Blog


Veja as últimas Publicações do mundo das apostas.



  • Dica gratuita também é boa

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 21/11/2018 às 10:02

    Resultado de imagem para free

     

    Dicas de apostas precisam ser pagas para serem seguidas? 

    Esse é o sentimento que muitas pessoas passam quando questionam as tips free enviadas aqui pelo site e em nosso grupo do whatsapp ( não está no grupo? clica aqui).
    Todas tips enviadas são também entradas que fazemos, que analisamos por horas ou até observamos valor, portanto são mais que confiaveís.

    Acostumamos com os chamados GRUPO VIP, como se fosse uma garantia de lucro e na maioria das vezes não é, pois com o crescimento das apostas, muita gente entra nessa, tanto para levantar um dinheiro rápido, quanto achando que realmente pode conseguir ganhar à longo prazo.
    Guarde isso aqui: LONGO PRAZO, significa ter sua gestão de banca, um método e análises que após um tempo será lucrativo ao fim de uma temporada.
     

    Todas tips que envio aqui são por um padrão que tenho de aposta, coloco a análise e o motivo que entro naquilo, minha fairline bateu, considero a aposta de valor e com boas chances de acontecer, em alguns casos teremos uma sequência absurda de acertos, mas o universo e a matemática conspiram para equilibrar com uma sequência de reds e deixar as coisas normais.

    Não se prendam ao número de greens, mas sim no retorno sobre o investimento ( ROI), as unidades ganhas. Se um apostador entrar em 100 apostas no Over 0.5, com análises até legais, mas com odds de 1.01, pode acertar até 90%, ( noventa apostas em CEM!), número alto e absurdo de acertos, mas ainda assim ficaria no prejuízo. Já um apostador buscando odds médias de 1.80, usando handicaps, o Draw no Bet, etc e acertando 57% das bets terá lucro, mas o segredo é tirar valor em sua análise e por isso uso muito os handicaps, que em muitos momentos dão metade do ganho ou deixam perder apenas a metade, isso equilibra os lucros e prejuízo, no pensamento à longo prazo.

    Não existe método de aposta que consiga passar sobre odds sem valor e isso vai além do valor da aposta, ser odd 1.05 ou 2.5, claro que odds mais robustas trazem um equilibrio bom, mas também costumam oscilar mais, pois matematicamente o evento é mais dificil de acontecer, portanto se você estiver a frente da casa na análise será lucrativo, buscando algo que pague mais do que realmente é.

    Não duvide da qualidade de um serviço gratuito como disponibilizamos aqui no Aposta10, pois temos muito trabalho para chegar à isso e se você fizer um teste pode ver que a longo prazo é lucrativo. 
    Nesse mês enviei 44 tips FREE por aqui e estou com +1,56 unidades no lucro, levando em conta que indico 2% da banca por entrada, é um bom valor e os campeonatos usados não são nada fáceis, como Brasileirão, Série B Brasileiro e Campeonatos Europeus, todos bem justos.

    E ainda uso na maioria das vezes linhas asiáticas, que são bem complicadas, portanto sigam, repassem e confiem nas tips free.
    Muitas vezes quem entra fica de olho e pergunta sobre um possível grupo VIP, essa não é a intenção do site, a intenção é passar informações de qualidade e gratuita, aproveitem, pois o site existe com leitores e seguidores.
     

    Repassem aos seus amigos e vamos mostrar que existe um trabalho bem feito e de forma gratuita, com acesso para quem quiser aprender e conhecer mais.

    E para constar no mês passado enviei 40 tips e terminei com +1 unidade de lucro, pode parecer pouco, mas trabalhando com Majors Leagues e Brasileirão é bem dificil conseguir algo acima e terminar positivamente.
    Ainda buscarei o balanço dos meses anteriores, mas o intuito não é criticar sobre grupos VIPS e sim a ânsia que as pessoas procuram e achar um tipster bom ou um serviço bom pago é dificil e não é BARATO, pois quem trabalha com isso perde muito tempo e provavelmente faz apenas isso ou trabalha apenas no segmento de apostas, valorizando seu trabalho.

