Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano Data: 06/07/2021 (Terça-Feira) às 22:00 Vbet
Basquete

Palpite: Milwaukee Bucks x Phoenix Suns (Game #1) - NBA Finals - 06/07

Odd: 1,89
Stake: 5/10

Status: Ganha

Publicado em 06/07/2021 às 17:06

Milwaukee Bucks e Phoenix Suns se enfrentam na Phoenix Suns Arena na noite desta terça-feira pelo jogo #1 das finais da NBA. A partida terá transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN. 

 Vs 

Local do evento: Phoenix – Arizona 

As equipes se enfrentaram duas vezes na temporada regular e os Suns venceram e cobriram o handicap nos dois confrontos. As duas partidas terminaram em over. 

A partida será disputada na PHX Arena, casa dos Phoenix Suns. Por conta da pandemia do Covid-19, a arena operou com restrição de público durante a temporada regular, recebendo apenas 14,4% de sua capacidade total, com média de 2,592 expectadores por jogo.

Eliminados nos playoffs nos dois últimos anos após terem feito a melhor campanha da temporada regular, os Bucks (Seed #3 do Leste) chegaram aos playoffs desse ano com menos status do que nos anos anteriores, vencendo 46 partidas na temporada regular, mas contornaram as dificuldades, superando: Heat, Nets e Hawks nos playoffs e chegando as finais pela 1° vez desde a temporada 1973-74, quando acabaram derrotados pelos Boston Celtics. Fundados em 1968, os Bucks possuem apenas um titulo de NBA, saindo vencedores na temporada 1970-71 no time do lendário Kareem Abdul-Jabbar. 

Os Bucks tiveram o 6° melhor ataque da liga na temporada regular pela métrica corrigida por cem posses de bola, com ORtg de 117.2, com a equipe pontuando com consistência no garrafão, gerando muitas segundas oportunidades de arremesso através dos rebotes ofensivos e fazendo um bom trabalho nos arremessos de três, quesito que tiveram aproveitamento de 38,9%. Nos playoffs, porém, o time por vezes encontrou menos espaços para pontuar no garrafão e não vem com a mesma consistência nos arremessos de três, com aproveitamento de 34,4% em 17 jogos até o momento. Com uma lesão no joelho, Giannis Antetokounmpo ficou fora das últimas partidas na série contra os Hawks e é esperado que também não esteja disponível para o jogo de hoje. Na ausência de Antetokounmpo    , a carga de arremessos foi melhor distribuída e a equipe teve boas atuações no ataque, com: Khris Middleton, Jrue Holiday, Brook Lopez e Bobby Portis dividindo os arremessos. No quinteto titular, apenas P.J. Tucker não tem sido um contribuinte consistente no ataque, com média de apenas 4,4pts por jogo e aproveitamento de 35,9% nos arremessos de quadra, mas Tucker ajuda através dos rebotes ofensivos, quesito que os Bucks se mantiveram fortes nos playoffs, ficando com 27,4% dos rebotes na quadra de defesa dos adversários. 

A defesa foi sólida, mas não espetacular durante a temporada regular, com a equipe fechando bem o garrafão, se recompondo rapidamente e permitindo poucos pontos em jogadas de transição dos adversários, mas ao mesmo tempo com o time forçando poucos turnovers e tendo dificuldades para marcar no perímetro, onde a equipe permitiu muito espaço nos arremessos de três e um aproveitamento de 38,4% para os oponentes no quesito. Nos playoffs, porém, o time tem forçado mais turnovers e apesar de ainda permitir um alto fluxo de arremessos de três para os adversários, tem limitado o aproveitamento dos oponentes em apenas 34,4% no quesito. Sem Giannis Antetokounmpo e com Bobby Portis no quinteto titular, o garrafão fica um pouco enfraquecido, mas Brook Lopez tem mantido um alto nível nos dois lados da quadra e P.J. Tucker, que se tornou titular após a lesão que tirou Donte DiVincenzo dos playoffs, ainda é um excelente especialista defensivo. Jrue Holiday não tem mantido um nível tão alto quanto o esperado na defesa, mas o setor piora quando o jogador está no banco, já que: Bryn Forbes e Jeff Teague, seus substitutos naturais, são ambos defensores bastante vulneráveis. 

