Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 24/10/2021 (Domingo) às 21:20 Bet365
Futebol Americano

Palpite: Sunday Night Football - Indianapolis Colts x San Francisco 49ers - NFL - 24/10

Odd: 1,90
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 22/10/2021 às 11:30

Com ambas equipes com recordes negativos nessa temporada, Indianapolis Colts e San Francisco 49ers se enfrentam no Sunday Night Football da semana 07. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN.

 Vs 

Local do evento: Santa Clara – Califórnia

A última vez que as equipes se enfrentaram foi na temporada 2017/18 e os Colts venceram em casa por 26x23 como favoritos por 1 ponto no handicap. O total, definido em 44 naquela partida, terminou em over. 

A partida será disputada no Levi's Stadium, casa dos San Francisco 49ers, informações sobre as condições climáticas ainda não estão disponíveis. 

Após uma dolorasa derrota na prorrogação contra os Ravens na semana 05, em partida em que os Colts (2-3 W/L) lideraram durante a maior parte do tempo, Indianapolis se recuperou e obteve uma vitória fácil na semana 06 contra os rivais Houston Texans, vencendo em casa por 31x3. Nesse jogo, a equipe fará sua 4° partida fora de casa em um período de cinco semanas. O time é o 2° colocado na AFC South, com duas vitórias a menos do que os líderes Tennessee Titans. Após essa partida, a equpe retorna a Indianapolis, recebendo justamente os Tennessee Titans na semana 08.

Carson Wentz não teve muito trabalho na última partida contra os Texans, com os Colts optando pela corrida na maior parte dos snaps e com o quarterback sendo limitado a apenas 20 tentativas de passe no jogo. Wentz não tem sido espetacular, mas voltou a ser um quarterback sólido no sistema do head coach Frank Reich, com quem já havia trabalhado nos Philadelphia Eagles. Wentz tem realizado passes intermediários na maioria das vezes, confiando em seus wide receivers para ganharem jardas após as recepções. O quarterback tem limitado erros e lançou apenas uma interceptação, enquanto tem 9 passes para touchdown e sustenta rating de 102.4 ao longo de seis partidas. Ainda desfalcada de Quenton Nelson, a linha ofensiva tem sido um grande problema no ataque dos Colts, com Wentz já tendo sofrido 14 sacks, sendo pressionado em 29,5% dos drobacks, 3° maior marca da liga. Matt Pryor entrou bem na função de right tackle, mas Mark Glowinski e Ryan Kelly estão tendo problemas na proteção pelo interior da OL e o left tackle veterano Eric Fisher, uma das adições da equipe para essa temporada, já permitiu 4 sacks. Principal nome do grupo de recebedores dos Colts, T.Y. Hilton retornou de lesão na última semana e agarrou todos os 4 passes lançados em sua direção. O recebedor mais acionado por Wentz tem sido Michael Pittman Jr., que lidera a equipe com 403 jardas em recepções, enquanto o quarterback também tem trabalhado com o wide receiver Zach Pascal, os tigh ends Mo Alie-Cox e Jack Doyle e os running backs Jonathan Taylor e Nyheim Hines, com Pascal já tendo anotado 3 touchdowns, enquanto Taylor tem feito um bom trabalho como opção em passes curtos, com média de 14,0yds por recepção. 

Se a linha ofensiva não tem feito um grande trabalho na proteção ao quarterback, ao menos ela melhorou na abertura de espaços para o jogo terrestre. A equipe conseguiu 174 jardas terrestres e 2 touchdowns na vitória sobre os Texans, com Jonathan Taylor sendo responsável por 145 jardas. Taylor tem sido bastante eficiente nessa temporada, com média de 5,4yds por carregada, mas Nyheim Hines e Marlon Mack também recebem oportunidades e não se saíram tão bem, ambos com média de 3,9yds por carregada. Fugindo de sacks, Carson Wentz também tem produzido com as pernas, somando 74 jardas terrestres na temporada.

