Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
homePalpitesPalpites BeisebolPalpites MLBTampa Bay Rays vs. San Francisco Giants
Beisebol Banner
MLB
Tampa Bay RaysTampa Bay Rays
versus icon
San Francisco GiantsSan Francisco Giants

Palpite: Tampa Bay Rays (Tyler Glasnow) x San Francisco Giants (Ryan Walker) - MLB - 14/08

Pinnacle
Under 7,5

Mercado:

Mais e Menos
Odds: 1.9
Perdeu


Com as duas equipes lutando por vaga nos playoffs em suas ligas, Tampa Bay Rays e San Francisco Giants se enfrentam no Oracle Park, em partida que encerra a rodada da MLB desta segunda-feira.

Local do evento: San Francisco - Califórnia

Atuando por ligas diferentes, as equipes não se enfrentaram nas duas últimas temporadas e fizeram apenas 15 jogos entre si desde 1997, com os Giants vencendo 8 das 15 partidas. Os totais ficaram em: 6-8-1 O/U.

O Oracle Park é um under park, com total base de 7,5, que pode variar dependendo do matchup e/ou das condições climáticas. Hoje, os ventos sopram fortes a 9mph em direção ao campo central, com temperatura de 20°C e umidade do ar em 78%. Céu parcialmente nublado, mas sem previsão de chuva durante a partida.

Após duas vitórias emocionantes nos jogos #1 e #2 da série anterior contra os Cleveland Guardians, os Rays (71-49 W/L) acabaram derrotados por 9x2 na tarde de ontem no jogo #3 da série. A equipe é a 2° colocada na divisão East da Liga Americana, 3,0 jogos atrás dos líderes Baltimore Orioles.

Tyler Glasnow (RHP, 5-3 W/L e ERA 3.15) será o starter dos Rays. Detentor de um ERA 3.88 na carreira, Glasnow sofreu com muitas lesões nos últimos e perdeu os dois primeiros meses dessa temporada. Saudável, o arremessador é um dos mais dominantes da liga e após ter postado um ERA 4.15 no mês de junho, Glasnow não permitiu mais do que 3 corridas em nenhuma de suas últimas sete partidas, fechando julho com ERA 2.11 em seis jogos. Com um repertório de: bola rápida, slider e curveball, todos arremessos acima da média, Glasnow tem induzido swings no vazio em 17,9% de seus arremessos, que se traduziu em uma média de 12.58 strikeouts a cada 9.0 IP nessa temporada. O arremessador também possui um bom controle e tem induzido groundballs em mais de 50% das bolas que entram em jogo contra ele. Quando os rebatedores conseguem contato, porém, a bola tem percorrido grandes distâncias e 18% das flyballs permitidas pelo arremessador nessa temporada, resultaram em home runs. 7 dos 9 home runs rebatidos contra Glasnow, vieram de rebatedores canhotos, mas com um curveball bastante efetivo, o arremessador não possui uma divisão de desempenho significativa contra rebatedores, com relação K-BB% semelhante contra destros e canhotos.

Apesr de terem sido limitados a apenas duas corridas na derrota de ontem contra os Guardians, os Rays, que possuem média de 5,1 corridas por jogo na temporada, 4° maior marca da liga, mas que haviam caído bastante de produção no último mês, estiveram bem no bastão na última semana, com média de 5,3 corridas por jogo e linha de: 270/310/456 (AVG/OBP/SLG) nas últimas sete partidas. 8 jogadores diferentes da equipe, já ultrapassaram a marca de 10 home runs na temporada, com Isaac Paredes e Jose Siri empatados na liderança, com 23 home runs cada. Yandy Diaz tem sido um dos destaques do lineup, com linha de: 323/403/512 (AVG/OBP/SLG), enquanto Randy Arozarena, que não vinha em boa fase, se recuperou nos últimos jogos e vem uma sequência de sete partidas consecutivas com ao menos um hit. Luke Raley, uma das surpresas da equipe nessa temporada, caiu bastante de produção, com linha de apenas: 120/154/280 (AVG/OBP/SLG) em 8 jogos em agosto, enquanto o novato Curtis Mead, de 22 anos e considerado o melhor prospect do farm system dos Rays, foi promovido da Triple-A recentemente, mas sofreu strikeouts em 38,9% de suas passagens no bastão, com linha de apenas: 125/222/125 (AVG/OBP/SLG) em seis partidas. Wander Franco, um dos melhores jogadores jovens da liga e que tem 16 home runs e 30 roubos de base na temporada, desfalcou a equipe na derrota de ontem contra os Guardians e está listado como questionável para essa partida.

