Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 16/01/2021 (Sábado) às 22:15 Bet365
Futebol Americano

Palpite: AFC Divisional Round - Baltimore Ravens x Buffalo Bills - Playoffs NFL - 16/01

Odd: 1,95
Stake: 5/10

Status: Perdida

Publicado em 16/01/2021 às 15:00

Após terem vencido seus confrontos no Wild Card Round, Baltimore Ravens e Buffalo Bills se enfrentam no Bills Stadium pelo Divisional Round da AFC. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN. 

 Vs 

Local do evento: Orchard Park - New York

As equipes se enfrentaram na semana 14 da última temporada e os Ravens venceram fora de casa por 24x17 como favoritos por 6,5 pts no handicap. O total, definido em 43,5 naquela partida, terminou em under. 

No Bills Stadium, a temperatura será de 1°C, com umidade do ar em 78% e ventos fortes entre 8 e 13mph. Céu nublado e com 20% de chances de neve durante a partida. 

Fora de casa, os Ravens (Seed #5) superaram os campeões da AFC South, os Tennessee Titans por 20x13 e avançaram até o Divisional Round pela 2° temporada consecutiva. Com a 2° tabela mais fácil da liga, a equipe venceu 11 jogos na temporada regular, se classificando através do Wild Card e novamente atuará fora de casa. Franquia fundada em 1996, os Ravens venceram 2 Super Bowls, com a última conquista vindo na temporada 2012/13. 

O jogo aéreo não funcionou tão bem no início da temporada e em muitos momentos o quarterback Lamar Jackson mostrou imprecisão nos passes, o que também ocorreu no Divisional Round contra os Titans, onde o quarterback completou 70% de suas tentativas, mas lançou alguns passes ruins. Jackson porém, ainda terminou a temporada com números sólidos, lançando para 26 touchdowns, 9 interceptações e sustentando rating de 99.3. Um dos problemas do ataque nessa temporada foi a piora da linha ofensiva, desfalcada do tackle Ronnie Stanley e que permitiu sacks em 7,3% dos dropbacks na temporada regular, com Jackson sendo pressionado em 33,3% dos snaps no último jogo contra os Titans e sofrendo 5 sacks na partida. Orlando Brown Jr. ainda tem se saído bem na função de left tackle, mas: Bradley Bozeman, Matt Skura e Ben Powers formam um fraco interior de linha ofensiva. Marquise Brown foi a principal opção de alvo no jogo aéreo dos Ravens durante a temporada e Jackson focou a maioria dos passes nele no confronto contra os Titans, com Brown realizando 7 recepções na partida para um total de 109 jardas. O tigh end Mark Andrews é outro alvo frequente no jogo aéreo dos Ravens e Jackson também pode trabalhar com os wide receivers: Willie Snead IV, Dez Bryant e Miles Boykin. O fullback Patrick Ricard apareceu como uma surpresa no jogo aéreo no último jogo, sendo alvejado quatro vezes e realizando três recepções, com duas delas gerando first down. Um ponto que atrapalhou o ataque durante a temporada foi o alto número de faltas, com a equipe terminando como a 5° mais faltosa da liga, com 104 penalidades que produziram perda de 961 jardas. 

O jogo terrestre ainda é a força principal do ataque comandado pelo coordenador ofensivo Greg Roman, com um playbook construído para que vários jogadores auxiliem nos bloqueios e com a equipe fazendo mais uso de corridas do que de passes. Uma boa performance no jogo terrestre foi fundamental na vitória sobre os Titans no Wild Card Round, com a equipe somando 236 jardas terrestres e 2 touchdowns na partida. O quarterback Lamar Jackson continua sendo o principal corredor da equipe, terminando a temporada regular com 1,005 jardas terrestres, sustentando média de 6,3yds por carregada. O restante das carregadas são divididas entre os running backs: J.K. Dobbins, Gus Edwards e Mark Ingram II, este último, inativo na partida contra os Titans. Entre os running backs, o novato J.K. Dobbins teve as melhores performances durante a temporada regular, sustentando média de 6,0yds por carregada. 

