MLB: Season 2018 Previews - NL East





28/03/2018

Atlanta Braves

Campanha no ano passado: 72-90 (3° na divisão East da Liga Nacional) 

Os Braves de certa forma acabaram sendo uma surpresa na última temporada, apontados como a pior equipe da divisão e em um processo de reconstrução, a equipe terminou na 3° colocação, com Ender Inciarte tendo um ano acima da média e Freddie Freeman permanecendo forte no bastão. 

Quem Saiu: Matt Kemp (OF, Dodgers), Matt Adams (1B, Nationals), R.A. Dickey (SP), Josh Collmenter (RP), Michael Kirkman (RP), Tony Sanchez (C), Armando Rivero (RP), James Loney (1B), Jason Motte (RP, Cardinals) e Ian Krol (RP, Angels).  

Quem Chegou: Ryan Schimpf (2B, Padres), Preston Tucker (OF, Astros), Shane Carle (RP, Pirates), Brandon McCarthy (SP, Dodgers), Charlie Culberson (3B, Dodgers), Peter Bourjos (OF, Cubs), Anibal Sanchez (RP, Twins), Ryan Flaherty (3B, Phillies), Ezequiel Carrera (OF, Blue Jays) e Peter Moylan (RP, Royals).

Os Braves continuam apostando em veteranos e trouxeram Brandon McCarthy para a rotação, a equipe também tem esperança de que Sean Newcomb e o brasileiro Luiz Gohara possam se desenvolver e que Julio Teheran retorne aos seus melhores dias, o que transformaria a rotação do time em um núcleo respeitável. 


O total é três vitórias acima do que o conseguido pelo time no último ano e eu não acho que os Braves tenham melhorado a esse ponto, eu gosto de Gohara e Newcomb é talentoso, sendo que também posso ver McCarthy funcionando bem caso esteja saudável, mas exceto por Freddie Freeman, o time tem pouca qualidade no bastão, com Nick Markakis envelhecendo e se tornando menos efetivo a cada ano e com Inciarte provavelmente regredindo um pouco na média de rebatidas. O bullpen me parece talentoso, mas eu sinto que os Braves tiveram um pouco de sorte na construção do recorde na última temporada e mesmo um bullpen efetivo não deve melhorar esse time em três vitóras. 

Palpite: Under 75,5 wins @1.80 na Bet365

Miami Marlins 

Campanha no ano passado: 77-85 (2° na divisão East da Liga Nacional) 

Em uma divisão que acabou sendo mais fraca do que o previsto, os Marlins terminaram em 2° mesmo com uma campanha negativa. A equipe contou com grande temporada de Giancarlo Stanton, que rebateu 59 home runs, a rotação porém, acabou sendo ruim e a aliada ao fraco bullpen limitou a temporada do time e fez com que a equipe não se classificasse para os playoffs. 

Quem Saiu: Christian Yelich (OF, Brewers), Marcell Ozuna (OF, Cardinals), Tom Koehler (SP, Blue Jays), Giancarlo Stanton (OF, Yankees), Edinson Volquez (SP, Rangers), Jeff Locke (RP), Tyler Moore (1B), Mike Aviles (3B), Jose Ceda (RP), Dustin McGowan (RP), Ichiro Suzuki (OF, Mariners), A.J. Ellis (C, Padres) e Steve Lombardozzi (2B, Athletics).

Quem Chegou: Cameron Maybin (OF, Astros), Jacob Turner (RP, Nationals), Johnny Giavotella (2B, Orioles), Bryan Holaday (C, Tigers), Hunter Cervenka (RP, Orioles) e Starlin Castro (2B, Yankees).

Os Marlins optaram por uma reconstrução após terem ficado novamente fora dos playoffs na última temporada. O time se envolveu em várias trocas, deixando que seus principais jogadores saíssem. A equipe entra na temporada com uma mistura de veteranos e jovens talentos no campo e o foco nos próximos anos será o desenvolvimento de jogadores das ligas menores. 

