NFL Previews 2019: AFC North - Cleveland Browns


29/08/2019

Cleveland Browns 

Campanha em 2018/19 – 7-8 W/L (3° na AFC North)

Após não terem vencido nenhum jogo em 2017, os Browns mostraram grande melhora na última temporada, especialmente após a demissão do head coach Hue Jackson na semana 08, com o time indo 5-3 W/L após a saída do treinador. A defesa foi bastante forte e Baker Mayfield teve uma ótima temporada de calouro, o que fez dos Browns uma das equipes com maiores expectativas para essa temporada. 

Quem Saiu: Emmanuel Ogbah (DE, Chiefs), Tyrod Taylor (QB, Chargers), Breshad Perriman (WR, Buccaneers), Jabrill Peppers (S, Giants), Kevin Zeitler (G, Giants), E.J. Gaines (CB, Bills), Jamie Collins (LB, Patriots), Darren Fells (TE, Texans), Ricardo Louis (WR, Dolphins), Duke Johnson (RB, Texans) Orson Charles (FB, Broncos), Earl Watford (G), Rod Streater (WR), Howard Wilson (CB) e Jaelen Strong (WR).  

Quem Chegou: Odell Beckham, Jr. (WR, Giants), Olivier Vernon (LB, Giants), Sheldon Richardson (DT, Vikings), Morgan Burnett (SS, Steelers), Demetrius Harris (TE, Chiefs), Adarius Taylor (LB, Buccaneers), Kendall Lamm (RT, Texans), Eric Murray (CB, Chiefs), Eric Kush (G, Bears), Garrett Gilbert (QB, Panthers), Kareem Hunt (RB, Chiefs), Bryan Witzmann (G, Bears), Briean Boddy-Calhoun (S, Texans) e Wyatt Teller (G, Bills).

Draft: Greedy Williams (CB, Round 2), Sione Takitaki (LB, Round 3), Sheldrick Redwine (S, Round 4), Mack Wilson (LB, Round 5), Austin Seibert (K, Round 5), Austin Seibert (T, Round 6) e Donnie Lewis Jr. (CB, Round 7).

Preparados para competir pelos playoffs após uma excelente reta final da última temporada, os Browns acertaram um blockbuster com os Giants, trazendo o wide receiver Odell Beckham, Jr. e o linebacker Olivier Vernon para reforçar a equipe. O time também ofereceu um grande contrato ao DT Sheldon Richardson e assinou com Kareem Hunt, dispensado dos Chiefs por problemas extra campo na última temporada e que só poderá reforçar à equipe a partir da 9° semana, estando suspenso pela liga nos oito primeiros jogos. No draft, o foco foi trazer profundidade para a defesa, especialmente o grupo de linebackers e a secundária, a equipe também selecionou um kicker, que irá competir com 
 
Análise 

O ataque teve duas fases na temporada passada, com Tyrod Taylor como quarterback e Hue Jackson como head coah, os Browns era ineficientes no jogo aéreo e previsíveis no jogo terrestre, mas com Baker Mayfield tendo ganho a posição de quarterback titular e com o então interino e agora head coach Freddie Kitchens, o time produziu bem no jogo aéreo e teve um ataque bastante equilibrado, com o running back novato Nick Chubb tendo grandes performances. A expectativa é de que o ataque seja ainda mais forte esse ano, e o time terá um novo coordenador ofensivo, Todd Monken, que exerceu a função nos Tampa Bay Buccaneers na última temporada. Baker Mayfield contará com uma linha ofensiva sólida, que permitiu apenas 38 sacks na última temporada e que retorna quase intacta, com a unidade saída sendo Kevin Zeitler, envolvido na troca que trouxe Odell Beckham, Jr. aos Browns, Beckham é um dos recebedores mais talentosos da liga e formará um excelente grupo de recebedores ao lado do igualmente talentoso Jarvis Landry, do rápido Antonio Callaway e do sólido tigh end David Njoku. Nick Chubb teve uma ótima temporada de calouro e ficará com a maior parte das carregadas até que Kareem Hunt retorne de suspensão, Chubb e Hunt podem formam uma das melhores duplas de running backs da liga quando estiverem ambos disponíveis. 

