Blog


Veja as últimas Publicações do mundo das apostas.



  • Uma semana complicada

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 15/04/2019 às 15:07




    Fala, pessoal!

    Aqui é o Fernando, e vamos para nossa segunda semana de balanço das dicas enviadas no site.
    Além das dicas, também coloco nossa Loteria e os jogos dela, pois falo para todos apostarem neles de forma simples.

    Foi uma semana ruim, a Kombi teve seu pior índice de aproveitamento, deixando nosso resultado no red na semana.

    Do dia 08 a 14/04, ficamos 5,57 unidades negativos, um número alto, em 46 apostas.

     

    Vamos aos torneios que trabalhamos na semana:
     


     

    A Copa Libertadores foi lucrativa, conseguindo um ROI de 11,81%.


    Os mercados utilizados:



    Destaque para o Empate Anula Aposta, que chegou ao incrível ROI de 45,36%, enquanto o Ambas não marcam fica como destaque negativo.


    Vamos ao gráfico do mês até aqui, estamos com 2,10 unidades negativas até o momento, uma retração alta da boa semana passada.
     


     

    Vamos agora aos mercados e torneios que trabalhamos até aqui:
     

     

     

    O que o balanço me diz é que o foco em campeonatos sempre melhora ao longo prazo, assim como foi a cobertura da Série B no ano passado, e vamos fazer nesse ano novamente.

    MLS e Libertadores são torneios que fazemos toda rodada, portanto, ao longo prazo, passamos a conhecer melhor as condições das equipes e os mercados mais interessantes, com isso decidi escolher os campeonatos que irei trabalhar.
    Levando em consideração que a temporada européia acaba em maio, vamos aos torneios:

     

    • MLS
    • Taça Libertadores da América
    • J-League 1
    • Ligue 1
    • Campeonato Uruguaio
    • Campeonato Chileno
    • Campeonato Paraguaio
    • Brasileirão Série B
    • Campeonato Equatoriano
    • La Liga
    • Campeonato Boliviano
    • Copa Africana de Nações ( no meio do ano)

     

    Eventualmente posso cobrir as eliminatórias, em Datas FIFA, mas devo estudar melhor isso e passar aqui. O interesse é selecionar torneios que consiga um feedback e ao menos um bom número de entradas na temporada.
    Após o meio do ano, com a volta dos campeonatos europeus, irei passar os que irei acompanhar desde do ínicio.

    O acompanhamento é muito importante para fortalecer a mente e a estratégia do apostador, espero que sigam e podem enviar perguntas também.
    Mesmo momentos de baixa ajudam e muito, além disso a gestão de banca impede grandes perdas, como podemos ver em nosso acompanhamento.
    50 unidades deixa um bom conforto para os altos e baixos que sempre nos acompanham, além disso enxergar as apostas como algo variável, um investimento de alto risco.


    Nessa maratona, o importante é sempre o final, ou seja o resultado em Dezembro!

     

     

     

     

     

     

     

     


  • Como acompanhar sua evolução nas apostas?

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 08/04/2019 às 13:13



     

    Salve galera, estou inaugurando o acompanhamento das tips semanais que envio aqui no Aposta 10.
     

    Como sabem , e acompanham, eu envio tips da Copa Libertadores, MLS, campeonatos paulista e mineiro, além de alguns europeus.

    Qual minha intenção com isso?

    Mostrar a todos como faço os balanços, como corrijo seguidos períodos de baixa, como trabalho com minha odd.
    Lembrando que aqui levamos o palpite como trabalho, temos campeonatos pré-definidos para trabalhar e temos que encontrar valor em determinados jogos.

    E nessa questão vem minha primeira dica: ESCOLHA OS CAMPEONATOS QUE IRÁ TRABALHAR!
    Requer um tempo para você se adaptar as vezes, mas experiência própria, QUANDO SE TEM UM PADRÃO se torna mais fácil encontrar valores e tendências.

    Após isso fica definida sua banca. Eu uso o valor de 2% por entrada, isso significa o nível de confiança 5. Nas tips que envio não altero pois acredito que o resultado fica próximo ao real.



    E isso diz muito sobre o título desse TEXTO!

    Começarei a tabular os jogos a partir do dia 01/04/2019, portanto essa é a primeira semana.
    Coloquei uma banca fictícia de R$5000,00, dividindo as entradas em R$100,00.
    As tips da Loteria também contam aqui, eu coloco a acumulada e elas de modo individual, pois é o que indico e muitas pessoas seguem!

