Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
homePalpitesPalpites Futebol AmericanoPalpites NFLSeattle Seahawks vs. Dallas Cowboys
Futebol Americano Banner
NFL
Seattle SeahawksSeattle Seahawks
versus icon
Dallas CowboysDallas Cowboys

Palpite: Thursday Night Football - Seattle Seahawks x Dallas Cowboys - NFL - Week 13 - 30/11

Pinnacle
Dallas Cowboys -9

Mercado:

Handicap Asiático
Odds: 1.92
Aposta Perdida

Em disputa direta por vaga no Wild Card da NFC, Seattle Seahawks e Dallas Cowboys, se enfrentam no AT&T Stadium no Thursday Night Football que abre a semana 13 da temporada da NFL. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN2 e Star+.

Local do evento: Arlington - Texas

As equipes se enfrentaram pela última vez na temporada 2020/21, com vitória dos Seahawks em casa por 38x31 como favoritos por 5,5 pontos no handicap. O total, definido em 57 naquela partida, terminou em over.

O AT&T Stadium, é um estádio fechado, portanto, condições climáticas externas, não afetarão a partida.

Na rodada especial do dia de ação de graças, os Seahawks (6-5 W/L) foram derrotados em casa pelos rivais San Francisco 49ers pelo placar de 31x13, sofrendo sua 2° derrota seguida, a 3° nos últimos quatro jogos. A equipe é a 2° colocada na NFC West, com duas vitórias a menos do que os líderes San Francisco 49ers. Após esse jogo, o time viaja para a Califórnia, onde terá a revanche contra os San Francisco 49ers na semana 14.

O quarterback Geno Smith, que era questionável para o jogo, atuou contra os 49ers, mas teve uma performance discreta, completando 18 de 27 tentativas de passe e lançando uma interceptação. Smith, que viu sua carreira ressurgir como quarterback titular dos Seahawks na última temporada, tem ficado na média da posição esse ano, completando 65,4% dos passes, com média de 7,2yds por tentativa, 12 touchdowns, 8 interceptações e rating de 88.2. A linha ofensiva, que segue desfalcada do righ tackle Abraham Lucas, tem sido um problema nessa temporada, fornecendo pouco tempo no pocket para o quarterback, que sofreu 6 sacks na derrota contra os 49ers. Stone Forsythe, que acabou substituído pelo veterano Jason Peters durante a última partida, já permitiu 5 sacks nessa temporada, enquanto o guard Phil Haynes, venceu 95% de seus confrontos na proteção esse ano, mas também já permitiu 5 sacks. O left tackle Charles Cross, que perdeu algumas partidas por lesão, tem sido o jogador mais consistente da linha ofensiva de Seattle. DK Metcalf e Tyler Lockett, ainda formam uma das melhores duplas de wide receivers da liga, mas Metcalf, conseguiu apenas 3 recepções em 9 vezes em que foi alvejado no último jogo. 20° escolha geral do último draft, o wide receivers novato Jaxon Smith-Njigba, teve duas recepções para um total de 41 jardas na última partida, mas não tem se saído bem em sua temporada de calouro, mostrando boa capacidade de produzir jardas após as recepções, mas liderando o time com 7 drops. Jake Bobo, um novato não selecionado no draft, soma 14 recepções, tendo sido alvejado 18 vezes, enquanto o running back Zach Charbonnet e os tigh ends Noah Fant e Colby Parkinson, também são opções de alvos para Smith no jogo aéreo.

Com formações com dois tigh ends sendo comuns no ataque do coordenador ofensivo Shane Waldron, a linha ofensiva tem se saído melhor na abertura de espaços para o jogo terrestre, do que na proteção ao quarterback, mas os espaços estão sendo pouco aproveitados pelos running backs da equipe. Principal running back da equipe, Kenneth Walker III, desfalcou o time contra os 49ers, e está listado como questionável para essa partida. Walker III já conseguiu algumas corridas longas nessa temporada, e tem 6 touchdowns, mas vem com média de 4,1yds por carregada. Na ausência de Walker III, o novato Zach Charbonnet, uma escolha de 2° rodada no draft, foi o running back principal na última partida, mas conquistou apenas 47 jardas em 14 tentativas de corrida. Charbonnet, porém, mantém média de 4,6yds por carregada. Fugindo da pressão no pocket, o quarterback Geno Smith, acrescentou 21 jardas terrestres na última partida, mas não tem sido tão ativo como corredor nessa temporada.