A defesa foi melhor do que a média de pontos sofridos pela equipe fez parecer, os Browns foram o 2° time que mais forçaram turnovers na última temporada e limitaram os quarterbacks adversários a um rating de apenas 83.4. O grande problema da defesa de Cleveland foi conter o jogo terrestre, com o time permitindo média de 4,7yds por tentativa de corrida adversária, mas isso pode ser corrigido com a chegada do defensive tackle Sheldon Richardson, que é excelente na função, enquanto que o outro defensive tackle do time, Larry Ogunjobi, também se sai bem contendo o jogo terrestre. O pass-rush também foi um dos problemas da defesa na última temporada, apesar de Myles Garrett ter somado 13,5 sacks, a equipe agora terá uma ameaça dupla nos cantos da linha defensiva com Garrett e o recém chegado Olivier Vernon, que não teve uma grande temporada no ano passado, mas que se adapta melhor ao sistema 4-3. A secundária é o ponto forte da defesa de Cleveland, com Denzel Ward saindo de uma grande temporada de calouro, Damarious Randall sendo sólido na cobertura, T.J. Carrie um efetivo cornerback de nickel e Terrance Mitchell devendo se recuperar, após ter atuado em apenas 8 partidas na última temporada, vindo dos Steeles, Morgan Burnett completa a secundária da equipe, o safety não se saiu bem na última temporada, mas teve vários bons anos quando atuava nos Packers. A equipe também terá um novo coordenador defensivo, Steve Wilks, que fracassou como head coach dos Cardinals no ano passado, mas que fez um trabalho sólido como coordenador defensivo dos Carolina Panthers antes disso.

O special team é um setor que precisão de melhoras se os Browns quiserem competir por algo nessa temporada e a equipe começou contratando o coordenador Mike Priefer, que comandou um bom special team dos Vikings nos últimos anos. A equipe teve problemas contendo retornos na última temporada, cedendo médias de: 23,9yds para os oponentes em retornos de kickoffs e 10,7yds em retornos de punt. Jabrill Peppers e Antonio Callaway foram eficientes retornando chutes para o time no ano passado, mas Peppers foi envolvido na troca blockbuster com os Giants e Dontrell Hilliard deve ficar responsável pela maior parte dos retornos de kickoffs, Hillard se saiu bem nos 11 retornos que teve na última temporada. Em seu ano de novato, o kicker Greg Joseph errou 4 extra-points e teve problemas com chutes acima de 40yds, indo 6-9 nessas tentativas, Joseph terá que batalhar com Austin Seibert, jogador escolhido o 5° round do último draft, pelo posto de kicker da equipe esse ano. Já o punter Britton Colquitt, tem ótima precisão nos chutes e é um ponto forte do special team dos Browns. 

Total de Vitórias Estipulado: 9,5

O total de vitórias da equipe na última temporada era definido em 5,5 e agora é de 9,5, um dos maiores saltos de expectativa para uma equipe do ano passado para este. Eu acho que as expectativas são realistas e vejo os Browns como um dos times mais talentosos entrando nessa temporada. A equipe já era boa no ano passado e foi atrapalhada pelo péssimo trabalho do head coach Hue Jackson, com o time tendo melhorado bastante após a demissão dele. Os Browns possuem bons e jovens jogadores nos dois lados, com destaque para o quarterback Baker Mayfield, que terá a sua disposição um ataque equilibrado e bem montado, além de uma excelente dupla de recebedores em: Odell Beckham, Jr. e Jarvis Landry e para o cornerback Denzel Ward, ambos saindo de uma forte temporada como novatos. Em uma divisão enfraquecida e com uma tabela possivelmente mais fácil do que no ano passado, vejo os Browns fazendo jus ao hype e tendo uma forte campanha, com boas chances de vencer a divisão e superar o total de vitórias definido pelos oddmakers. 

Aposta: Over 9,5 @2.15 na Bet365
 


Casas de apostas

Bet365

Bônus

R$200

Ganhar
Sportsbet.io

Bônus

R$150

Ganhar
Sportingbet

Bônus

Ganhar
Bodog

Bônus

R$200

Ganhar
188BET

Bônus

R$200

Ganhar
NetBet

Bônus

R$200

Ganhar
Dafabet

Bônus

R$600

Ganhar
Betfair

Bônus

$30

Ganhar
Rivalo

Bônus

R$777

Ganhar



Outras Notícias