Os Marlins ficaram com a 2° posição da divisão no ano passado e agora eles possuem a linha de total de vitórias mais baixa aberta nessa temporada, isso se deve a enorme reconstrução da equipe, que deixou sair seus principais rebatedores. Analisando os Marlins pelo o que eles são hoje, eu acho que eles podem ter uma temporada bem melhor que o projetado nessa linha. Eu gosto de Justin Bour e Derek Dietrich e acho que eles podem continuar progredindo na carreira, enquanto que na rotação, apesar de projetada para ser uma das piores da temporada, eu posso ver um ano melhor de Chen e um de: Urena, Despaigne e Turner se transformando em um pitcher efetivo, além de Dan Straily que vem de bons anos. Os Marlins não vão para os playoffs, mas acredito que eles vençam cerca de 70 jogos, superando a linha atual. 

Palpite: Over 65,5 wins @2.05 na Bet365

New York Mets

Campanha no ano passado: 70-92 W/L (4° na divisão East da Liga Nacional)

Os Mets foram uma das maiores decepções da última temporada e tiveram o 2° pior diferencial de corridas da Liga Nacional, com -128. O bullpen foi uma bagunça durante todo o ano e a rotação, projetada para ser umas das melhores da MLB, acabou sofrendo com lesões e apenas: Jacob deGrom e Robert Gsellman ultrapassaram os 100 IP, com o segundo tendo terminado com ERA 5.29. A equipe ainda teve sorte na construção do recorde, já que os Giants terminaram 64-98 W/L com um diferencial de corridas inferior ao dos Mets em apenas 9 runs. 

Quem Saiu: Matt Reynolds (SS, Nationals), Josh Smoker (RP, Pirates), Burch Smith (RP, Royals), Tom Milone (RP), Tom Gorzelanny (RP), Travis Snider (OF) e Desmond Jennings (OF),  

Quem Chegou: Jay Bruce (OF, Indians), Todd Frazier (3B, Yankees), Jason Vargas (SP, Royals), Anthony Swarzak (RP, Brewers), Fernando Abad (RP, Phillies), A.J. Griffin (RP, Rangers) e Adrian Gonzalez (1B, Dodgers).

O ataque não foi o problema dos Mets no último ano, mas o time resolveu se reforçar e preencher algumas posições que foram pouco produtivas na última temporada, caso da 3B principalmente. A equipe também apostou em Jason Vargas para trazer profundidade a rotação, mas o arremessador começará a temporada na lista de inativos, tendo sofrido uma lesão na mão direita que o fará passar por um processo cirúrgico. 

A grande questão nos Mets é se os seus principais jogadores podem ficar saudáveis durante toda ou grande parte da temporada, se sim, eles são talentosos o bastante para lutarem pela divisão. Michael Conforto é esperado para retornar no início de Abril e Noah Syndergaard inicia a temporada sem lesão. Eu gosto dos ajustes que o time fez no ataque e acredito que a rotação terá um ano melhor, com Syndergaard provavelmente conseguindo fazer parte dela por mais tempo do que no último ano. O bullpen deve continuar abaixo da média, mas Anthony Swarzak e AJ Ramos foram bons ajustes para uma unidade que foi umas das piores na última temporada, com qualquer ajuda no setor sendo bem vinda. Os Mets são um time difícil de prever, mas eu vou com o over no total de vitórias deles. 

Palpite: 81,5 wins @1.90 na Bet365

Philadelphia Phillies


 

Campanha no ano passado: 66-96 W/L (4° na divisão East da Liga Nacional)

Os Phillies terminaram em último na divisão na última temporada, com o time tendo mostrado uma rotação bastante deficiente, onde apenas Aaron Nola teve um ERA abaixo de 4.00 e com o ataque sendo inexpressivo durante boa parte da temporada, tendo melhorado apenas na reta final quando Rhys Hoskins estreou nos profissionais. A equipe também teve um pouco de azar na construção do recorde, com o time tendo 4 vitórias a menos do que os Mets, mesmo tendo um diferencial de corridas 36 runs melhor do que o time de New York. 

Quem Saiu: Adam Rosales (2B), Henderson Alvarez (SP), Cameron Rupp (C), Francisco Rodriguez (RP), Pedro Florimon (SS), Andres Blanco (SS, Giants), Kevin Siegrist (RP, Pirates), Daniel Nava (OF, Pirates), Fernando Abad (RP, Mets), Ty Kelly (3B, Mets), Cesar Ramos (RP, Dodgers), Clay Buchholz (SP, Royals) e Ryan Flaherty (3B, Braves). 