Comandada pelo coordenador defensivo Clint Hurtt, com supervisão do head coach Pete Carroll, a defesa dos Seahawks, que foi eficiente no início da temporada, caiu de produção nas últimas semanas. Nos sete primeiros jogos, os Seahawks limitaram os adversários a uma média de 3,6yds por tentativa de corrida e os quarterbacks a um rating médio de 85.3, marcas que subiram para 5,4yds e 94.3 nos quatro últimos jogos. Os linebackers Bobby Wagner e Jordyn Brooks, são bastante combativos contra o jogo terrestre, enquanto o safety Jamal Adams, é agressivo atacando a linha de scrimmage, somando 6 tackles que geraram perda de jardas. Jarran Reed pelo interior da linha defensiva, também se destaca contra a corrida, e o recém-chegado Leonard Williams, é outro que faz um bom trabalho no quesito, mas apesar de vários bons desempenhos individuais, coletivamente, a formação defensiva, foi incapaz de conter o jogo terrestre nos últimos jogos, com o time tendo permitido 169 jardas terrestres para os 49ers na última partida. Mesmo sem Uchenna Nwosu, que segue na lista de inativos por lesão, e com Frank Clark sendo pouco utilizado, a defesa tem conseguido exercer pressão sobre os quarterbacks adversários, com: Boye Mafe, Jarran Reed, Darrell Taylor e Dre'Mont Jones, responsáveis pela maioria das pressões, enquanto o linebacker Jordyn Brooks, tem tido sucesso quando utilizado para perseguir os quarterbacks em formações de blitz, somando 3,5 sacks na temporada. Na secundária, o novato Devon Witherspoon, 5° escolha geral do último draft, tem formado boa dupla de cornerbacks com Riq Woolen, mas as formações com três safetys, não estão funcionando bem, com Julian Love sendo bastante explorado pelos quarterbacks adversários, permitindo recepções em 72,9% dos passes lançados em sua direção, com quarterbacks possuindo rating de 105.5 quando exploram Love na cobertura.

Assumindo os retornos de kickoffs para a equipe, Dee Eskridge conseguiu um retorno longo de 66 jardas na última partida contra os 49ers, com média de 28yds por tentativa em quatro retornos de kickoff na partida. DeeJay Dallas, que tem sido responsável pelos retornos de punt, vem com média de 11,2yds por tentativa. Comandada pelo coordenador Larry Izzo, e com Nick Bellore se destacando como jogador de special team, a unidade dos Seahawks, tem se saído bem na cobertura dos chutes, limitando os adversários a médias de apenas: 22,8yds nos retornos de kickoffs e 5,9yds nos retornos de punt. O kicker Jason Myers, que desperdiçou um field goal de 41 jardas na última partida, converteu apenas 25 de 31 tentativas de field goal nessa temporada, indo 4/8 em chutes para mais de 50 jardas. O punter Michael Dickson, tem apresentado longo alcance nos chutes, que estão viajando 49,1yds em média, mas com precisão apenas mediana. Dickson tem 17 punts que colocaram o adversário na linha de 20 jardas ou menos de seu prórpio campo, mas já chutou 5 touchbacks.


Promoções Ativas

betmotion logo branca
rating star
8.3
Ler review
Saiba como usar o bônus de boas vindas da Betmotion
Ganhe bônus apostando na Dafabet
Aproveite o código promocional de bônus da Betano
Bônus KTO - Deposite e ganhe até R$ 200 em aposta grátis
Participe do "Jogo dos 7 gols" do Galera Bet e concorra a 10 mil reais
Participe do Bolão do Brasileirão da VBet e concorra a parte de R$2.000 a cada semana
Faça suas apostas no Brasileirão com até 10% de cashback na Dafabet
Ganhe até 100 reais com na Libertadores e Sul-Americana na Dafabet
Como ganhar bônus na VBet
Concorra a até 2.000 reais por semana apostando na Copa do Brasil na Sportsbet.io
Ganhe em dobro apostando na Copa Davis de tênis
Ganhe 25 reais de bônus todos os dias apostando em futebol na 888 Sport


Na rodada especial do dia de ação de graças, e enfrentando os rivais Washington Commanders, os Cowboys (8-3 W/L) tiveram sua 2° maior vitória da temporada, derrotando os rivais por 45x10, chegando a 3° vitórias consecutivas. A equipe é a 2° colocada na NFC East, com duas vitórias a menos do que os líderes Philadelphia Eagles. Após esse jogo, o time permanece em Arlington, recebendo os Philadelphia Eagles no Sunday Night Football da semana 14. Os Cowboys tiveram a 2° tabela mais fácil da temporada até o momento.