A defesa não forçou muitos turnovers durante a temporada, mas terminou com a 2° menor média de pontos sofridos por jogo, 18,9. O setor teve um pouco de dificuldades na contenção ao jogo terrestre durante a temporada regular, permitindo média de 4,6yds por tentativa de corrida dos adversários, mas com grandes atuações de: Derek Wolfe, Tyus Bowser e Matthew Judon, os Ravens limitaram o running back Derrick Henry a apenas 40 jardas na última partida, o que foi fundamental para a vitória sobre os Titans no Wild Card Round. Wolfe já havia sido efetivo parando corridas durante a temporada regular, mas o linebacker Patrick Queen e o defensive tackle Calais Campbell tiveram dificuldades no quesito durante a campanha. A equipe conseguiu apena um sack contra os Titans na última partida, mas a defesa ainda foi capaz de pressionar o quarterback Ryan Tannehill em 25% dos dropbacks e pass-rush normalmente funciona bem, com os Ravens utilizando várias formações de blitz e tendo bons nomes no front-seven como: Matt Judon, Tyus Bowser, Pernell McPhee, Calais Campbell, Patrick Queen e Yannick Ngakoue. Com um forte grupo de cornerbacks em: Marlon Humphrey, Marcus Peters e Jimmy Smith e com o safety Chuck Clark também sendo efetivo na cobertura, a equipe limitou os quarterbacks adversários a um rating médio de apenas 87.2 durante a temporada e regular e a secundária esteve bem contra os Titans no Wild Card Round, com Peters conseguindo uma interceptação na partida, enquanto Humphrey permitiu apenas 4 recepções em 8 vezes que foi alvejado na cobertura. Diferente do ataque, a defesa foi bastante disciplinada durante a temporada, cometendo apenas 77 penalidades, 3° menor marca da liga. 

Novato, Devin Duvernay teve apenas uma tentativa de retorno contra os Titans na última semana, mas se destacou como um dos melhores retornadores da temporada, conseguindo um retorno para touchdown em um kickoff e terminando com médias de: 27,5yds por retorno de kickoff e 11,5yds por retorno de punt, enquanto a cobertura do special team nos chutes normalmente é eficiente e a equipe não permitiu muitos retornos explosivos para os adversários na temporada. Um dos melhores kickers da liga, Justin Tucker errou um field goal na última partida, mas converteu 26 de 29 tentativas de chute durante a temporada regular, indo 3-5 em tentativas para mais de 50 jardas. O punter Sam Koch não possui grande alcance em seus chutes, mas foi um dos mais precisos dessa temporada, com relação IN20/TB de 95,6%. 

Encontrando mais dificuldades do que o esperado, os Bills (Seed #2) derrotaram os Colts no Wild Card Round por 26x23, avançando até o Divisional Round. A equipe participou de quatro Super Bowls seguidos nos anos 90, mas nunca conquistou o título, os Bills porém, possuem dois títulos da era pré Super Bowl, conquistando a AFC em 1964 e 1965. 

Mostrando grande evolução nessa temporada, Josh Allen teve uma excelente performance contra os Colts na última semana e conduziu a equipe a vitória no Wild Card Round. Allen realiza muitos passes em profundidade, mas ainda assim se manteve como um dos quarterbacks mais precisos da liga durante a temporada regular, completando 69,2% de seus passes para uma média de 7,9yds, com 79,1% de suas tentativas de passe chegando até o alvo de destino. Allen foi bastante pressionado na última partida contra os Colts, mas a linha ofensiva normalmente faz um bom trabalho na proteção ao quarterback, com o interior da OL formado por: Ike Boettger, Mitch Morse e Jon Feliciano sendo sólido na proteção, enquanto o left tackle Dion Dawkins, que permitiu 6 sacks durante a temporada regular, é o ponto fraco do grupo. Allen conta com um excelente grupo de recebedores a sua disposição, com os wide receivers: Stefon Diggs, Cole Beasley e Gabriel Davis sendo as principais opções de passe. Diggs realizou 6 recepções para um total de 128 jardas e 1 touchdown na vitória contra os Colts, enquanto Beasley agarrou todos os sete passes lançados em sua direção na partida. Outra opção para Allen no jogo aéreo, o tigh end Dawson Knox oscilou um pouco de performance na temporada, mas conseguiu uma recepção para touchdown contra os Colts no último jogo. 