Com o starter Zach Eflin nocauteado, cedendo 6 corridas em 3.0 IP, o bullpen foi bastante utilizado na partida de ontem contra os Guardians, com: Jake Diekman, Kevin Kelly, Colin Poche, Robert Stephenson e Jason Adam combinando para: 6.0 IP, 7 K, 1 BB e 3 ER. A equipe mantém o 15° melhor ERA conjunto entre os bullpens da liga, com a unidade responsável por 496.1 IP na temporada, 2° maior marca da liga, atrás apenas dos San Francisco Giants, adversários de hoje. Jake Diekman, Erasmo Ramirez e Shawn Armstrong, tiveram uma contagem alta de arremessos na série anterior contra os Guardians e provavelmente estarão indisponíveis para essa partida. Colin Poche e o closer Pete Fairbanks, são dois dos destaques da unidade, com Poche induzindo muitas infields flyballs e mantendo ERA 2.28 em 47 aparições, enquanto Fairbanks, tem 15 saves e ERA 2.93 em 31 aparições. Adam foi o reliever mais utilizado pelo manager Kevin Cash na temporada até aqui, com ERA 2.81 e média de 10.88 strikeouts a cada 9.0 IP.

Mesmo com Brandon Lowe e Isaac Paredes, sendo defensores fracos no campo interno, a defesa como um todo, ainda tem sido bastante efetiva. Randy Arozarena teve uma assistência para uma eliminação na segunda base na derrota de ontem contra os Guardians, enquanto: Luke Raley, Manuel Margot, Josh Lowe e Jose Siri, são defensores efetivos no campo externo e se revezam pelas três posições do outfield. Wander Franco, que é questionável para essa partida, tem sido o grande destaque da defesa dos Rays, com 15 corridas salvas pela métrica de DRS. Christian Bethancourt e Rene Pinto se revezam na função de catcher, com Bethancourt controlando bem os os corredores nas bases, enquanto Pinto, tem se saído melhor no enquadramento de arremessos.


Promoções Ativas

betmotion logo branca
rating star
8.3
Ler review
Saiba como usar o bônus de boas vindas da Betmotion
Ganhe bônus apostando na Dafabet
Aproveite o código promocional de bônus da Betano
Bônus KTO - Deposite e ganhe até R$ 200 em aposta grátis
Como ganhar bônus na VBet
Ganhe em dobro apostando na Copa Davis de tênis
Ganhe 25 reais de bônus todos os dias apostando em futebol na 888 Sport
Concorra a um ingresso para assistir à final da Champions com tudo pago na Sportsbet.io
Acerte a maior múltipla da semana nos torneios europeus e ganhe 10 mil reais na Sportsbet.io
Aposte nos jogos do Everton e ganhe até 500 reais com o gol rápido na Stake
Concorra a R$2500 apostando no BBB 24 na Stake
Sua aposta vitoriosa caso seu time marque 2 cestas de 3 pontos no começo do jogo na Stake


Os Giants (63-55 W/L), que permitiram um empate na 9° entrada do jogo de ontem contra os Rangers, após sustentarem um placar de 1x0 desde a 2° entrada, se recuperaram e superaram a equipe do Texas nas entradas extras por 3x2, com um home run de walkoff do novato Patrick Bailey, a vitória, evitou uma varrida em casa do time na série e também colocou fim a uma sequência de quatro derrotas consecutivas. A equipe é a 2° colocada na divisão West da Liga Nacional, 8,5 jogos atrás dos líderes Los Angeles Dodgers. Os Giants tiveram a tabela mais fácil da temporada até o momento.