Lançando para 4 touchdowns, e terminando com rating de 142.1, o quarterback Dak Prescott, teve sua melhor atuação do ano na vitória sobre os Commanders na rodada especial do dia de ação de graças. Mesmo prejudicado pelos drops de seus recebedores, Prescott ostenta um rating de 107.4 na temporada, tendo completado 70% de seus passes, com média de 7,9yds por tentativa, com 23 passes para touchdown e 6 interceptações. Prescott não tem gasto muitos segundos antes de se livrar da bola em suas tentativas de passe, mas também tem sido bem protegido por sua linha ofensiva, que permitiu pressão em apenas 15,3% dos snaps de passe até o momento, com o quarterback sofrendo sacks em 5,6% dos dropbacks, 7° melhor marca da liga. O right tackle Terence Steele, tem sido o ponto fraco da linha ofensiva, com 6 sacks permitidos na temporada, enquanto Zack Martin, normalmente um dos melhores guards da liga, não tem feito um trabalho tão bom na proteção esse ano. O left tackle Tyron Smith, porém, ainda não permitiu sacks nessa temporada, enquanto o guard Tyler Smith, também tem se destacado na proteção. O wide receiver Brandin Cooks, que não esteve bem no início da temporada, subiu de produção nas últimas partidas, se tornando uma ameaça no jogo aéreo ao lado de CeeDee Lamb, principal wide receiver da equipe. Na vitória contra os Commanders, Cooks teve 4 recepções para um total de 72 jardas e 1 touchdown, enquanto Lamb, que lidera a equipe com: 78 recepções, 1,066 jardas e 6 touchdowns, também somou 4 recepções e anotou um touchdown na partida. O running back Tony Pollard, é uma opção para passes no backfield, enquanto o tigh end Jake Ferguson, também tem sido alvo constante de Prescott no jogo aéreo, somando 40 recepções e 4 touchdowns. O wide receivers Michael Gallup, que não tem se saído bem nessa temporada, perdeu espaço para Jalen Tolbert nos últimos jogos, com Tolbert tendo somado 49 jardas através de duas recepções na vitória sobre os Commanders.


O jogo terrestre, que não vinha tendo grande contribuição no ataque de Dallas, melhorou nas últimas semanas. Contra os Commanders, Tony Pollard, principal running back da equipe, terminou com média de 6,1yds por carregada, anotando um touchdown na partida. Pollard agora possui média de 4,2yds por carregada na temporada, mesma marca de Rico Dowdle, running back de apoio da equipe. Dak Prescott é móvel, e capaz de acrescentar jardas com as pernas, somando 151 jardas terrrestres na temporada, enquanto o coordenador ofensivo Brian Schottenheimer, também possui jogadas desenhadas para envolver os wide receivers no jogo terrestre, que geraram bons ganhos na maioria das vezes. Forte na proteção ao quarterback, a linha ofensiva também tem feito um bom trabalho na abertura de espaços para o jogo terrestre, com Schottenheimer utilizando o fullback Hunter Luepke e os tigh ends Sean McKeon e Luke Schoonmaker, como bloqueadores extra em algumas chamadas.


Na vitória sobre os Commanders na rodada especial do dia de ação de graças, os Cowboys tiveram outro fantastico desempenho da defesa. O cornerback DaRon Bland, conseguiu sua 5° pick 6 da temporada, retornando uma interceptação para 66 jardas, enquanto Damone Clark se manteve ativo contra o jogo terrestre e Johnathan Hankins conseguiu 2 sacks no jogo. Comandada pelo coordenador defensivo Dan Quinn, que segue utilizando muitas formações de blitz, a defesa conseguiu sacks em 10,2% dos dropbacks adversários esse ano, 2° maior marca da liga, limitando os quarterbacks adversários a um rating de 77.2, 5° menor marca, com a 2° maior porcentagem de interceptações. Micah Parsons, com 11,5 sacks na temporada, é o principal contribuinte do pass-rush e também grande destaque da defesa, enquanto o linebacker Damone Clark, tem feito um excelente trabalho contra o jogo terrestre, e também tem sido sólido quando recua para auxiliar na cobertura. Stephon Gilmore, DaRon Bland e Jourdan Lewis, formam um dos melhores trios de cornerbacks da liga, todos permitindo recepções em menos de 60% dos passes quando desafiados na cobertura. Na linha defensiva, Osa Odighizuwa tem se destacado contra o jogo terrestre, conseguindo infiltrações pela linha ofensiva dos adversários, somando 7 tackles que geraram perda de jardas nos oponentes. A defesa apresentou problemas na contenção ao jogo terrestre em alguns jogos, mas no geral, tem sido sólida no quesito, limitando os adversários a 4,1yds em média por tentativa de corrida.

No special team, os Cowboys permitiram apenas 3 retornos de kickoffs em 11 jogos, mas com adversários conquistando 31yds em média por retorno. A cobetura tem funcionado melhor nos punts, com a equipe limitando os adversários a 8,1yds em média por tentativa. KaVontae Turpin já conseguiu alguns bons retornos de kickoffs, com média de 31,7yds por tentativa, mas tem produzido pouco nos retornos de punt, com média de apenas 6,8yds por tentativa. Novato, o kicker Brandon Aubrey, converteu todas as suas 22 tentativas de field goal na temporada, 5 delas para mais de 50 jardas, com o acerto mais longo, vindo em chute de 58 jardas. Aubrey, porém, já desperdiçou 3 extra-points. O punter Bryan Anger, tem sido um dos destaques de sua posição nessa temporada. Os chutes de Anger, estão viajando 51yds em média, 3° maior marca da liga, com 41,9% deles posicionando o adversário na linha de 20 jardas ou menos de seu próprio campo, enquanto apenas 6,5% resultaram em touchbacks.

