De Olho na NBA: Temporada 2016/17 – Edição #7





06/03/2017

De Olho na NBA: Temporada 2016/17 – Edição #7

Chegando no último quarto da temporada regular, é hora de nos atualizarmos quanto ao recorde do especialista em basquete no Aposta10: Gustavo Zambrano. E também ficarmos por dentro de quais foram os destaques, surpresas e decepções da temporada até agora. 

Recorde do Aposta10

Gustavo Zambrano

Recorde: 67-61-6 (52%), +2,53und
ODD Média: 1.90
ROI%: +1,8%
HCs: 56-54-6 (50%), -0,56und
Totais: 11-7 (57%), +3,09und

Equipes 

Destaque

San Antonio Spurs (48-13 W/L)

Com Dewayne Dedmon fazendo um bom papel como titular e com Pau Gasol retornando de lesão e saindo do banco, os Spurs vivem um ótimo momento e estão em uma sequência de sete vitórias consecutivas, tendo ganho nove dos últimos dez jogos disputados. Com a lesão de Kevin Durant e a notória queda de desempenho dos Warriors, a equipe diminuiu a diferença para o time californiano e tem chances reais de roubar a 1° posição da Conferência Oeste até o fim da temporada regular. 

Surpresa 

Chicago Bulls (31-31 W/L)

Os Bulls são 5-5 nas últimas dez partidas, mas eles tiveram a schedule mais complicada da liga desde o retorno do All-Sar Game e venceram equipes como: Warriors, Celtics, Cavaliers e Raptors. A equipe melhorou nos tiros de três e o banco tem produzido bem mais do que no início da temporada. A tabela fica mais amena daqui em diante e Chicago deve confirmar uma das vagas para os playoffs na Conferência Leste. 

Decepção

Oklahoma City Thunder (35-28 W/L)

O Thunder ainda está em um posição confortável para chegar nos playoffs, mas fora Russell Westbrook, o time claramente não tem elenco para competir na pós-temporada e a equipe não tem sido capaz de vencer jogos fora de casa, tendo aproveitamento de apenas 37% na estrada e vindo de sete derrotas consecutivas longe de casa. Taj Gibson foi uma boa adição, mas insuficiente para fazer impacto e o time ainda carece de boas armas ofensivas. 

Fique de Olho:

Milwaukee Bucks (28-33 W/L)

Estatisticamente os Bucks sempre foram melhores do que sua campanha indicava, o problema é que a equipe caia muito de produção quando Giannis Antetokounmpo a ponto de permitir com que os adversários abrissem largas vantagens, que raramente poderiam ser revertidas pelos Bucks. A equipe no entanto, parece que corrigiu seus problemas na rotação e vem de duas boas vitórias sobre adversários fortes. Com os Bucks a apenas 1,5 jogos da zona de classificação e jogando melhor nesse momento, os apostadores podem encontrar boas oportunidades para apoiar uma equipe que poderia ser a próxima grande surpresa no Leste.  

Deixe de Lado:

New Orleans Pelicans (25-38 W/)

Com a adição de DeMarcus Cousins, grande parte dos apostadores acreditaram que os Pelicans poderiam lutar por uma vaga nos playoffs e agora que a equipe não tem correspondido, os apostadores continuam dando votos de confiança com a esperança de que o time suba de desempenho. Cousins é ótimo, mas os Pelicans não possuem uma grande profundidade de talento e o banco de reservas é um dos mais fracos da liga, em uma Conferência forte, o time deve continuar tendo problemas e boas oportunidades para apostar contra uma equipe que agora é uma das queridinhas do público, continuarão surgindo. 