Ryan Walker (RHP, 4-1 W/L e ERA 2.40) será o starter dos Giants. Arremessador novato de 27 anos, Ryan iniciou 8 partidas como opener pela equipe nessa temporada e fez outras 22 aparições vindo do bullpen. O arremessador tem apresentado bom controle e mantém uma boa média de 9.58 strikeouts a cada 9.0 IP. Com um repertório curto, fazendo uso apena de sinker e slider, Ryan tem mantido uma divisão reversa de desempenho contra rebatedores, se saindo melhor contra canhotos, que estão com linha de: 210/254/323 (AVG/OBP/SLG) contra ele, do que contra destros, que estão rebatendo: 272/337/457 (AVG/OBP/SLG), explorando principalmente o slider, que não tem funcionado tão bem quanto o sinker. Ryan teve ERA 2.77 em suas 8 partidas como opener, arremessando 1.2 IP em média antes de ser substituído por um long reliever. Na última partida iniciada por Walker, Sean Manaea (LHP, 3-3 W/L e ERA 5.10) entrou como long reliever, arremessando 4.0 IP e depois foi substituído por Tristan Beck, que completou o jogo, arremessando as últimas 3 entradas. Os três combinaram para: 8.0, 11 K, 3 BB e 4 ER em uma derrota contra os Los Angeles Angels. Beck tem mantido um baixo ERA 3.03, mas as custas de um LOB 79,7% e de um BABIP .246, e tem dominado rebatedores destros, que estão com linha de apenas: 197/236/285 (AVG/OBP/SLG) contra ele, enquanto canhotos, rebateram: 253/333/446 (AVG/OBP/SLG). Manaea, que foi um starter durante grande parte de sua carreira, vem com ERA elevado de 5.10, mas também tem mantido a maior média de strikeouts da carreira, 10.89 a cada 9.0 IP, com o ERA sendo inflado por um LOB 57%, que tende a passar por uma regressão positiva no restante da temporada. Manaea tem dominado rebatedores canhotos esse ano, permitindo linha de apenas: 200/258/291 (AVG/OBP/SLG), enquanto destros, estão rebatendo: 261/350/497 (AVG/OBP/SLG) e foram responsáveis por 7 dos 8 home runs permitidos pelo arremessador nessa temporada.


Com o 4° maior número de strikeouts da liga nessa temporada, os Giants tiveram uma enorme queda de produção no bastão no último mês, passando de um ataque acima da média, para um dos menos efetivos da liga. O time anotou média de apenas 3,9 corridas por jogo nas últimas sete partidas, com linha de: 217/291/325 (AVG/OBP/SLG). Michael Conforto e Patrick Bailey, rebateram um home run cada na vitória de ontem sobre os Rangers, enquanto Thairo Estrada, que retornou recentemente de lesão, teve um bom desempenho na partida, com 3 hits. Joc Pederson e Austin Slater, que estão com bons números na temporada, porém, vivem um péssimo momento no bastão, enquanto o veterano Brandon Crawford, de 36 anos, tem feito a pior temporada de sua carreira, com linha de: 203/271/332 (AVG/OBP/SLG) em 259 passagens no bastão. LaMonte Wade Jr., que é utilizado como rebatedor de leadoff em partidas contra arremessadores destros, ainda tem tido boa produção, enquanto Wilmer Flores, com 15 home runs e linha de: 300/358/535 (AVG/OBP/SLG), tem sido o destaque do lineup nessa temporada.

