Aposta10 Logo
Copa do Mundo 2022
Josias

Josias Pereira

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

Odds em destaque

e saiba como ser um apostador especialista

Deportivo Pasto

3.25

1

versus

3.20

x

Independiente Medellin

2.32

2

Entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro, o planeta voltará suas atenções para o Catar. O país receberá a primeira edição de Copa do Mundo no Oriente Médio. Um Mundial que traz condições peculiares, a começar pela disputa no outono e, claro, a realização do torneio no fim do ano, uma novidade que se adequa à necessidade da FIFA de fugir do calor que acompanha o Oriente Médio nas tradicionais datas que as Copas acontecem, entre os meses de junho e julho.  

Como o Brasil chegou até a Copa do Mundo do Qatar?

A seleção brasileira segue como a única no futebol mundial a disputar todas as Copas do Mundo. Pentacampeão mundial, o Brasil classificou-se para a Copa do Catar liderando as Eliminatórias Sul-Americanas com folga. O passaporte foi carimbado ainda em novembro de 2021, quando o time comandado por Tite derrotou a Colômbia por 1 a 0, em São Paulo, gol de Lucas Paquetá. Uma classificação que veio faltando cinco rodadas para o término das Eliminatórias. O Brasil foi o terceiro país do mundo a garantir uma vaga na Copa do Catar e o primeiro da América do Sul. 

Foram 18 jornadas do torneio qualificatório para a Copa do Catar no continente sul-americano e a seleção brasileira, mesmo com um jogo a menos devido à não realização do clássico contra os argentinos, na NeoQuímica Arena, em São Paulo, somou 45 pontos, 6 a mais que a vice-líder Argentina, sem saber o que foi perder na competição.

Em 17 jogos, o time conquistou 14 vitórias e empatou três vezes, marcando 40 gols e sofrendo apenas 5, um aproveitamento de 88,2%. Um domínio indiscutível! Será o suficiente para voltar a ganhar das potências europeias, por exemplo, e faturar o hexacampeonato?

É uma pergunta difícil de responder, visto que a seleção não tem tido oportunidades de medir forças contra as melhores seleções de outros continentes. Porém, o time ganhou corpo, rapidez e variedade de opções ofensivas na reta final das Eliminatórias, mesmo quando não pôde contar com Neymar. Uma dessas alternativas foi deslocar o craque para uma função mais de armação de jogadas, servindo Raphinha, Gabriel Jesus, Richarlyson, Vinicius Jr. e Anthony.

Deu certo, assim como a chegada na área de meio-campistas talentosos como Paquetá, Fred e Bruno Guimarães. O próprio Neymar tem oscilado e realizou um primeiro semestre de 2022 instável. Como ele chegará ao Mundial, fisica e mentalmente, será determinante também para o sucesso da equipe, visto que se trata de um titular inquestionável para Tite.

Apostas para a Copa do Mundo de 2022 no Qatar

Quem vai vencer a Copa do Mundo 2022?

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

A Copa do Mundo do Catar ainda contará com o formato tradicional de 32 seleções divididas em oito grupos de quatro times cada. O sorteio em Doha no dia 1º de abril definiu os 8 grupos da Copa 2022, sendo cada grupo composto por 4 seleções, antes que todos os participantes fossem conhecidos. O Brasil estreará contra a Sérvia, no dia 24 de novembro, enfrentará a Suíça, no dia 28, e encerrará sua participação no Grupo G no dia 2 de dezembro contra Camarões.

Curiosamente, todos esses adversários já cruzaram o caminho brasileiro em outras Copas!

  • Camarões em 1994 e 2014
  • Suíça em 1950 e 2018
  • Sérvia em 2018, e considerando que a Sérvia derivou da Iugoslávia, a Iugoslávia em 1930, 1950, 1954 e 1974.

O Grupo G não traz moleza pra Seleção Brasileira, mas, considerando as possibilidades de adversários que o sorteio poderia trazer para o Brasil, poderia ser bem mais difícil. Nossa seleção é claramente a favorita para se classificar em primeiro lugar na chave.


Sérvia

Liderou o grupo A das Eliminatórias Europeias, com 6 vitórias, 2 empates e nenhuma derrota, terminando na frente de Portugal, que precisou se classificar pela repescagem. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 25ª posição do ranking da Fifa. Será a adversária brasileira na estreia de ambos na Copa, no dia 24 de novembro.

Só por ser a estreia de ambos os lados, tendo o Brasil o compromisso de sair com a vitória, podemos esperar uma partida com alguma dose de tensão, ainda mais se o gol brasileiro demorar a sair. Assim como a Suíça, a Sérvia também é marcada pela compactação do time quando se defende. A diferença é a maior habilidade e técnica sérvia do meio para a frente, com meias e atacantes perigosos, que podem decidir individualmente.