Jogadores

Destaque

Trevor Ariza (SF, Houston Rockets)

Aos 31 anos, Trevor Ariza não tem mostrado sinais de declínio e já atuou em 2166 minutos na temporada, jogando por um time que impõem um ritmo insano dentro da quadra. Ariza ainda é um defensor bastante acima da média e apesar de sua porcentagem nos tiros de três ter caído, o jogador é o que percentualmente mais tenta arremessos longos entre todos os jogadores que já superaram os mil minutos na temporada. 70,9% dos arremessos de Ariza estão sendo para três pontos e ele ostenta uma respeitável taxa de 35,1% de acerto. Na defesa, Ariza postou uma média de roubos de bola superior a um por jogo em 12 de suas 13 temporadas na liga. 

Surpresa

Gary Harris (SG, Denver Nuggets) 

Em seu 3° ano na liga, Harris tem sido bastante consistente na pontuação e teve média 16,8 pontos por jogo no mês de fevereiro, só não passando dos dez pontos em uma das treze partidas disputas pela equipe no período. Harris tem sido uma grande arma nos arremessos de três pontos e seu FG% de 48,3%¨é uma marca incrível para um jogador da posição #2. 

Decepção

Marcus Thornton (SG, Sem Time)

Mesmo em uma surpreendente equipe dos Wizards e ganhando minutos necessários para produzir, Thornton foi um dos piores jogadores da temporada, o que fez com que os Wizards fossem atrás de Bojan Bogdanovic dos Nets e dispensassem o jogador. Veterano de oito temporadas, Thornton vinha cometendo turnovers como nunca e aparecia pouco no ataque quando estava em quadra. 

Não se anime com...

Shabazz Muhammad (PF, Minnesota Timberwolves) 

Muhammad é tido como um reserva útil, que traz boa capacidade ofensiva vindo do banco, o problema é que o jogador talvez possa ser o pior defensor de toda a NBA em uma posição onde se espera que o jogador no mínimo seja um defensor positivo. Com ele em quadra, os Wolves permitem um DRtg de 115, pior marca da liga. Muhammad é um jogador que teve problemas de comportamento no College e que parece pouco compromissado com sua carreira, não tendo evoluído em nada desde o seu primeiro ano com os Timberwolves. 
 
Não se desespere com...

Michael Kidd-Gilchrist (SF, Charlotte Hornets) 

Voltando a fazer uma temporada completa, após ter atuado em apenas sete jogos no ano passado, Gilchrist tem postado sua 2° menor média de pontos desde que entrou na NBA em 2012. No entanto, isso acontece porque o jogador tem sido menos utilizado no ataque, com a equipe tendo scorers melhores do que ele. Gilchrist ainda tem mostrado ser um excelente especialista defensivo, com os Hornets possuindo um DRtg de 105 quando ele está em quadra e parece totalmente recuperado de seus problemas físicos. 

Novatos

Destaque

Alex Abrines (SG, Oklahoma City Thunder) 

Abrines ainda não é efetivo, mas poucos calouros são, o jogador terá que evoluir defensivamente para não ser um ônus tão grande no setor para sua equipe. Aos 23 anos, ele tem se mostrado um ótimo especialista em bolas de três e um bom arremessador no geral do perímetro, podendo ser um jogador valioso para o Thunder no futuro. 

Decepção

Timothe Luwawu-Cabarrot (SG, Philadelphia 76ers)

Escolha de 1° round, o francês tem atuado bastante recentemente, mas nada tem feito nos 76ers. O jogador postou média de 5,4pts em fevereiro, atuando 15,7 minutos por jogo e seu tempo de jogo tem subido ainda mais, no entanto, Timothe Luwawu-Cabarrot é um dos jogadores que mais cometem erros na liga, perdendo a bola em 18,6% do tempo e tem sido ineficiente nos arremessos, não tentando tiros de três e convertendo só 38% nos arremessos de quadra, além de ser um defensor negativo como quase todo novato.    
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Lucro turbinado

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar

Newsletter

Iniciando agora no mundo das apostas esportivas?

Deixe o seu e-mail e receba materiais exclusivos




Outras Notícias