    Venha conosco!



     


    Palavra-chave:

    Dicas-FREEAposta10

  • Hora de agir...

    Rodrigo Disconzi Rodrigo Disconzi
    Publicado em 19/11/2018 às 19:22

    artigo de Raul Ferreira

     

    Chegamos ao final de mais um ano de trabalho, e com ele devemos sempre fazer algumas reflexões.  Deixaremos alguns conceitos positivos a serem analisados e após cada tópico faça uma auto-avaliação sobre o tema proposto:

    - Se em 2018 você não conseguiu consistência, comece de novo e não aposte por impulso ou sem técnica. Entenda que esse ramo exige visão de médio e longo prazo. Pressa não cabe aqui, apenas te fará andar para trás e te atrasará mais ainda.

    - Defina uma estrutura de trabalho com planejamento, rotina, disciplina, gestão, controle e períodos de avaliações. Imagine você dono de uma empresa e não pode permitir que ela vá á falência. Essa é sua missão para 2019, crie métodos para isso.

    - Procure entender o conceito do termo Investimento. Essa é a palavra que você deve fixar nas suas operações a partir de agora.

    - O sucesso deixa rastros, procure esses rastros com pessoas realmente focadas. E cuidado com quem leva esse ramo na brincadeira, filtre informações, pois nas redes sociais todos são vencedores. Cuidado e não deixe que tudo influencie no seu operacional. Mas não deixe de interagir na medida do possível, existem muitas pessoas boas que estão dispostas a ajudar. Mas não se esqueça, filtre sempre informações que chegam até você.

    - Se você chegou ao final de 2018 e, após uma avaliação anual, entende que esse ramo não se enquadra com as suas características, ou seja, não é para você, isso é normal e faz parte de qualquer avaliação de qualquer ramo de atividade. Apenas não generalize isso como se fosse uma regra para todos, e cabe a você entender que foi apenas uma etapa malsucedida ou uma experiência que não deu certo.

    Agora é com você, pegue caneta e papel e coloque por escrito o que foi proposto no inicio do texto e quais as melhorias a serem feitas caso necessário. Não deixe apenas no pensamento, pois meu pai já dizia: “Mais vale um lápis curto do que uma memória longa.”

    A segunda etapa do processo é tirar suas metas e planejamentos do papel. Que venha 2019!!!


  • Stress e o limite das apostas

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 13/11/2018 às 16:23

     

    Muitas pessoas levam as apostas como hobby ou uma fuga de um cotidiano atribulado de seu trabalho, sendo para ganhar um dinheiro ou apenas para sentir a adrenalina de acompanhar os resultados, mas e quando isso passa dos limites?

    Tenho trabalhado exclusivamente com as apostas à quase dois anos, quando deixei meu antigo trabalho e decidi que era o momento de buscar novos desafios e algo que pudesse ter mais liberdade para conviver com minha família e amigos, além de viajar e também por uma qualidade maior de vida e satisfação.

    Trabalho muito, tenho uma rotina pesada de 12 horas de trabalho de segunda a sexta e de seis horas no sábado, deixo o domingo para colocar apenas algumas apostas, mas fico mais com minha família e pouco olho em sites e até em grupos, até pelas pessoas de meu círculo social trabalharem em dias normais e folgarem no final de semana.

    Mudei de casa à pouco tempo e hoje trabalho fora e retorno para ela ao fim do expediente e fui surpreendido por uma estafa emocional, inclusive com reações físicas à isso, a saída foi um domingo total de repouso e muito sono. Talvez a mudança do horário de Verão e a falta de sono e descanso adequados tenham trazido isso, mas temos pessoas que já descreveram sentimentos piores.