Apesar da equipe ter terminado a temporada com a 2° maior média de pontos por jogo, o jogo terrestre não contribuiu tanto para a eficiência do ataque, com a linha ofensiva abrindo pouco espaços para corridas e com o quarterback Josh Allen sendo menos eficiente como corredor do que no ano passado. Contra os Colts no Wild Card Round porém, Allen voltou a correr bem e liderou o time com 54 jardas terrestres e 1 touchdown. Zack Moss, que recebeu 7 carregadas na última partida, sofreu uma lesão no joelho e está fora dos playoffs, deixando Devin Singletary e T.J. Yeldon como as principais opções entre os running backs. Singletary foi eficiente ganhando jardas após sofrer contato durante a temporada, mas conseguiu média de apenas 1,5yds conquistadas antes de sofrer o primeiro contato. 

A defesa sobreviveu através de turnovers forçados na temporada regular, mas no geral foi apenas mediana e o setor mostrou problemas no Wild Card Round contra os Colts, especialmente na contenção ao jogo terrestre, onde a equipe já havia falhado na temporada, permitindo média de 4,6yds por tentativa de corrida dos adversários. A linha defensiva formada por: Jerry Hughes, Vernon Butler/Quinton Jefferson, Ed Oliver, Mario Addison/AJ Epenesa, é sólida no pass-rush, mas Hughes em especial, tem dificuldades parando corridas e Epenesa perdeu dois tackles na última partida. A defesa costuma ter melhor desempenho contra o jogo aéreo e os Bills limitaram os quarterbacks adversários a um rating médio de apenas 86.9 durante a temporada, mas a secundária, apesar de ter um excelente cornerback em Tre'Davious White, também possui algumas falhas na cobertura, entre elas o Jordan Poyer e o cornerback de slot Taron Johnson, que oscilaram bastante de desempenho na temporada. O linebacker Tremaine Edmunds, injustamente eleito para o Pro Bowl, é outro ponto fraco na cobertura e quarterbacks tiveram rating de 114.3 quando exploraram Edmunds durante a temporada. 

Andre Roberts não teve muito sucesso em suas tentativas de retornos na última partida e os Bills permitiram alguns retornos longos para os Colts, mas o special team se saiu bem na cobertura dos chutes durante a temporada e Roberts se destacou como um dos melhores retornadores da liga, com médias de: 30,0yds em retornos de kickoffs e 9,9yds em retornos de punt. O kicker novato Tyler Bass, oscilou um pouco durante a temporada, convertendo 28 de 34 tentativas de field goal, mas Bass tem bom alcance em seus chutes, indo 4-6 em chutes para mais de 50 jardas na temporada regular e tendo convertido um field goal de 54yds no Wild Card contra os Colts. O punter Corey Bojorquez teve o maior alcance entre os jogadores de sua posição nessa temporada, com seus punts viajando 50,8yds em média, mas Bojorquez é pouco preciso, somando 7 touchbacks e possuindo relação IN20/TB de apenas 72%. 

Lesões

Baltimore Ravens 

D.J. Fluker (G, Questionável), Marcus Peters (CB, Questionável), Davontae Harris (CB, Inativo), Trace McSorley (QB, Inativo), Otaro Alaka (LB, Out for season), Robert Griffin III (QB, Inativo), Nick Boyle (TE, Out for season), Khalil Dorsey (CB, Out for season), Ronnie Stanley (T, Out for season) e Tavon Young (CB, Out for season). 