A defesa sofreu muito nas três primeiras semanas, mas mostrou alguma evolução nos três últimos jogos, com a equipe vindo de sua melhor exibição defensiva nessa temporada, limitando os rivais Houston Texans a apenas 3 pontos na semana 06. O setor tem conseguido forçar turnovers, somando 11 posses recuperadas, mas a secundária tem sido um problema e o time perdeu o safety Julian Blackmon para o restante da temporada, com Andrew Sendejo devendo assumir a função de free safety a partir de agora. Kenny Moore e Khari Willis se saíram mal na cobertura na maior parte do tempo e Xavier Rhodes, que desfalcou a equipe em algumas partidas e que foi um dos pontos fortes da secundária no ano passado, não tem mantido o mesmo nível da última temporada, com quarterbacks possuindo rating de 130.5 quando exploram Rhodes na cobertura. Parte dos problemas da secundária se devem a um pass-rush pouco efetivo, o coordenador defensivo Matt Eberflus tem feito pouco uso de formações de blitz e os Colts estão pressionando os quarterbacks adversários em apenas 16,1% dos dropbacks, menor marca da liga. DeForest Buckner e Al-Quadin Muhammad possuem 2,0 sacks e foram até o momento, os edge rushers mais produtivos da equipe, enquanto o novato Kwity Paye, escolha de 1° rodada no último draft, vem tendo performances apagadas. A equipe permitiu 124 jardas terrestres para os Texans no último jogo, mas a força da defesa tem sido a contenção ao jogo terrestre, com os Colts limitando os adversários a uma média de apenas 4,1yds por tentativa de corrida. O linebacker Bobby Okereke, perde tackles com frequência e não vem tendo boas exibições, mas Darius Leonard ainda é bastante ativo contra o jogo terrestre e: DeForest Buckner, Al-Quadin Muhammad e Grover Stewart são todos efetivos contendo corridas. 

O special team feito um bom trabalho na cobertura dos chutes e Isaiah Rodgers e Ashton Dulin já conseguiram bons retornos de kickoffs para a equipe, enquanto Nyheim Hines tem sido menos produtivo nos retornos de punt. O kicker Rodrigo Blankenship, ficou fora do último jogo por lesão e é questionável para essa partida, Michael Badgley foi o substituto de Blankenship e converteu sua única tentativa de field goal contra os Texans. O punter Rigoberto Sanchez, tem sido um dos destaques de sua posição nessa temporada, com bom alcance e excelente precisão em seus chutes, Sanchez já conseguiu 8 punts que colocaram o adversário na linha de 20 jardas ou menos de seu próprio campo e não teve touchbacks ao longo de seis partidas.

Os 49ers (2-3 W/L) foram derrotados fora de casa na semana 05 por 17x10 pelos rivais Arizona Cardinals, chegando a sua 3° derrota consecutiva após ter começado a temporada com vitória nas duas primeiras semanas, o time teve uma bye week na semana 06. A equipe é a 3° colocada na NFC West, com quatro derrotas a menos do que os líderes Arizona Cardinals. Após esse jogo, a equipe viaja para Illinois, onde enfrentará os Chicago Bears na semana 08.

Substituindo Jimmy Garoppolo, o novato Trey Lance, 3° escolha geral do último draft, não teve uma boa atuação contra os Cardinals na semana 05, completando apenas 51,7% de seus passes e lançando uma interceptação. Lance buscou mais passes em profundidade do que Garoppolo vinha tentando nos quatro primeiros jogos, mas também se mostrou mais impreciso. Garoppolo é questionável para essa partida e Lance foi listado como improvável, no que os 49ers possuem indefinição quanto a quem será o quarterback titular nesse jogo. A linha ofensiva tem feito um trabalho mediano na proteção nessa temporada, com os quarterbacks não sendo muito expostos no sistema do head coach Kyle Shanahan, que ainda tem dividido bastante as tentativas entre passes e corridas. O center Alex Mack tem sido o ponto fraco da OL, mas o guard Laken Tomlinson tem feito um ótimo trabalho na proteção e Trent Williams permanece como um dos melhores left tackles da NFL. Entre os recebedores, o time segue desfalcado do tigh end George Kittle, um dos principais alvos da equipe, com as principais opções sendo os wide receivers: Deebo Samuel, Mohamed Sanu Sr. e Brandon Aiyuk, enquanto o fullback Kyle Juszczyk tem sido bastante acionado no ataque aéreo nessa temporada e já soma 135 jardas em recepções. Samuel tem sido o destaque entre os recebedores de San Francisco, com 548 jardas em recepções e 3 touchdowns, mas Mohamed Sanu e Brandon Aiyuk não foram tão efetivos nos cinco primeiros jogos, somando juntos, 3 drops e gerando poucas jardas após as recepções. 