    Pessoas que apostam por impulso, buscando um retorno rápido e de um volume muito maior que o investido, não estou falando daqueles que apostam uma quantia pequena dentro de seu patrimônio, assim como jogam na Mega-Sena, Quina e afins, mas sim o que começam a gastar dinheiro que deveriam gastar para coisas de sua casa, filhos, esposa, marido, etc.

    Alguns declaram que deixam de sair para buscar aquela "boa aposta", aquela "boa oportunidade", que dificilmente vai dar errado e é ai que as coisas dão errado.
    A questão da probabilidade é pouco falada no mundo das apostas, apesar de sempre colocarmos as odds, esquecemos que por mais que uma equipe seja favorita, ela tem chances de perder e a nossa entrada na aposta deve ser apenas se paga mais do que se deveria e não pela certeza de um time não perder.

    O primeiro passo para sua cabeça entrar em parafuso é uma perda grande em sua banca em um único jogo, isso vai acumulando frustrações e aquela vontade de recuperar logo, que leva ao fim. Para quem já assistiu filmes como "O Apostador" sabe do que estamos falando, tudo tem um limite.

    No meu caso, esse principio de colapso foi pelo excesso de trabalho, assim como um funcionário de uma empresa, sob pressão e que precisa mostrar serviço, e faz uma pergunta qual o limite nas apostas?

    Eu considero que o limite seja não atrapalhar sua vida, deixar de ir à um aniversário, bar, confraternização ou almoço com família e amigos é ultrapassar a barreira do tolerável e entrar em um mundo perigoso.

    Pouco abordado, o vício em apostas pode causar problemas maiores que financeiros, mas feridas profundas em sua vida. Perder uma namorada ou namorado, ver seu casamento em crise e até seu trabalho abalado não valem a pena, mesmo que você esteja ganhando um bom dinheiro para isso, se estiver perdendo então não precisa nem pensar que não compense.

    O trabalho nas apostas é a longo prazo, se você tem apenas algumas horas do dia livre, separe de modo que não ultrapasse limites, se você tem o dia todo, mude seu horário e separe um bom tempo para ficar de bobeira, um dia de descanso, um final de semana de descanso, muda tudo.

    Eu ainda procuro o equilíbrio de oferecer um bom trabalho para clientes e parceiros e ter um bom descanso, mas sabia e agora tenho ainda mais certeza que alguns dias sem fazer nada pode ter um retorno avassalador em seu rendimento e em suas análises.



    Limite-se para ampliar seus ganhos e sua diversão.


  • Dica10 do dia 05/11

    Rodrigo Disconzi Rodrigo Disconzi
    Publicado em 05/11/2018 às 17:51

     

     "Apostadores bem-sucedidos - e de qualquer tipo- não pensam em apostas imperdíveis, teorias incontestáveis e aferições de infinita precisão quando especulam sobre o futuro.

    Essas são as ilusões dos otários, as sedutoras sereias do excesso de auto-confiança.

    Apostadores de sucesso, ao contrário, pensam no futuro como manchas de probabilidade, flutuando para cima e para baixo, como uma fita que registra o pulsar da bolsa de valores cada tranco provocado pela chegada de novas informações.

    Quando a intuição a respeito dessas probabilidades se distingue bem do que é apresentado pelo consenso, eles se encontram em boa posição para apostar."

    Nate Silver, estatístico, escritor, ficou famoso ao acertar as previsão de 100% das cerca de 50 cadeiras para o Senado em 2008, além da vitória de Obama.

     

     

    Confira o seu ótimo website 


    Palavra-chave:

    dica10blog aposta10

  • Mudanças na NFL

    Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano
    Publicado em 03/11/2018 às 16:12

    Meu primeiro post no blog será para relatar uma semana movimentada na NFL, onde tivemos a trade deadline, mudança de quarterback e demissão de treinador. Foram nove acontecimentos de destaque nessa semana, todos relatados abaixo. 

    Diferente do que ocorre na NBA e na MLB, a trade deadline da NFL não costuma ser muito movimentada e é raro que muitas equipes consigam reforços significativos, mas esse ano tivemos um bom número de trocas, especialmente na posição de wide receiver e é por eles que começaremos este resumo. 