Buffalo Bills

Isaiah Hodgins (WR, Inativo), E.J. Gaines (CB, Out for season), Star Lotulelei (DT, Out for season), Cody Ford (T, Inativo), Tommy Sweeney (TE, Out for season), Darryl Johnson (DE, Questionável) e Zack Moss (RB, Out for season).

A Linha

Linha Projetada: Buffalo Bills -6
Total Projetado: 51,5

Recordes: Ravens 11-5-1 ATS e 8-8-1 O/U, Bills 11-6 ATS e 11-4-2 O/U. 

A linha foi aberta em Bills -2,5 e se movimentou bastante durante a semana, passando por todos os números entre -1,5 e -3, mas retornando ao número de abertura no dia da partida. 54% das apostas vieram no handicap dos Bills. 

O total foi aberto em 50 e caiu até 48,5 durante a semana. 68% das apostas vieram no over. 

Onde está o valor?

Os Bills venceram duas partidas a mais do que os Ravens na temporada regular, mas teve um diferencial de pontos de +165 contra +126 de Buffalo, superando adversidades ao longo da temporada e subindo de produção na reta final. Josh Allen fez uma temporada incrível e o ataque aéreo dos Bills é de fato muito forte, mas a defesa tem problemas na contenção ao jogo terrestre, o que torna o matchup contra os Ravens bastante complicado e o ataque não tem conseguido estabelecer o jogo terrestre, sendo dependente de uma forte produção de Allen, que enfrentará uma secundária dos Ravens bastante competente na cobertura. 

Os Bills já tiveram dificuldades na partida contra os Colts na última semana e não acredito que eles sejam uma equipe superior aos Ravens, no que penso que o handicap justo seria em um valor abaixo da vantagem do mando de campo, definida em 2,5pts nessa temporada. Minha projeção em Bills -6, não mostra o valor em Baltimore, mas eu acredito a força do ataque aéreo dos Bills distorceu um pouco os números da minha projeção e acredito também que os Ravens são melhores do que seus números gerais da temporada, no que prefiro ficar com a minha opinião das equipes do que com minha linha projetada nesse jogo, acreditando que os Ravens são um time mais completo e talentoso do que os Bills desse ano. 

Palpite: Baltimore Ravens +2,5 @1.95 na Bet365


Apostar na Bet365 Bet365



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 200 bônus

9.4 (nossa avaliação)

A bet365 é uma das maiores casas de apostas do mundo. Tem mais de 22 milhões de clientes e a maior cobertura de eventos e tipos de apostas esportivas.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail

Outras Dicas

Ganha

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

07/02 (Dom) às 20:30

Palpite: Super Bowl LV - Kansas City Chiefs x Tampa Bay Buccaneers - NFL - 07/02

Palpite para o Super Bowl LV entre Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers, partida no domingo, 07/02, com transmissão pela ESPN.

Mercado: Handicap Asiático | Odd 2.08

LEIA A DICA APOSTA

Ganha

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

07/02 (Dom) às 20:30

Palpite: KC Chiefs x Tampa Bay Buccaneers - Outros Mercados - 07/02

Cobertura de apostas especiais para o Super Bowl de 20/21 entre Kansas City Chiefs e Tampa Bay Buccaneers que será jogado no Raymond James Stadium

Mercado: Spread | Odd 3.00

LEIA A DICA APOSTA

Ganha

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

24/01 (Dom) às 17:05

Palpite: Tampa Bay Buccanners @ Green Bay Packers - NFL - 24/01

Green Bay Packers x Tampa Bay Buccaneers é um jogo válido pelo Conference Championship da NFC às 17h05 no horário de Brasília

Mercado: Over e Under | Odd 1.83

LEIA A DICA APOSTA