Shanahan ainda tem optado por um ataque equilibrado entre passes e corridas e 12 jogadores diferentes já tiveram ao menos uma tentativa de corrida para a equipe nessa temporada. A linha ofensiva segue fazendo um bom trabalho na abertura de espaços para o jogo terrestre, com o fullback Kyle Juszczyk também auxiliando nos bloqueios, mas os espaços não foram tão bem aproveitados pelos novatos Elijah Mitchell e Trey Sermon, que estão dividindo a carga de trabalho no jogo terrestre, com ambos produzindo pouco após sofrerem o primeiro contato. Com Trey Lance como quarterback, o time ganha mais dinamismo no jogo terrestre e apesar de Lance não ter produzido bem no jogo aéreo em sua estreia como titular contra os Cardinals, ele conseguiu 89 jarddas terrestres em 16 tentativas de corrida. Como time, os 49ers estão com médias de: 122 jardas terrestres por jogo e 4,2yds por tentativa de corrida.

Antes da bye week na semana 06, os 49ers foram capazes de limitar o forte ataque dos Cardinals a apenas 17 pontos em partida na semana 05, mas apesar da boa performance, o setor tem mostrado alguns problemas nessa temporada. O coordenador defensivo DeMeco Ryans, tem feito muito uso de formações de nickel e com o front-seven com um a menos, o time tem permitido média de 4,3yds por tentativa de corrida dos adversários, com o linebacker Azeez Al-Shaair e o safety Jaquiski Tartt perdendo tackles com frequência, enquanto Javon Kinlaw vem tendo problemas pelo interior da linha defensiva, sendo constantemente dominado por seus bloqueadores. Nick Bosa já soma 5,0 sacks na temporada e Dee Ford e Arik Armstead também são edge rushers consistentes, mas Samson Ebukam vem tendo performances apagadas e o pass-rush como um todo, não tem sido muito efetivo, com a defesa pressionando os quarterbacks adversários em apenas 21,7% dos dropbacks. A defesa também tem oscilado na contenção ao jogo aéreo, a equipe tem apenas uma interceptação na temporada, realizada pelo linebacker Dre Greenlaw, que se lesionou e tem desfalcado a equipe, enquanto o linebacker Azeez Al-Shaair tem falhado na cobertura e já permitiu 3 touchdowns e Dontae Johnson e Jaquiski Tartt também não fizeram um bom trabalho até o momento. O ponto forte da secundária tem sido o cornerback Emmanuel Moseley, que tem 5 passes desviados e permitiu recepções em apenas 50% dos passes lançados em sua direção. 

O special team tem feito um bom trabalho na cobertura dos chutes, permitindo poucas jardas através de retornos para os adversários, enquanto a equipe já utilizou seis jogadores diferentes nos retornos de kickoffs e punts, mas com pouco sucesso nas tentativas. O kicker Robbie Gould, foi colocado na lista de inativos por conta de uma lesão na panturrilha, sendo substituído por Joey Slye, que converteu sua única tentativa de field goal na última partida. O punter Mitch Wishnowsky, vem tendo uma boa temporada, com média de 46yds viajadas por punt e relação IN20/TB de 85,7%.

Lesões

Indianapolis Colts

Dezmon Patmon (WR, Inativo), Sam Ehlinger (QB, Inativo), Sam Tevi (T, Inativo), Quartney Davis (WR, Inativo), J.J. Nelson (WR, Inativo), Nick Nelson (S, Inativo), Jordan Thomas (TE, Inativo), Skai Moore (LB, Inativo), Robert Windsor (DT, Inativo), T.J. Carrie (CB, Inativo), Quenton Nelson (C, Inativo), T.Y. Hilton (WR, Questionável), Braden Smith (G, Questionável), Rodrigo Blankenship (K, Questionável), Kemoko Turay (DE, Questionável), Jordan Wilkins (RB, Questionável), Parris Campbell (WR, Inativo) e Julian Blackmon (S, Out for season). 