Saindo como opção do banco, Bobby Portis teve a melhor temporada de sua carreira com Giannis Antetokounmpo lesionado, foi a opção escolhida pelo técnico Mike Budenholzer para integrar o quinteto titular até a volta do MVP de 2020. Buscando pontuar mais próximo aro, Portis teve uma exibição importante no jogo #5 das finais do Leste contra os Atlanta Hawks, anotando 22 pontos e indo 9-20 nos arremessos de quadra, mas o jogador teve uma atuação mais apagada no jogo #6, anotando 12 pontos e convertendo apenas 3 de suas 8 tentativas de arremesso. Portis é um defensor bem inferior a Antetokounmpo, no que a defesa dos Bucks tende a ser mais vulneravel com ele em quadra, mas assim como já havia ocorrido na tempoada, o jogador manteve um bom nível na quadra de ataque, contribuindo com rebotes ofensivos e anotando média de 9,3pts por jogo, com aproveitamento de 47,7% nos arremessos de quadra. Bom arremessador da linha de três, Portis é um dos vários jogadores da equipe que não estiveram bem no quesito durante os playoffs, com média de 2,6 tentativas da linha de três por jogo, mas com aproveitamento de apeans 30,6%.

Após ficarem de fora dos playoffs na última temporada, mesmo saindo invictos da bolha de Orlando, os Suns (Seed #2 do Oeste) foram a maior surpresa dessa temporada, vencendo 51 jogos, marca inferior apenas a dos Utah Jazz e terminando com a 2° melhor campanha da Conferência Oeste. No caminho até as finais, a equipe superou: Lakers, Nuggets e Clippers, chegando a sua 1° decisão desde a temporada 1992-93, quando foram superados pelos Chicago Bulls de Michael Jordan em seis jogos nas finais. Fundados em 1968, os Suns nunca conquistaram o título da NBA, buscando o feito inédito esse ano. Com melhor campanha na temporada regular, a equipe terá a vantagem de mando de quadra nessas finais, com 4 dos 7 jogos sendo na Phoenix Suns Arena. 

Um dos ataques mais eficientes da liga durante a temporada regular, os Suns mantiveram suas características nos playoffs, não chegando muito na linha de lance-livre e nem criando constantes segundas oportunidades de pontuação através de rebotes ofensivos, mas cometendo poucos turnovers, distribuindo bem as oportunidades de arremesso e mantendo um alto aproveitamento nos arremessos de quadra e nas bolas de três. Devin Booker se mantém como o principal pontuador da equipe, com média de 27pts por jogo nos playoffs, mas a força da equipe vem do trabalho conjunto, com: Chris Paul, Deandre Ayton, Mikal Bridges, Jae Crowder e os reservas Cameron Payne e Cameron Johnson, sendo todos capazes de contribuírem com consistência na pontuação. Veterano, Chris Paul além de ser o 2° maior pontuador do time, é o principal responsável pela criação de jogadas e vem com média de 8,7 assistências por jogo nos playoffs, possuindo relação AST/TO de 5.5. 

A defesa foi consistente quanto o ataque na temporada regular, com o time se recompondo bem e evitando sofrer cestas fáceis em contra ataques, enquanto a equipe limitou os oponentes a um aproveitamento apenas mediano de 46,7% nos arremessos de quadra. Mantendo suas características, o setor tem feito um excelente trabalho nos playoffs, onde o aproveitamento dos adversários contra os Suns nos arremessos de quadra tem sido de apenas 43%, com os jogadores ocupando bem os espaços no sistema do técnico Monty Williams e dificultando ao máximo os arremessos. A equipe se bem na defesa, mesmo com Deandre Ayton e Devin Booker sendo defensores limitados no quinteto titular, Chris Paul se mantendo um excelente defensor na posição #1, enquanto ae Jae Crowder e Mikal Bridges são fortes defensores e forçam turnovers com frequência através de roubos de bola e tocos. A segunda unidade com: Cameron Payne, Cameron Johnson e Torrey Craig, também tem mantido um bom nível defensivo, com Craig sendo um especialista defensivo, enquanto Johnson teve grandes performances nos dois lados da quadra nas finais do Oeste contra os Clippers. 

Trocado dos Bucks para os Suns durante a temporada, Torrey Craig enfrentará sua ex-equipe nessas finais. O jogador tem feito parte da rotação da equipe nos playoffs e esteve em quadra durante 31 minutos no jogo #6 das finais do Oeste contra os Clippers, anotando apenas 3 pontos, mas contribuindo com 8 rebotes, 1 roubo e 1 toco. Craig é pouco acionado no ataque, onde pontua através de sobras no garrafão, ou em tentativas da linha de três, onde mantém aproveitamento de 44,4% nos playoffs. Sua especialidade é a defesa, onde consegue fechar espaços no garrafão, com boa capacidade de distribuir tocos, mas também podendo se deslocar para marcar no perímetro. Craig tem sido bastante utilizado pelo técnico Monty Williams desde que chegou a equipe e a expectativa é de que siga recebendo minutos relevantes em quadra nessas finais.  