Quem Chegou: Jake Arrieta (SP, Cubs), Carlos Santana (1B, Indians), Tommy Hunter (RP, Rays) e Pat Neshek (RP, Rockies),

Os Phillies foram uma das equipes mais ativas na última free agency e entram nessa temporada buscando serem concorrentes, após terem ficado em último na divisão no último ano. A equipe assinou grandes contratos com o arremessador Jake Arrieta, ex-Cubs e com o 1B Carlos Santana, ex-Indians. Além das duas principais contratações, o time também reforçou o bullpen com Neshek e Tommy Hunter. 

Eu não acho que Arrieta vá funcionar tão bem nessa equipe, com o arremessador já tendo apresentado declínio no último ano, mas a rotação deve ser boa, com Vince Velasquez recuperado de lesão, Nick Pivetta sendo uma boa promessa e Aaron Nola se consolidando como um arremessador de topo de rotação. O bullpen foi bem reforçado e o ataque deve ter exibições melhores de Odúbel Herrera e Maikel Franco, ao mesmo tempo em que se beneficiará de uma temporada completa do talentosíssimo Rhys Hoskins e da experiência e produção de Carlos Santana. Os Phillies são bastante badalados neste início de temporada e esse total pode ser um pouco alto, já que é 10 vitórias superior ao que o time conseguiu na última temporada, mas eu gosto dessa e acredito que eles terão um bom ano. 

Palpite: Over 76,5 wins @1.83 na Bet365

Washington Nationals

Campanha no ano passado: 89-73 W/L (1° na divisão East da Liga Nacional)
Campanha nos playoffs: Eliminados pelos Chicago Cubs por 3x2 na NLDS. 

O Nationals reforçaram o bullpen com: Sean Doolittle, Brandon Kintzler e Ryan Madson na metade da última temporada e corrigiram um dos maiores problemas da equipe. O ataque foi excelente, especialmente no início e na rotação, Max Scherzer, Stephen Strasburg e Gio Gonzalez terminaram com um ERA sub 3, com isso o time venceu 97 jogos na temporada regular e ganhou a divisão. Nos playoffs, o ataque foi bem menos eficiente e a equipe caiu logo na primeira rodada frente aos Chicago Cubs. 

Quem Saiu: Jacob Turner (RP, Marlins), Matt Albers (RP, Brewers), Jose Lobaton (C, Mets), Adam Lind (1B, Yankees), FranciscoRodriguez  (RP, Phillies), Jayson Werth (OF), Joe Blanton (RP), Oliver Perez (RP), Stephen Drew (2B), Ryan Raburn (OF), Esmil Rogers (RP), Clint Robinson (1B), Neal Cotts (RP), Josh Outman (RP), Evan Meek (RP), Kevin Jepsen (RP, Rangers), 

Quem Chegou: Matt Adams (1B, Braves), Miguel Montero (C, Blue Jays) e Joaquin Benoit (RP, Pirates).

Campeões da divisão no último ano, os Nationals mantiveram seus jogadores mais importantes e fizeram poucas aquisições, fortalecendo o banco com Matt Adams e Miguel Montero apenas. A equipe também contará com o retorno de Adam Eaton, que passou grande parte da última temporada lesionado e que ficou de fora dos playoffs. 

Muita coisa deu certo para os Nationals na temporada passada para que eles vencessem 97 jogos e apesar de serem inegavelmente uma boa equipe, eu não acho que eles sejam tão bons para venceram mais do que 90 jogos esse ano. A rotação me preocupa e a excelente temporada de Gio Gonzalez no último ano dificilmente será repetida, enquanto que: Tanner Roark e A.J. Cole possuem problemas graves contra rebatedores canhotos. O bullpen deve ser bom e o retorno de Adam Eaton fortalece um ataque que tem ótimas peças como: Bryce Harper, Anthony Rendon e Trea Turner. Os Nationals devem ser uma equipe forte, mas em uma divisão melhorada esse número de vitórias é alto demais. 

Palpite: Under 92,5 wins @2.15 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

Ganhar
Sportingbet

Bônus

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar



Outras Notícias