Suíça

Liderou o grupo C das Eliminatórias Europeias, com 5 vitórias, 3 empates e nenhuma derrota, somando mais pontos que a Itália, segunda colocada. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 14ª posição do ranking da Fifa. A Suíça será o segundo adversário do Brasil, no dia 28 de novembro.

Já foi um oponente difícil para os brasileiros na última Copa, quando houve empate por 1 a 1 na Rússia. E a tendência é o time chegar mais experiente e mais forte do que vimos em 2018. Importante lembrar que, nesse meio tempo, a Suíça bateu de frente com a campeã mundial França na Eurocopa 2020, disputada em 2021. Empate por 3 a 3 com bola rolando e classificação suíça nas penalidades.

É uma seleção que se caracteriza pelo comprometimento tático, com eficiente ocupação de espaços e entrega da posse de bola para o adversário, quando enfrenta times considerados mais fortes, buscando surpreender no contra-ataque.


Camarões

Liderou o grupo D das Eliminatórias Africanas e eliminou a Argélia de forma emocionante no mata-mata pela vaga. Sediou a Copa Africana de Nações de 2022 e foi até as semifinais, eliminada pelo Egito. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 37ª posição do ranking da Fifa. Camarões será o último adversário brasileiro na fase de grupos, no dia 2 de dezembro.

É umas principais escolas do futebol africano, com muita tradição no continente, além de experiência em torneios internacionais e Copas. Trata-se de um time forte fisicamente, que deve marcar com dureza, ainda mais no caso dos habilidosos jogadores brasileiros. Ofensivamente, não apresenta um futebol de encher os olhos, colocando-se como quarta força do grupo, ou seja, o maior azarão. 

Palpites Copa do Mundo

Odds para o Brasil e o Grupo G da Copa

Dafabet

 

 

 

 

 

 

 

Betway

(Odds para Brasil x Camarões ainda indisponíveis)


Quais seleções estão classificadas para a Copa do Mundo 2022?

Todas as seleções que estarão no Catar já são conhecidas. São 32 classificadas: Brasil, Argentina, Uruguai, Equador, Sérvia, Espanha, Suíça, França, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Croácia, Inglaterra, Alemanha, Portugal, Polônia, País de Gales, Irã, Coreia do Sul, Japão, Arábia Saudita, Senegal, Camarões, Gana, Tunísia, Marrocos, Canadá, México, Estados Unidos, Costa Rica, Austrália e o Catar, como país-sede. 

Grupos da Copa do Mundo 2022

O Brasil é favorito para vencer a Copa do Mundo 2022?

Em 2022, a seleção brasileira completa 20 anos do pentacampeonato mundial no Japão e Coreia do Sul, em 2022. De lá para cá, quatro Copas do Mundo aconteceram, inclusive uma dentro do Brasil, e o time canarinho vem desapontando seu torcedor, com eliminações dolorosas, apesar de classificações consecutivas à fase de mata-mata. Em 2006, o Brasil caiu para a França, nas quartas. Em 2010, a seleção foi eliminada pela Holanda, também nas quartas. Já em 2014, o Brasil foi amassado, dentro de casa, pela Alemanha, sofrendo o humilhante 7 a 1 na semifinal. Na Rússia, o time de Tite caiu para a Bélgica, nas quartas de final, em 2018. 

Agora, para a Copa do Mundo de 2022, a última de Tite no comando da seleção, o Brasil chega como a seleção sul-americana a ser batida, assim como aconteceu na Rússia, quando o Brasil ingressou no torneio após ter passeado nas Eliminatórias e com o mesmo cenário, sem perder nenhum jogo. Aliás, com Tite, a seleção nunca perdeu um jogo de Eliminatórias, a última derrota foi em 2015, com Dunga no comando.

Faltando oito meses para a Copa do Mundo, as casas de apostas já apresentam odds de mercado futuro para o grande campeão do Mundial. A seleção brasileira aparece favorita na Dafabet, por exemplo, pagando 5.50. França e Inglaterra vêm na segunda posição, pagando 6.50. Espanha (9.00), Argentina (10.00) e Alemanha (12.00) fecham o grupo dos seis primeiros. 

Praticamente mesma sequência de favoritos também é registrada na Betway. O Brasil é o principal, pagando 6.50, seguido pela França (7.50), Espanha (8.50), Inglaterra (8,50), Alemanha (10.00) e Argentina (11.00).