     

    Vamos começar então:


    Foram 46 apostas nessa primeira semana, 13 saíram da loteca, o crescimento foi de 6% da banca, com um ROI ( retorno sobre investimento, de 7,53%.
    Em unidades, estamos com 3,46 ( R$346,50)




    * Legal colocar para vocês que isso pode chegar a ser negativo, perder apostas e passar por um período ruim é totalmente normal, o importante será o fim da temporada em novembro!



    Dentro disso vemos que foram mais dias de red do que green, porém as odds boas nos ajudaram.



    No fim do mês passarei com mais detalhes esse acompanhamento, com as ligas que tiveram mais cobertura, seu retorno, etc. Por enquanto nossa primeira página de ligas fica assim:

     



    E também irei passar os mercados trabalhados. Isso é muito importante, pois precisamos ajustar o que é ou não é lucrativo!
    Espero que acompanhem e gostem do trabalho, pois isso é um projeto que visa me ajudar na luta pela melhora nas apostas e também compartilhar algumas coisas que aprendo com vocês.

    Fiquem de olho no Blog do Aposta 10, todas segundas teremos nossa atualização!


  • Nossa Bad Run de cada dia

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 21/02/2019 às 17:18




    Venho escrever sobre um assunto que será sempre recorrente na vida de um apostador, A BAD RUN.
    Independente se você consiga um mês, seis meses, um ano de grandes resultados, um dia ou outro ela chega em você.

    O motivo de tratar da BadRun é simples, são minhas dicas de apostas para as ultimas semanas.
    Tenho meu trabalho em ligas brasileiras já estabilizado, cerca de dois anos e já tenho meu método de análise e aposta.

    Trabalho praticamente com todas entradas pré-live, buscando odds de valor dentro de minhas fairlines projetadas ( fala bonita né).
    Basicamente aposto onde acho que a casa pague mais do que deva em um determinado jogo.


    Comecei um projeto pelo A10 em seguir as competições sul-americanas, juntamente Copa Libertadores e Sul-Americana, além dos campeonatos e copas nacionais.
    Tem espaço para outros torneios internacionais que gosto, mas basicamente seria um trabalho de seguir completamente essas copas.

    Porém encontrei dificuldades em achar valor e trabalhar em mercados que muitas vezes são diferente ao meu parecer, como mercado de cantos, baliza inviolada, etc.
    Cheguei essa semana sem conseguir acertar minhas tips, mesmo analisando e colocando os pontos que eu acho interessante e ai você me pergunta, o que fazer nesse caso?

    Não existe a sorte ou azar no mercado, digo não existe ela a longo prazo, você nunca vai ganhar apenas por sorte ou perder apenas por azar, eles podem te seguir durante um tempo, mas vão se equilibrar por uma temporada.

    A coisa mais complicada quando você parte para trabalhar dentro de campeonatos que acabam de começar e a informação é tão escassa é tentar conhecer onde está se colocando.
    Os campeonatos vão até novembro e dezembro, agora é fevereiro, pouco mais de um mês que a maioria iniciou e com uma ou duas semanas de trabalho, você irá encontrar dificuldades mesmo, para se localizar no mercado.

    Estou falando na busca de uma aposta de valor, não basicamente em buscar o vencedor ou ganhar uma aposta.
    Ser vencedor é encontrar algo que você saiba que irá se equilibrar e virar a seu favor com o tempo.

    A Bad Run entra nisso como uma forma de colocar seus conhecimentos, sua possibilidade de mudança a prova.
    Se você conversar com qualquer apostar profissional, irá ver que ele tem a gestão banca bem divididade, sempre em 50 unidades em campeonatos justos.

    Isso faz com que ele se sinta tranquilo em meio a essas tempestades. Não que a questão do erro não mexa com o psicológico e atrapalhe, mas ela faz parte do seu crescimento.
    No caso tenho que passar as apostas prés, ter um tipo de análise e buscar valor em jogos que seriam dificeis de apostas.
     

    Ano passado eu e a Paty Fagundes cobrimos grande parte da Série B, com um projeto bem legal, em que pegavamos os dez jogos da rodada.
    O ínicio foi bem dificil, mas depois consegui me destacar em uma competição que sempre via com medo.
    Essa é minha intenção aqui. Evoluir, conhecer o mercado, ver como meu método de trabalho funciona, o que preciso mudar para encaixar.

    Cada ano as casas deixam suas odds mais justas, tem métodos e informações para diminuir a vantagem dos apostadores, que precisam ter criatividade e muita resilência para aprender.

    A nossa Bad RUN de cada dia vai sempre acontecer e o que deixo como dica é: Sempre coloque no papel após o jogo terminar, sendo green ou red, se você entraria nela novamente.
    Sempre questione os motivos de suas apostas, saiba o que te leva a entrar e não apenas por um time ser lider e o outro o décimo colocado.

