Aposta10 Logo
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Pesquisar...
Josias

Josias Pereira

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

Entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro, o planeta voltará suas atenções para o Catar. O país receberá a primeira edição de Copa do Mundo no Oriente Médio. Um Mundial que traz condições peculiares, a começar pela disputa no outono e, claro, a realização do torneio no fim do ano, uma novidade que se adequa à necessidade da FIFA de fugir do calor que acompanha o Oriente Médio nas tradicionais datas que as Copas acontecem, entre os meses de junho e julho.  

Como o Brasil chegou até a Copa do Mundo do Qatar?

A seleção brasileira segue como a única no futebol mundial a disputar todas as Copas do Mundo. Pentacampeão mundial, o Brasil classificou-se para a Copa do Catar liderando as Eliminatórias Sul-Americanas com folga. O passaporte foi carimbado ainda em novembro de 2021, quando o time comandado por Tite derrotou a Colômbia por 1 a 0, em São Paulo, gol de Lucas Paquetá. Uma classificação que veio faltando cinco rodadas para o término das Eliminatórias. O Brasil foi o terceiro país do mundo a garantir uma vaga na Copa do Catar e o primeiro da América do Sul. 

Foram 18 jornadas do torneio qualificatório para a Copa do Catar no continente sul-americano e a seleção brasileira, mesmo com um jogo a menos devido à não realização do clássico contra os argentinos, na NeoQuímica Arena, em São Paulo, somou 45 pontos, 6 a mais que a vice-líder Argentina, sem saber o que foi perder na competição.

Em 17 jogos, o time conquistou 14 vitórias e empatou três vezes, marcando 40 gols e sofrendo apenas 5, um aproveitamento de 88,2%. Um domínio indiscutível! Será o suficiente para voltar a ganhar das potências europeias, por exemplo, e faturar o hexacampeonato?

É uma pergunta difícil de responder, visto que a seleção não tem tido oportunidades de medir forças contra as melhores seleções de outros continentes. Porém, o time ganhou corpo, rapidez e variedade de opções ofensivas na reta final das Eliminatórias, mesmo quando não pôde contar com Neymar. Uma dessas alternativas foi deslocar o craque para uma função mais de armação de jogadas, servindo Raphinha, Gabriel Jesus, Richarlyson, Vinicius Jr. e Anthony.

Deu certo, assim como a chegada na área de meio-campistas talentosos como Paquetá, Fred e Bruno Guimarães. O próprio Neymar tem oscilado e realizou um primeiro semestre de 2022 instável. Como ele chegará ao Mundial, fisica e mentalmente, será determinante também para o sucesso da equipe, visto que se trata de um titular inquestionável para Tite.

Apostas para a Copa do Mundo de 2022 no Qatar

Quem vai vencer a Copa do Mundo 2022?

Adversários do Brasil na Copa do Mundo 2022

A Copa do Mundo do Catar ainda contará com o formato tradicional de 32 seleções divididas em oito grupos de quatro times cada. O sorteio em Doha no dia 1º de abril definiu os 8 grupos da Copa 2022, sendo cada grupo composto por 4 seleções, antes que todos os participantes fossem conhecidos. O Brasil estreará contra a Sérvia, no dia 24 de novembro, enfrentará a Suíça, no dia 28, e encerrará sua participação no Grupo G no dia 2 de dezembro contra Camarões.

Curiosamente, todos esses adversários já cruzaram o caminho brasileiro em outras Copas!

  • Camarões em 1994 e 2014
  • Suíça em 1950 e 2018
  • Sérvia em 2018, e considerando que a Sérvia derivou da Iugoslávia, a Iugoslávia em 1930, 1950, 1954 e 1974.

O Grupo G não traz moleza pra Seleção Brasileira, mas, considerando as possibilidades de adversários que o sorteio poderia trazer para o Brasil, poderia ser bem mais difícil. Nossa seleção é claramente a favorita para se classificar em primeiro lugar na chave.


Sérvia

Liderou o grupo A das Eliminatórias Europeias, com 6 vitórias, 2 empates e nenhuma derrota, terminando na frente de Portugal, que precisou se classificar pela repescagem. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 25ª posição do ranking da Fifa. Será a adversária brasileira na estreia de ambos na Copa, no dia 24 de novembro.

Só por ser a estreia de ambos os lados, tendo o Brasil o compromisso de sair com a vitória, podemos esperar uma partida com alguma dose de tensão, ainda mais se o gol brasileiro demorar a sair. Assim como a Suíça, a Sérvia também é marcada pela compactação do time quando se defende. A diferença é a maior habilidade e técnica sérvia do meio para a frente, com meias e atacantes perigosos, que podem decidir individualmente.


Suíça

Liderou o grupo C das Eliminatórias Europeias, com 5 vitórias, 3 empates e nenhuma derrota, somando mais pontos que a Itália, segunda colocada. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 14ª posição do ranking da Fifa. A Suíça será o segundo adversário do Brasil, no dia 28 de novembro.

Já foi um oponente difícil para os brasileiros na última Copa, quando houve empate por 1 a 1 na Rússia. E a tendência é o time chegar mais experiente e mais forte do que vimos em 2018. Importante lembrar que, nesse meio tempo, a Suíça bateu de frente com a campeã mundial França na Eurocopa 2020, disputada em 2021. Empate por 3 a 3 com bola rolando e classificação suíça nas penalidades.

É uma seleção que se caracteriza pelo comprometimento tático, com eficiente ocupação de espaços e entrega da posse de bola para o adversário, quando enfrenta times considerados mais fortes, buscando surpreender no contra-ataque.


Camarões

Liderou o grupo D das Eliminatórias Africanas e eliminou a Argélia de forma emocionante no mata-mata pela vaga. Sediou a Copa Africana de Nações de 2022 e foi até as semifinais, eliminada pelo Egito. Quando do sorteio das chaves, ocupava a 37ª posição do ranking da Fifa. Camarões será o último adversário brasileiro na fase de grupos, no dia 2 de dezembro.

É umas principais escolas do futebol africano, com muita tradição no continente, além de experiência em torneios internacionais e Copas. Trata-se de um time forte fisicamente, que deve marcar com dureza, ainda mais no caso dos habilidosos jogadores brasileiros. Ofensivamente, não apresenta um futebol de encher os olhos, colocando-se como quarta força do grupo, ou seja, o maior azarão. 

Palpites Copa do Mundo

Odds para o Brasil e o Grupo G da Copa

Dafabet

 

 

 

 

 

 

 

Betway

(Odds para Brasil x Camarões ainda indisponíveis)


Quais seleções estão classificadas para a Copa do Mundo 2022?

Todas as seleções que estarão no Catar já são conhecidas. São 32 classificadas: Brasil, Argentina, Uruguai, Equador, Sérvia, Espanha, Suíça, França, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Croácia, Inglaterra, Alemanha, Portugal, Polônia, País de Gales, Irã, Coreia do Sul, Japão, Arábia Saudita, Senegal, Camarões, Gana, Tunísia, Marrocos, Canadá, México, Estados Unidos, Costa Rica, Austrália e o Catar, como país-sede. 

Grupos da Copa do Mundo 2022

O Brasil é favorito para vencer a Copa do Mundo 2022?

Em 2022, a seleção brasileira completa 20 anos do pentacampeonato mundial no Japão e Coreia do Sul, em 2022. De lá para cá, quatro Copas do Mundo aconteceram, inclusive uma dentro do Brasil, e o time canarinho vem desapontando seu torcedor, com eliminações dolorosas, apesar de classificações consecutivas à fase de mata-mata. Em 2006, o Brasil caiu para a França, nas quartas. Em 2010, a seleção foi eliminada pela Holanda, também nas quartas. Já em 2014, o Brasil foi amassado, dentro de casa, pela Alemanha, sofrendo o humilhante 7 a 1 na semifinal. Na Rússia, o time de Tite caiu para a Bélgica, nas quartas de final, em 2018. 

Agora, para a Copa do Mundo de 2022, a última de Tite no comando da seleção, o Brasil chega como a seleção sul-americana a ser batida, assim como aconteceu na Rússia, quando o Brasil ingressou no torneio após ter passeado nas Eliminatórias e com o mesmo cenário, sem perder nenhum jogo. Aliás, com Tite, a seleção nunca perdeu um jogo de Eliminatórias, a última derrota foi em 2015, com Dunga no comando.

Faltando oito meses para a Copa do Mundo, as casas de apostas já apresentam odds de mercado futuro para o grande campeão do Mundial. A seleção brasileira aparece favorita na Dafabet, por exemplo, pagando 5.50. França e Inglaterra vêm na segunda posição, pagando 6.50. Espanha (9.00), Argentina (10.00) e Alemanha (12.00) fecham o grupo dos seis primeiros. 

Praticamente mesma sequência de favoritos também é registrada na Betway. O Brasil é o principal, pagando 6.50, seguido pela França (7.50), Espanha (8.50), Inglaterra (8,50), Alemanha (10.00) e Argentina (11.00).