    01) Amari Cooper foi trocado para os Cowboys! 

    Jerry Jones causou risadas histéricas da patética mídia esportiva quando disse que o ataque adotado pelos Cowboys esse ano era semelhante ao dos Rams de Sean McVay. Ele utilizou a palavra certa, semelhante é um termo adequado e não significa que ambos ataques possuem o mesmo grau de sucesso e sim que possuem um playbook e uma filosofia de jogo bastante parecida. Com a falta de alvos eficientes, o ataque dos Cowboys tem sido frustrante até o momento e Jones resolveu se mexer e reforçar o time, que ainda possui chances de playoffs nessa temporada. O preço pago por Cooper foi bastante alto, com a equipe cedendo uma escolha de 1° rodada. Cooper foi alvejado apenas 31 vezes nessa temporada, agarrando 22 passes para um total de 280 jardas e 1 touchdown. O wide receiver porém, é bastante talentoso e pode crescer de produção se tornado o alvo preferido de Dak Prescott, que na falta de um recebedor #1, não tem tido grandes atuações nessa temporada. 

    02) Demaryius Thomas foi trocado para os Texans! 

    Os Texans enfrentarão os Broncos amanhã, equipe pela qual Thomas atuou em todas as suas nove temporadas na liga, mas dessa vez o wide receiver estará do outro lado. Thomas chega para suprir a ausência do lesionado Will Fuller V mas possui características distintas do antigo titular do ataque dos Texans. Fuller é wide receiver de velocidade, que queima secundárias com consistência e recebe passes longos, enquanto que Thomas possui o biótipo de wide receiver #1 semelhante a DeAndre Hopkins e é um grande alvo na redzone. De qualquer forma, uma dupla formada por: Hopkins e Thomas é bastante talentosa e Deshaun Watson deve continuar produzindo bem com esse conjunto de recebedores. 

    03) Golden Tate foi trocado para os Eagles! 


    Campeões do Super Bowl na última temporada, os Eagles foram apontados pela mídia esportiva como grande força para esse ano, o que configura um ano de atraso na percepção real sobre a equipe. O time perdeu peças na offseason e tem tido dificuldades esse ano. O corpo de recebedores porém, não era uma fraqueza explicita nessa equipe, mas os Eagles visualizaram a oportunidade de trazer mais um alvo para o quarterback Carson Wentz e fizeram o movimento. Golden Tate liderava os Lions em recepções nessa temporada, com 44 passes agarrados e 517 jardas, além de ter anotado 3 touchdowns. Ao lado de: Alshon Jeffery, Nelson Agholor e do tigh end Zach Ertz, Tate deve formar um dos grupos de recebedores mais temíveis da liga. Após a lesão de Jay Ajayi, era especulado que os Eagles tentariam obter um running back, mas o novato Josh Adams acabou se saindo bem nos últimos dois jogos e ganhou a posição, devendo ser o running back #1 da equipe daqui para frente.


    04) Terrelle Pryor Sr. foi para os Buffalo Bills!

    Este é um movimento menor, já que Pryor havia sido dispensado dos New York Jets e assinou com os Bills sem a necessidade de uma troca. O jogador foi draftado como quarterback e atuou na posição pelos Raiders em 2013 antes de ser convertido para wide receiver, onde fez excelente temporada pelos Browns 2016. Pyor no entanto, nunca mais o foi o mesmo após a temporada 2016/17 e teve passagens sem destaque por Redskins e Jets. O jogador chega para ser uma opção no que provavelmente é o pior grupo de recebedores da liga, com dois quarterbacks do time lesionados, foi cogitada a hipótese de Pyor iniciar na posição, algo que foi posteriormente descartado pelo head coach Sean McDermott, que deve começar com Nathan Peterman como titular. 

    O mercado para defensores foi menos ativo do que o de wide receivers, mas duas trocas se destacam: 

    05) Dante Fowler foi trocado para os Rams!