    Não estamos falando de colecionar greens de odds 1,30 e ter um balanço final negativo. Estamos falando de consistência.
    Mesmo que uma odd de valor não tenha um minimo, tenha em sua cabeça que é importante apostar acima de odds de 1,80 em média. Isso não quer dizer que deva deixar de lado odds de 1,50, 1,60. Em alguns casos pode ter valor, mas no final a média das odds tem que ser acima.

    Ninguém acerta 100%. Um índice acima de 90% seria absurdo e mesmo com algumas odds um indice de acerto nesse percentual pode ser negativo ao fim.

    Se você utilizar odds de 1,30, ao fim de 100 apostas, terá que acertar no minimo 77 para conseguir um lucro mínimo de 1% sobre o investimento e se for odd média de 1,20, seriam 84 apostas.
    Algo muito, mas muito dificil para um lucro mínimo.

    Não existe almoço grátis nas apostas e nem na vida, para aprender e vencer você vai ter que ralar, até encontrar seu método e ter muito tempo para ver se consegue ser lucrativo!



     


  • O aposta10 representado na Feira Mundial de apostas

    Rodrigo Disconzi Rodrigo Disconzi
    Publicado em 15/02/2019 às 10:55

     

    O nosso colaborador Angelo Alberoni esteve em Londres no início de Fevereiro na ICE 2019, participando de seminários e encontros com "players" do mundo das apostas.

    Ele vai nos contar aqui nesse texto um pouco do que viu por lá e que pode ser interessante para o apostador brasileiro.

     

    " A ICE London 2019,  até a versão americana chegar de verdade, é considerada a maior Feira de Jogos mundial (opinião pessoal!). Nela existem todos os tipos de stakeholders, desde Casinos, Sites de Apostas, até Startups com ideias mirabolantes para o universo gambling!!!

    A ICE foi o primeiro evento que participei como betzilian.com (website do Angelo) e foi sensacional! Foi possível encontrar grandes personalidades da indústria do gambling brasileiro, como meu amigo Danilo Pereira, o maior punter tupiniquim da atualidade, os Countries Managers de casas como a bet365 e 188BET além de um amigo responsável pela minha entrada no ramo e mentor!!!

    Além dos contatos, foi importante para entender como os principais decisores do mercado internacional estão de olho no Brasil.

    Para aqueles que compartilharam suas visões durante as apresentações e reuniões privadas, sem falar nas conversas de bastidores com os envolvidos do Governo Federal pela regulamentação, o Brasil tem tudo para adotar um modelo de multi-licenças, com um limite de players, mas com regras bem flexíveis, seguindo o perfil liberal do novo Ministro da Economia, Paulo Guedes.

    Essa é também é a opinião de Edgar Lenzi, em um artigo muito interessante publicado na revista Gambling Insider deste mês. O jurista e fundador da BetConsult desenha todos os cenários possíveis para o Brasil e, no final, mesmo com certo receio típico dos advogados, acredita em um ambiente liberal para os operadores de jogos no país.

     

     

    Contudo, nem tudo são flores.

    Algumas pessoas com quem conversei também acreditam nesta pluralidade de Agentes em nosso mercado, mas não descartam um shutdown inicial, algo como aconteceu em Portugal. Claro, em menor escala e sem manter o monopólio estatal durante esse período, ou seja, o Governo brasileiro arrumaria a casa e, depois, com ela pronta, abriria a porta para seus convidados especiais.

    Vamos esperar pra ver.

    Sobre o ambiente mundial das bets, o centro do universo hoje se chama EUA. São inúmeras as discussões sobre como e quando o mercado americano irá, de vez, ser o epicentro das apostas desportivas. Não será fácil, principalmente pela pluralidade de leis que surgirão diante da autonomia dos Estados em legislar sobre o assunto.

    Por outro lado, organizações como a NFL, MLB e NHL já pularam na frente e assinaram acordos interessantes com algumas gigantes das apostas mundiais e para muitos, a próxima temporada do futebol americano já terá operadores oferecendo de forma legal apostas no esporte mais popular do país de Donald Trump.

    Para se ter uma ideia da importância do apostador americano no novo mundo das apostas desportivas, Kresimir Spajic, Senior Vice President of Online Gambling do Hard Rock International, trouxe um dado curioso: enquanto o stake médio de um apostador Europeu gira em torno de 20/30 Euros, apenas no Superbowl, o Stake médio do evento foi de 364 dólares!!!

    De acordo com Kresimir e outras pessoas que participaram desta mesa redonda, apesar das dúvidas surgidas nas últimas semanas por conta de uma possível nova interpretação do Departamento Americano de Justiça que gerou dúvidas sobre a legalidade do jogo online, todos acreditam que o futuro será bom, mas deve-se respeitar o ritmo natural de crescimento do mercado.

    Diante deste cenário para os dois maiores mercados das Américas, o futuro das bets, pelo menos para nós do Hemisfério Sul, parece ser azul, por mais que ainda tenhamos que atravessar algumas turbulências pelo caminho. No final, o Cristo Redentor estará lá esperando por nós e, como bom carioca, abraçará de corpo e alma toda a turma das apostas.

     

    Angelo Alberoni

     


  • O poder da pré-análise

    Fernando Pereira Fernando Pereira
    Publicado em 14/02/2019 às 11:09

     

    Faz algum tempo que gostaria de escrever sobre esse ótimo filme, Two for the Money ( Tudo por Dinheiro), que assisti pela Netflix, por indicação do companheiro Rodrigo Disconzi.
    Mas a correira de ínicio de ano e muitas competições fez meu tempo ficar bem escasso, pois como dizem, tempo é dinheiro e em alguns momentos você gostaria de que o dinheiro pudesse comprar tempo.

    Não conheço tantos filmes sobre apostas, sobretudo que abordem o cotidiano do analista/tipster e esse é um dos poucos que conseguem criar empatia com quem trabalha nesse mundo.
    A mensagem do diretor não seria sobre isso talvez, mas dentro de um filme podemos ter diversas interpretações.

    Nos EUA as apostas são ilegais, porém dicas delas não são. Podemos lembrar que em filmes e séries sempre vemos a figura do agente de apostas, aqui conhecido como cambista muitas vezes, sobretudo no Norte/Nordeste.
     

    No filme, um ex-aspirante a jogador de futebol americano profissional, que era prodigio, tem uma contusão grave, se afastando dos campos e precisando trabalhar em um emprego "comum" para se sustentar.
    Ele atendia para um jornal e em determinado momento precisa escrever os palpites da página de esportes, pois o responsável estava fora.
    Seu desempenho é muito bom e chama atenção de um dos maiores vendedores de dicas do EUA, interpretado por Al Pacino, que tem um programa de TV e o leva.

    Só um porém, para chegar a minha análise e conclusão, terei que dar alguns spoilers sobre o filme, mas não deixe de assistir mesmo assim.


    Após um grande começo, ele é visto como o menino de ouro, pois seu conhecimento de campo e a facilidade para pré-análises fazem ter um alto índice de acertos.
    Mas com fama, dinheiro e confiança em alta, ele acha que pode acertar ou fazer o trabalho de qualquer modo e entra em uma grande BAD RUN, que derruba seus clientes, o programa e a confiança de todo equipe e aqui que entro com minha observação.

    Sempre tento me manter focado, anotar pós rodadas, começar minhas análises pré-rodadas com antecedência e buscar informações sobre um time.
    Para um sucesso a longo prazo não vale apenas indicar o vencedor, mas sim saber o motivo que te levou para isso.

    O feeling é importante e até pode ocupar uma parte de sua análise, mas não é unico, grandes apostadores não trabalham com o achismo, não sabem quem vai ganhar, nunca sabemos.
    Você analisa, anota os prós e contras de cada time, busca o valor que acha justo e a linha e talvez aposte.

    Assumi um compromisso de cobrir os campeontos sul-americanos, sobretudo a Libertadores, e tenho sofrido com a exigência de ter uma aposta.
    No meu caso é um desafio e um trabalho, voltado para o site e para os leitores, algo que me ajude a evoluir e entender meus erros.

    O peso que cada um tem para sua análise é variável e bem pessoal, mas sempre se destacam:

    • Necessidade de vitória
    • Forma que a equipe tem atuado
    • rendimento dentro ou fora de casa

     

    No meu caso também uso o histórico e outras coisas, mas você precisa saber se a vitória tem o mesmo valor para ambas equipes, se tem jogado bem ou conseguido resultados ao acaso e se muda seu modo de jogar como visitante ou mandante.

    A confiança é inimiga, saiba que você não está apostando para ser melhor do que o outro apostador, mas sim para ser melhor que as casas de apostas, tirar valor do que elas deixarem a disposição.
    Portanto encontre um método, trabalhe nele, ajuste e procure o que te torna lucrativo, sempre coloque um período para isso.

    E assista esse filme, pois ele coloca o dia dia de um Tipster Profissional, como deve se portar e nunca se achar o maior ou melhor, pois aquele se tem um lugar onde o ditado "matar um leão por dia" se encaixa, as apostas são ele.

     

     

     

     

     



Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar