De Olho na NBA: Temporada 2016/17 – Edição #4





23/01/2017
 
Passados quase três meses de temporada regular, é hora de nos atualizarmos quanto ao recorde do especialista em basquete no Aposta10: Gustavo Zambrano. E também ficarmos por dentro de quais foram os destaques, surpresas e decepções da temporada até agora. 
 
Recorde do Aposta10:
 
 
 
Recorde: 35-34-3 (55%), +1,27und
ODD Média: 1.93
ROI%: +1,6%
HCs: 31-33-3 (48%), -1,33und
Totais: 4-1 (80%), +2,60und
 
Equipes 
 
Destaque
 
Golden State Warriors (38-6 W/L)
 
 
Convertendo uma incrível marca de 49,9% nos arremessos de quadra, os Warriors seguem liderando tranquilamente a Conferência Oeste, com aproveitamento de 86,4%. A equipe se vingou de Cleveland recentemente, vencendo em casa por 126x91 em um jogo onde os Warriors tiveram o domínio completo. Kevin Durant se adaptou rapidamente e lidera o time em pontos, tendo uma de suas melhores temporadas na liga.
 
Surpresa 
 
Atlanta Hawks (26-18 W/L)
 
 
Dwight Howard tem sido surpreendentemente solido nessa temporada e com a ajuda de uma tabela amena nas últimas rodadas, os Hawks alçaram a 4° posição da Conferência Leste, com 59,1% de aproveitamento e oito vitórias nos últimos dez jogos. 
 
Decepção
 
Orlando Magic (2-8 W/L)
 
 
Com excesso de gente no garrafão e enfraquecidos no perímetro, o Magic pouco evoluiu em relação a temporada e passada e tem sido uma das grandes decepções da temporada até o momento. A equipe perdeu oito de seus últimos dez jogos e ocupa a 12° posição da Conferência Leste, uma vitória à frente dos Philadelphia 76ers. 
 
Fique de Olho:
 
Milwaukee Bucks (20-23 W/L)
 
 
Os Bucks perderam seus últimos cinco jogos e no momento estão fora da zona de classificação para os playoffs. A equipe no entanto, tem jogado bem o suficiente para reverter a situação atual e pode ser considerada como uma possível força em ascensão no Leste. Giannis Antetokounmpo já é um All-Star legitimo e o time também tem tido boas produções de Jabari Parker e Greg Monroe.  
 
Deixe de Lado:
 
Atlanta Hawks (26-18 W/)
 
 
Surpresa dessa coluna, os Hawks também são uma equipe pela qual os apostadores não devem se animar. Mesmo na 4° colocação do Leste, o time já acena com uma reconstrução e pode se desfazer de Paul Millsap antes do termino de seu contrato. Com base nos pontos feitos/sofridos o recorde projetado dos Hawks nesse momento é 23-21, bem menor do que 26-18 que foram construídos através de mera aleatoriedade e que não são uma base confiável de medição de talento da equipe. 
 
Jogadores
 
Destaque
 
DeMarcus Cousins (C, Sacramento Kings)
 
 
Na iminência de assinar um novo contrato com os Kings, Cousins nunca foi tão dominante quanto nessa temporada. Estrela solitária da equipe, o jogador tem double-double de média pela 4° temporada consecutiva e melhorou seu arremesso de três pontos, se tornando uma ameaça ainda maior no ataque. 
 
Surpresa
 
Rudy Gobert (C, Utah Jazz)
 
 
Gobert não é realmente uma grande surpresa, suas exibições justificaram que os Jazz trocassem Enes Kanter há três anos atrás e o jogador só tem evoluído desde então. Defensor dominante, Gobert também tem sido muito produtivo no ataque, onde ajuda a equipe com 3,8 rebotes e ofensivos e 12,9 pontos em média por partida. 
 
Decepção
 
Jamal Crawford (SG, Los Angeles Clippers)
 
 
Veterano de 16 temporadas, Crawford tem estado em declínio já há algum tempo. Com o 4° maior contrato dos Clippers, no valor de $13,253,012, Crawford pouco tem feito para justificar a quantia, convertendo apenas 29,9% na linha de três e 38,4% nos arremessos de quadra, jogando pouca defesa e sendo um contribuinte negativo para uma equipe que agora tende a lhe dar ainda mais minutos depois da lesão de Chris Paul. 
 
Não se anime com...
 
Jae Crowder (SF, Boston Celtics)
 
 
Crowder desenvolveu um tiro de três esse ano e sua seleção de arremessos melhorou, apesar da queda em sua pontuação, que é fruto de menos utilização na definição de jogadas. No entanto, a defesa que fazia de Crowder um jogador tão valioso, regrediu a ponto de ele ser considerado um defensor negativo no momento. Sem uma forte defesa, Crowder não é tão interessante e não merece tantos minutos em quadra quanto vem tendo. 
 
Não se desespere com...
 
Al-Farouq Aminu (SF, Portland Trail Blazers)
 
 
Defensor solido, Aminu teve problemas com lesões nessa temporada e só agora tem pegado ritmo de jogo. Apesar de não ser um grande pontuador, seu jogo ofensivo é melhor do que o que temos visto atualmente e sua porcentagem de 35,6% nos arremessos de quadra, é suscetível aumentar conforme a temporada avança. 
 
Novatos
 
Destaque
 
Mindaugas Kuzminskas (SF, New York Knicks) 
 
 
Jogador que atuava no basquete europeu e já com 27 anos, Kuzminskas tem ganho espaço na rotação dos Knicks e tem produzido bem. Sua defesa é deficiente, como em quase todo o time dos Knicks, mas o ala tem contribuído na pontuação com média de 12pts por jogo nas últimas seis partidas. 
 
Decepção
 
Domantas Sabonis (PF, Oklahoma City Thunder)
 
 
11° escolha do último draft e titular do Thunder na temporada, Sabonis é ainda muito cru e tem baixa porcentagem de acerto nos arremessos de quadra, além de ser um reboteiro abaixo da média e um defensor pouco efetivo.   
 

Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias