Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
homeBlogMercado de ApostasEleições no Reino Unido: candidatos são investigados por manipulação em apostas

Eleições no Reino Unido: candidatos são investigados por manipulação em apostas

Josias Pereira Josias Pereira
Eleições no Reino Unido: candidatos são investigados por manipulação em apostas
whatsappwhatsappwhatsapp
Betway logo
divider
8.4Nossa Avaliaçãoupper right icon

A Betway é uma consolidada casa de apostas europeia. Seu site de apostas oferece diversos mercados para vários esportes e muitas promoções para novos e antigos clientes. A casa é também famosa no mundo do eSports.

whatsappwhatsappwhatsapp

As eleições no Reino Unido vêm ganhado grande atenção da mídia, mas as notícias não têm aparecido somente nos noticiários de política. Na última segunda-feira (17), um dos guarda-costas do primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, foi preso por supostas apostas irregulares na data das eleições britânicas. As apostas teriam sido realizadas um dia antes do anúncio oficial.

A especulação dos eleitores é de que as eleições aconteceriam apenas no segundo semestre, mas, surpreendentemente, em 22 de maio, o primeiro-ministro anunciou que uma eleição para o Parlamento seria realizada em 4 de julho. A notícia pegou muitas pessoas do próprio partido de Sunak, o Partido Conservador, de surpresa.

Além do guarda-costas, que era um policial do Comando de Realeza e Proteção Especializada, preso, um assessor de Sunak, Craig Williams, que está concorrendo à reeleição para o Parlamento, admitiu estar sendo investigado pela Comissão de Jogos do Reino Unido. Ele teria realizado uma aposta de 100 libras (cerca de R$ 694) na data das eleições de julho, três dias antes de o primeiro-ministro anunciar a data.

A Comissão de Jogos afirmou estar investigando possíveis infrações relativas à data da eleição. De acordo com o The Guardian, a entidade teria solicitado às casas de apostas uma revisão de todas as apostas realizadas nas eleições que vão acontecer em julho. De acordo com o jornal britânico, a candidata Laura Sauders, que concorre em Bristol, e é casada com o diretor de campanha do partido, também teria feito uma aposta na data da eleição antes da data ser anunciada.

“Não estamos confirmando ou negando a identidade de quaisquer indivíduos envolvidos nesta investigação”, destacou a Comissão de Jogos do Reino Unido.

Vale destacar que, em território britânico, é considerado crime quando um funcionário público realiza uma aposta que esteja relacionada com o exercício das suas funções.

(Foto: Element5 Digital/Pexels)