Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
homeBlogMercado de Apostas"BBB" das apostas: governo vai monitorar a movimentação das operadoras em tempo real

"BBB" das apostas: governo vai monitorar a movimentação das operadoras em tempo real

Josias Pereira Josias Pereira
"BBB" das apostas: governo vai monitorar a movimentação das operadoras em tempo real

O governo federal, por meio da Coordenação Geral de Apostas do Ministério da Fazenda e do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), está preparando um sistema para monitorar, em tempo real, todas as apostas online feitas pelas empresas que se registrarem para operar no Brasil. Para garantir a integridade do setor no país, o governo vai preparar um verdadeiro "BBB" das apostas, de acordo com o Globo.

O programa, desenvolvido pelo Serpro, poderá identificar fraudes no pagamento de impostos, além de também monitorar os perfis de apostadores, alertando-os para um possível vício. Vale destacar que as empresas serão obrigadas por lei a fornecerem os dados dos jogadores, além de limitar o tempo de jogo de cada apostador através do programa desenvolvido pelo governo, segundo o assessor especial da Fazenda, José Francisco Manssur.

"É um sistema integrado, que vai mostrar para a gente em tempo real, talvez com alguns minutos de delay, a movimentação das apostas, para que a gente possa não só fiscalizar o recolhimento dos tributos, mas, também, uma possível fraude, externalidade negativa, ou até mesmo manipulação de resultados", destacou Manssur, ao Globo.

Ainda, o Ministério da Fazenda também vai cruzar dados dos apostadores em diferentes plataformas, e o Ministério do Esporte também terá acesso ao sistema, que fará o monitoramento de apostas esportivas atípicas, que possam indicar manipulação de resultados de futebol. Caso uma situção assim ocorra, um aviso seria enviado ao time, ou entidade esportiva responsável, para análise do comportamento do atleta em campo.

"Queremos casar os dados de todas as empresas, por usuário. Se o José da Silva, por exemplo, está passando mais de 10 horas apostando, podemos assim captar um caso de eventual patologia e endividamento" continuou Mansur.

Até o início de fevereiro, a Fazenda deverá abrir as inscrições para a autorização de operações Brasil, como prevê a nova lei. As inscrições deverão ser abertas duas vezes ao ano, e a autorização para as empresas de apostas deverá ser emitida em até 30 dias, após o pagamento da taxa de outorga de R$ 30 milhões.

Vale destacar que mais de 130 empresas do setor de jogos já manifestaram interesse no mercado brasileiro, e terão prioridade na análise de documentações e liberação de atividades. Desse total, 44 são sediadas em paraísos fiscais e 64 são empresas brasileiras. A regulamentação vai trazer grandes players ao país, como a MGM Resorts, com sede em Las Vegas, além de importantes casas de apostas de Reino Unido, China, França e Portugal.

(Foto: Pizabay/Pexels)

Casas de aposta em destaque

logo

Novibet

Star
9.7
logo

Betnacional

Star
9.3