MLB Previews 2019: AL East - Boston Red Sox


21/02/2019

Boston Red Sox 

Campanha no ano passado: 108-54 (1° na divisão East da Liga Americana) 
Campanha nos Playoffs: Campeões da World Series, vencendo os Los Angeles Dodgers em cinco jogos. 

Os Red Sox terminaram com o melhor recorde da temporada regular no ano passado, com 66,7% de aproveitamento e confirmam o favoritismo nos playoffs, eliminando os Yankees e Astros no caminho para a World Series, onde conquistaram o 9° título da franquia, vencendo os Los Angeles Dodgers em cinco jogos. 

Quem Saiu: Craig Kimbrel (RP, Josh Smith (RP, Indians), Joe Kelly (RP, Dodgers), Ian Kinsler (2B, Padres), Drew Pomeranz (SP, Giants).

Quem Chegou: Colten Brewer (RP, Padres) e Jenrry Mejia (RP).

A equipe não fez grandes aquisições após ter vencido 108 jogos na última temporada, o time focou em reforçar o bullpen após as saídas de Kimbrel e kelly e acertou com Colton Brewers e Jenrry Mejia, este último suspenso da liga desde 2015.  

Rotação 

Chris Sale e David Price são os principais nomes da rotação dos Red Sox, Sale vem de excelente temporada, com ERA 2.11 e recorde de 12-4 W/L, enquanto que Price teve problemas em alguns momentos da última temporada, mais ainda terminou com ERA 3.58 e se saiu bem nos playoffs. Os outros pontos são ocupados por: Rick Porcello, Eduardo Rodriguez e Nathan Eovaldi, Porcello teve o pior ERA entre os três na última temporada, mas é na pior das hipóteses um arremessador mediano, enquanto que Rodriguez consegue uma taxa elevada de strikeouts e Eovaldi brilhou nos playoffs que terminaram com a conquista do título pelos Red Sox. Entrando na temporada, a rotação parece uma das mais fortes da liga. 

Ataque 

Foram 876 corridas anotadas pelos Red Sox na última temporada, melhor marca da liga A equipe tem de volta os seus principais rebatedores em: Mookie Betts, J.D. Martinez, Xander Bogaerts, que combinaram para um total de 98 home runs na temporada passada, enquanto que: Andrew Benintendi e Rafael Devers são jovens com potencial de melhora, Steve Pearce foi de grande importância nos playoffs e principalmente na World Series e Jackie Bradley Jr. subiu muito de produção durante a segunda metade da última temporada. Os dois pontos fracos do lineup são as posições de segunda base e catcher, na primeira, Dustin Pedroia é projetado como titular, mas Pedroia atuou pouco no último ano e dificilmente voltará a ser consistente nesse ponto de sua carreira, com Brock Holt e Eduardo Nunes dividindo tempo com o veterano na segunda base. Já na posição de catcher, Sandy Leon e Christian Vazquez não são grandes rebatedores, mas ambos se saem muito bem em enquadramento de arremessos, com a presença de ambos no time se justificando por conta disso. 

Bullpen 

Os Red Sox não possuem mais o closer Craig Kimbrel e nem o setup Joe Kelly, mas eles tem duas novidades no bullpen, Colton Brewer – que não teve boas atuações pelos Padres no ano passado – e Jenrry Mejia, que havia sido banido da MLB por dopping, mas que teve seu banimento revisto e agora integrará o grupo de relievers dos Red Sox. Outra novidade é Tyler Thornburg, que atuou pouco no ano passado e que irá competir pelo posto de closer do time nessa temporada. Matt Barnes, Ryan Brasier, Hector Velazquez, Brian Johnson, Heath Hembree e Brandon Workman formam um bom núcleo de relievers e o bullpen apesar de não ser o mais talentoso da MLB, deve ser capaz de entregar performances sólidas. 

Defesa 

A defesa foi o ponto fraco do time na última temporada, mas a equipe pode melhorar defensivamente. Mookie Betts é um defensor de elite no campo direito e Jackie Bradley Jr. um bom defensor no campo central, mas Xander Bogaerts teve problemas na posição de shortstop no último ano, terminando com -19 corridas salvas pela métrica de DRS. Sandy Leon e Christian Vazquez são bons catchers defensivos, com destaque para Leon, que teve ótimos números em enquadramento de arremessos na última temporada. 

Análise para essa temporada 

Eu acredito que os Red Sox dessa ano sejam melhores do que os do ano passado, o time não deve vencer 108 jogos novamente, já que um número tão elevado de vitórias é sempre construído com alguma dose de sorte além do talento real, mas a rotação é estável e fortalecida em relação a que iniciou a última temporada, o ataque deve continuar incrível e boa parte dos melhores rebatedores do time ainda são jovens e com potencial de melhora, enquanto que o bullpen pode ser o setor mais fraco, mas não deve ser tão problemático e eu gosto da decisão da equipe de deixar Craig Kimbrel sair, com o closer tendo tido problemas na última pós-temporada e possivelmente estando em declínio na carreira. A linha de vitórias totais foi definida em 95,5 e acredito que a equipe possa alcançar esse número. Minha previsão é que eles ganhem entre 98 e 102 jogos. 

Palpite: Over 95,5  
 


Casas de apostas

188BET

Bônus

R$200

Ganhar
Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
22BET

Bônus

100%

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

free bet

Ganhar



Outras Notícias