reforçar uma linha ofensiva que permitiu 51 sacks sobre Wilson na última temporada. O time tinha muitas escolhas no último draft e buscou selecionar jogadores para as posições mais carentes da equipe, a linha defensiva, a secundária e o grupo de recebedores. 

Análise 

Russell Wilson é um dos melhores quarterbacks de sua geração e mostrou isso na última temporada, contornando os muitos problemas do ataque dos Seahawks e terminando a temporada regular com rating de 110.9, tendo 35 touchdowns e apenas 7 interceptações. Wilson encontrará um ataque bastante semelhante esse ano, tendo perdido um de seus principais alvos em Doug Baldwin, mas que pode ser substituído com eficiência por Jaron Brown, que se saiu bem nas poucas vezes em que foi alvo na última temporada. A equipe terá o retorno do tigh end Will Dissly, que teve um ótimo início de carreira até se machucar no início da última temporada, enquanto que Tyler Lockett é o principal nome do grupo de recebedores da equipe e vem de uma excelente temporada, com 17 recepções para 20 ou mais jardas e 10 touchdowns. A linha ofensiva foi mais uma vez um problema para o time no ano passado, com Wilson sofrendo 51 sacks na temporada, o setor tem apenas o reforço de Mike Iupati, jogador que já foi ao Pro Bowl diversas vezes, mas que teve queda de produção na última temporada. O jogo terrestre deve continuar forte, com Chris Carson e Rashaad Penny dividindo as carregadas, mas com Tyler Lockett sendo utilizado como corredor surpresa algumas vezes e com Russell Wilson sendo bastante móvel produtivo correndo com a bola. 

A defesa foi um problema da equipe na última temporada, com o front-seven não conseguindo conter o jogo terrestre e permitindo média de 4,9yds por tentativa de corrida adversária, enquanto que a secundária teve fracas performances dos cornerbacks e perdeu Justin Coleman para essa temporada. O pass-rush foi efetivo no último ano, mas o time trocou Frank Clark para os Chiefs, com o jogador tendo liderado o time em sacks com 14 e agora terá o novato L.J. Collier como substituo, como jogador sendo a seleção de 1° rodada da equipe no último draft. Para tentar conter melhor o jogo terrestre, o time trouxe Earl Mitchell ex-Texans para a posição de defensive tackle, enquanto que o corpo de linebackers formado por: Bobby Wagner, K.J. Wright e Mychal Kendricks é o ponto forte da defesa dos Seahawks. Bradley McDougald foi o grande destaque da secundária na última temporada, com 9 passes desviados, 3 interceptações e 3 fumbles forçados, mas Shaquill Griffin e Tre Flowers são cornerbacks fracos e Tedric Thompson, apesar de bom na cobertura, é péssimo contendo o jogo terrestre. 

Tyler Lockett é um dos melhores retornadores da NFL e deve permanecer na função, mas o special team dos Seahawks precisa melhorar na contenção dos retornos, com a equipe tendo permitido médias de: 24,8yds em retornos de kickoffs e 8,4yds em retornos de punt nas últimas temporadas.  Jason Myers é o novo velho kicker do time, após Sebastian Janikowski ter oscilado bastante nos chutes no ano passado, enquanto que o punter Michael Dickson entra em seu 2° ano saindo de uma excelente temporada de calouro, tendo média de 48,2yds por punt. 

Total de Vitórias Estipulado: 8,5

Os Seahawks precisaram de uma temporada histórica de Russell Wilson para vencerem 10 jogos no último ano e por melhor que ele seja, dificilmente irá repetir uma temporada tão boa, com o ataque devendo regredir nos turnovers. Ainda assim, o ataque deve se manter forte, com Wilson tendo um grupo decente de recebedores mesmo com a saída de Baldwin e com o jogo terrestre devendo se manter efetivo com a talentosa dupla de runnindg backs: Chris Carson e Rashaad Penny. A linha ofensiva porém, deve continuar tendo problemas, já que Mike Iupati não é mais o jogador que já foi e o time tem apenas Duane Brown como um membro efetivo no setor. Os principais problemas desse time devem vir da defesa, o front-seven foi enfraquecido e a equipe não fez nenhum esforço para melhorar a secundária. Eu imaginava que os Seahawks fossem um desastre na última temporada e isso não ocorreu, no entanto, eles não jogaram tão bem quanto o recorde sugere e com poucos reforços e uma perda importante em uma já não tão talentosa defesa, devem regredir esse ano e não vejo eles alcançando mais do que 8 vitórias. 

Aposta:  Under 8,5 @2.00 na Bet365


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias