Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
homeBlogMercado de ApostasFernando Haddad recebe relator do PL dos cassinos e apoia proposta de regulamentação

Fernando Haddad recebe relator do PL dos cassinos e apoia proposta de regulamentação

Josias Pereira Josias Pereira
Fernando Haddad recebe relator do PL dos cassinos e apoia proposta de regulamentação
whatsappwhatsappwhatsapp
whatsappwhatsappwhatsapp

Fernando Haddad, ministro da Fazenda, reuniu-se com o senador Irajá Silvestre (PSD-TO) nessa terça-feira (2) e manifestou seu apoio ao PL 2234/24, que regulamenta os cassinos, jogo do bicho, bingos e apostas em corridas de cavalo. Irajá é o relator do texto, que está no Senado Federal para votação. Ainda não há previsão para que o tema seja colocado em pauta no Parlamento, porém ele foi aprovado na Câmara dos Deputados e também na CCJ, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado. 

Um dos principais motes dos apoiadores do projeto de lei é o crescimento do turismo nacional, uma vez que os cassinos seriam integrados a resorts. Desta maneira, grandes empresas poderiam investir no setor, gerando renda, crescimento econômico, tributação e postos de trabalho. A expectativa do senador Irajá é de que o mercado gere uma receita de R$ 22 bilhões. 

De acordo com o parlamentar, o diálogo dessa terça-feira (2) foi "muito produtivo e o ministro Haddad se mostrou a favor e confiante no potencial do projeto". 

O ministro da Fazenda destacou que a regulamentação do setor de apostas e jogos foi feita em praticamente todos os grandes países. Ele atentou para os benefícios que o mercado pode trazer para a economia brasileira e também para a segurança dos jogadores. 

"Senador obrigado pela visita, é um prazer recebê-lo. Sobretudo com uma equipe inteligente e com, com boas ideias. Todos os países OCDE praticamente, quase todos os países do G20 e olhando o globo terrestre, quase todos os países, mais de 90% dos países regulamentaram, desde que seja bem disciplinado, bem feito, moralizado com a supervisão do Estado brasileiro, proteção ao cidadão, é uma coisa que pode gerar emprego e renda para o nosso país", comentou o ministro da Fazenda.

Haddad também sugeriu alguns pontos para aperfeiçoamento do texto apresentado por Irajá e garantiu o apoio do ministério da Fazenda. 

"Eu queria te cumprimentar, nós fizemos algumas sugestões para aperfeiçoar, são emendas de redação para aperfeiçoar o texto, mas que vão ajudar muito a disciplinar isso no Brasil e moralizar uma área de expansão de negócios dentro de regras rígidas para proteção da sociedade", concluiu o ministro. 

Também participaram do encontro Dario Carnevalli Durigan (Secretário-Executivo), Laio Correia Morais (Chefe de Gabinete), Regis Anderson Dudena (Secretário de Prêmios e Apostas), Claudia Tavares Fernandes (Chefe da Assessoria Especial para Assuntos Parlamentares e Federativos) e Poliana Trovão (Assessora Especial do Senado Federal) e Vilmar Fonseca (Coordenador Legislativo do Senado Federal). 

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)