SAn Francisco 49ers

Jimmy Garoppolo (QB, Questionável), Marcell Harris (S, Questionável), George Kittle (TE, Inativo), Robbie Gould (K, Inativo), JaMycal Hasty (RB, Inativo), Kevin Givens (DT, Inativo), Dre Greenlaw (LB, Inativo), Raheem Mostert (RB, Out for season), Javon Kinlaw (DT, Questionável), Trent Williams (T, Questionável), Trey Lance (QB, Improvável), Jason Verrett (CB, Out for season), Jalen Hurd (WR, Inativo), Richie James (WR, Inativo), Maurice Hurst (DL, Inativo) e Justin Skule (T, Inativo).

A Linha

Linha Projetada: San Francisco 49ers -3
Total Projetado: 51

Recordes: Colts 4-2 ATS e 3-3 O/U, 49ers 1-4 ATS e 2-3 O/U. 

A linha foi aberta em 49ers -4, caiu para -3,5 durante a semana e depois voltou para o número de abertura na maioria dos sportbooks. 53% das apostas até o momento, vieram no handicap dos Colts. 

O total foi aberto em 44,5 e oscilou entre 43 e 45 ao longo da semana. 54% das apostas até o momento, vieram no under.

Onde está o valor?

Não consigo me envolver no handicap desse jogo, minha projeção mostra valor nos Colts, que creio que no momento, sejam uma equipe melhor de fato, mas o ponto situacional é ruim para eles, que farão sua 4° partida fora de casa em um período de cinco semanas, enquanto os 49ers estão voltando de uma bye week. O total, porém, me parece interessante. 

Os ataques não são excelentes, mas são subestimados nesse momento. Carson Wentz tem melhorado a cada semana no sistema do head coach Frank Reich e o jogo terrestre de Indianapolis tem funcionado bem, enquanto é provável que os 49ers tenham o retorno de Jimmy Garoppolo, que se não é o quartetback dos sonhos, ao menos é mais familiarizado com o playbook Kyle Shanahan do que o novato Trey Lance e possui recebedores rápidos para trabalhar, no que pode explorar as deficiências da secundária dos Colts, que piorou muito em relação a última temporada. As duas equipes possuem jogadores talentosos no front-seven, mas ambas não estão conseguindo pressionar os quarterbacks adversários com frequência, no que Wentz e Garoppolo poderão trabalhar com o pocket limpo na maior parte do tempo. 

Minhas projeções de totais não costumam produzir uma porcentagem de acertos tão alta quanto as de handicap, mas nessa partida, vou seguir a minha projeção, que aponta 51 como um total justo para esse confronto, bem acima dos atuais 44 dos sportbooks.

Palpite: Over 44 @1.90 na Bet365

NFL - Season 2021/22

Recorde: 29-26 (52%), +0,49und
ODD Média: 1.90
ROI%: +0,8%
Handicaps: 28-23 (54%), +2,66und
Totais: 1-3 (25%), -2,17und
Site: 24-25 (48%), -3,21und
Youtube: 5-1 (83%), +3,70und


Apostar na Bet365 Bet365



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 200 bônus

9.4 (nossa avaliação)

A bet365 é uma das maiores casas de apostas do mundo. Tem mais de 22 milhões de clientes e a maior cobertura de eventos. A empresa atua no Brasil por décadas e é reconhecida mundialmente.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Perdida

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

29/11 (Seg) às 22:20

Palpite: Washington Football Team x Seattle Seahawks - NFL - 29/11

O Seattle Seahawks viaja até Landover, Maryland para enfrentar o Washington Football Team, no FedEx Field, pela semana 12 da NFL

Mercado: Over e Under | Odd 1.90

LEIA A DICA APOSTA

Dica em aberto

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

28/11 (Dom) às 15:00

Palpite: Cincinnati Bengals x Pittsburgh Steelers - NFL - 28/11

O Pittsburgh Steelers viaja até Cincinnati, Ohio para jogar no Paul Brown Stadium contra o Cincinnati Bengals pela semana 12 da NFL

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.99

LEIA A DICA APOSTA

Dica em aberto

Pedro Ivo Fonseca Pedro Ivo Fonseca

28/11 (Dom) às 15:00

Palpite: Indianapolis Colts x Tampa Bay Buccaneers - NFL - 28/11

O Tampa Bay Buccaneers viaja até Indianapolis, Indiana para enfrentar o Indianapolis Colts, no Lucas Oil Stadium, pela semana 12 da NFL

Mercado: Over e Under | Odd 1.97

LEIA A DICA APOSTA