A equipe conta com alguns ex-titulares no bullpen e o manager Gabe Kepler, tem utilizado várias combinações com opener seguidos por long-relievers nessa temporada, o que acontecerá no jogo de hoje. Após Logan Webb arremessador 8.2 IP, com 6 K, 1 BB e 1 ER, o closer Camilo Doval, entrou na partida de ontem, permitindo um hit, que resultou na corrida merecida de Webb, e cometendo um blown save. Doval, porém, retornou para a 10° entrada, permitindo uma corrida para um corredor fantasma e herdando a vitória após o home run de Patrick Bailey na parte baixa da 10°. Além de Doval, que tem ERA 2.36, com 33 saves na temporada, Scott Alexander, Luke Jackson e os irmãos gêmeos Tyler Rogers e Taylor Rogers, são os principais relievers disponíveis para Kepler no bullpen. Os dois Rogers, estão com ERA abaixo de 3.00, enquanto Jackson, que perdeu boa parte da temporada por lesão, tem ERA 2.30 em 16 aparições, com média de 10.91 strikeouts a cada 9.0 IP. Alexander, que foi utilizado como opener em seis partidas, possui ERA 3.89 no geral, que cai para 3.07 quando o arremessador sai do bullpen.


A defesa teve um bom desempenho na vitória de ontem contra os Rangers, mas a equipe é a 2° com mais erros nessa temporada, 76 em 118 jogos. Thairo Estrada parece ter evoluído como defensor na segunda base, enquanto Wilmer Flores e LaMonte Wade Jr., que se revezam na primeira base, estiveram bem na função até o momento, mas J.D. Davis na terceira base, Michael Conforto no campo direito e Luis Matos no campo central, são todos defensores abaixo da média na formação habitual da equipe, enquanto Brandon Crawford, que foi um defensor de elite na posição de shortstop durante grande parte de sua carreira, vem declínio e tem -11 corridas salvas pela métrica de DRS nessa temporada, com alcance reduzido e 11 erros em 74 partidas. Herói da vitória de ontem sobre os Rangers, com um home run de walkoff, o catcher Patrick Bailey, que teve um erro em uma tentativa de impedir um roubo de base no jogo de ontem, também tem sido o grande destaque defensivo dos Giants nessa temporada. Bailey é um dos cinco catchers que mais geraram valor através do enquadramento de arremessos, com enorme impacto positivo no quesito, e apesar do erro de ontem, o catcher tem controlado muito bem os corredores nas bases, com 37 roubos permitidos em 57 tentativas dos adversários.

Linha Projetada: Rays 1.41/Giants 3.44
Total Projetado: 4

Onde está o valor?

7,5 é o total base do Oracle Park, mas parece um total elevado para esse confronto. Glasnow é um dos arremessadores mais dominantes da liga e enfrentará um ataque dos Giants, que caiu muito de produção no último mês. Já um combinado de Walker/Manaea/Beck, é mais difícil de ser mensurado do que o ace dos Rays, mas os três estiveram bem na última vez que foram utilizados dessa forma e terão pela frente um lineup que voltou a produzir bem, mas que talvez não conte com Wander Franco, um de seus maiores destaques. Os bullpens são fortes e podem limitar corridas nas entradas finals, e a temperatura está abaixo da média em San Francisco, elevando a umidade e densidade do ar, que contribuem para uma menor expectativa de pontuação. Oddmakers nunca lançariam um total de 4 para um jogo de temporada regular, mas mesma que minha projeção tenha supervalorizado os arremessadores, a margem entre o total dos sportbooks e o apontado como justo pela minha projeção, é grande o suficiente para que o under ainda seja uma escolha de valor nessa partida.

⭐️Aposta: Under 7,5 @1.90


MLB - Season 2023

Recorde: 106-98-7 (51%), +3,51und
ODD Média: 2.01
ROI%: +1,6%
ML: 71-64-2 (52%), +4,19und
Totais: 35-34-5 (50%), -0,68und
Site: 97-88-7 (52%), +4,91und
Youtube: 9-10 (47%), -1,40und
Sunday Night Baseball: 3-5 (37%), -2,54und

Veja também:

  • Como apostar em beisebol
  • Apostacast: Apostas na MLB 2023

Outros palpites

soccer-stadium-banner
Ajax
versus icon
FC Utrecht

Casas de aposta em destaque

logo

Bet365

Star
9.7
logo

Pinnacle

Star
9.1