Lesões

🏥Seattle Seahawks

LaTrell Bumphus (DT, Inativo), Will Dissly (TE, Questionável), Dee Eskridge (WR, Questionável), Phil Haynes (G, Out), Abraham Lucas (OT, Questionável), Bryan Mone (DT, Questionável), Mike Morris (DE, Inativo), Uchenna Nwosu (LB, Inativo), Joshua Onujiogu (LB, Inativo), Jerrick Reed (S, Inativo), Drake Thomas (LB, Inativo), Kenneth Walker (RB, Improvável), Andrew Whitaker (CB, Inativo), Leonard Williams (DE, Questionável) e Dareke Young (WR, Improvável).

🏥Dallas Cowboys

Josh Ball (OT, Inativo), Trevon Diggs (CB, Inativo), David Durden (WR, Inativo), Viliami Fehoko (DE, Inativo), C.J. Goodwin (CB, Inativo), Peyton Hendershot (TE, Questionável), DeMarvion Overshown (LB, Inativo), John Stephens (TE, Inativo), Leighton Vander Esch (LB, Inativo) e Matt Waletzko (OT, Inativo).

A Linha

Linha Projetada: Dallas Cowboys -11,5
Total Projetado: 44

🏈Registros: Seahawks 5-6 ATS e 5-6 O/U, Cowboys 8-3 ATS e 6-4-1 O/U.

A linha foi aberta em Cowboys -7,5, mas rapidamente saltou, se fixando em -9 na maioria dos sportbooks. 82% das apostas até o momento, vieram no handicap dos Cowboys.

O total foi aberto em 46, e subiu durante a semana, chegando a 47,5 em alguns sportbooks. 53% das apostas até o momento, vieram no over.

Onde está o valor?🤑

Os Cowboys venceram suas últimas três partidas por uma margem média de 30 pontos, no que obviamente, estão sendo bastante apoiados nesse jogo, que está recebendo ação unilateral no handicap. Os Seahawks são superiores aos últimos três oponentes enfrentados pelos Cowboys, que foram: Giants, Panthers e Commanders, mas considerando a piora da equipe de Seattle nas últimas semanas, não vejo como não apoiar os Cowboys nesse jogo, com minha projeção cruzando o número chave de 10, mostrando 11,5 como um favoritismo justo para Dallas.

Dak Prescott tem feito uma temporada fantástica, e o jogo terrestre, que vinha sendo o ponto fraco do ataque, melhorou nos últimos jogos, no que os Cowboys devem pontuar com facilidade contra uma defesa dos Seahawks, que piorou contra o jogo terrestre, e que tem oscilado de produção contra o jogo aéreo. Geno Smith se tornou um quarterback viável, após ter sido péssimo em seu início de carreira, mas obviamente regrediu em relação a última temporada, tornando o ataque apenas mediano, no que é provável que tenha dificuldade contra uma defesa de elite dos Cowboys, que segue forçando turnovers em uma taxa impressionante.

Os Cowboys não tiveram uma tabela muito difícil, mas fizeram o que é esperado de grandes equipes, dizimando sua concorrência, com o favoritismo de hoje sendo merecido pelo que vimos do time até o momento. Adoro apostar em underdogs e equipes fracas, mas aqui, o favorito me parece a escolha certa.

⭐️Palpite: Dallas Cowboys -9 @1.92


NFL - Season 2023/24

Recorde: 31-29-4 (51%), -0,04und
ODD Média: 1.93
ROI%: -0,1%
Handicaps: 31-29-4 (51%), -0,04und
Site: 27-22-3 (55%), +3,97und
Youtube: 3-3-1 (50%), -0,01und
Telegram: 0-3 (0%), -4,00und

Thursday Night Football: 5-2-1 (71%), +2,52und
Sunday Night Football: 3-5 (37%), -2,08und
Monday Night Football: 5-4-1 (55%), +0,93und
International Series: 3-0 (100%), +2,83und
Thanksgiving Games: 2-1 (66%), +0,76und
Black Friday Game: 0-1 (0%), -1,00und

Veja também:

Apostas na NFL 2023/24

Outros palpites

soccer-stadium-banner
Alianza Petrolera
versus icon
CD Jaguares

Casas de aposta em destaque

logo

Novibet

Star
9.7
logo

Betnacional

Star
9.3