    Mesmo com grandes nomes, como: Aaron Donald, Ndamukong Suh, Marcus Peters e Lamarcus Joyner e com a equipe entrando invicta na 9° semana, a defesa dos Rams não tem funcionado tão bem e o time acertou uma troca com os Jaguars pelo defensive end Dante Fowler Jr., que não vinha participando de muitos snaps pelo time de Jacksonville. Fowler conseguiu 8 sacks na última temporada e é uma adição interessante para atuar ao lado de Aaron Donald, que já possui 10 sacks esse ano. 

    06) HaHa Clinton-Dix foi trocado para os Washington Redskins!


    Clinton-Dix tem três interceptações nessa temporada e formará uma forte secundária em Washington com: Quinton Dunbar, Josh Norman e D.J. Swearinger Sr. A temporada dos Packers ainda não está acabada mas a saída de Clinton-Dix piora consideravelmente uma secundária que já não vinha sendo tão boa. 

    Além das trocas, também tivemos outros três movimentos importantes essa semana.

    07) Le'Veon Bell não foi trocado e dificilmente atuará nessa temporada!

    Bell está em greve desde o início da temporada reivindicando um melhor contrato, o jogador foi envolvido em várias especulações de troca, mas para que o movimento fosse feito, Bell precisaria antes assinar a franchise tag com os Steelers, algo que ele se recusa a fazer, com isso, dificilmente o jogador retornará aos Steelers nessa temporada, se tornando um free agente no próximo ano. Os Steelers porém, não estão sentindo falta do running back, já que James Conner tem atuado muito bem e já anotou 9 touchdowns nessa temporada. 

    08) Ryan Fitzpatrick é o novo quarterback titular dos Buccaneers! 


    Fitzpatrick começou o ano na posição já que Jameis Winston estava suspenso e teve grandes atuações, lançando para 13 touchdowns e ostentando rating de 119.3, Fitzpatrick teve duas partidas com mais de 400 jardas nessa temporada. Após uma atuação ruim contra os Chicago Bears, o quarterback foi para o banco e Jameis Winston recuperou a posição. Winston porém, teve atuações bem aquém do esperado e vinha com 6 touchdowns, 10 interceptações e rating de 74.7. Ainda com chances de classificação aos playoffs, os Buccaneers optaram por tornar Fitzpatrick o titular, o que deve significar o fim da era Wiston na equipe. 

    Jameis Winston foi a 1° seleção do draft de 2015, mas apesar de ser visto como muito talentoso, nunca teve a consistência necessária para liderar um ataque um ataque que possui um conjunto muito efetivo de recebedores em: Mike Evans, DeSean Jackson, O.J. Howard e Adam Humphries. Na temporada passada, Winston foi tema de uma de minas previsões ousadas, e eu particularmente nunca gostei muito do quarterback. Na minha visão, os Buccaneers fizeram um movimento necessário, mas com bastante atraso. 

    09)  Hue Jackson não é mais o head coach dos Browns!


    Outra equipes que tomou a decisão correta mas com bastante atraso foram os Browns. Em três anos no comando do time, Jackson teve um recorde 3-36-1 W/L e com um bom time em mãos esse ano, tomou muitas decisões erradas e viu a equipe ir a quatro overtimes, vencendo um, perdendo dois e empatando outro. Os Browns possuem o melhor saldo de turnovers da NFL nessa temporada com +11, sendo o único time entre os nove melhores em saldo a ter um recorde negativo entrando na semana 09. Quando uma equipe produz números tão bons e mesmo assim perde jogos de forma frequente, normalmente a culpa é do técnico. 

    Esses foram os principais acontecimentos dessa semana na NFL, não deixe de conferir nossas dicas de aposta para essa semana 09, teremos um bom número de dicas para os jogos deste domingo, 04/11. 
     




Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
10Bet

Bônus

R$400

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Betboro

Bônus

R$500

Ganhar