Lesões

Milwaukee Bucks 

Giannis Antetokounmpo (SF, Questionável) e Donte DiVincenzo (SG, Out for season). 

Phoenix Suns

Nenhuma lesão relatada.

A Linha

Linha Projetada: Phoenix Suns -10,5
Total Projetado: 231

Registros: Bucks 42-47 ATS e 46-41 O/U, Suns 53-33 ATS e 49-39 O/U. 

A linha foi aberta em Suns -5,5, subiu para -6 e depois retornou a -5,5 em muitos sportbooks. 53% das apostas vieram no handicap dos Suns. 

O total foi aberto em 217, subiu até 219,5 e depois recuou para 219 na maioria dos sportbooks. 64% das apostas vieram no over. 

Onde está o valor?

Confira também a análise em vídeo dessa partida lá no canal do Aposta10 no Youtube

Por se tratar de uma maior amostragem, levo mais em consideração os números da temporada regular do que o dos playoffs na hora de fazer minhas apostas, especialmente nos primeiros jogos de uma série. Neles, os times foram bastante semelhantes, terminando com o mesmo ORtg e possuindo praticamente o mesmo desempenho na defesa, ainda que com características diferentes. Nos playoffs, os Suns foram levemente superiores até o momento, com um diferencial ajustado de +7,4 contra +6,2 dos Bucks. 

Milwaukee pode ter se superado com uma grande atuação coletiva nas duas últimas partidas, mas os Suns são mais propícios a apresentarem um forte jogo coletivo e possuem maior profundidade no momento, com três peças sólidas vindo do banco, enquanto Milwaukee precisa utilizar uma rotação reduzida por conta dos desfalques. 

Um favoritismo de 6 pontos para os Suns pode parecer excessivo, considerando que os times tiveram desempenhos semelhantes na temporada regular e playoffs até aqui e que a ausência de Giannis Antetokounmpo não causou uma queda de produção tão grande nos Bucks, mas o fato é, que sem Antetokounmpo, os Bucks são obviamente projetados para terem um desempenho inferior em uma longa amostragem e isso se traduz na linha desse jogo #1, que na minha opinião, ainda é mais baixa do que deveria, já que que produzi uma linha base de Suns -3 para essa série, que somada ao valor do mando de quadra e ausência do Grego, vira -10,5 para esse jogo #1, mostrando um bom valor em uma aposta a favor de Phoenix no handicap atual. 

Palpite: Phoenix Suns -5,5 @1.89 na VBet


Apostar na Vbet Vbet



Faça parte do Telegram aposta10 para receber em primeira mão as melhores dicas e promoções.


R$ 500 Bônus

9 (nossa avaliação)

A VBet é mais uma casa de aposta que oferece um serviço de muita qualidade para os apostadores, com um site muito bonito, funcional e cheio de oportunidades para você apostar, seja em esportes, eSports ou cassino.

apostar
Dezão

Quer receber nossos palpites
direto no seu celular ou e-mail?

Receber dicas no Telegram Receber dicas no meu e-mail Baixe nosso Ebook Grátis

Outras Dicas

Ganha

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

20/07 (Ter) às 22:00

Palpite: Phoenix Suns x Milwaukee Bucks (Game #6) - NBA Finals - 20/07

Palpite para o jogo #6 das finais da NBA entre Phoenix Suns e Milwaukee Bucks, com início às 22:00 e transmissão ao vivo por Band e ESPN.

Mercado: Over e Under | Odd 1.86

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

14/07 (Qua) às 22:00

Palpite: Phoenix Suns x Milwaukee Bucks (Game #4) - NBA Finals - 14/07

Palpite para o jogo #4 das finais da NBA entre Phoenix Suns e Milwaukee Bucks, com início às 22:00 e transmissão ao vivo por Band e ESPN.

Mercado: Handicap Asiático | Odd 1.86

LEIA A DICA APOSTA

Perdida

Gustavo Zambrano Gustavo Zambrano

03/07 (Sáb) às 21:30

Palpite: East Finals - Milwaukee Bucks x Atlanta Hawks (Game #6) - NBA Playoffs - 03/07

Palpite para o jogo #6 das finais do Leste entre Milwaukee Bucks e Atlanta Hawks, com início às 21:30 e transmissão ao vivo pela Band e SporTV2.

Mercado: Over e Under | Odd 1.90

LEIA A DICA APOSTA